• Vale Norte - Nativa Comunicação - 2º Banner - 14-11-17
terça-feira - 21/11/2017 - 05:24h
Mossoró

Instituto Cultural empossará diretoria e lançará revista


Clauder: posse (Foto: arquivo)

Na próxima sexta-feira (24), às 19h, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Subseccional de Mossoró, o Instituto Cultural do Oeste Potiguar (ICOP) dará posse à sua nova diretoria.

O escritor Clauder Arcanjo substituirá o professor, pesquisador e escritor Benedito de Vasconcelos Mendes, na presidência

Mandato para o biênio 2017/2019.

O Icop também lançará a 18ª edição da Revista Oeste.

Na mesma ocasião a escritora Valdívia Beauchamp lançará o livro “Stigma, saga por um novo mundo”.

Nota do Blog – Confirmo presença, caros confrades.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Cultura
terça-feira - 21/11/2017 - 04:22h
Sobrevivência

Escolha partidária pode determinar futuro político


Alguns vereadores mossoroenses andam incomodados e temorosos quanto ao próprio futuro.

Novas escolhas partidárias estão sendo estudadas.

Tudo é uma questão de sobrevivência política, o que é compreensível.

Em 2020, época das eleições municipais, as coligações partidárias estarão suprimidas.

O salto partidário ou a manutenção do espaço atual pode determinar a reeleição.

Ou a derrota nas urnas.

Mas todos têm ainda bom tempo para pensar.

Os detentores de mandato eletivo podem mudar de partido no mês de março do ano eleitoral sem serem punidos com perda do mandato.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 20/11/2017 - 23:50h

Pensando bem…


“Há quem não ouça até que lhe cortem as orelhas.”

Georg Lichtenberg

Categoria(s): Pensando bem...
segunda-feira - 20/11/2017 - 23:10h
Tasso Rosado

Ex-senador segue internado com recuperação muito lenta


O empresário e ex-senador Tasso Rosado segue internado na UTI do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo-SP.

Segundo informações de familiares, que se comunicam com interlocutores em Mossoró, depois de submetido a um cateterismo à semana passada, ele teve três paradas cardíacas e a sua recuperação está sendo muito lenta.

Leia também: Saúde de ex-senador tem quadro preocupante AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
segunda-feira - 20/11/2017 - 22:59h
Areia Branca-Porto do Mangue

Governo estadual ignora avanço de dunas em RN-404


Trafegar pela RN-404, no trecho entre a Praia do Rosado e Porto do Mangue, tá ficando cada vez mais difícil. De um lado os incontáveis buracos, do outro as dunas que avançam céleres sobre a pista.

É questão de tempo. Nesses dias voltaremos a trafegar na areia da praia, como fazíamos em priscas eras!

Texto acima é do internauta Assis Nascimento. Foto, também.

Essa RN está localizada entre Areia Branca (Ponta do Mel) e Porto do Mangue, numa área de dunas móveis, setor na chamada Costa Branca, de belezas naturais que impressionam.

O Governo do Estado tem sido negligente demais com a situação.

Já ocorreram pequenos acidentes na área e em muitas ocasiões, veículos ficam com passagem obstruída, precisando do socorro de outros carros e máquinas pesadas.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública
segunda-feira - 20/11/2017 - 22:20h
Mossoró

Governo municipal evita fazer pressão sobre projeto


O governo Rosalba Ciarlini (PP) não tem feito pressão contra seus vereadores, para aprovação do projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) 2018.

A bancada governista aliou-se à oposicionista e trancou pauta à sua votação-aprovação.

Desde a semana passada que a matéria não anda na Casa.

Os governistas e oposicionistas cobram que emendas à peça orçamentária, incluídas pelos parlamentares, constem do documento legal, o que não ocorreu. São cerca de 20 emendas.

A LOA Atualizada com as emendas passou uma cobrança comum, que uniu as bancadas. Se não houver votação até o final do período legislativo em dezembro, a PMM tem o direito legal de “empurrar” goela abaixo a LOA com texto original – conforme artigo 152 da Lei Orgânica do Município (LOM).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
segunda-feira - 20/11/2017 - 21:53h
Avanço

TJRN sobe 10 posições no ranking de informática de tribunais


De acordo com a Pesquisa sobre uso da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) nos tribunais e conselhos de Justiça, feita pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), presidido pelo desembargador Expedito Ferreira, saltou do 27º para o 16º entre os tribunais estaduais.

