terça-feira - 29/09/2015 - 23:54h

Pensando bem…


“Lírios apodrecidos têm cheiro pior do que o das ervas daninhas.”

William Shakespeare

Categoria(s): Pensando bem...
terça-feira - 29/09/2015 - 22:35h
Mossoró

Feijão, Festa & Liberdade nesse dia 30


Confirmada a promoção “Feijão, Festa & Liberdade”, que acontece amanhã (30), no Garbos Recepções & Eventos (Mossoró), a partir das 12h30.

Evento será realizado em parceria pelos repórteres sociais Rafaella Costa, Sérgio Chaves e Marilene Paiva.

Sucesso, pessoal!

Categoria(s): Gerais
  • Repet
terça-feira - 29/09/2015 - 20:39h
Hoje

Desembargadores recebem apoio devido nota do Marcco


A sessão da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do RN (TJRN), na manhã desta terça-feira, 29, foi aberta com uma ‘moção de solidariedade’, da desembargadora Maria Zeneide Bezerra, direcionada aos desembargadores Virgílio Macêdo Júnior. e Cornélio Alves, os quais foram alvos de notas publicadas em blogs e redes sociais e pelo Movimento Articulado de Combate à Corrupção (Marcco), que teriam atingido a dignidade dos dois integrantes da Corte potiguar.

Assunto foi levantado em Câmara Criminal (Foto: TJRN)

A crítica, construída pela imprensa e pela entidade, foi direcionada à decisão que suspendeu os processo judiciais e procedimentos investigativos relacionados à Operação “Dama de Espadas”.

Segundo a desembargadora que abriu a moção e preside o órgão julgador criminal, as declarações publicadas foram além da liberdade de expressão, pois não foram feitas com responsabilidade.

“Existe todo um ordenamento jurídico, para os quais os autores das notas podem recorrer, mas não fazer algo que atinge ao cidadão. Os dois desembargadores são excelente magistrados e cumpridores da lei”, reforça a desembargadora, que foi seguida pelos demais integrantes da Câmara, o desembargador Gilson Barbosa, os juízes convocados Ricardo Procópio e Virgínia Marques.

Equívocos

A Procuradora de justiça, Tereza Cristina Cabral, bem como representantes da OAB, também acataram a moção de solidariedade. “O Marcco, por exemplo, trata-se de um movimento importante, mas, acredito que aconteceram equívocos na redação das notas”, enfatiza a procuradora.

O advogado José Maria Rodrigues, da Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil em Currais Novos, se pronunciou em favor da moção. Para é possível vislumbrar nas notas, uma visão de defensores de um processo penal mínimo. E destacou que enquanto várias instituições tem trabalhado para a consolidação do Estado Democrático de Direito no país, há setores que não admitem que suas teses sejam contrariadas.

Legalidade

Ao se somar à moção, José Maria, salientou que o “guardião maior do Estado Democrático de Direito é o Judiciário, guardião também da Legalidade, pois é preciso respeitar as instituições, as pessoas e as suas biografias”.

A decisão criticada se refere aos Autos de Reclamação nº 2015015014-3, que definiu a suspensão dos processo de investigação a respeito da operação Dama de Espadas, a fim de se evitar uma nulidade processual. A suspensão é em caráter temporário. E a decisão final sobre a questão será tomada pela Corte Estadual de Justiça.

Veja AQUI a nota do Marcco.

A Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) também questionou a decisão (veja AQUI).

Veja AQUI a decisão que motivou essa situação.

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público
terça-feira - 29/09/2015 - 18:34h
Grande causa

Maçonaria fará sorteio para construir enfermaria em hospital


Maçonaria de Mossoró sorteará no dia 13 de dezembro, às 10h, um Pálio OKM.

Recursos levantados vão permitir a construção de uma enfermaria no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), com 36 leitos.

O sorteio será na Loja Maçônica Liberdade 33, no Aeroporto II.

Compre seu bilhete à grande causa.

Ligue (84) 99972-8626 e 99175-6786.

Categoria(s): Gerais
  • Repet
terça-feira - 29/09/2015 - 18:26h
Seca

Vivaldo diz que RN não pode esperar pela “transposição”


Na avaliação do deputado Vivaldo Costa (PROS) o momento de dificuldade pelo qual passam as cidades do Rio Grande do Norte, devido à falta de água, pede soluções urgentes que não podem esperar somente pelas obras da Transposição do Rio São Francisco. Este foi o principal foco do seu pronunciamento na sessão plenária desta terça-feira (29).

