sábado - 30/06/2012 - 23:53h

Pensando bem…


“Duvidando, chegamos à verdade.”

Cícero

Categoria(s): Pensando bem...
sábado - 30/06/2012 - 14:16h
Em Mossoró

O perigo dos “aloprados”


Mossoró terá uma de suas mais concorridas e renhidas campanhas eleitorais. O que é ótimo, em essência.

Mas as futuras candidatas que devem bipolarizar a disputa, Larissa Rosado (PSB) e Cláudia Regina (DEM), precisam fazer um pacto, em respeito à própria sociedade: não permitir que seus ‘aloprados’ sejam protagonistas da história.

A leviandade, o vilipêndio e a agressão não podem prosperar e devem ser punidos no próprio palanque.

O respeito não deve ser apenas de quem é aliado, mas sobretudo de quem é adversário.

Que assim seja.

Categoria(s): Opinião da Coluna do Herzog
  • Repet
sábado - 30/06/2012 - 12:49h
Opinião atual

Hospital Materno-Infantil precisa dar certo (republicado)


Veja abaixo o que este Blog publicou no dia 12 de março deste ano, às 22h59, poucos dias após o Hospital Materno-Infantil Maria Correia (Hospital da Mulher) ser inaugurado em Mossoró. Apesar do escândalo em torno do empreendimento, eivado de supostas irregularidades, minha opinião continua a mesma.

O tempo ajuda a confirmar o que defendi e defendo, sem passionalidade ou interesse subalterno a partir do próprio título da postagem: “Hospital Materno-Infantil precisa dar certo” (Veja AQUI). Para merecer aplauso, não basta ser eficiente, é fundamental que esteja limpo.

Você pagaria bem mais caro por um serviço que pode ser feito por  preço bem menor e também com qualidade?

Leia, por favor:

Vejo um monte de gente torcendo para que o Hospital Materno-infantil Maria Correira (de Mossoró) dê errado. Ou simplesmente criticando de forma gratuita, sem ter maiores informações.

Riquinhos têm filhos em Natal e Fortaleza, né? Discutamos a fórmula da Oscip (gestão privada para serviço público), mas lutemos por dignidade para nossas mulheres e nossos bebês. Merecem.

Meu partido é Mossoró, meu político favorito é o que se dedica ao bem comum. Torço pelo Potiguar, mas não detesto o Baraúnas. Dignidade, já.

Os hospitais públicos e filantópicos terão agora um espelho ou um paradigma, para comparações. A sociedade começará a fazer avaliações.

Bom demais.

Categoria(s): Administração Pública / Opinião da Coluna do Herzog / Saúde
sábado - 30/06/2012 - 11:49h
Crime pela Internet

Vítimas da pedofilia são ignoradas e Mução descobre ‘Caim’


A Polícia Federal emitiu nota atestando que o radialista e humorista conhecido por “Mução” (Rodrigo Vieira Emerenciano, 35) não está envolvido em rede de pedofilia internacional. Ele foi preso quinta-feira (28) em Fortaleza-CE, depois levado para Recife-PE, na “Operação DirtyNet” (internet suja).

No curso da apuração do caso, a PF ouviu depoimento esclarecedor de um irmão (identificado por Bruno) do radialista, confessando que usara senhas e equipamentos de identificação pessoal na Web, de Mução, para integrar essa teia criminosa de alcance planetário. Resumindo: prejudicou-o no intuito de se proteger do crime que tinha plena consciência que praticava.

Na internet, sobretudo na rede social identificada como Twitter, imediatamente começou nova polêmica, com jogo de empurra, acusações etc. Lamentavelmente, um bate-boca que tira do centro do debate as principais vítimas dessa situação: crianças e adolescentes, além de suas famílias, molestadas por esses criminosos.

Acompanhe abaixo, o que o editor deste Blog escreveu no Twitter, sobre esse lamentável episódio:

Vejo polêmica aqui no Twitter sobre Mução, provando que não é pedófilo. Mas a discussão, ao meu ver, foge do epicentro do caso. Existem no enredo, pelo menos duas tragédias configuradas: a pedofilia, um crime abjeto; o estilhaçamento familiar. Irmão dele armou tudo, seria culpado.

Acompanhe o Blog também pelo Twitter, clicando AQUI.

Não me lembro de ter visto qualquer nota oficial da PF atestando que Mução era culpado, mas sim – investigado. Houve excessos nos Twitter, sim.

Houve bobagem como atribuir ao Governo Dilma Rousseff (PT) a prisão de Mução, para atingir sua mãe Lina Vieira, ex-chefe da Receita Federal, que batera de frente com a presidente, no Governo Lula da Silva (PT). Excessos ainda nos recalques pelo sucesso do radialista-humorista.

E as crianças, adolescentes e famílias vítimas dos canalhas são um problema menor? A própria família do Mução é vítima, não da PF ou mídia. Na nova versão, um irmão do Mução seria participante de rede de pedofilia e colocou-o na enrascada, com uso de senhas e PC´s seus. E aí?

A culpa sempre é da mídia, do Ministério Público e da Polícia Federal na ótica de alguns. A teoria da conspiração não para de procriar. Mas não vejo tal zelo com a ralé presa e ridicularizada em TV´s diariamente, por todo o Brasil, em programas muitas vezes sensacionalistas.