O Poder Judiciário potiguar avançou em várias áreas de informática. Estrutura de gestores de tecnologia, regulamentação de procedimentos e no foco em critérios de governança.

O levantamento realizou pelo CNJ continha mais de 200 quesitos a serem respondidos por 92 tribunais brasileiros.

Em relação à pesquisa, todos os tribunais e Conselhos responderam, à exceção do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho(CSJT).

Colocação

No ranking geral dos 92 tribunais brasileiros, o TJRN está na 46ª colocação. Entre todos as cortes de pequeno porte (estaduais e federais), subiu do 35º lugar para o 16º, graças às melhorias concretizadas pela atual administração do TJRN. Em um ano, o TJ potiguar conseguiu ficar em 3º entre os tribunais estaduais do Nordeste.

O levantamento de informações feito junto aos tribunais tem por base a Resolução CNJ 211, de 2015, que instituiu a Estratégia Nacional de Tecnologia da Informação e Comunicação do poder Judiciário, válida para o período 2015/2020.

Os questionamentos feitos aos tribunais se referem ao planejamento do órgão, às competências e ao desempenho das pessoas, ao controle de gestão, à integração e ao nivelamento dos sistemas e aos serviços de infraestrutura, entre outros aspectos.

Com informações do TJRN.

Categoria(s): Administração Pública / Justiça/Direito/Ministério Público
segunda-feira - 20/11/2017 - 20:55h
Greves

Comandos grevistas e governo estadual abrem conversação


Apesar do impasse e de greve em andamento da Saúde e do professorado da Universidade do Estado do RN (UERN), abre-se uma janela para o diálogo.

Durante o final da manhã de hoje, dirigentes da Associação dos Docentes da UERN (ADUERN) e do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde do RN (SINDSAÚDE) participaram de uma reunião na Procuradoria Geral do Estado (PGE).

“Os procuradores querem esse subsídio, com maior número de informações possíveis para poder intermediar a situação junto ao Governo do Estado e tentar resolver este impasse”, destacou o vice-presidente da Aduern, Alexsandro Donato.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Gerais
  • Repet
segunda-feira - 20/11/2017 - 20:48h
Economia

Conceituado palestrante vai falar sobre vendas em Mossoró


Do Rede News 360

Empresários que buscam se firmar no mercado e melhorar os resultados nas vendas, especialmente em tempos de crise, estão apostando na qualificação de suas equipes como diferencial competitivo. Em Mossoró/RN, para atender a essa demanda, empresas de eventos corporativos investem em iniciativas voltadas para esse nicho e trazem grandes nomes para qualificar o mercado.

Ventura: largo conceito (Foto: divulgação)

Exemplo desse cenário será a presença do empresário Ricardo Ventura – considerado um dos mais importantes palestrantes do Brasil – em evento que acontecerá na quinta-feira (7 de dezembro), durante todo o dia, no Vitória Palace Hotel.

Com extensa programação, o evento apresentará metodologia diferenciada, ferramentas transformadoras na percepção profunda das pessoas e técnicas novas que possibilitam visões ampliadas de si, do cliente, do mundo das vendas e da comunicação. Uma alternativa para empresários que buscam diferencial competitivo no mercado.

Palestrante

Ricardo Ventura treina profissionais para grandes empresas como Rede Globo, LG, Volkswagen, Honda, Santander, Itaú, Caixa Econômica Federal, Bradesco S/A, Sebrae, Merlin, Johnson & Johnson, Cyrela, Amil e Liberty Seguros. Suas palestras e treinamentos são baseadas na neurolinguagem e na psicologia analítica. Sua bagagem como empresário varejista – no qual ele empreendeu por mais de 20 anos – nunca o tirou da realidade do dia-a-dia dos negócios.

“O empresariado precisa se reinventar a todo o tempo, e, em tempos de crise, mais ainda, para preencher lacunas e buscar resultados positivos. E o treinamento vem com esse objetivo: qualificar as equipes para que gerem vendas e resultados exitosos”, pontua Ventura.

