• Vale Norte - Nativa Comunicação - 2º Banner - 14-11-17
terça-feira - 17/10/2017 - 11:41h
Imposto

Prefeitura parte para cima de manicure, tatuador e cabeleireiro


Do Blog Saulo Vale

A Prefeitura Municipal de Mossoró enviou à Câmara de Vereadores Projeto de Lei que altera a cobrança do Imposto Sobre Serviço (ISS).

O objetivo é ampliar a cobrança do tributo, alcançando profissionais que atuam na informalidade, como cabeleireiros, manicure e tatuador, dentre outros. A medida visa ampliar a direta arrecadação municipal.

Segundo a proposta, esses profissionais passariam a receber cobrança de 5% sobre serviços prestados.

Nota do Blog – É, vale lembrar um slogan que rolou na campanha municipal passada: “A Rosa fez, a Rosa Faz, a Rosa sabe fazer!

Seria interessante se a municipalidade fizesse um estudo de mercado, mesmo que superficial, para saber a dimensão da crise que está jogando no mercado dezenas e centenas de pessoas que estão desempregadas, tentando escapar com essas atividades e outras.

A informalidade compromete pequenos salões, principalmente na periferia.

Mais inoportuno, impossível.

Em vez de reduzir despesas, a PMM insiste na  fórmula da sangria que agora chega à periferia, ao povão, à massa-gente indefesa, haja vista que quem deveria lhe defender, não o faz.

A Câmara Municipal deverá aprovar o projeto. Interessa ao governo.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Economia / Política

Comentários

  1. fonseca diz:

    para aumentar a arrecadação não preciso criar impostos, basta reduzir o numero de cargos comissionado e a roubalheira, que a arrecadação aumenta substancialmente.

  2. Marcelo Salazar diz:

    Tudo para poder manter os cargos em comissão que ainda asseguram muitos votos pra ela. Se ela fizesse pelo povo, se tivesse tamanha preocupação como diz ter, poderia reduzir seu salário e o de seus filhos e parentes, mas agora faça! Enquanto a maioria eleger esses hipócritas, principalmente esses vereadores que só fazem enrolar nos cargos, será muito dessa farinha!

  3. Vicente diz:

    E o mais curioso da iniciativa é que ela pode ser inócua. Já existe a opção desses profissionais se inscreverem como MEI, microempreendedor individual, pagando um valor fixo por mês, que inclui o ISS e a previdência social. O que a prefeitura vai gastar para montar uma máquina de arrecadação voltada a essas pessoas é mais do que elas geram de ISS, se pesquisar vai dar nisso.

  4. Inácio Augusto de Almeida diz:

    LEI DO ARIADO
    Somente quem vive totalmente fora da realidade desconhece a situação de penúria em que vivem os barbeiros, manicures e tatuadores.
    Será que alguma manicure vai até a SEFAZ informar que fez tantas unhas e recolher o imposto devido?
    E os barbeiros que cortam cabelo com o cliente sentado num tamborete?
    Sugiro que incluam nesta relação de futuros contribuintes as senhoras, que para conseguir o dinheiro da luz, vendem dindim e os flanelinhas. Cobrar o imposto das pobres senhoras vai ser fácil. Eu quero ver é quem tem peito de cobrar o imposto dos drogados que privatizaram as ruas de Mossoró e ficam achacando os motoristas com toda sorte de ameaças.
    O que mais falta acontecer em Mossoró?
    ////
    OS RECURSOS SAL GROSSO SERÃO JULGADOS EM OUTUBRO OU SÓ APÓS O ANO 3000?

  5. João Claudio diz:

    Se reduzir o numero de cargos comi$$ionados – leia-se fortíssimos cabos eleitorais – ela pode sucumbir e não eleger nenhum parente.

    Portanto, entre perder grandes cabos eleitorais ou meia duzia de tatuadores, manicures e cabeleireiros, que se ‘phodam’ a minoria.

    Ô mundo crueeeeeeeeeeeeeeeeel.

    O que deve acontecer é a retirada de placas na fachada das residencias ☛ ‘Marluce Cabelos’ ☛ Gislândia Manicure ☛ Pedão Tatoo.

    Aí, velho, a clandestinidade vai rolar mais solta ainda.

    Senhores, isso não tem conserto. Quanto mais mexe mais fede.

    Ou assume aquele com os 3 roxos, ou devolvam esta merda à Portugal.

    P.S – Mudo o meu nome para Rita Cadilac, se Portugal aceitar uma devolução vencida à 517 anos.

  6. fernando diz:

    Essa medida é de deixar todos de cabelo em pé.

  7. Fco Carlos diz:

    SE O SITIO CANTO RECOLHESSE O IPTU JÁ ERA UMA BOA ARRECADAÇÃO. E OS COLÉGIOS,FACULDADE E BANCOS PAGASSEM O DEVIDO ERA UMA BOA AJUDA AO MUNICÍPIO.

  8. Carlos André diz:

    Desespero puro, querer aumentar arrecadação é fácil, diminuir gastos ai o bicho pega!!!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.