“A transposição é uma obra ótima, ninguém discute, mas era para ter chegado desde 2009. A mesma coisa digo da Barragem de Oiticica, que está planejada há mais de 50 anos.  A hora é de discutir objetivamente a solução para a falta de água nas torneiras. Acari por exemplo, não tem água para o banho, para cozinhar, para o povo beber e assim como outras cidades, depende dos carros-pipa”, disse Vivaldo.

O parlamentar disse que o momento clama por soluções urgentes, que não podem esperar somente pela Transposição, mas passa pela necessidade de injetar recursos a fim de concluir obras em andamento, como a adutora de engate rápido para Currais Novos e Acari.

Com informações da Assessoria de Vivaldo Costa.

Categoria(s): Política
terça-feira - 29/09/2015 - 18:11h
Em Natal

Seis policiais serão julgados por morte de prefeito e motorista

Crime ocorrido em Santa Maria-RN teve o prefeito de Grossos, "Dehon Caenga", como uma das vítimas

Dehon: 18 tiros de várias armas (Foto: web)

Depois de mais de dez anos, finalmente vão a juri em Natal nessa quarta-feira (30), às 8h, no Fórum Desembargador Seabra Fagundes, seis policiais acusados de matarem o então prefeito de Grossos – João Dehon Neto, o “Dehon Caenga”. No mesmo episódio foi assassinado  o motorista Márcio Sander Martins, além de feridos à bala o contabilista Francisco Canindé Fonseca (um tiro) e o tesoureiro Magno Antônio Monteiro Ferreira (cinco tiros).

Na acusação dos policiais atuarão o promotor Augusto Perez e os advogados José Luiz Carlos de Lima e José Wellington Diógenes. O júri será presidido pela magistrada Eliana Alves Marinho – da 1ª Vara Criminal do Natal.

Como foi o crime

No dia 23 de Junho de 2005, por volta das 20h40, o então prefeito João Dehon da Costa Neto, 37, trafegava no sentido Natal-Mossoró pela BR-304, cruzando a área urbana de Santa Maria. Era uma noite chuvosa. Márcio Sander Martins, motorista da Prefeitura de Grossos, dirigia uma caminhonete Hilux da municipalidade, tendo no banco do passageiro a companhia do prefeito.

No banco de trás, Magno e Canindé, também da equipe de auxiliares do prefeito.

Foram perseguidos e interceptados por uma equipe de seis policiais – divida em dois grupos de três, cada qual numa caminhonente distinta  - que, armados com dois Fuzis calibre 5.56, Marca Imbel, de largo uso nas Guerras do Oriente Médio atualmente; uma Metralhadora calibre 9mm., uma Sub-Metralhadora calibre 0.40, um Rifle Puma, calibre 3.57 e seis pistolas de igual calibre .40, desfecharam nada menos que 80 (oitenta) tiros na direção dos ocupantes do carro.

Sem armas

Nenhuma das vítimas estava armada. Não portavam sequer um canivete.

Os policiais estavam em duas caminhonetes roubadas, que tinham apreendido. Ao invés de encaminhá-las à salvaguarda do Estado, para devolução a seus respectivos proprietários, resolveram usá-las como viaturas descaracterizadas nessa operação desastrada ou ‘bem-sucedida’, dependendo do propósito.

Carro ficou banhado em sangue (Foto: web)

Eles eram integrantes da Delegacia Especializada de Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (DEPROV). Na região, os policiais estariam no encalço de um marginal conhecido como “Eduardo Chupeta”.

O álibi dos policiais, é de que a Hilux fora confundida como um carro similar a do bandido que procuravam. Encheram o carro de bala para depois verificarem quem estava em seu interior.

Laudos indicam que sequer acertaram os pneus. E afirmam que 81% das balas foram disparadas em posições média e alta: tronco e cabeça das vítimas.

Os acusados por homicídio duplamente qualificado são Railson Sérgio Dantas da Silva, Gildvan Fernandes de Oliveira, José Wellington de Souza, João Maria Xavier Gonçalves, João Feitosa Neto e Newton Brasil de Araújo Júnior.