Mais informações sobre o evento podem ser obtidas através dos telefones (84) 9 8746-4867 / (84) 9 9818-6444.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Economia / Gerais
segunda-feira - 20/11/2017 - 20:02h
Natal

Saúde mantém greve em assembleia bem concorrida


Na tarde desta segunda-feira (20), os servidores da saúde realizaram uma assembleia no acampamento, na Governadoria – Centro Administrativo de Lagoa Nova, em Natal.

Com presença expressiva de servidores houve aprovação de continuidade da greve que nesta segunda (20) completa sete dias.

No final de semana, o desembargador Amaury Moura Sobrinho atendeu pedido, parcialmente, feito pelo governo estadual, contra a paralisação iniciada à semana passada.

Mesmo com a decisão judicial de que estabelece uma quantidade de 70% de servidores trabalhando nas unidades, a greve irá permanecer e a assessoria do Sindicato dos Servidores da Saúde do RN (SINDSAÚDE) irá recorrer da decisão.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Gerais / Saúde
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
segunda-feira - 20/11/2017 - 19:37h
Estado

Governo, MP e TCE discutem reequilíbrio e venda de ativos


O governador Robinson Faria (PSD) e o vice-governador Fabio Dantas (PCdoB) estiveram reunidos hoje na sede do Ministério Público Estadual com o procurador geral, Eudo Leite, e o presidente do Tribunal de Contas, Gilberto Jales, para discutir a formação de um pacto pelo reequilíbrio financeiro do estado.

“Ficou definida a composição de um grupo técnico com representantes de todos os poderes que vai se reunir diariamente para dar sequência aos trabalhos. Eles vão analisar as iniciativas já em discussão, como a venda de ativos que não tenham função social. E vão medir o custo-benefício e a viabilidade legal de medidas que o Estado possa adotar para reduzir gastos e reequilibrar o caixa”, concluiu o vice-governador Fábio Dantas.

Duodécimos e folha

O encontro, que teve a participação do conselheiro do TCE Carlos Thompson, do Promotor de Justiça Carlos Rodrigues, do procurador geral do Estado Wilkie Rebouças e do secretário de Gestão Vagner Araújo, tratou da implementação de medidas administrativas de curto, médio e longo prazos com vistas a solucionar o crescente déficit do orçamento estadual e à retomada do equilíbrio fiscal.

Atualmente, o Estado não vem conseguindo pagar parte da folha de pessoal dentro do mês – e não tem cumprido o repasse do duodécimo orçamentário integral para os demais Poderes.

Nota do Blog – Essa reunião ocorre com considerável atraso, mas ainda em tempo de produzir bons resultados. Não há a menor possibilidade de reequilíbrio de contas, sem o entendimento entre os poderes e órgãos de Estado. É imprescindível que todos se conscientizem que o problema não é apenas do governador, mas de todos.

A próxima reunião deverá contar com a participação dos presidentes da Assembleia Legislativa e do Tribunal de Justiça, que já manifestaram disposição em colaborar com as iniciativas em discussão, segundo afirmou o Procurador Geral Eudo Leite.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública
segunda-feira - 20/11/2017 - 13:50h
TV e Internet

TCM expande serviços e chega ao município de Apodi


A TCM (TV Cabo Mossoró) inaugurou no último sábado (18) o processo de expansão da empresa, levando os serviços de TV por assinatura e Internet Fibra Óptica para a cidade de Apodi.

A loja instalada na Rua Margarida de Freitas, 220, no Centro, oferece pacotes a preços acessíveis com mais de 140 canais, 50 deles em HD, e internet de até 75mb.

“A chegada da TCM em Apodi é um sonho e projeto de Milton Marques que estamos executando para atender o princípio que sempre tivemos em nossa empresa em Mossoró, o de servir a comunidade através da comunicação”, disse Zilene Marques de Medeiros, diretora da TCM.

Além de Zilene, estiveram presentes à inauguração da loja Stella Maris e Gustavo Sena que integram a direção do grupo.

Com informações da TCM.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Comunicação / Economia
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
segunda-feira - 20/11/2017 - 06:24h
São Gonçalo do Amarante

Prefeito admite lançar sua mulher a deputado estadual


Segundo noticia a blogueira Thaísa Galvão, o prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulo Emílio (PR), o “Paulinho”, cogita lançar sua mulher Terezinha Maia (PR) à Assembleia Legislativa em 2018.

Paulo diz que a candidatura da mulher ainda não é prego batido, ponta virada, mas tem andado pelo estado e conversado com amigos empresários tentando viabilizar a candidatura”, informa Thaísa.