Para o granfino, o político e o engravatado rico sempre levantam o princípio da ‘presunção de inocência’. Para o pobretão, o juizo de culpa.

Sou solidário principalmente às vítimas da pedofilia; também a José Emerenciado/Lina Vieira, pais desses rapazes: um, inocente, o outro… argh!

A grande vítima é um elenco de jovens, nas mãos de pedófilos. Mução, numa escala menor, é vítima principalmente do irmão. Descobriu que tinha a companhia de um “Caim.” Que resolva em casa e na Justiça.

Veja ampla cobertura do caso, com informações atualizadas, clicando AQUI.

Categoria(s): Comunicação / Justiça/Direito/Ministério Público / Opinião da Coluna do Herzog
sábado - 30/06/2012 - 09:49h
Para refletir

A credibilidade da lista do tribunal de “faz-de-conta”


Por Jurandy Nóbrega

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN) é composto por políticos aposentados, parentes ou indicados por eles. Confira a relação dos “julgadores” desses políticos.

Valério Mesquita foi prefeito de Macaíba, presidente da Fundação José Augusto (FJA) no Governo Tarcísio Maia, deputado pelo PDS e líder do governo Fernando Freire (PMDB).

Tarcísio Costa é irmão do ex-governador e atual deputado estadual Vivaldo Costa (PR), que ao lado dos irmãos Dadá e Bibi Costa foi também prefeito de Caicó.

Adélia Sales tem origens políticas na família na chamada Tromba do Elefante.

Carlos Fernandes é filho do ex-procurador Assis Fernandes nomeado para o TCE por José Agripino.

Paulo Roberto Alves, o “Papau”, é filho do senador Garibaldi Alves (pai) e irmão do ex-governador e atual ministro senador Garibaldi Filho, do PMDB. (Vale lembrar que foi secretário do governo do próprio Garibaldi Filho, seu irmão).

Marco Montenegro é sobrinho do ex-deputado Edgar Montenegro (PFL).

Renato Dias é filho do ex-deputado Adjuto Dias e irmão do ex-presidente da Assembleia Legislativa e deputado federal Álvaro Dias (PMDB).

E Alcimar Torquato (ex-deputado estadual), que foi um dos responsáveis pela lista dos “inelegíveis cedeu para Carlos Augusto Rosado (DEM), marido da atual governadora Rosalba Ciarlini (DEM), a presidência da Assembleia Legislativa.

Aí como repórter, eu deixo a pergunta no ar: a lista (ficha suja) do “faz de contas” é isenta. Merece crédito. Não teve injunção politica?

Categoria(s): Administração Pública / Política
sábado - 30/06/2012 - 09:12h
Operação Assepsia

Hospital criado sem licitação faz um parto por R$ 28 mil


Depoimento do médico Manoel Nobre sobre o alto custo do Hospital Materno-Infantil Maria Correia (Hospital da Mulher), instalado sem licitação pelo Governo do Estado, apesar de denúncia sobre irregularidades feitas pelo Ministério Público em Mossoró:

- Realiza-se em média 100 partos/mês na maternidade Maria Correia, com um custo de R$ 2,8 milhões/mês para o Governo do Estado. Portanto o custo de cada parto fica em média, pasmem, por R$ 28.000,00.

Nota do Blog – Segundo dados levantados na “Operação Assepsia”, desencadeada esta semana pelo Ministério Público, sobre irregularidades em licitações na Saúde na Prefeitura do Natal, respingando na mesma área do Estado, o contrato da Associação Marca – que gerencia o Maria Correia – é de R$ 16,8 milhões por seis meses.

Dá uma média de R$ 2,8 milhões por mês, sendo R$ 1,9 milhão somente com folha funcional de presumíveis 270 empregados.

Um detalhe: a Casa de Saúde Dix-sept Rosado (CSDR), da Fundação Vingt Rosado, há décadas em funcionamento em Mossoró, responde por mais de 600 partos/mês.

 

Categoria(s): Administração Pública / E-mail do Webleitor / Saúde
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
sábado - 30/06/2012 - 08:47h
Política

Primeira Página (30 de Junho de 2012)


Apodi – O deputado federal Fábio Faria (PSD) e o vice-governador Robinson Faria (PSD) participaram na noite desta sexta-feira (29) da Convenção dos partidos que integram o grupo político Nova Geração. O professor Flaviano Monteiro (PC do B) teve sua candidatura a prefeito homologada, com Zé Maria (PSD) como vice-prefeito. A coligação ainda inclui o PDT.

Rogério – O engenheiro civil e empresário Haroldo Azevedo Filho foi o escolhido para compor a chapa como candidato a vice-prefeito do deputado federal Rogério Marinho (PSDB). Haroldo é membro do Democratas e tem 34 anos. O parlamentar terá seu nome oficializado como candidato a prefeito de Natal neste sábado (30), durante convenção partidária que será realizada no Ginásio da Cidade da Esperança, a partir das 9 horas.