Acompanhe mais notícias em nosso Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
terça-feira - 29/09/2015 - 17:03h
Novos Rumos

Operação do MP e PM desbarata quadrilha de militares


O Ministério Público Estadual (MPRN) repassou detalhes da Operação Novos Rumos, deflagrada nesta terça-feira (29), em conjunto com a Polícia Militar. O trabalho prendeu preventivamente 12 policiais lotados no 9º Batalhão da Polícia Militar, instalado no bairro da Cidade da Esperança, zona Oeste da Capital.

Eles, segundo o que foi levantado, se associavam para a prática de vários crimes.

Tiveram prisões preventivas decretadas os seguintes Policiais Militares, todos lotados no 9.º BPM: Ivan Ferreira da Silva Tavares, André Luiz da Silva Pereira, José Cherls Firmiano da Silva, Isaac Raphael da Cruz Dumaresq, Thiago Vale Rabelo Teixeira, Damião Alves da Cunha, Marcos Garcia Marinho, Marcio José da Silva Martins, Werson Magno de Carvalho, Antônio Marcos Oliveira da Silva, Wilton Franco da Silva e Anderson Oliveira Frasseti Maia.

Entrevista coletiva deu detalhes da operação deflagrada hoje (Foto: MPRN)

A Operação Novos Rumos é desdobramento da Operação Citronela deflagrada na última sexta-feira na favela do Mosquito para repressão ao tráfico ilícito de entorpecentes e combate ao proveito financeiro do crime.

Vários crimes

Em entrevista concedida à imprensa, em Natal, na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, em Candelária, o Promotor de Justiça Jorge Tonel, com atuação perante a 11ª Vara, voltada para a auditoria militar, a Coordenadora do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), Promotora de Justiça Patrícia Martins, o Promotor de Justiça Sílvio Brito, o Comandante Geral da PM/RN, Coronel Ângelo Azevedo e o Comandante do Bope, Tenente Coronel Rodrigo Trigueiro, deram explicações sobre a operação.

“Há indícios claríssimos da participação quase simbiótica desses policiais numa prática contumaz de vários crimes”, informou o Promotor de Justiça Jorge Tonel sobre a atuação dos policiais do 9º BPM investigados e presos preventivamente por autorização da Justiça. Investigação iniciada ainda em outubro do ano passado, inclusive com interceptações, revelou que policiais receberam vantagem indevida para livrar traficantes que haviam sido flagrados de posse de quantidade expressiva de entorpecente.

Cabeça erguida

Havia uma relação espúria entre os policiais presos e colaboradores de Joel Rodrigues da Silva, também preso na última sexta durante Operação Citronela na favela do Mosquito. “Havia essa associação para corromper e obter vantagens por esse pessoal que não cumpria com o dever de ofício. O nome da operação é exatamente o objetivo que se quis imprimir Novos Rumos para a polícia militar do Rio Grande do Norte”, disse a Promotora de Justiça Patrícia Martins.

O Comandante da PM, Coronel Ângelo Azevedo, disse que a instituição ainda está finalizando o levantamento funcional dos policiais presos e identificou que, pelo menos um deles, o Thiago Vale Rabelo Teixeira, respondeu processo em âmbito interno da corporação. “A PM tem 181 anos e não são fatos como esses que vão nos abalar. Lamentavelmente ainda existe esse tipo de acusação, mas estaremos sempre de cabeça erguida e prontos para apurar”, destacou o Comandante da PM.

Se observou que a prática de corrupção não era uma eventualidade, mas sim sistemática pelos 12 policiais presos e lotados no 9º BPM. Foram constatados na investigação, recebimento de dinheiro e bens como armas, notebook, perfumes, queijos, dentre outros, para a não realização dos flagrantes. Outros fatos graves igualmente foram provados nos autos, como a ação de retardar, indevidamente, a realização de abordagem policial, após verificarem que pessoas não identificadas estavam furtando peças de roupa de uma Loja no bairro da Cidade da Esperança, dando tempo dos mesmos se evadirem e logo em seguida, os próprios policiais furtarem objetos, durante a noite, ao entrarem na loja para verificar a cena do crime, portanto com abuso de confiança e gravíssimo desvio funcional.

