quinta-feira - 26/10/2017 - 09:02h
Norton Domingues Masera

A boa vida do operador de Henrique Alves em Brasília

Escalado para receber propina em nome de Henrique, Norton Masera sempre ostentou rotina de luxos

Da revista IstoÉ

Mesmo com uma renda modesta, ele levava uma vida de luxo, como é possível constatar na foto acima, em que aparece a bordo de uma lancha. Era visto em Brasília dirigindo carros potentes, como um chevrolet Camaro, e pilotando motos caras. Além disso, é proprietário de bela casa de dois pavimentos em condomínio valorizado. Na época de vacas gordas, dividia o tempo com seu maior hobby, que é o motociclismo, e frequentava festas badaladas na capital federal.

Revista revela como um assessor de salário modesto para Brasília vive como rico

Em algumas delas, costumava chegar pelas águas do Lago Paranoá. Assim vivia até bem pouco tempo o servidor do Ministério do Turismo, Norton Domingues Masera, de 42 anos.

O que pouca gente sabia é que ele era o homem encarregado de receber propina em nome do ex-presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), que está preso em Natal por superfaturamento nas obras do estádio Arena das Dunas em Natal. Foi com as porcentagens desse dinheiro sujo que o funcionário público bancou festas, comprou veículos valiosos e construiu uma moradia invejável.

Quem denunciou ao Ministério Público a função cumprida por Masera foi o doleiro Lucio Funaro, em delação premiada. Um dos principais responsáveis pela prisão do ex-ministro Geddel Vieira Lima, Funaro disse que parte dos repasses ilegais destinados a Henrique Alves foi feita a assessores do ex-ministro do Turismo. Um deles seria Masera.

A afirmação de Funaro é comprovada nas planilhas do operador do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha apreendidas pela PF. Nelas, há uma indicação de que Masera recebeu R$ 600 mil em setembro de 2014, quando Henrique Alves era presidente da Câmara.

Depois que passou a exercer a atividade, o secretário parlamentar da Câmara, na ocasião, aumentou seu patrimônio consideravelmente. Entre um transporte e outro de malotes de dinheiro desviado de órgãos públicos – quando Henrique Alves estava solto –, o homem da mala se dedicava aos prazeres da vida.

Em 2015, Henrique Alves, já no Ministério do Turismo, o nomeou assessor especial, cargo que ele exerce até hoje. Seu salário é de R$ 5,4 mil. Em junho deste ano, as finanças sofreriam um baque. Henrique Alves acabou preso em uma das fases da Operação Lava Jato.

Com o ex-ministro e Lúcio Funaro encarcerados, as propinas minguaram. A vida de Norton não foi mais a mesma.

A situação pode piorar caso a Justiça decida penhorar seus bens para cobrir o desvio dos cofres públicos.

* Essa matéria foi publicada há poucos dias. Realmente, a vida do operador piorou. Ele foi preso hoje (veja AQUI).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    E o imposto de renda nunca observou a EVOLUÇÃO PATRIMONIAL deste laranja?
    No dia em que focarem mais na EVOLUÇÃO PATRIMONIAL do que em centavos nas declarações de pobres assalariados a coisa muda de figura.
    Passem um PENTE FINO na EVOLUÇÃO PATRIMONIAL de políticos já condenados por prática de CORRUPÇÃO e dos seus filhos e parentes próximos.
    Duvido que façam isto.
    ////
    OS RECURSOS SAL GROSSO SERÃO JULGADOS ESTE ANO.

  2. João Claudio diz:

    Se o ‘peão’ que carregava as malas ostentava toda essa riqueza, imagine o dono das delas.

    A PTralhada é só sorrisos quando a Operação Lava Jato prende um ladrão de um partido que não seja PT ou partidos ‘aliados’ ao… PT.

    Mas quando o ladrão preso é PTralha ◑︿◐ hummmmmmmmmmmmm…..!

    - A Operação Lava Jato é um atentado à economia do brasil. Morra juizeco Sergio Moro.

    É o que dizem um um só coro.

    Entendeu?

    Eu não!

  3. Inácio Augusto de Almeida diz:

    PF DIZ QUE DA PRISÃO HENRIQUE ALVES CHEFIAVA BANDO
    Mesmo preso desde o dia 6 de junho, o ex-ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves (PMDB), comandava um esquema de ocultação de bens e fraude de licitações, por meio de assessores e pessoas ligadas a ele, afirmou a Polícia Federal
    “Depois da deflagração da operação Manus (em junho), nós percebemos que o ex-deputado federal passou a ter duas condutas. A primeira é que ele estava articulando com seus assessores diretos a ocultação de seus bens, ou seja, um crime de lavagem de dinheiro. Percebemos uma segunda conduta, com base também nesses assessores, que era articulação junto a prefeituras do Rio Grande do Norte, no direcionamento de licitações”, afirmou o delegado da PF, Oswaldo Scalezi Júnior, durante coletiva sobre a operação Lavat, deflagrada na manhã desta quinta-feira (26) no RN e em Brasília.
    É PRECISO APURAR QUEM VISITOU HENRIQUE ALVES
    Manter um tipo perigoso como Henrique Alves numa Academia de Polícia é querer que ele continue comandando um bando de corruptos.
    Na verdade Henrique Alves transformou a Academia de Polícia do RN num escritório do crime.
    Se ele comandava de dentro da prisão um bando de meliantes, conforme diz a PF, outra coisa ele não fez desde que foi recolhido à Academia de Polícia.
    É PRECISO TRANSFERIR HENRIQUE ALVES PARA UM PRESÍDIO.
    E TEM QUE SER PRESÍDIO DE SEGURANÇA MÁXIMA.
    https://combatecorrupcao.blogspot.com.br/