Upanema – O ex-candidato a prefeito Luiz Jário (PR) e o vereador Anízio Júnior (PSD) são os candidatos a prefeito e vice, respectivamente, pela oposição em  Upanema. A chapa homologada ontem – denominada de “A Força da União” – reúne os seguintes partidos: PSD, PC do B, PSB, PV, PR, PRTB, PTB, DEM, PMN e PSL.

PMDB – O PMDB disponibilizará área de Internet sem fio para a imprensa durante a convenção que homologará a candidatura a prefeito de Natal do deputado estadual Hermano Morais e dos candidatos a Câmara Municipal de Natal. Estão confirmadas as presenças do vice-presidente da República, Michel Temer, do ministro da Previdência, Garibaldi Filho e do presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp. Será no Palácio dos Esportes, a partir das 9h.

Temer prestigia Hermano

Cláudia - A chapa Cláudia Regina (DEM)/Wellington Filho (PMDB) para a sucessão na Prefeitura de Mossoró será homologada em convenção hoje no Ginásio do Colégio Pequeno Principe, a partir das 15h. Na oportunidade, também serão homologadas as chapas dos candidatos a vereador pelos nove partidos que integram a coligação de apoio (DEM, PMDB, PR, PMN, PSDB, PV, PTN, PSC e PSL). A convenção contará com as presenças da governadora Rosalba Ciarlini (DEM), o ministro da Previdência, Garibaldi Alves (PMDB), o senador José Agripino (DEM), os deputados federais Henrique Alves (PMDB) e Felipe Maia (DEM), além do secretário de agricultura, Betinho Rosado (DEM) e demais lideranças estaduais. Os presidentes estaduais dos partidos de apoio à Cláudia Regina/Wellington Filho também confirmaram presença na solenidade.

Assu - O prefeito de Assú, Ivan Júnior (PP), confirmou nessa sexta-feira (29) seu projeto de reeleição, em convenção municipal bem concorrida. O candidato a vice à sua reeleição é Eurimar Nóbrega, do PMDB.

Coligação – A coligação “Vitória de Todos”, composta pelos partidos PSD, PTC, PRB, PPS e PP mossoroenses, realiza convenção neste sábado (30), a partir das 14h, na AABB, junto com as demais coligações que apoiam a pré-candidatura de Larissa Rosado (PSB) a prefeito de Mossoró.

Larissa – Em convenção neste sábado (30), às 14h, na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), 14 partidos oposicionistas homologarão coligações para disputa à Prefeitura de Mossoró e chapa proporcional. O ato oficializará politicamente a chapa Larissa Rosado (PSB)/professor Josivan Barbosa (PT) na sucessão mossoroense de 2012. Os partidos são estes, que farão três coligações em separado à Câmara Municipal: PT, PDT, PT do B, PPS, PTC, PHS, PP, PRB, PTB, PSD, PC do B, PRP, PPL e PSB.

Areia Branca – Chapas definidas em Areia Branca para a sucessão municipal. No governismo, finalmente o prefeito Manoel Cunha Neto (PP), o “Souza”, chegou a bom termo com o vice Bruno Filho (PMDB). O vice será candidato a prefeito, tendo a enfermeira Lidiane Garcia (PSB) como vice, unindo o governismo. A convenção ocorre hoje às 15h, na Tropical. Na oposição, a ex-vice-prefeita Iraneide Rebouças (DEM) terá a ex-secretária de Educação de Souza e Bruno e mulher do ex-vereador Nazareno Lemos (DEM), Fátima Lemos, na condição de vice. Sua convenção acontece a partir das 15h no Clube O Corujão. Já o ex-vereador Francisco Macedo (PR), depois de zanzar entre a oposição e governismo, novamente é candidato a prefeito. Convenção acontece às 9h de hoje na Câmara Municipal.

Itaú - Em reunião fechada ontem, a oposição em Itaú definiu a chapa que irá à campanha municipal deste ano. O nome do vereador Zé Filho Melo (PTB) é a opção a prefeito. Quem vai lhe fazer companhia na chapa, como vice, será Fernanda Diógenes (PMDB), filha do ex-prefeito Neuremberg Fernandes (PMDB). No governismo, o prefeito Édson Melo (DEM) confirmou a escolha do empresário Ciro Bezerra (DEM) como seu candidato. Até o início da noite de ontem ainda existia indefinição quanto ao vice. Mas é provável que lideranças da família Praxedes apontem um nome à chapa até o final da manhã.

Categoria(s): Primeira Página
sábado - 30/06/2012 - 07:31h
Crispiniano Neto

Petista não entende a lógica do PT de Mossoró


“PT de Mossoró tinha 18 pré-candidatos a vereador se tivesse candidatura própria. Com adesão ao PSB restaram apenas quatro”, lembra o jornalista e militante do PT, mas dissidente, Crispiniano Neto.

“PT Mossoró reclamou de coligação com PDT porque tem Tomaz Neto. Agora vai com Tomaz, Lairinho (PSB), Vantanzinho Rosado (PTB) e até Ricardo de Dodoca (PTB). Vá entender”, complementa o mesmo Crispiniano, usando endereço próprio na rede de microblogs Twitter.

Categoria(s): Política
  • Repet
sexta-feira - 29/06/2012 - 23:28h

Pensando bem…


“Tudo parece impossível até que seja feito!”