Também foi identificada a relação promíscua entre policiais militares e esquemas de jogos clandestino, mediante o recebimento regular de propina para se omitir em face de casas de “bingo” e outros jogos de azar. A conduta dos policias investigados era objeto de repulsa e indignação dos próprios praças da corporação, que não compactuavam com o esquema, gerando-se conflitos com os investigados em razão de tais métodos, sendo que os policiais investigados desdenhavam dos colegas que questionavam tais ações e lhes cobravam honestidade.

A própria Polícia Militar já havia acionado o Ministério Público pedindo o aprofundamento de informações que davam conta da prática de crimes no âmbito do 9º BPM, dando a Corporação, na sequência, irrestrito respaldo às investigações realizadas pelo Gaeco.

Os policiais estão detidos em batalhões da PM preventivamente enquanto é dada continuidade a investigação.

Com informações do MPRN.

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público
terça-feira - 29/09/2015 - 16:47h
José Agripino e Lavoisier Maia

Procurador federal solicita ação contra pensões vitalícias


O procurador da República Victor Queiroga, que atua no Ministério Público Federal (MPF), em Assu, encaminhou à Procuradoria Geral da República (PGR), em Brasília, uma representação solicitando que seja analisada a possibilidade de ajuizamento de uma ação contra os atos do Governo do Estado, publicados no Diário Oficial da quinta-feira (24).

Ele refere-se à concessão de direito para recebimento de pensão vitalícia, com efeito retroativo, aos ex-governadores José Agripino Maia e Lavoisier Maia Sobrinho (veja AQUI).

Caso entenda cabível, a PGR poderá ingressar com uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental – ADPF (tipo de ação, ajuizada exclusivamente no STF, que tem por objeto evitar ou reparar lesão a preceito fundamental, resultante de ato do Poder Público) contra a concessão dessas pensões.

Ação do MPRN

Em sua representação, Victor Queiroga aponta violação aos princípios da igualdade (artigo 5º da Constituição Federal), da moralidade e da impessoalidade (artigo 37).

O Ministério Público do RN (MPRN) há mais de um ano entrou com ação pertinente ao caso. Desde então, a demanda ‘dormiu’ em berço esplêndido nos escaninhos da Justiça.

Só no último dia 24, com a repercussão da notícia, voltou a se arrastar. Saiu da posição inercial (veja AQUI).

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público / Política
terça-feira - 29/09/2015 - 09:16h
Secretária explica cenário

Município investe R$ 12 milhões a mais em Saúde Pública


No primeiro quadrimestre deste ano, a Prefeitura de Mossoró investiu R$ 12 milhões a mais do que determina a Constituição. Em vez de 15% de sua receita própria, a municipalidade chegou a 28,02%.

Leodise (À direita) mostra números (Foto: cedida)

Essas informações são reiteradas ao Blog pela secretária municipal de Saúde, Leodise Cruz. Lembra, a propósito, que por sua condição de cidade polo, com melhor estrutura sanitária numa vastíssima região, Mossoró acaba sendo sobrecarregada por alta demanda e custo.

De janeiro a abril deste ano, 28,02% na área do orçamento da Prefeitura terminaram sendo destinados à Saúde. “Somando os recursos SUS com recursos próprio, a Saúde municipal teve um investimento de cerca R$ 52 milhões”, comenta Leodise Cruz.

Judicialização

Durante a audiência pública na Câmara Municipal na segunda-feira (28), Leodise e assessores mostraram como é perverso o sistema para Mossoró.

Foi destacado que os serviços de Saúde de Mossoró atendem a uma região de mais de 60 municípios, que inclui cidades até da Paraíba e do Ceará.

“Muitas vezes temos que custear sozinhos com equipamentos que deveriam ser custeados em parceria com estado e união, como é o caso da UTI pediátrica, que investimos mais de R$ 300 mil. É por isso, que judicializamos para que as duas instâncias enviem os recursos”, declarou a secretária.

Categoria(s): Saúde
terça-feira - 29/09/2015 - 08:16h
Mossoró

Internos do sistema Fundac terão exposição de arte


Começa hoje às 19h30, a Lapidar Exposição de Arte na Medida. Vai acontecer até o dia 02 de outubro, no Espaço Cafezal, localizado no andar inferior do Memorial da Resistência, na Avenida Rio Branco – Centro, em Mossoró.