Ela acrescentou ainda, que o governador Robinson Faria (PSD), presente ao casamento da prefeita de Mesisas Targino, Shirley Targino (PR) e João Maia (PR), na última sexta-feira (17) , sondou Terezinha para se filiar ao seu partido.

Paulinho confirmou que ela ingressará noutro partido, mas não definiu a nova sigla.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 20/11/2017 - 05:22h
Olhar Político (2018)

Vários fatores pesam para frear votações expressivas

Disputa à Assembleia Legislativa em Mossoró pode ter grande fracionamento de votos no próximo ano

Mais de 37 mil eleitores votaram em branco e nulo para deputado estadual em Mossoró nas eleições passadas, em 2014.

Para ser mais preciso: 37.352 eleitores.

Foram 13.592 (9,54%) em branco e 23.760 (16,67%) nulos.

Houve contagem de 105.149 (73,79%) de votos válidos (dados a candidatos e à legenda), num total de 160.012 eleitores aptos a votarem.

As abstenções chegaram a 17.512 (10,49%). Ou seja, 54.864 votos que não foram computados.

O descrédito em relação à política, aos políticos e aos partidos, pode tornar esses números ainda mais corrosivos no próximo ano.

Deputado Estadual (Mais votados em Mossoró em 2014):

Larissa Rosado (PSB) – 24,35% (24.585)
Galeno Torquato (PSD) – 12,19% (12.306)
Leonardo Nogueira (DEM) – 9,02% (9.111)
Souza (PHS) – 3,98% (4.186)
Fernando Mineiro (PT) – 3,88% (3.914)
Getulio Rego (DEM) – 3,46% (3.496)
Adenubio Melo (PSC) – 3,44% (3.471)
Bispo Francisco de Assis (PSB) – 2,11% (2.130)
Kelps Lima (SD) – 2,09% (2.111)
Jacó Jácome (PMN) – 1,91% (1.929)
Brancos – 9,54% (13.592)
Nulos – 16,67% (23.760)
Válidos (Nominais e Legenda) – 73,79% (105.149)

Melhor não duvidar.

Em 2014, Mossoró não teve um único candidato nativo eleito ou reeleito à Assembleia Legislativa. Os dois nomes que tentaram voltar, caíram: Larissa Rosado-PSB (com 24.585 votos – 23,38%) e Leonardo Nogueira-DEM (9.111 – 8,66%).

Nessa mesma eleição, 209 candidatos a deputado estadual foram votados em Mossoró. De Larissa (campeã de votos) a 25 ‘concorrentes’ que obtiveram apenas “um voto”.

Os 24 eleitos à Assembleia Legislativa à ocasião foram votados em Mossoró, o que mostra a sua característica de município polo. Provavelmente isso vai se repetir em 2018.

Caixa 2 mais fraco e fim de polarização

Cedo para se afirmar que teremos uma reviravolta nesse diapasão.

Porém é pouco provável que exista “estouro de votação” de algum candidato, principalmente porque se forma um quadro de concorrentes locais e da região, que deve dividir bastante os votos locais.

As fortes restrições à propaganda, a maior vigilância quanto ao abuso do poder econômico e a falta de liquidez de potenciais financiadores (caixa 2, que vai continuar, claro) também pesarão para essa tendência.

O fim da polarização entre Rosado x Rosado, que vinha sendo engendrada pelos “Rosados divididos ” desde os anos 80, é outro fator a ser registrado. Estão quase todos no mesmo palanque e vivem desgaste comprometedor, além de convivência sob desconfiança mútua.

A atmosfera político-eleitoral da época, ou seja a conjuntura, dirá com maior clareza algo mais consistente sobre a corrida eleitoral à Assembleia Legislativa e demais disputas. É acompanharmos, com atenção, essa “nuvem” em movimento constante.

Veja amanhã a segunda postagem da série Política 2018.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 20/11/2017 - 04:12h
O que prevejo

Um RN sem futuro algum


As oligarquias e seus cabras da peste destruíram quase tudo por aqui. Dilapidaram o que foi possível e o que parecia impossível.

As castas institucionais que elas ajudaram a constituir e nutrir, complementam o serviço.

O pior, é que você não pode nem sonhar em melhorias, retomada do crescimento e equilíbrio das contas no Rio Grande do Norte, para promoção do bem-estar social.

