terça-feira - 04/11/2014 - 21:34h
Agora à noite

TSE não aceita pedido de auditoria nas eleições 2014


Do portal UOL

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou hoje (4)  pedido do PSDB para a criação de uma comissão a fim de auditar o resultado das eleições presidenciais. O tribunal, no entanto, autorizou o partido a ter acesso aos arquivos eletrônicos e demais documentos referentes à totalização dos votos.

O plenário seguiu o voto do presidente do TSE, Dias Toffoli.  Ele ressaltou que todos os procedimentos deferidos constam em resoluções da corte que tratam da transparência do processo eleitoral e estavam disponíveis antes da eleição.

Em seu voto, Toffoli disse que o partido não apresentou indícios de fraude e limitou-se a relatar a descrença de algumas pessoas no resultado da votação. Apesar de autorizar os procedimentos, o presidente garantiu a transparência das eleições e ressaltou que o desenvolvimento dos programas usados na apuração das urnas esteve a disposição, desde abril, de todos os partidos políticos, do Ministério Público Eleitoral (MPE) e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), desde o momento em que começaram a ser elaborados.

Sobre a criação de uma comissão para auditar os resultados, o presidente rejeitou o pedido, formulado por um delegado do partido, pessoa sem legitimidade perante o TSE.

Apesar da unanimidade formada no plenário, o ministro Gilmar Mendes defendeu que a Justiça Eleitoral acabe com suspeitas de fraude no resultado nas eleições, mesmo que sejam descabidas e levantadas por meio das redes sociais. Segundo o ministro, o pedido do PSDB contribui para a pacificação do assunto.

Saiba mais AQUI.

 

Categoria(s): Política

Comentários

  1. AVELINO diz:

    O ministro Toffoli jamais iria atentar contra os interesses dos seus dois patrões que, mesmo Toffoli tendo sido reprovado por 2 vezes no concurso para juiz, os padrinhos Lularápio e Dilma o indicaram como ministro vitalício dos chafurdados STF/TSE!!! Apenas eterna gratidão… Até pra ser gari da prefeitura se faz concurso público, mas pra ser ministro do STF, não!!! O assecla é indicado pela presidência da república e seu partido, no caso o PT… Isso assim sendo só poder estar “muito bem intencionado” pelo (a) presidente que o indica, hein???

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.