quinta-feira - 31/12/2009 - 19:40h

Líder do PMDB quer prova de verba para não barrar votação


O deputado José Dias, líder do PMDB na Assembléia Legislativa, afirma que não vai criar obstáculos para a tramitação do projeto da adutora de Mossoró.

Mas ele impõe uma condição: que o Governo do Estado apresente um documento oficial da Casa Civil do Governo Lula comprovando que os recursos para a adutora estão assegurados.

“O Governo diz que há recursos suficientes do PAC para construir a adutora. Eu tenho dúvidas sobre esses recursos. Mas é simples: o Governo apresente um documento oficial da Casa Civil da Presidência da República dizendo que os recursos estão assegurados com o cronograma da obra e a data da licitação. Isto ocorrendo, não haverá nenhum obstáculo para o projeto ser aprovado na Assembléia”, enfatiza José Dias.

Segundo o líder peemedebista, a Assembléia em nenhum momento obstaculou a aprovação do projeto da adutora de Mossoró. Ele frisa que na realidade faltou competência do Governo para mobilizar sua bancada na Assembléia e aprovar a matéria.

“O Governo tem maioria na Assembléia e poderia muito bem ter se mobilizado e aprovado o projeto. Mas foi incompetente para isso e agora quer culpar a Assembléia”, afirma José Dias.

Nota do Blog – Risível a declaração de José Dias, um parlamentar experiente e agente político de bom conteúdo cultural.

Se fôssemos aceitar seu arrazoado, cairia como insulto à nossa inteligência.

Todas as emendas orçamentárias, por exemplo, são propositivas. Nenhum parlamentar tem segurança se serão implementadas, mas mesmo assim todos os anos mecanicamente apresentam suas proposições.

Tenho pena de continuarmos envoltos nessa politicalha de quinta categoria.

Categoria(s): Sem categoria

Comentários

  1. José Bino de Oliveira diz:

    E dizem que o Dias é um dos mais sérios na AL…
    E tome pêia.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.