terça-feira - 03/01/2017 - 16:39h
Hoje

Larissa Rosado é novamente empossada como deputada estadual


A suplente de deputado estadual Larissa Rosado (PSB) foi empossada como efetiva à manhã de hoje na sala da presidência da Assembleia Legislativa. Sua ascensão deveu-se à renúncia do deputado Álvaro Dias (PMDB) ao final do ano passado, que foi eleito vice-prefeito do Natal.

O ato protocolar foi presidido pelo presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB). Larissa ascende ao seu 4º mandato de deputada estadual.

Larissa (Centro) posou com deputados e o vice Fábio Dantas após ato de posse hoje (Foto: Eduardo Maia)

Acompanharam o evento os deputados Gustavo Carvalho (PSDB), que fez a leitura do termo de posse, Tomba Farias (PSB), Gustavo Fernandes PMDB), Cristiane Dantas (PC do B) e Albert Dickson (PROS).

Larissa Rosado, com a presença de marido e filhos, bastante emocionada, fez um agradecimento especial aos deputados Gustavo Carvalho, Ezequiel Ferreira e Tomba Farias.

Agradecimento

“Agradeço demais os gestos de carinho e atenção destes amigos, mesmo quando estava sem mandato. E fiz questão da presença do ex-deputado e vice-governador Fábio Dantas (PCdoB), que também não me faltou quando o procurei”, disse.

A solenidade foi acompanhada pelos ex-deputados Carlos Augusto Rosado (ex-presidente da Assembleia), Elias Fernandes, Cláudio Porpino, vereadora Sandra Rosado (PSB) e Laíre Rosado (PSB), mãe e pai da deputada; senador Garibaldi Alves (PMDB), os deputados federais Beto Rosado (PP) e Rafael Motta (PSB), secretário do Desenvolvimento Econômico de Mossoró e irmão da parlamentar, Lahyrinho Rosado (PSB).

Também prestigiaram-na os vereadores Izabel Montenegro (PMDB), presidente da Câmara Municipal de Mossoró, e João Gentil (PV) primeiro secretário da mesma casa parlamentar.

O desembargador Expedito Ferreira, futuro presidente do Tribunal de Justiça do RN (TJRN), também se fez presente à solenidade, assim como o reitor da Universidade do Estado do RN (UERN) Pedro Fernandes Neto.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
domingo - 01/01/2017 - 10:18h
Câmara Municipal de Mossoró

Izabel caminha para ser presidente; Rosalba garante maioria


Izabel Montenegro (PMDB) está na iminência de ser eleita para a presidência da Câmara Municipal de Mossoró, em pleito marcado para hoje (1º de janeiro), após a posse dos vereadores eleitos (14h30).

Sua assessoria divulgou à tarde desse sábado (31), foto da prefeita eleita-diplomada Rosalba Ciarlini (PP), seu marido e ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado (PP), do deputado federal Beto Rosado (PP), com os três mais recentes apoios para ela se eleger, e ao próprio governismo.

Carlos, Gentil, Emílio, Rosalba, Peixeiro e Beto Rosado no mesmo lado (Foto: divulgação)

Na foto (constante nessa postagem), aparecem os vereadores Emílio Ferreira  (PSD), Zé Peixeiro (PTC) e João Gentil (PV).

Os dois primeiros aderiam à candidatura no sábado. João Gentil, ainda na sexta-feira (30).

Os três faziam parte do chamado “Grupo dos 13″, que depois foi “Grupo dos 12″, “Grupo dos 11″ vereadores da oposição, número que encolheu para “Grupo dos 10″. A Câmara Municipal tem 21 vereadores.

Os três votos que se somam à base primária do rosalbismo, com sete votos, além de Manoel Bezerra (PRTB), que anunciou apoio no último dia 28, numericamente garantem a vitória de Izabel.

Mais do que isso: a própria maioria do futuro Governo Rosalba Ciarlini (PP) na Casa, com 11 votos.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
sexta-feira - 30/12/2016 - 12:08h
Sei não...

Evite falar sobre ‘secretaria de Lahyrinho’ com Carlos Augusto


A declaração da vereadora eleita-diplomada Sandra Rosado (PSB) à imprensa de Natal (veja AQUI), ‘cavando’ nome do seu filho Lahyrinho Rosado (PSB) como possível secretário do governo Rosalba Ciarlini (PP), não ecoou bem no Sítio Cantópolis – sede política do rosalbismo.

O ex-deputado Carlos Augusto até reage, sisudo e mal-criado, quando mexem no assunto da “secretaria de Lahyrinho”.

Melhor nem publicar (#%!§@&*!). Nomeação – ou anúncio – de fora para dentro é tudo que ele não suporta.

Evite o assunto com ele.