    • Inácio Augusto de Almeida diz:

      Quem aqui de Mossoró visitava quase todos os dias Henrique Alves? Quem? Quem? Quem?
      Não precisei nem usar minha Bola de Cristal para descobrir.
      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
      O FIM ESTÁ PRÓXIMO.
      /////
      OS RECURSOS SAL GROSSO SERÃO JULGADOS ESTE ANO.

  4. Fernando diz:

    Com esse salário, em Brasília, no máximo ele fazia uma farra por mês. 5 mil pra Brasília é miséria.

  5. Raniele Costa diz:

    Inácio , será Izabel da Caixa ? Que visita o Henriquinho ? Diga, diga !!

    • Inácio Augusto de Almeida diz:

      Não coloque palavras na minha boca.
      Se você sabe quem aqui de Mossoró todas as semanas visitava Henrique Alves pelo menos três vezes por semana, diga. Diga ou faça como o amante da noiva no dia do casamento.
      Nós não devemos nos preocupar com este assunto.
      Toda entrada na Academia de Polícia do RN é anotada.
      Pelo menos é assim que acontece em TODOS OS QUARTÉIS DO MUNDO.
      Certamente a PF já está de posse desta informação e sabe quem fez muitas visitas a Henrique Alves.
      O certo é que a bomba AINDA vai explodir. Apenas o estopim foi aceso. AGUARDEM!
      /////
      OS RECURSOS SAL GROSSO SERÃO JULGADOS ESTE ANO. CNJ ATENTO.

      • Carlos Santos diz:

        NOTA DO BLOG – Por decisão judicial noticiada por este Blog, as visitas estão restritas a familiares, advogados e eventuais médicos/enfermeiros etc.

        Há muita notícia irreal também em meio a essa realidade.

        Como bem disse o Inácio, tudo é registrado, o entra e sai.

        http://blogdocarlossantos.com.br/henrique-pode-ser-preso-noutro-estado-se-nao-cumprir-regras/

        Abraços

        • Inácio Augusto de Almeida diz:

          Nessa matéria encontramos:
          Na sua decisão, o magistrado também relata que Henrique Alves, além de ter sido visto e filmado em uma das janelas externas da Academia de Polícia Militar, em dois meses de prisão, recebeu mais de 400 visitas, como consta do livro de registro.
          Isto significa que Henrique Alves recebeu por dia quase 7 visitas.
          Só existe uma maneira disto ser esclarecido: DIVULGAR OS NOMES DE QUEM VISITOU HENRIQUE ALVES.
          Por que é importante saber quem visitava Henrique Alves?
          Leiam o que o G1 RN publicou no dia 26/10/2017:
          “Mesmo preso desde o dia 6 de junho, o ex-ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves (PMDB), comandava um esquema de ocultação de bens e fraude de licitações, por meio de assessores e pessoas ligadas a ele, afirmou a Polícia Federal.
          Depois da deflagração da operação Manus (em junho), nós percebemos que o ex-deputado federal passou a ter duas condutas. A primeira é que ele estava articulando com seus assessores diretos a ocultação de seus bens, ou seja, um crime de lavagem de dinheiro. Percebemos uma segunda conduta, com base também nesses assessores, que era articulação junto a prefeituras do Rio Grande do Norte, no direcionamento de licitações”, afirmou o delegado da PF, Oswaldo Scalezi Júnior, durante coletiva sobre a operação Lavat, deflagrada na manhã desta quinta-feira (26) no RN e em Brasília.”
          É PRECISO SABER QUEM VISITAVA HENRIQUE ALVES.
          ////
          OS RECURSOS SAL GROSSO ALGUM DIA SERÃO JULGADOS? PARA QUE SERVE O CNJ?

  6. João Claudio diz:

    Vou responder em parte.

    É noticia no meio Bacurau que um micro ônibus é alugado todos os meses para levar as ‘aves pobres’ de Mossoró para uma visita à ‘ave rica’ de Natal.

    A ideia partiu de um blogueiro que só não pinta os cabelos de verde porque tem vergonha dos netos.

    Maaaaas, línguas ferinas já o viram mijando em um WC de um restô e afirmam que os seus pentelhos são tingidos na cor verde limão.

    Ah, Durante a viagem, o som que rola no micro ônibus são as marchinhas do cigano velho.

    Segundo o motorista, há momentos que as aves entram em delírio e se imaginam participando da Marcha da Esperança. Alguns pedem para descer e caminhar um pouco para relembrar o passado.

    Para quem não sabe, a Marcha da Esperança foi uma ideia que o cigano velho teve de fazer com que o povo, digo, a gentinha mossoroense caminhasse a pé de Mossoró até o Hotel Reis Magos (Praia do Meio), em Natal.

    Precisa dizer que faltou chão na BR 304?

    Ainda hoje tem gente se maldizendo dos calos que adquiriu na viagem rumo ao nada.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.