terça-feira - 12/04/2016 - 18:30h
Câmara de Mossoró

Requerimento pode afastar Jório de presidência


Com dez votos a favor e quatro abstenções, a Câmara Municipal de Mossoró aprovou hoje requerimento do vereador Tassyo Mardonny (PSDB), que poderá resultar no afastamento do vereador-presidente Jório Nogueira (PSD) do cargo.

Jório: sitiado (Foto: reprodução)

Na justificativa, é arguido que Nogueira teria ferido normas internas da Casa, sonegando informações relativas à prestação de contas deste poder. Além disso, está retendo recursos da chamada Verba Indenizatória, atendendo par CEF do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

A votação de hoje não ejeta Jório do cargo de imediato. Abre caminho para que isso ocorra adiante. Ou não.

Uma comissão formado pelos governistas Manoel Bezerra (PRTB), Heró Silva (PTC) e Tomaz Neto (PDT) da oposição vai apreciar a base de sustentação do requerimento do neooposicionista Tassyo Mardonny. Em 90 dias, no máximo, seu parecer deve ser votado pelo plenário.

Se ocorrer a deposição, assumirá o vice Alex do Frango (PMD). Confirmando-se, será um caso absolutamente inédito na Casa.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Samir Albuquerque diz:

    Ainda bem que o Presidente da Casa não estudou na UERN, Vai ser preciso bem mais do que um “O com uma quenga” para esconder os “marfeitos”.

    Da ultima vez que estive em Mossoró, vendo um programa da TV da Câmara de Mossoró, fiquei impressionado com a flagrante propaganda que era feita pelo suposto comentarista, da pessoa do Presidente da casa. Tamanho palanque nem o Eduardo Cunha tem coragem de usar. Vergonhoso.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.