Nelson Mandela

Categoria(s): Pensando bem...
sexta-feira - 29/06/2012 - 16:51h
Operação Assepsia

Hospital da Mulher tem folha suspeita de quase R$ 2 milhões

Empresa que recruta pessoal também é envolvida em despesas fictícias com a Prefeitura do Natal

Matéria da Tribuna do Norte, com aditivos do próprio Blog

Hospital foi montado para dar resposta 'rápida'

Uma das empresas investigadas pelo Ministério Público Estadual na “Operação Assepsia”, por fraudes na Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS), tem contrato com a Associação Marca – gestora do Hospital Materno-Infantil Maria Correia (Hospital da Mulher), em Mossoró. É a Salute Sociale.

Essa empresa – de propriedade de três pessoas presas na última quarta-feira (27) – no Rio de Janeiro, Tufi Meres, Rose Bravo e Antonio Carlos de Oliveira Júnior, o “Maninho”, é fornecedora de mão de obra ao Hospital da Mulher. Agora, segure-se na cadeira para essas informações a seguir.

A Salute Sociale empalmou, somente em abril, R$ 1,9 milhão para cobrir pagamento de folha que teria 270 funcionários. Uma multidão em relação à sua estrutura compacta e dirigida. São quase R$ 2 milhões só nessa rubrica de custo/mês.

A Marca foi contratada pelo Governo do Estado sem qualquer licitação, sob a argumento de urgência de instalação do serviço materno-infantil. Já a Salute Sociale tem um subcontrato com a Marca. É o mesmo procedimento utilizado na Secretaria Municipal de Saúde de Natal, onde a Marca fixou bem antes suas garras.

A informação dos repasses e do subcontrato da Salute com a Marca estão presentes na prestação de  contas da Organização Social no mês de abril, a qual o jornal Tribuna do Norte teve acesso. O documento, enviado pela diretora geral da Marca, Elisa Andrade de Araújo, à Maria Burlamaqui, que é a gestora do Fundo Estadual de Saúde, no último dia 11 de junho, traz todos os gastos dos primeiros meses da parceria

A prestação de contas inclui também uma série de despesas contraídas antes da assinatura do contrato com a Secretaria Estadual de Saúde. Lá estão descritas todas as empresas subcontratadas pela Marca para prestar serviços ao Hospital da Mulher, entre elas a Salute Sociale.

Irmãs xipófagas

Na  prestação de contas, há a lista de funcionários contratados pela Salute para prestação de serviços ao Hospital da Mulher através da Marca. São 270 funcionários, segundo a lista enviada pela Marca, entre profissionais de nível superior e médio. São psicólogos, farmacêuticos, fisioterapeutas, técnicos em enfermagem, vigias, entre outros.

Os funcionários, ainda de acordo com os documentos aos quais o Tribuna do Norte teve acesso, foram admitidos somente após a assinatura do contrato entre a Marca e o Governo do Estado. Resta saber se eles todos existem, na totalidade, e prestam serviços ao Hospital da Mulher.

A ligação entre a Marca e a Salute ganhou várias páginas na petição do Ministério Público, quando foi solicitado um conjunto de providências à Justiça, para se desencadear a Operação Assepsia.

A Marca e a Salute são nitidamente irmãs xipófagas. Nasceram ligadas uma a outra. Parecem produto do mesmo útero, ou seja, esquema. Os promotores chegam a afirmar que a proximidade é tamanha que parecem uma só entidade. As duas dividem inclusive a mesma sala como sede, de  acordo com o texto do Ministério Público Estadual.

Os “cabeças” de ambas, tanto da Marca quanto da Salute, são Tufi Meres, Rose Bravo e Antonio Carlos de Oliveira Júnior, considerados os principais nomes das supostas fraudes, junto do procurador Alexandre Magno Alves.

“Na prática, a Marca representa um grupo de empresas que acompanham cada gestão da referida OS. Na verdade, trata-se de um grupo criminoso, que através da Marca e da entidade Salute Sociale e de outras empresas satélites, desviam dinheiro público, mediante a inserção de despesas fictícias nas prestações de contas. Quando o poder público contrata uma, as outras vêm junto no pacote contratado”, relatam os promotores.

FRACASSO - A auditoria que o Governo do Estado resolveu instituir ontem, para levantar as atividades da Marca, deve se deparar com números, arranjos e gambiarras que vão atestar seu próprio fracasso: o fracasso da escolha de um atalho para vender a terceirização como a panaceia. Está claro que não é um remédio para todos os males da Saúde Pública do RN. A escolha mostrou-se equivocada e precipitada, propícia à delinquência com o dinheiro do contribuinte. A terceirização não é por si só de essência criminosa, mas a pressa em vender uma ação de governo à sociedade, passando por cima da lei logo na dispensa de licitação, só podia gerar isso.

Os procedimentos suspeitos na Secretaria Municipal de Saúde e a forma como a Salute passou a prestar serviço ao Hospital da Mulher são iguais. Como se sabe, para o MPE, as organizações sociais investigadas são apenas “fachada” para a contratação de empresas ligadas aos próprios diretores dessas O.S.s de forma mais “flexível”.