Amanhã, se todo esse milagre se materializasse, as mesmas oligarquias e suas castas criariam penduricalhos e leis para seguirem na expropriação, abocanhando privilégios, suprimindo direitos da maioria indefesa.

Já disse e repito: isso é caso perdido.

Ô RN Sem Sorte!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Só Pra Contrariar
domingo - 19/11/2017 - 23:58h

Pensando bem…


“Não existe somente a doença do corpo , mas também naquele lugar a qual chamamos de alma.”

Malcolm Lowry

Categoria(s): Pensando bem...
domingo - 19/11/2017 - 20:40h
Shirley e João Maia

Casamento une diversos políticos e “nenhum” candidato


Na festa de casamento da prefeita Shirley Targino (PR), de Messias Targino, com o ex-deputado federal João Maia (PR), na última sexta-feira (17), políticos dos mais variados matizes aportaram em sua casa à comemoração.

Cláudio, Robinson e Garibaldi: paz (Foto: B. Thaisa Galvão)

Ambiente eclético e harmonioso, não obstante algumas diferenças. Ninguém parecia querer quebrar esse clima, na terra da prefeita e seu marido.

Até que…

“Essa mesa está cheia de candidatos”, provocou o ex-vereador mossoroense Genivan Vale (PDT). Contabilizou lado a lado nomes como o empresário Tião Couto (PSDB), senadores José Agripino (DEM) e Garibaldi Filho (PMDB), desembargador Cláudio Santos, governador Robinson Faria (PSD) etc.

Como todos pareciam se esquivar, o juiz de direito Herval Sampaio Júnior resolveu arbitrar o suposto impasse. “Espere aí. Deixe eu ouvir a voz da experiência”, posicionou-se.

De chofre, ‘nomeou’ o senador Garibaldi Filho para falar em nome de todos.

Sem delongas, o senador arrancou risos ao avaliar o que via em sua volta: “Aqui, o menos candidato sou eu.”

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
domingo - 19/11/2017 - 18:02h

Gestão não disse até agora a que veio


Por Gutemberg Dias

O governo Rosalba Ciralini (PP) após 10 meses de gestão mostra sinais claros de que sua expertise em administrar só vale quando a prefeitura tem dinheiro sobrando em seus cofres. Como foram as outras três gestões.

O que estamos vivenciando é um governo medíocre, que se agarrou no retrovisor e na máxima de que não atrasa salários dos servidores. Como se isso não fosse obrigação do município pagar em dia. Mas a gestora começou a descumprir o próprio calendário de pagamento.

Será que o esforço de não atrasar salários está deixando outros sem receber? Não tenho dúvida quanto a isso!

Ainda, em relação aos salários, é bom lembrar aos webleitores que parte do 13o e as parcelas negociadas dos salários em atraso que vieram da época da gestão Francisco José Jr. não estão sendo pagos dentro dos prazos estipulados pela própria gestão.

A saúde está em frangalhos. Já escrevi aqui nesse espaço que muito pode ser feito para salvar recursos nessa área, principalmente, no tocante a racionalização dos plantões e revisão dos contratos. Mas, a gestão insiste em deixar tudo como era no passado distante.

Veja só: a gestão municipal tem um software que organiza os plantões de forma eletrônica, dessa forma, impedindo que servidores sejam locados em dois equipamentos no mesmo horário e guardando o período legal de descanso após um plantão. Infelizmente o gestor da saúde não está utilizando essa ferramenta de controle que se conecta com o ponto eletrônico.

Os plantões são organizados como no passado, ou seja, no papel. Opção pelo atraso e preferência por brechas ao desperdício e falcatruas.

Na saúde faltam remédios, insulinas, profissionais para o atendimento do cidadão e tantas outras coisas. Vale destacar que o silêncio da mídia contribuiu para que não haja amplificação desses problemas. Restando às redes sociais a denúncia que chega com muita força e sem amarras.

O discurso de que iria reduzir os cargos em comissão não passou de balela eleitoral. Ao assumir a gestão municipal, dia após dia, foi inchando a folha e hoje já passa dos 550 cargos nomeados pela prefeita que “fez, faz e sabe fazer”.

Como acreditar que essa gestão tem compromisso com o controle dos gastos públicos?

