domingo - 02/10/2016 - 20:30h
Mossoró

Câmara passa por grande renovação com eleições de hoje


Câmara Municipal de Mossoró tem nova formação para a próxima legislatura. Algumas surpresas entre eleitos e entre os que não conseguiram se reeleger. Renovação expressiva e retorno de ex-vereadores.

Jório Nogueira, apesar de aboletado na presidência, perdeu reeleição (Foto: arquivo)

As eleições deste 2 de outubro,  por exemplo, não permitiram a reeleição de 11 vereadores. Entre eles, o próprio presidente Jório Nogueira (PSD). Outro sequer foi candidato (Lahyrinho Rosado-PSB) e houve quem começasse a campanha para desistir logo em seguida (Heró Silva-PTC).

Os eleitores trouxeram de volta ao Legislativo os ex-vereadores Maria das Malhas (PSD) e Zé Peixeiro (PTC), o campeão de votos.

Além deles, 11 ‘marinheiros de primeira viagem’ nesse poder: Tony Cabelos, (PSD), Sandra Rosado (PSD), João Gentil (PV), Emílio Ferreira (PSD), Isolda Dantas (PT), Petras Vinícius (DEM), Ozaniel Mesquita (PR), Raério Cabeção (PRB), Rondinelli Carlos (PMN), Didi do Arnor (PRB) e Aline Couto (PHS).

Vamos a lista dos eleitos:

- Zé Peixeiro (PTC) – 2.802 votos – Retorna à Casa

- Izabel Montenegro (PMDB) – 2.475 – Reeleita

- Tony Cabelos (PSD) – 2.375 – Primeiro mandato

- Alex Moacir (PMDB) – 2.291 – Reeleito

- Ricardo de Dodoca (PROS) – 2.171 – Reeleito

- Sandra Rosado (PSB) – 2.129 – Primeiro mandato

- Genilson Alves (PMN) – 2.104 – Reeleito

- Maria das Malhas (PSD) 2.041 – Retorna à Casa

- Francisco Carlos (PP) – 2.041 – Reeleito

- Alex do Frango (PMB) – 2.040 – Reeleito

- Flavinho Tácito (PPL) – 2.032 – Reeleito

- João Gentil (PV) – 1.991 – Primeiro mandato

- Emílio Ferreira (PSD) – 1.947 – Primeiro mandato

- Manoel Bezerra (PRTB) – 1.925 - Reeleito

- Isolda Dantas (PT) – 1.861 – Primeiro mandato

- Petras Vinícius (DEM) – 1.585 – Primeiro mandato

- Ozaniel Mesquita (PR) – 1.574 – Primeiro mandato

- Raério Cabeção (PRB) – 1.431 – Primeiro mandato

- Rondinelli Carlos (PMN) – 1.385 – Primeiro mandato

- Didi do Arnor (PRB) – 1.021 – Primeiro mandato

- Aline Couto (PHS) – 916 – Primeiro mandato.

Aline: vitória com menos de mil votos (Foto: redes sociais)

Não se reelegeram os seguintes vereadores que se candidataram: Lucélio Guilherme (PTB), Genivan Vale (PDT), Tomaz Neto (PDT), Cícera Nogueira (PSD), Claudionor dos Santos (PEN), Jório Nogueira (PSD), Vingt-un Neto (PSDB), Tassyo Mardonny (PSDB), Soldado Jadson (SD), Nacízio Silva (PR), Celso Lanches (PSC).

Lahyrinho Rosado (PSB) não concorreu à reeleição. Em seu lugar foi oficializada a candidatura de sua mãe, ex-deputada federal Sandra Rosado, que conseguiu eleição.

Heró Alves Silva (PTC) chegou a se candidatar, mas desistiu e apoiou Jório Nogueira, por ver que não tinha condições de se reeleger.

Votos e quociente eleitoral

Foram apurados 134.846 (93,38%) votos válidos para vereador, dando quociente eleitoral  (divisão de votos válidos por número de cadeiras na Câmara Municipal) de 6.421 votos.

Foram computados 3.390 (2,35%) de votos em branco. Os nulos chegaram a 6.177 (4,28%).

A abstenção foi de 22.683 (13,59%) eleitores, de um total de 167.120.

Eleitos em 2012

Veja como foi a eleição à Câmara Municipal de Mossoró em 2012 clicando AQUI. Naquela ocasião, Maria das Malhas (DEM) e Daniel Gomes (PMDB) não se reelegeram.

Cláudia Regina (DEM) foi eleita à prefeitura e Chico da Prefeitura (DEM) não concorreu.

Quem também sobrou foi Zé Peixeiro (PMDB).

Três vereadores novos – Tomaz Neto, Izabel Montenegro e Luiz Carlos Martins -, na verdade estavam de volta à casa parlamentar. Eles já tinham passado antes pela Casa.

Eleitos em 2008

Veja como foi a lista de eleitos em 2008 clicando AQUI.

Leia também matéria especial postada no dia 4 de agosto, sob o título Disputa à Câmara será eletrizante para candidatos e partidos (AQUI).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Eleições 2016 / Política

Comentários

  1. João Claudio diz:

    O melhor de toda essa eleição foi o povo ter dado ME-RE-CI-DA-MEN-TE e no capricho, um pé na bunda nesse presidente.

    Caso deixassem ele permanecer na câmara, em pouco tempo seria o dono de Mossoró, de tanta arrogância, prepotência e pose de ”artoridade” KKKKKKKKKKKK Isso mesmo. Estando vereador, a perola imaginava que era uma ”artoridade”. Mas só no inferno mesmo, né não?

    Deve pegar o beco na terça feira rumo a Natal para pedir emprego ao Rob. Trabalho? Nem morto.

    Xô carniça.

  2. GUILHERME diz:

    A maior vitória que um Mossoroense poderia ter era a DERROTA de JORIO NOGUEIRA… Parabéns Mossoró…

  3. João Claudio diz:

    Luz, câmera, AÇÃO!!!!

    - Câmera em mim… Câmera em mim…. Câmera em mim… Câmera em mim

  4. Luiz Rodrigues diz:

    O povão de Mossoró, ensinou nas urnas a esse Pte Jorio Nogueira, que arrogação dele e de seus familiares não mandam na cidade, bem como sabem fazer não só um “O” com a quenga, desculpe-me as nossas belas “Quengas”, mas que nas Urnas fizemos um “O” muito bem feito nas Urnas, pois aprendemos na nossa Universidade Regional como votar em desfavor de tipo como Jorio Nogueira, Claudionor dos Santos e outros, vamos ficar de olho nos próximos 90 dias.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.