O evento tem por objetivo, projetar uma imagem positiva dos internos da Fundação Estadual da Criança e do Adolescente (FUNDAC) para a sociedade mossoroense, divulgar novos talentos e o trabalho realizado pela entidade.

Conta com o apoio do Grupo Arruaça de Teatro, 12ª Diretoria Regional de Educação (DIRED) e Prefeitura de Mossoró.

O Lapidar apresenta uma mostra do resultado de trabalhos confeccionados pelos internos durante o ano de 2015.

Categoria(s): Gerais
terça-feira - 29/09/2015 - 07:44h
Mossoró

Shopping tem condôminos roubados em grandes valores


O Partage Shopping (Mossoró) precisa dar explicações claras a condôminos e consumidores sobre arrombamentos de lojas por lá.

Segurança, ó!

Necas!

Uma loja especializada em joias e um quiosque em celular/tablet foram rapados por ladrões em plena madrugada.

São somas consideráveis, que ainda estão sendo levantados.

Categoria(s): Economia
terça-feira - 29/09/2015 - 07:12h
Prejuízos insanáveis

Greves esgotadas


Greves em instituições federais e estaduais que passam de quatro meses, claramente revelam que estão esgotadas.

Casos emblemáticos da Ufersa e da Uern.

Já temos prejuízos insanáveis.

Não se avançou um milímetro ao entendimento.

Ao mesmo tempo, o país precisa rediscutir a legislação pertinente ao direito à greve.

Acompanhe mais notícias em nosso Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Gerais / Política
terça-feira - 29/09/2015 - 06:42h
35 mortes

“Guerra civil” do RN com números atualizados


Números atualizados sobre mortes no Rio Grande do Norte no último final de semana.

De segunda a sexta-feira foram 35 homicídios.

Categoria(s): Segurança Pública/Polícia
segunda-feira - 28/09/2015 - 23:58h

Pensando bem…


“Não tenho nenhum talento especial, só tenho paixão em minha curiosidade.”

Albert Einstein

Categoria(s): Pensando bem...
segunda-feira - 28/09/2015 - 23:24h
RN

Ministro Occhi garante celeridade para transposição


Do Portal Noar

As obras de transposição do Rio São Francisco terão celeridade para que as águas cheguem antecipadamente no Rio Grande do Norte. Essa foi a garantia do ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, durante a audiência “RN pela Tranposição”, que ocorreu nesta segunda-feira (28) na Assembleia.

Gilberto Occhi: recursos (Foto Alberto Leandro)

De acordo com o ministro, a presidente Dilma Rousseff (PT) dará prioridade à construção do canal de seis quilômetros, que abreviará em dois anos a chegada das águas do rio São Francisco, a partir do município São José de Piranhas, na Paraíba. A reivindicação foi feita pelos deputados estaduais e pessoalmente pelo governador Robinson Faria (PSD).

“Há uma decisão da presidenta de sermos ágeis e encontrar a melhor solução. Ela deu essa garantia e estamos estudando como aditar de forma juridicamente segura esta parte da obra, que não estava prevista no projeto original. Estamos vendo a parte jurídica do contrato com a construtora Queiroz Galvão, que é a responsável por este trecho e se propõe a fazer a obra”, afirmou o ministro.

Licitação

O outro trecho da transposição no RN, chamado Eixo Norte da transposição, via sistema Ramal Apodi, também foi citado pelo ministro como uma prioridade. Occhi afirmou que a licitação já está sendo elaborada, a fim de que no início de 2016 esteja concluída.

Além das obras de transposição, o ministro garantiu que o ano de 2015, em relação aos anteriores, será o de maior aporte de recursos federais transferidos para o Estado.

Com relação aos recursos para o RN, Occhi afirmou que R$ 150 milhões serão investidos nas obras de transposição no RN. E que, ao final de 2015, para outras obras em andamento, terão sido transferidos cerca de R$ 111 milhões, dos quais R$ 75 milhões já foram pagos. Desse montante, para a Barragem de Oiticica serão destinados ainda R$ 18 milhões. No período de 2007 a 2010 foram transferidos cerca de R$ 122 milhões para o Estado.

