• Vale Norte - Nativa Comunicação - 2º Banner - 14-11-17
terça-feira - 16/05/2017 - 17:42h
Dison Lisboa

Deputado garante que não corre risco de ser preso


O líder do Governo Robinson Faria (PSD) na Assembleia Legislativa, deputado Dison Lisboa (PSD), emite Nota Oficial, com posição sua sobre notícia de que estaria na iminência de ser preso, por decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) – veja AQUI.

Veja abaixo a Nota Oficial:

Surpreso com as interpretações jurídicas publicadas no dia de hoje, esclareço que não há nenhum risco de prisão ou mesmo decisão judicial que tenha determinado prisão imediata como começou a ser divulgado agora pela manhã. O que há é uma discussão ainda em andamento no Superior Tribunal de Justiça sobre a utilização de recursos arrecadados na feira livre de Goianinha, nos anos de 2001 e 2002, para manutenção do próprio projeto, bem como ajuda social a pessoas carentes.

A aplicação destes recursos já foi comprovada e mesmo assim eles foram repostos aos cofres públicos de forma voluntária, motivo pelo qual acredito na reforma da sentença, seja no Superior Tribunal de Justiça ou, depois, pelo Supremo Tribunal Federal.

Outra interpretação que precisa ser esclarecida é que o habeas corpus em tramitação no Supremo Tribunal Federal ainda não teve seu mérito julgado por aquela Corte e sequer ainda pautado.

Ele discute no seu mérito se o ressarcimento voluntário das taxas arrecadadas na feira livre serve para trancamento da ação penal. Lembro ainda que fui inocentado na mesma ação, só que na esfera cível, cujo processo já foi extinto.

Acredito que, esclarecidos os fatos, colaboro, de forma transparente, com a informação verdadeira sobre este caso.

Atenciosamente, Deputado estadual Dison Lisboa.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. João Claudio diz:

    Esculhambação³.

    2001? 2002? 16 anos depois e a justiça é só blá blá blá e blá blá blá??????? P….Q….P…..!

    Se demora um pouquinho mais, o filho do deputado nascido à época do delito emprenha uma gatinha, nasce um filho que será neto do deputado… Ou seja, a justiça vai cometendo esculhambação de geração em geração e a perder de vista.

    - Deputado, como anda aquele processo?

    - Homi, andar ele não anda.

    - Por quê? Sofreu algum acidente? Foi atropelado? Foi atingido na coluna por alguma bala perdida?

    - Que nada, homi. Ele já é vovô, tá todo enferrujado, passa o dia mijando e cagando em fraldões. Tá gagá KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    - Mas homi, essa justiça é muito da ”arretada”, né não?

    - ”Arretada” é apelido. Homi, se a justiça melhorar estraga KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.