Alexandre: 'qualificado'

“A contratação da Marca por parte da SMS não se restringiu apenas a esta OS, mas englobava um pacote de outras empresas do esquema ilícito (SALUTE SOCIALE, MEDSMART, HEALTH SOLUTIONS  LTDA e outras empresas), que foram contratadas para prestar serviços ao Poder Público Municipal através da Marca, sem ter que se submeter a um processo licitatório, através da burla à lei de licitação prevista pela contratação das OS´s”, argumenta a petição.

Outra semelhança, dessa vez fartamente descrita na petição do MPE, é a parceria do procurador municipal Alexandre Magno, que foi cedido do Município para o Estado e atuou, segundo o ex-secretário de Saúde, Domício Arruda, como  consultor, “em vários contratos”, incluindo o da Marca.

Alexandre Magno, pelo o que é descrito, é aquele servidor público qualificado, com destreza e conhecimento amiúde dessa modalidade de contrato público, que foi útil e fundamental ao esquema na Prefeitura do Natal e estaria preparado para o mesmo fim no Governo do Estado. Não deu outra: de rombo! Na mosca. Na marca.

Veja reportagem completa da Tribuna do Norte AQUI.

Nota do Blog – O contrato do Governo do Estado com a Marca é de R$ 16,8 milhões por seis meses de atividade. Dá uma média de R$ 2,8 milhões por mês.

Importante lembrar que só com a folha de 270 funcionários, a subcontratada Salute Sociale recebeu R$ 1,9 milhão num mês. Num rateio, a média de remuneração ficaria em torno de R$ 7,037,00/mês por funcionário.

Segundo uma fonte profundamente conhecedora da administração hospitalar, esse montante de R$ 16,8 milhões daria para manter mais de 150 leitos de UTI por cerca de um ano.

Outro médico comenta: “com 15 milhões de reais seria possível reformar e abrir 15 leitos de UTI pediátrica e mais 15 UTI adulto no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM).”

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público / Política / Saúde
  • Repet
sexta-feira - 29/06/2012 - 15:42h
Nas redes

Civilidade nesta ‘highway’


Sem a capacidade de ouvir, o indivíduo está proibido de falar. Debate, sim; vilipêndio, não.

A civilidade que tanto cobramos nos outros, lá fora, não pode ser diferente neste espaço digital e em nós mesmos. A propósito, respeito é sempre uma via de mão dupla, sem direito a ultrapassagem pela esquerda ou direita.

Há lugar para todos nessa highway. Bem acomodados, mesmo que às vezes possamos nos incomodar.

Boa viagem.

Categoria(s): Comunicação / Opinião da Coluna do Herzog
sexta-feira - 29/06/2012 - 13:13h
Política

Primeira Página (Sexta-feira, 29 de Junho de 2012)


Natal – O PV não conseguiu um candidato a prefeito, nem mesmo a tentativa de reeleição da prefeita Micarla de Sousa (PV); o PSDB caça um vice até agora para Rogério Marinho; o PP do vice Paulinho Freire bandeou-se para o PMDB do candidato Hermano Morais; o PT é obrigado a fazer chapa ‘puro sangue’ e o DEM não é nada. Nem mesmo tendo o Governo do Estado à mão. Carlos Eduardo Alves (PDT) e Wilma de Faria (PSB), na mesma chapa, dão boas gargalhadas.

Cícera – A ‘tia’ Cícera Nogueira (PSD), ex-vereadora em Mossoró, coleciona apoios significativos dentro da própria familia e fora dela. O ex-candidato a vereador e sobrinho Souza Júnior (DEM) anunciou que trabalhará por sua vitória. A sua irmã Cesi Nogueira, também. Os dois tinham apoiado o atual vereador Ricardo de Dodoca (PTB), seu sobrinho, na campanha passada.

Upanema – A chapa com o ex-candidato a prefeito Luiz Jairo (PR) e o vereador Anízio Júnior (PSD) realiza convenção municipal hoje em Upanema. Vão à disputa da prefeitura pela oposição. No governismo, a chapa é formada por vice-prefeito “Manezinho”, o Manoel Carlos (PMDB),  e o vereador Elzimar Carvalho (PP). A prefeita Maristela Freire (PMDB) desistiu do projeto de reeleição.

Currais Novos – O prefeito Geraldo Gomes (DEM), de Currais Novos, terá o ex-vereador Medeiros Paulino (DEM) como seu companheiro de chapa à nova disputa eleitoral. Portanto, uma chapa ‘puro sangue’ na disputa municipal que promete ser bastante concorrida.

Cláudia Regina – A pré-candidata a prefeito de Mossoró pelo sistema situacionista, vereadora Cláudia Regina (DEM), recebeu um documento nessa quinta-feira (28), de comissão da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Seccional de Mossoró. O grupo, encabeçado pelo vice-presidente da entidade, Aldo Fernandes, apresentou um elenco de propostas para plano de governo da postulante à prefeitura. O encontro ocorreu na sede da OAB mossoroense.

Cláudia ouve exposição sobre documento

Cores – Sempre muito apegada a simbologias, Mossoró vai às ruas este ano com outras cores. A pré-candidata a prefeito Cláudia Regina (DEM) adotou o laranja para empinar seu nome. A adversária, deputada Larissa Rosado (PSB), cobre-se de vermelho. Foi-se o tempo do verde contra o encarnado, bacurau contra bicudo, touro contra o capim… mas o enredo é o mesmo.