Durante a sua apresentação dos dados relativos ao andamento das obras do Ministério da Integração no RN, Gilberto Occhi também garantiu que não faltará verba federal para a conclusão da adutora de engate rápido de Currais Novos, um pleito do presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira (PMDB).

Categoria(s): Política
segunda-feira - 28/09/2015 - 22:40h
Em Natal

PP faz importantes filiações para disputas em 2016


O advogado e secretário-geral da Fundação Djalma Marinho, Júlio Queiroz, e o empresário Marconi Barreto, assinaram ficha de filiação ao Partido Progressista. A assinatura ocorreu hoje, durante o almoço que o diretório estadual do PP promoveu no Versailes Tirol, em Natal.

Barreto, Betinho e Occhi: filiação (Foto: PP)

O ministro da Integração Gilberto Occhi foi o principal convidado e avalista das filiações.

O presidente estadual do partido, ex-deputado Beto Rosado, ressaltou a importância da chegada dos novos filiados, assim como a de tantos outros que estão aderindo ao PP em todos os municípios do Rio Grande do Norte.

Mais filiação

O advogado Júlio Queiroz é ex-secretário de Justiça do Estado e pré-candidato a prefeito da cidade de Jucurutu. Já o empresário Marconi Barreto, que ficou conhecido nacionalmente com a fundação do clube de futebol Globo, é pré-candidato a prefeito de Ceará-Mirim.

Nessa segunda-feira (28), o ex-prefeito de Nova Cruz, Targino Pereira, também assinou ficha de filiação ao PP. Seu nome também está sendo cotado para disputar as eleições do ano que vem pelo partido.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
segunda-feira - 28/09/2015 - 22:06h
Hoje

Governo emite nota mostrando o custo da greve da Uern


O Governo Robinson Faria (PSD) volta a fazer apelo pelo fim da greve na Universidade do Estado do RN (UERN). Em uma nota à comunidade universitária, mostra o esgarçamento do movimento e o porquê de não ter atendido os pleitos.

Ao mesmo tempo, acaba mostrando que tem sido tolerante, cobrindo alto custo da greve, sem retorno a estudantes e à própria sociedade.

Governo do Estado do RN dirige-se à população, e em especial aos alunos, professores e servidores técnicos da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), para prestar os seguintes esclarecimentos a respeito da paralisação dos serviços da instituição:

1 – Desde o início do ano, o governador Robinson Faria e secretários receberam os representantes da Universidade por catorze vezes, para ouvir e encaminhar os pleitos da instituição, entre eles o de reajuste salarial para os professores e técnicos administrativos, recebido mesmo diante do grave momento de crise econômica em todo o país. De janeiro para cá, foram seis audiências dos representantes da UERN diretamente com o governador e oito audiências com a secretária-chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha, em um claro sinal de diálogo aberto e permanente com a instituição;

2 – Apesar da exposição do governo a respeito das sérias dificuldades financeiras enfrentadas e do encaminhamento dos pleitos para a avaliação da área jurídica, os professores optaram por deflagrar a greve em 25 de maio deste ano. No dia 29 de maio, o Governo divulgou nota esclarecendo que aguardava os pareceres técnicos para a aferição da viabilidade do reajuste. No entanto, foi confirmado o impedimento para a concessão do aumento em função de o Estado encontrar-se acima do Limite Prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal, e não poder reajustar despesas com pessoal, sob pena de incidir em ato de improbidade administrativa;

3 – Mesmo com o primeiro parecer negativo, está sendo buscado um novo entendimento, que não implique em aumento de despesas com a folha de pessoal. Ou seja, a negociação permanece, respeitando os trâmites necessários. Não há fechamento do diálogo nem necessidade de pressão do movimento paredista para que haja prosseguimento na análise;

4 – Ao longo dos quatro meses pelos quais se estende a greve, o governo vem respeitando os repasses mensais para o custeio da universidade e o pagamento dos salários de professores e servidores, que já somam o montante de R$ 58,8 milhões somente entre junho e setembro, período em que a universidade permaneceu em paralisação. Deste montante, R$ 56,6 milhões foram gastos com folha de pessoal.

5 – Importante ressaltar que diferentemente de outros órgãos do Governo, a UERN não sofreu qualquer contingenciamento orçamentário. No entanto, os valores que deveriam estar custeando o estudo e aprendizado de cerca de 15 mil estudantes vêm sendo pagos sem o devido retorno com a prestação dos serviços.