Essa semana vi que o Ministério Público do RN (MPRN) emitiu recomendação para que a gestão se adeque a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Será que a prefeita Rosalba Ciarlini terá coragem de cortar na carne, ou melhor dizendo, cortar seus correligionários eleitorais num período que antecede uma eleição estadual?

Durante a campanha eleitoral uma das pegadas da então candidata nos palanques e debates era a questão do lixo que não tinha processo licitatório. Ao assumir a gestão o que ela fez, continuou mantendo a empresa que faz a gestão da limpeza urbana através de dispensa de licitação, nada diferente do seu antecessor.

Para mim que tive a oportunidade de estar na gestão municipal por alguns meses, ter concorrido ao pleito eleitoral em 2016 e, sobretudo, ter conhecimento em gestão, só me resta torcer para que a prefeita e seu governo tomem outro rumo. O que se anuncia é a administração caminhando para um buraco profundo.

Sei que não é fácil administrar algo que está em dificuldade financeiras, mas é nesse momento que podemos conhecer realmente um bom gestor.

Pela experiência da prefeita no estado do Rio Grande do Norte enquanto governadora e agora, novamente, na prefeitura, ambos os casos com os cofres vazios, ela se mostra que não é a administradora competente das peças publicitárias.

Vamos esperar e torcer para que a prefeita mude sua forma de administrar para que possamos ter esperança numa gestão com foco na reestruturação da máquina administrativa. Repetir a fórmula de sempre, quando se exige ousadia e a reinvenção, é marchar para novo ocaso, como na gestão estadual.

Gutemberg Dias é graduado em geografia, mestre em Ciências Naturais e ex-candidato a prefeito de Mossoró

Categoria(s): Artigo
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
domingo - 19/11/2017 - 17:30h
Em Mossoró

Palestra vai orientar contabilistas sobre reforma trabalhista


Do Blog da Chris

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN (FECOMÉRCIO) e Sindicato do Comércio Varejista de Mossoró (SINDIVAREJO)  vão realizar palestra sobre reforma trabalhista em Mossoró.

advogado Marcelo de Barros Dantas (Foto: cedida)

O palestrante será o professor e especialista em Direito e Processo do Trabalho, advogado Marcelo de Barros Dantas.

O público-alvo é o segmento de contabilista.

Vagas são limitadas.

Ocorrerá dia 30 de novembro, às 10h, no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas de Mossoró (CDL).

Inscrições abertas a profissionais na região, em contacto com o Sindivarejo (84) 3321-6124.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Gerais
domingo - 19/11/2017 - 17:10h
Série B

ABC se despede de casa com vitória por 2 x 0


O ABC venceu o Oeste por 2 a 0 no estádio Frasqueirão neste sábado (18) com gols do lateral-esquerdo Eltinho e do atacante Matheus.

O resultado tirou o time da lanterna da competição e, de quebra, eliminou o sonho do acesso do Oeste, que, diante dos outros resultados, precisava vencer para seguir vivo na busca pelo G-4.

O time de Barueri, em nenhum momento da partida, parecia um time que brigava pelo acesso. Tanto que o ABC controlou boa parte do duelo e pouco sofreu riscos de gols.

Na primeira etapa, o ataque do Rubrão não incomodou a defesa do Alvinegro, que marcou com Eltinho. Mesmo lançado ao ataque na etapa final, faltou qualidade nas decisões do Oeste.

Nos últimos minutos, o time tentava com bolas alçadas na área, mas pouco efetivo. O ABC aproveitou esse desespero para matar o jogo com Matheus.

Com todos os rebaixamentos e acessos definidos, ABC e Oeste apenas cumprirão tabela na última rodada da Série B. O Alvinegro viaja para enfrentar o Ceará, no dia 25, às 17h30, estádio Castelão, enquanto o Oeste recebe, no mesmo dia e hora, o Goiás na Arena Barueri.