Avião – O vice-governador dissidente Robinson Faria (PSD) cumpre uma maratona extensa, intensa e complexa para cobrir com sua presença as convenções do partido e de siglas aliadas, em todo o estado, neste final de semana. Até um avião faz parte da estrutura dessa logística.

Larissa – A deputada estadual e pré-candidata a prefeito oposicionista, em Mossoró, Larissa Rosado (PSB), foi entrevistada agora há pouco na TV Mossoró/FM 93, programa “O observador político”. No mesmo nível da entrevista de ontem com a concorrente governista Cláudia Regina (DEM). Com um diferencial: teve menos embaraços no ordenamento das perguntas, tornando o pingue-pongue mais tranquilo.

Jardim de Piranhas – Em Jardim de Piranhas, PSB e PT marcham juntos na campanha municipal. Elídio Queiroz (PSB) e Naná da Farmácia (PT) formam chapa a prefeito e vice.

PPS - A Convenção de Natal do PPS, com definição dos candidatos a vereador e apresentada a coligação para prefeito e vice-prefeito, começou hoje às 10h30 na própria sede da sigla. O presidente do PPS de Natal, Luiz Eduardo Machado (Dudu), presidiu os trabalhos com a presença do pré-candidato a prefeito pelo PDT, a ser apoiado pelo PPS, ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT), além do ex-deputado estadual Wober Júnior, dirigente do partido no estado.

 

Categoria(s): Primeira Página
  • Repet
sexta-feira - 29/06/2012 - 12:16h
Ufa!

Definido o fim da greve na Universidade do Estado


Decidido. Os trabalhadores em greve na Universidade do Estado do RN (UERN) decidiram pelo fim da paralisação à manhã de hoje, em decisão manifestada em assembleia geral em Mossoró.

As aulas deverão ser retomadas à próxima semama, logo na segunda-feira (2).

Mesmo considerando que o governo não atendeu plenamente aos pleitos de professores e pessoal administrativo, os participantes da assembleia majoritariamente acataram a proposta.

A proposta é de aumento salarial em três parcelas, no curso de três anos consecutivos, a partir deste 2012. O aumento é de 8,5% para 2012, com 3,5% em junho e 5% em setembro.

Já em 2013, passará a 9% no mês de maio. Quanto a 2014, o acertado ficará em 10%.

O presidente da Associação dos Docentes (ADUERN), professor Flaubert Torquato, avaliou que foi aceitável o compromisso, mas as negociações por outros ítens reivindicados vão continuar.

A paralisação já dura quase 60 dias. Em decisões judiciais, os grevistas tiveram amparo que consideraram a greve como “legítima”.

No ano passado, a paralisação durou 106 dias, um recorde no serviço público do Rio Grande do Norte.

Nota do Blog – Governo submeteu-se a um desgaste irreparável e a comunidade acadêmica viveu mais um período de embaraços. Uma gotinha de bom senso, lá atrás, teria evitado tudo isso.

Categoria(s): Administração Pública / Educação
sexta-feira - 29/06/2012 - 10:58h
PMDB de Natal

Hermano prepara grande festa em convenção


O deputado estadual Hermano Morais (PMDB), que irá ser homologado como candidato a prefeito de Natal na convenção do partido, neste sábado (30), no Palácio dos Esportes Djalma Maranhão, às 9h, tendo o vereador de Natal, Osório Jácome (PSC), como vice, disse hoje durante entrevista a Jornal da 96FM que estava tudo pronto para a convenção. Garantiu que  “vai se transformar numa grande festa”.

“Ao todo são oito partidos que nos apóiam. Além do PMDB, contamos com o apoio do PR, PSDC, PSC, PTB, PRTB, PMN e PP”, informou o pré-candidato.

“Vamos ter uma eleição interessante, com candidaturas múltiplas, entre elas a de alguns candidatos que já governaram Natal e não conseguiram resolver todos os problemas da cidade. Foram várias gestões que não conseguiram atender aos anseios dos natalenses e os problemas vêm se avolumando”, lamentou Hermano.

Detacou que “temos também como prioridade o saneamento básico e vamos cobrar da concessionária que presta esse tipo de serviço ações nesse sentido, porque não é possível termos apenas 32% da cidade saneada e apenas 17% dos esgotos sendo tratados. A água de Natal era boa, hoje causa problemas de saúde nas pessoas”, revelou.

O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), prometeu prestigiar o evento.

Categoria(s): Administração Pública / Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
sexta-feira - 29/06/2012 - 10:10h
Comunicação

A revolução digital na campanha política


Pesquisa para consumo interno na política mossoroense diz que a rede social mais pujante na cidade é o Facebook. O Twitter vem bem atrás.

Aponta também um meteórico crescimento do universo de internautas, ao mesmo tempo em que a navegação cibernética se espalha por estamentos sociais menos favorecidos. Chegou à periferia e não para de crescer.

A revolução digital não pode ser ignorada pelos políticos. Até aqui é sub-utilizada, distorcida ou desdenhada. Poucos agentes públicos conseguem tirar bom proveito dessas ferramentas.