O Governo do Estado se solidariza com os alunos da instituição e renova o apelo aos professores e servidores da UERN para que retornem ao trabalho, evitando o prolongamento de uma greve que soma prejuízos irreparáveis não somente aos estudantes, mas a toda a sociedade. Que prevaleça o sentimento de união e responsabilidade. É preciso garantir o retorno ao aprendizado dos milhares de estudantes e a preservação da UERN, um patrimônio do povo potiguar.

Governo do Estado do Rio Grande do Norte

Categoria(s): Administração Pública
segunda-feira - 28/09/2015 - 20:23h
São José do Mipibu

Município deve dar dor de cabeça a governador


Promete ser uma grande dor de cabeça, o pleito municipal de 2016 em São José do Mipibu.

Isso, em relação ao governador Robinson Faria (PSD).

De um lado, tem o prefeito Arlindo Dantas (eleito em 2012 pelo PMDB).

Noutra extremidade, a ex-prefeita Norma Ferreira Caldas (PSD).

O primeiro, pai do seu vice-governador – Fábio Dantas (PCdoB).

Norma, seguidora histórica e fiel.

Em 2012, Arlindo venceu o pleito com 11.045 votos (51,01%) dos votos.

Seu adversário foi apoiado por Norma, vereador Kericlis Alves Ribeiro Kerinho (PSD). Empalmou 9.767 votos (45,10%).

Arlindo e Norma não se bicam.

Água e óleo, digamos.

Acompanhe mais notícias em nosso Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
segunda-feira - 28/09/2015 - 18:34h
Opinião

Padre Sátiro, a Uern e a guerra da comunicação


À noite de hoje, no Teatro Municipal Dix-huit Rosado, a Universidade do Estado do RN (UERN) realiza mais uma Assembleia Universitária. Na programação, uma entre tantas homenagens, que considero particularmente muito justa.

O ex-reitor e professor Padre Sátiro Dantas vai ser homenageado com o título de Doutor Honoris Causa. Sátiro, a quem trato carinhosamente por “padreco”, é a própria alma da Uern. Sem seu destemor, ao lado de outros importantes nomes, talvez essa instituição tivesse simplesmente fechado em meados dos anos 80.

Mas a sobrevivência hoje da Uern não é menos difícil. Enfrenta uma greve histórica e uma campanha odiosa de cima para baixo, que tenta colocá-la como causadora de todos os males do cofre estadual.

Nada disso. A Uern é a maior obra humana de Mossoró, com um trabalho de vulto para o Rio Grande do Norte e Brasil. Defendê-la não é um gesto de bairrismo, mas de reconhecimento, espírito público e sensatez.

Mais do que propagar seus problemas, que são muitos, os segmentos uernianos precisam divulgar seu papel e importância. Até aqui, estão perdendo feio a guerra da comunicação.

Categoria(s): Opinião da Coluna do Herzog
segunda-feira - 28/09/2015 - 15:19h
Terça-feira, 29

Câmara Cultural vai saudar a liberdade com música


A abolição da escravatura em Mossoró será celebrada pela Câmara Cultural nesta terça-feira, 29. A programação começa às 17h no Teatro Dix-huit Rosado, com Sessão Solene da Câmara Municipal.

Terá sequência na Praça Cícero Dias com apresentações dos artistas locais. O evento tem o apoio da Prefeitura de Mossoró.

Com o tema “Cantando a Liberdade”, a atividade contará com as apresentações de Arthur Soares, Conceição Andrade, Ewerton Linhares, Aline Reis, Dayvid Almeida, Paulinho do Inala, Gaby Viegas e Marcílio Maia.

Participam ainda a Banda Artur Paraguai, Grupo de Chorinho da UERN, Fanfarra Independente de Mossoró e Conservatório de Música D’Alva Stella Nogueira. Além disso, será concedido o Troféu Gonzaga Chimbinho à atriz Tony Silva.

Categoria(s): Cultura
  • Repet
segunda-feira - 28/09/2015 - 12:15h
Governador Dix-sept Rosado

Convenção partidária atrai outras siglas que afinam aliança


A sucessão municipal em Governador Dix-sept Rosado já começou. Foi dada a largada nesse domingo (27), na Câmara Municipal, quando o PHS local realizou sua convenção com galerias lotadas e participação de nomes representativos de outros partidos da oposição local.