Veja mais detalhes e gols clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Esporte
  • Repet
domingo - 19/11/2017 - 09:28h

De bicos rotos e asas partidas


Por Paulo Linhares

Quando no início da década de 1980  um seleto grupo de antigos componentes do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) resolveu deixar a sigla para fundar um partido mais de centro-esquerda, não fisiológico, moderno e bem próximo da Social-Democracia europeia – que estava no poder em vários países daquele continente -, abriu-se uma nova e positiva possibilidade de uma superação definitiva, sobretudo, do patrimonialismo que há séculos pautava a política brasileira, ademais de um enorme rosário de questões correlatas e dependentes, como os tantos vícios do sistema eleitoral então vigente, uma pesada herança que remonta à manipulação que as oligarquias costumavam fazer, a exemplo da política do “Café com Leite” com que São Paulo e Minas Gerais mantinham um rígido controle da Presidência da República, com a eleição alternada da paulistas e mineiros, na época da chamada “República Velha” (1889-1930).

Posto que reivindicassem a condição de representantes da Social Democracia aqui nos trópicos, foi inevitável concorrer com outras siglas que por aqui surgiram no mesmo período – o da reforma partidária ocorrida nos estertores da ditadura militar – com perfis ideológicos assemelhados, como o fortíssimo Partido Democrático Trabalhista (PDT), fundado por Leonel Brizola, a refundação do Partido Socialista Brasileiro (PSB) tendo com uma das figuras de proa o lendário político nordestino Miguel Arrais e mesmo o Partido dos Trabalhadores (PT), que nasceu ligado às alas mais à esquerda do movimento socialista-democrático europeu.

Entretanto, pela qualidade das lideranças que fundaram o PSDB (Mario Covas, Franco Montoro, Fernando Henrique Cardoso, José Richa, entre outros), a sigla surgiu com grande densidade política, a despeito do fracasso nas urnas da candidatura de Mário Covas, na eleição presidencial de 1989, quando todas as grandes lideranças  políticas brasileiras foram derrotadas pelo até então obscuro ex-governador alagoano, Fernando Collor de Mello. Na eleição seguinte, em 1994, foi eleito presidente da República o sociólogo Fernando Henrique Cardoso, mandato que seria renovado em 1998.

Os oito anos de FHC frente à presidência foram marcados pelo abandono das teses da social-democracia e pela aproximação com o modelo neoliberal da primeira-ministra britânica Margareth Thatcher e, no flanco interno, celebrou alianças com as mesmas forças políticas conservadoras que apoiaram a ditadura militar, num crescendo de descaracterização política que permitiu a retumbante eleição de Luiz Inácio Lula da Silva em 2002, com início de um ciclo de governos petistas que duraria doze anos.

Em suma, o PSDB disputou e perdeu as quatro últimas eleições presidenciais. Foi o inconformismo  com essas derrotas que levou ao impeachment de Dilma Rousseff e lançou o país numa das maiores crises políticas de sua História.

Neste momento, o ninho dos tucanos está desarrumado, muito em função das estrepolias do senador mineiro Aécio Neves, seu presidente nacional. A briga interna dos tucanos, todavia, não se limita à indicação da candidatura para o pleito presidencial de 2018: a presidência nacional do PSDB tem sido alvo de renhida disputa. Com efeito, após a revelação de grave episódio que envolveu o senador Aécio Neves em caso de corrupção, sua permanência à frente do partido tornou-se inviável e desgastante, sobretudo, após o seu afastamento do exercício do mandato, por decisão do STF.

Aécio se afastou do cago e indicou o senador Tasso Jereissati para assumir interinamente a presidência do PSDB. Posteriormente, Jereissati defendeu a renúncia de Aécio Neves do cargo de presidente nacional da sigla e foi mais além ao propor, também,  a desfiliação daquele. Foi a gota d’água. Retornando ao mandato senatorial, Neves se sentiu forte o suficiente para reassumir a presidência tucana para novamente se licenciar do cargo, colocando em seu lugar o ex-governador paulista Alberto Goldman. Essa briga ainda vai render, pois o senador Jereissati é forte candidato à presidência do PSDB na eleição a ser realizada a curto prazo e, se eleito, talvez Aécio tenha que buscar um outro ninho.

Neste período que antecede o pleito presidencial de 2018, paradoxalmente, os tucanos do PSDB estão com a casa desarrumada, sobretudo, pelas dificuldades políticas vividas por suas principais lideranças: o octogenário FHC está fora da disputa, por problemas de saúde; os senadores Aécio Neves e José Serra perderam essa condição, também, em razão de graves acusações de participação em esquemas de corrupção; remanescem as figuras do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin e do prefeito da capital paulista, João Dória, que travam uma renhida luta interna pela indicação partidária, contudo, ambos aparecem com posições muito tímidas nas pesquisas de opinião até agora realizadas, sendo quase certo que  vencedor da disputa no ninho tucano dificilmente emplacará uma vitória na corrida presidencial de 2018.

