quarta-feira - 11/10/2017 - 23:58h

Pensando bem…


“A caridade é a virtude predileta de Deus.”

Coelho Neto

Categoria(s): Pensando bem...

Comentários

  1. João Claudio diz:

    Réunan Canalheiros lidera pesquisa para senador em Alagoas.

    Após 517 anos, o eleitor alagoano ainda aprendeu que urna eleitoral não é penico.

    Pense num ‘povin opɐsɐɹʇɐ’, né não?

    Não me canso em repetir: no brasil, quem não presta é o povo. O povo é que não presta.

  2. João Claudio diz:

    O brasil precisa de um administrador que seja do ramo. Os dublês que já passaram pelo poder só fizeram merda.

    Dai, o atraso estratosférico e a fama mundial de país corrupto.

  3. João Claudio diz:

    Quem diria.

    Joesley Bandido Batista comprou os pregos e o martelo, deitou-se no caixão e, não se sabe como, ele mesmo pregou a tampa KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKk

    Entendeu?

    Esse é mais um gênio de bijuteria e intelectual de miçanga que só o brasil sil sil tem.

    Merece um premio nobel ou não merece?

  4. João Claudio diz:

    Só acontece no brasil sil sil…

    A OI quebrou e, a mando do governo, nós vamos trabalhar para ajuda-la a se erguer e enricar os seus incompetentes proprietários.

  5. João Claudio diz:

    Cesare Battisti, terrorista e assassino é fã e adora o ladrão que concedeu o seu abrigo.

    Tudo farinha do mesmo saco.

    Difícil é saber entre os dois, qual a farinha mais ruim.

  6. João Claudio diz:

    Primeiros dias de Maga Patalogika tupiniquim na presidência, pega um avião, voa até o RN, visita surpresa a dois presídios, promete que vai visitar todos os presídios…

    João Claudio disse:

    - É a ‘côa’ no mato chupando manga. Senti firmeza. Agora vai. Enfim a luz do túnel acendeu novamente. Essa mulher vai botar pra torar as bandas. Será que ela tem 3 roxos e mesmo assim fala fino e veste saia?????? Já tô com pena de quem tá mijando fora do caco.

    O discurso de posse então, fez com metade dos brasileiros chorasse e se cagasse todo de tanta emoção e esperança.

    12 de setembro de 2016. Eu me lembro como se fosse hoje. Comecei a assistir o discurso de posse na sala. antes da metade do discurso, eu comecei a sentir clafriosfrio, senti o fundo da cueca suar e a dar sinais que ‘aí vem merda’, vi que não dava para suportar, olhei para um lado e para o outro, peguei uma TV pequena, corri para o WC e gritei:

    - Tragam papeeeeeeel.

    Em meio ao discurso e já aliviado, eu abri a porta, chamei um neto e fiz um pedido:

    - Me belisque. Me belisque. Eu preciso saber se estou vivo ou morto.

    - O neto respondeu:

    Vovô, você tá vivo, mas tá fedendo a bosta.

    13 meses após a posse e o meu desarranjo intestinal emocional, descobri que:

    a) O discurso de posse era faro fá fá.

    b) As visitas aos presídios não deu em nada. Não passou de um ‘tour’.

    c) A pilha que ela usava nos primeiros dias parece ter descarregado e não há verba para repô-las.

    d) Parece mais uma pomba lesa sentada no trono.

    c) Quando abre a boca é pra dizer coisa com coisa, ou coisa sem nexo.

    d) É uma idosa cansada. Não possui ⅙ dos poderes da Maga Patalogika dos desenhos em quadrinhos. Mas nem de longe.

    Resumo: a pavoa está borocoxô e não sabe.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.