Souza com Vandinho (em pé) e Lanice (de lado, sentada): diálogo aberto (Foto: cedida pelo PHS)

O partido sinalizou que “vai participar ativamente das eleições municipais, provocando a discussão dos temas que interessam à comunidade e ouvindo o povo que sabe mais do que nós o que é bom para ele”, apontou o deputado estadual Manoel Cunha Neto (PHS), o “Souza”.

Ele também propôs que o partido lute por candidatura própria à Prefeitura, conversando com outras legendas e lideranças. Fechou seu discurso e a convenção, convocando o vereador Vandinho Carlos (PHS) para ficar ao seu lado. E foi claro: “Ouse e se apresente como uma opção alternativa em 2016″. Para Souza, é ponto de partida para uma grande coalizão.

“Abertos à conversa”

Ex-prefeita do município Lanice Ferreira (PMDB) discursou antes. Foi aplaudida e defendeu união de forças, pois “Governador Dix-sept quer independência”. O ex-vereador José Emídio (PMDB), que tem nome citado à disputa municipal, foi claríssimo: “Estamos abertos à conversa”.

Dois vereadores peemedebistas também se pronunciaram, quando a palavra foi facultada. Ramon Martins previu que PMDB e PHS “caminharão juntos”. Zinelda Macedo elogiou o deputado estadual Manoel Cunha Neto (PHS), o “Souza”, por nos receber sempre tão bem e por emendas de R$ 1,8 milhão de reais para “o Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), que mostra seu compromisso com toda a região”.

Representantes de outros partidos prestigiaram a convenção, como nomes do PROS e PT.

Vandinho tratou vereadores peemdebistas, ex-prefeita Lanice Ferreira e militantes de outros partidos como “amigos” e advogou que se defenda “o novo para Governador Dix-sept Rosado, com respeito às pessoas”.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 28/09/2015 - 10:31h
Natal

Rogério Marinho diz que prefeito faz só “feijão com arroz”


O deputado federal Rogério Marinho (PSDB) criticou a administração “feijão com arroz” do prefeito Carlos Eduardo (PDT) em Natal. Para o parlamentar, a gestão municipal se limita a tentar fazer o básico, deixando questões importantes para a população em segundo plano.

Marinho enxergar gestão menor (Foto: Câmara Federal)

Além disso, o tucano acusou o atual gestor de se utilizar da Prefeitura para tentar promover uma possível candidatura a governador em 2018.

“Eu considero que a atual administração municipal é feijão com arroz, limita-se ao básico. Se a Prefeitura fizesse bem o que lhe compete fazer, seria louvável, mas nós vemos o contrário. É uma administração preocupada com festas, em promover a candidatura do atual prefeito não apenas à reeleição, mas ao Governo do Estado. É um projeto que me parece muito pessoal, que não leva em consideração o pensamento e as necessidades dos cidadãos natalenses”, disse Rogério em entrevista concedida nesta segunda-feira (28) na 94 FM.

“Dinheiro não virá”

Para o deputado federal, Natal perdeu uma série de oportunidades nos últimos anos, quando poderia ter atraído parcerias público-privadas voltadas ao desenvolvimento econômico da capital potiguar, o que geraria mais emprego e renda aos natalenses. Além disso, Rogério cobrou a regularização fundiária da cidade, que tem a maior parte dos seus terrenos ocupados ilegalmente, e criticou a qualidade do ensino nas escolas municipais.

“A educação é uma lástima em Natal”, completou.

Segundo o parlamentar, Carlos Eduardo se dedicou muito a amarrar os projetos da cidade a convênios e parcerias com o governo da presidente Dilma Rousseff, esperando que os recursos oriundos de Brasília resolvessem os problemas natalenses. “Mas este dinheiro não virá, porque o país está quebrado. Então hoje temos um prefeito administrando apenas folha de pagamento, e mal”, finalizou.

Nota do Blog - Marinho aposta na polarização com Carlos Eduardo, de olho em 2016.

É nome em potencial à disputa da Prefeitura.

Categoria(s): Administração Pública / Política
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.