Claro, embora o ex-presidente Lula mantenha uma boa dianteira nessas pesquisas, onde ganharia a eleição presidencial em quaisquer dos cenários simulados, a sua candidatura igualmente enfrenta enormes dificuldades por ser réu em vários processos da Lava Jato, tornando incerta a sua condição de elegibilidade. Isso, porém, em nada beneficiaria o candidato peessedebista, seja Alckmin ou Dória, o que escapar da briga interna, desse ninho de cancões, ou melhor, de tucanos.

Em suma, não sendo Lula candidato é possível a eleição de alguém nos mesmos moldes de Collor, no pleito de 1989, todavia, dificilmente  isso recairia em candidato do PSDB: poderá chegar ao Planalto Marina Silva, Jair Bolsonaro, Ciro Gomes ou até o narigudo global Luciano Hulk, menos um tucano de asas partidas e bico roto, o que projeta um cenário que não favorece à ideia de uma urgente e necessária superação da crise político-institucional que asfixia o Brasil nestes albores de 2018.

Aguardemos.

Paulo Linhares é advogado e escritor

Categoria(s): Artigo
domingo - 19/11/2017 - 08:46h

A roda dos pavões


Por François Silvestre

Ou a vida na política. Impossível nas relações da vida a ausência da política. Posto que sua interferência na convivência humana independe da nossa vontade.

Assim ocorre na fisiologia orgânica, cujas necessidades estimuladas, manifestadas na vontade, fogem do nosso controle; tanto na intensidade quanto no momento escolhido pelo organismo. Inclusive o impulso sexual, que não é escolha ou opção.

É bem verdade que aqui não se fala de política estritamente eleitoral, partidária ou participativa. Essa sim, pode ser descartada pela vontade ou enfado. Porém, a política, no sentido amplo do conviver familiar ou social, está presente de forma tão indispensável que nem notamos. Da mesma forma que não percebemos o ar ao respirarmos. Só sentimos sua falta no afogamento ou na asma.

Politizar-se é uma forma de aprimoramento da dignidade. Seja pela participação ostensiva ou pelo simples observar conscientemente. E essa observação consciente se dá pela crítica.

A crítica é o mecanismo instrutivo que liberta. Da lição de Karl Marx: “A crítica não pretende enfeitar as grades, com flores, para atenuar o cárcere. Mas quebrá-las, para a colheita da flor viva”. Inclusive para quebrar amarras ideológicas. Marx não era marxista. Da mesma forma que Cristo não era cristão.

O que tem produzido certo enfado, ou até mesmo asco, com a prática política é a deformação do seu exercício, piorada a cada pleito. De tal forma que leva suas consequências ao embate primitivo das campanhas. Nesse teatro onde viramos ancestrais dos símios. De moderno, só o jogo das moedas.

Torcidas organizadas de times de pernas-de-pau. O que garante à demagogia a dominação do mando. E asseguram aos inquilinos dos palácios um atestado de quase usucapião.

Mesmo estando presente em tudo a política não é ciência. Colega do Direito, no campo da arte/técnica. Para que um conjunto cognitivo se configure ciência é imprescindível a presença de Leis. O que há na matemática, física, química, biologia.

No Direito e na Política não há Leis. Há normas. A Política produz normas e o Direito as aplica. É uma impropriedade semântica a expressão “cientista político”. É comentarista de política. A sociologia não é ciência; não há Leis nas relações sociais e humanas. Só normas, jurídicas ou consuetudinárias.

Há uma linha tênue e invisível que une a política à literatura. Toda ela no campo da ficção. Poucos romancistas conseguem inventar roteiros tortuosos e falsos quanto os políticos. Se bem que estes estão mais para mentirosos do que ficcionistas.

É raro o país que consegue o milagre brasileiro de sobreviver à instabilidade institucional. Onde a vaidade dos membros das instituições as reduz ao tamanho do ridículo individual.

Quanto maior o ego dos componentes, menor a eficiência da instituição. Para essa gente, a exigência de impessoalidade, na Carta Magna, só serve para o povão. Não se aplica aos pavões.

Té mais.

François Silvestre é escritor

Categoria(s): Artigo
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.