segunda-feira - 23/10/2017 - 19:54h
Funcionalismo

Pressionado, Robinson Faria pede projetos de volta


Em viagem ao Vaticano, com esticada até Portugal, o governador Robinson Faria (PSD) escalou seu vice Fábio Dantas (PCdoB) para protocolar na Assembleia Legislativa a entrega de dois projetos relacionados à questão remuneratória dos servidores.

Ele cumpriu a missão áspera, enquanto Robinson na Europa matinha distância do epicentro do estresse.

Vice e Robinson: fora de compasso, como o governo

Hoje à noite, o governador resolveu pedir de volta os projetos, alegando que considera importante ampliar debate em relação a eles, antes de submetê-los – ou não – à votação na Assembleia Legislativa.

“Nossa decisão é de promover um maior debate e um estudo mais aprofundado, em função da complexidade das medidas e do impacto que vão gerar. Em um momento de extrema dificuldade financeira, precisamos e faremos novos ajustes na máquina pública preservando sempre o diálogo que é marca da nossa gestão”, afirmou o Robinson em seus endereços nas redes sociais.

Projetos

Os projetos de lei – mensagem 151 e mensagem 148 – tratam do subsídio único e do teto salarial do servidor.

Com greve engatilhada, os servidores organizados em sindicatos, associações e um fórum próprio (veja AQUI), pelo visto impuseram maior temor ao governo, que resolveu recuar.

Dentro da própria Assembleia Legislativa a base governista está inquieta com o “dever” de endossar um rol de medidas antipáticas.

A decisão de Robinson deixa Fábio Dantas embaraçado no episódio. Mas nem por isso capitaliza o governador para que possa aparecer “bem na fita”.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.