sexta-feira - 06/01/2017 - 15:52h
Brasil

Mais um massacre no mundo prisional e continuamos acuados


Além dos 56 presidiários trucidados por “colegas” em penitenciária de Manaus-AM no dia 1º (veja AQUI), agora mais 30 em Roraima (veja AQUI) à madrugada de hoje.

O Estado brasileiro perdeu o controle sobre a vida aqui fora e lá dentro quem manda é a barbárie que já chegou para nós até bem antes.

Temos pena de morte diariamente nas ruas, nos tiraram o livre arbítrio para ir e vir, suprimiram nosso direito à propriedade etc.

Ah, mas tem quem vibre, raciocinando que com esse extermínio estaremos livres do mal.

Santa inocência!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Opinião da Coluna do Herzog / Segurança Pública/Polícia

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    E a solução é tão simples…
    Como eu escrevo em javanês ninguém me entende.
    CONSTRUAM CAMPOS DE CONFINAMENTO ONDE FICARÃO OS PRESOS DE BAIXA PERICULOSIDADE.
    Separar o presos pelo grau de perigo que oferecem à sociedade.
    Corruptos, homicidas, líder de facções e outros tipos altamente perigosos ficarão nos presídios.
    Ladrões de celular e outros pés de chinelo nos campos de confinamento.
    Condenado a mais de 4 anos de cadeia cumpre pena no presídio. A menos de 4 nos CAMPOS DE CONFINAMENTO.
    Isto feito fica resolvido o problema de superlotação dos presídios.
    A única coisa de ruim nos CAMPOS DE CONFINAMENTO é o custo. Tão baixo que não dá para na licitação aloprar o preço sem chamar a atenção de todos.
    Será por isto que não se interessam em saber o que é um CAMPO DE CONFINAMENTO?
    Mais comentários meus no blog COMBATE À CORRUPÇÃO. https://combatecorrupcao.blogspot.com.br/
    ////////
    OS RECURSOS SAL GROSSO SERÃO JULGADOS APÓS NESTE TRIMESTRE?
    AS DENÚNCIAS DO PROCURADOR DA CÂMARA ESTÃO SENDO APURADAS POR UM PROMOTOR. AGUARDEM!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.