O próprio marketing anda patinhando, sem muita sintonia com os novos tempos.

O mais comum é testemunharmos a conversão da claque real numa claque virtual, espalhando palavras de ordem, rosnando e vomitando intolerância. Sem acrescentar nada ao candidato ou pré-candidato.

Bem usada…ô!!

Categoria(s): Comunicação / Opinião da Coluna do Herzog
sexta-feira - 29/06/2012 - 08:31h
Caern, aqui, ó!!

Água que passarinho não consegue beber


Falta de água em várias partes de Mossoró é caso de polícia, de lesa-povo. Falta água até para produzir cuspe. Economizem nos beijos. Pode faltar saliva!

No Principado do Santa Delmira – em Mossoró, água é coisa rara até para passarinho. Para limpar o corpo, só pedindo emprestado a gata do vizinho, livrando as partes íntimas para não me tornar lascivo.

Preventivamente, já estou com toalha no ombro e zanzando pelo meu Moquiço Resort. Água para lavar os dentes, teve. Pro banho, não sei ainda.

Difícil viver asseadinho, como dona Maura ensinou.

Categoria(s): Crônica
sexta-feira - 29/06/2012 - 07:32h
Fora, Micarla

Impeachment da repulsa popular


Vereadores oposicionistas em Natal tentam, novamente, o impeachment da prefeita Micarla de Sousa (PV). Um esforço que deve ser inútil, do ponto de vista legal-institucional.

Mas não carece desanimar. Enxerguemos por outro ângulo.

Na prática, Micarla já foi deposta há muito tempo. É-lhe imposto o pior dos impeachmente: o da repulsa popular obsessiva. Natal está enojada de sua prefeita.

O “Fora, Micarla” chegou às ruas bem antes do que à Câmara de Vereadores. A Casa do Povo é que não tem conseguido plasmar essa manifestação.

Categoria(s): Opinião da Coluna do Herzog / Política
quinta-feira - 28/06/2012 - 23:57h

Pensando bem…


“A vida é longa se é plena.”

Sêneca

Categoria(s): Pensando bem...
quinta-feira - 28/06/2012 - 21:36h
Operação Assepsia

Governo resolve fazer auditoria em contrato da ‘Marca’


A intervenção judicial na Associação Marca, em função da “Operação Assepsia”, levou a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) a determinar a realização de uma auditoria extraordinária na execução do Termo de Parceria na gestão da Unidade Materna em Mossoró – RN, denominada Hospital Materno-Infantil (Hospital da Mulher Parteira Maria Correa).

O ato da governadora será publicado na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (29) e reflete o objetivo de preservar a continuidade dos serviços de saúde obstetrícia clínica, cirúrgica e de atenção aos recém-nascidos de municípios do RN.

“Tomei esta medida para que não fiquem dúvidas sobre o processo de contratação da Marca e dos serviços prestados à mulher e aos recém-nascidos no Hospital da Mulher. Da mesma forma que determinei à Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAp) para que tome as medidas necessárias para que os serviços não sofram descontinuidade”, explicou a governadora Rosalba Ciarlini.

A equipe de auditoria extraordinária será composta pelos seguintes servidores: Alexandre Pinto Varella, Controlador-Geral Adjunto do Estado, que a presidirá; Marcos José Moura Fernandes, Técnico de Controle Interno da Controladoria-Geral do Estado (CONTROL), e Antônio Osir da Costa Filho, Subcoordenador de Fiscalização da CONTROL.

Com informações do Governo do Estado.

Nota do Blog – Em postagem hoje, o Blog já cobrava uma atitude dessa envergadura do Governo do Estado. Antes tarde do que nunca.

Mas não foi por falta de aviso, cobrança e alerta que o governo chega a novamente agir sobre pressão, no ‘tranco’, como se fosse um carro velho. O Ministério Público desde o princípio dessa arrumação que denuncia seus vícios. Previa que o pior viria adiante.

Categoria(s): Administração Pública / Saúde
quinta-feira - 28/06/2012 - 21:24h
Que maravilha!

TSE libera candidatos com contas reprovadas


Congresso em Foco

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recuou e decidiu liberar a candidatura de políticos com contas de campanha reprovadas. Em março, o tribunal publicara uma resolução endurecendo os critérios para a inscrição de candidatos para as eleições de outubro. No entanto, nesta quinta-feira (28) à noite, por quatro votos a três, a corte eleitoral aceitou pedido de reconsideração apresentado por 14 partidos para acabar com a exigência.

“A desaprovação das contas não impede a concessão da certidão de quitação eleitoral”, resumiu a presidenta do TSE, Cármen Lúcia, ao proclamar o resultado da votação. A análise do pedido de reconsideração foi retomada hoje, com a apresentação do voto vista do ministro José Dias Toffoli. Até então, seis dos sete ministros da corte tinham se pronunciado. O resultado parcial era de empate: três votos a três.

De acordo com Dias Toffoli, a legislação eleitoral prevê apenas que a apresentação das contas é suficiente para receber o certificado de quitação eleitoral. Ele entende que não vê como “suplantar a lei” e seguir com a corrente minoritária do TSE, que queria endurecer a inscrição de candidatos com contas reprovadas. “As irregularidades poderão fundamentar representação contra o candidato, que pode até resultar na perda do mandato”, ressaltou.

Saiba mais detalhes AQUI.

Nota do Blog - O Supremo Tribunal Federal (STF) também garantiu hoje o direito a tempo em rádio/TV e recursos financeiros proporcionais ao PSD, atualmente a quarta maior da Câmara Federal.

O partido foi criado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab. É comandado no Rio Grande do Norte pelo vice-governador dissidente Robinson Faria.

Oito dos 11 ministros garantiram esses direitos ao PSD, que estava ameaçado de ficar à margem, porque foi formado após as eleições passadas. Veja AQUI.

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público / Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
quinta-feira - 28/06/2012 - 20:07h
Entrevista

Cláudia Regina na TV Mossoró e FM 93


Vi hoje a entrevista que a vereadora e pré-candidata a prefeito de Mossoró pelo governismo, Cláudia Regina (DEM), concedeu ao programa “O observador político” (TV Mossoró/FM 93).

Dentro do previsto: articulada, raciocínio lógico, bom conteúdo e discernimento.

Os entrevistadores, respeitosos.

A entrevista ficou embaraçosa no final, porque acumularam perguntas sobre temas distintos em poucos segundos para resposta e despedidas da entrevistada.

Nota do Blog – Ao mesmo tempo acompanhei por redes sociais, principalmente o Twitter, a reação de plateias cibernéticas. Paixões e escasso equilíbrio nos comentários, além de alguns insultos – descabidos – contra os entrevistadores.

Pelo fato da TV e rádio pertencerem a grupo adversário (político) da entrevistada, logo se construiu a imagem de um octógno de MMA, com o velho maniqueísmo de luta do bem contra o mal. Menos.

Vai ser difícil conter essa turba durante a campanha, mas é preciso que a moderação vença a estupidez. De lado a lado.

Categoria(s): Comunicação / Política
quinta-feira - 28/06/2012 - 19:49h
Operação Assepsia

Irmã de deputado Leonardo Nogueira é investigada


O Diário Oficial do Município (DOM) do Natal publica hoje a nomeação de Ariane Rose Souza de Macedo Oliveira. Ela substitui a titular da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), ginecologista Maria do Perpétuo Socorro Lima Nogueira.

Por determinação do juiz da 7ª Vara Criminal de Natal, José Armando Pontes, Maria do Socorro Nogueira foi proibida de ter acesso e frequência às dependências da Secretaria de Saúde de Natal. Estava na pasta desde 16 de maio do ano passado.

O juiz foi quem assinou mandados de busca e apreensão, além de mandados de prisão na “Operação Assepsia”, desencadeada ontem pelo Ministério Público com apoio subsidiário da Polícia Militar.

Micarla e Socorro: suspeição; Leonardo, ao fundo, em olhar oblíquo

Maria do Socorro é irmã do deputado estadual Leonardo Nogueira (DEM), que vem a ser marido da prefeita de direito de Mossoró, Fátima Rosado (DEM), a “Fafá”. Estava no cargo por acomodação política do esquema da prefeita mossoroense com a prefeita do Natal, Micarla de Sousa (PV).

Além dela, tem mais gente da família com cargo comissionado na Prefeitura do Natal, como parte desse infindável hábito da elite política do estado de tratar os negócios públicos como particulares e familiares. O contribuinte paga a conta.

Colaboração

Na petição do Ministério Público, o enunciado e elementos postos ao convencimento do magistrado, apontam que a Associação Marca (instituição que atua em serviço terceirizado de Saúde na Prefeitura do Natal e Estado) tinha a secretária num campo de delicada convivência. Nada recomendável em se tratando de zelo pela coisa pública.

“Ao que dos autos se evidencia até o momento, as relações possivelmente criminosas entre a Associação Marca e a SMS somente prosperaram graças à colaboração da equipe da Secretaria, desde a atual Secretária Maria do Perpétuo, que teria se encontrado com Tufi Meres (considerado o líder da Marca no Rio de Janeiro) para discutir questões dos contratos, até os investigados Annie Azevedo da Cunha, que teria participado das fraudes nos procedimentos licitatórios que escolheram a Marca para gerir as AME’s e a UPA de Pajuçara”, assinala o juiz em sua justificativa às decisões

O mesmo magistrado atesta que existem indícios de que as ligações dela e outras pessoas, que interagem nas conversas, apontam que “Tufi Soares (empresário carioca) é o chefe da (suposta) organização criminosa estruturada em função dos contratos da Associação Marca, mas também que a Secretária de Saúde Maria do Perpétuo, e o atual Coordenador Financeiro da SMS, Francisco de Assis Viana, negociaram com ele, que é pessoa estranha ao negócio jurídico celebrado, nos termos dos contratos”.

Conheça AQUI a petição, na íntegra, do MP.

Nota do Blog – Maria do Socorro Nogueira foi a quinta titular da SMS do Natal. Uma autêntica “casa de Noca” na era Micarla de Sousa (PV).

A secretária afastada está sob suspeição e investigação, mas é leviano lhe atribuir culpabilidade nessa nítida roubalheira, de forma conivente ou proativa.

Categoria(s): Administração Pública / Justiça/Direito/Ministério Público / Política / Saúde
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.