Lahyrinho terminará seu segundo mandato de vereador amanhã (sábado, 31).

Nos intramuros, fala-se na criação de uma Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer para acomodá-lo.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 29/12/2016 - 20:10h
Xeque-mate

Carlos Augusto duela contra Tião, Cláudia Regina e prefeito


Há um silencioso jogo de xadrez nos bastidores da luta pela presidência da Câmara Municipal de Mossoró. Algumas peças da engrenagem não aparecem, mas determinam as movimentações.

Apesar de termos duas postulações visíveis, Alex do Frango (PMB) e Izabel Montenegro (PMDB), dois vereadores que conseguiram reeleição, temos outra disputa por trás da ‘cortina’. É um duelo paralelo e correlato.

O ex-candidato a prefeito Tião Couto (PSDB) e a ex-prefeita Cláudia Regina (DEM) são os articuladores e condutores do outrora “Grupo dos 13″ vereadores que inicialmente estavam “fechado” com Alex.

“Por fora”, para não ser visto ou notado, o atual prefeito Francisco José Júnior (PSD) também intervém. Ordem é derrotar a nova prefeita eleita-diplomada Rosalba Ciarlini (PP).

No governismo, Izabel Montenegro fez-se candidata em duelo interno com a vereadora eleita e ex-deputada federal Sandra Rosado (PSB). A partir daí, a aposta também é do líder do rosalbismo, o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado. E de Rosalba, óbvio.

Quem vencer, não apenas terá o mérito pela vitória, mas experimentará o gostinho especial de derrotar o outro.

Enfim, há muito de pessoal numa contenda que em tese seria apenas política.

Xeque-mate.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
quarta-feira - 28/12/2016 - 04:48h
A política como ela é...

Rosalbismo adota prioridades que excluem grupo de Sandra


A adesão (capitulação, entendimento, união, acordão – você escolhe o vocábulo mais adequado) do grupo da ex-deputada Sandra Rosado (PSB) ao da ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP) teve um dia revelador nessa terça-feira (27). Mais claro, impossível.

Sandra e Rosalba ocupam patamares hierárquicos distintos num grupo que retornará à prefeitura em 2017 (Foto: Carlos Costa, julho de 2016)

Em dois momentos, ainda pela manhã, ficou claro que esse consórcio político amarrado para a campanha municipal deste ano, tende a funcionar sob outro formato daqui para frente. Alguma dúvida?

Nada fora do que esse Blog canta em prosa e verso desde sempre, sem precisar ser genial, mas apenas utilizando a lógica política. O rosalbismo não deve ceder espaços vantajosos ao esquema da ex-parlamentar federal, convertido ao grupo apenas em agosto passado.

Câmara e Assembleia

Cedo da manhã, a prefeita eleita-diplomada Rosalba Ciarlini anunciou rol de futuros secretários (veja AQUI) e, entre eles, o nome da filha Lorena Ciarlini à pasta da Ação Social.

Sinalizador de que será preparada (veja AQUI) para ser candidata a deputado estadual, mesma faixa eleitoral de Larissa Rosado (PSB), filha da vereadora eleita Sandra Rosado. Larissa é suplente de deputada, mas assumirá titularidade no início de 2017, devido eleição do deputado Álvaro Dias (PMDB) como vice-prefeito do Natal.

Poucas horas depois, já no final da manhã, era selada definição do nome da vereadora reeleita Izabel Montenegro (PMDB) para ser a candidata do rosalbismo à Presidência da Câmara Municipal (biênio 2017-2018) – veja AQUI.

“À vontade”

A versão espalhada é de que o líder rosalbista, ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, deixou os vereadores “à vontade” para definirem o candidato (a). Faz-nos rir.

Quem conhece a natureza centralizadora e diligente de Carlos, sabe que a expressão “à vontade” embute uma voz de comando. É manifestação de escolha implicitamente já conduzida por ele. Ou alguém acredita numa rebelião de vereadores governistas eleitos/reeleitos?

Sandra Rosado esperava ser ungida como candidata do rosalbismo à presidência, no pleito interno do Legislativo no próximo dia 1º de janeiro. Apostava que teria vantagem pessoal, justamente naquilo que conhece bem: a liderança do primo Carlos Augusto.

Ela errou o cálculo, mas não falhou na avaliação sobre o poder do seu líder.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
terça-feira - 27/12/2016 - 23:52h
Diálogo animado

Carlos Augusto conversa com integrante do “Grupo dos 12″


"Princesa Leia" na série Guerra nas Estrelas (Foto: divulgação)

A conversa entre o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado e um vereador do “Grupo dos 12″ (vereadores de oposição, veja AQUI e AQUI) foi muito descontraída, nessa terça-feira (27).

Animada até.

A eleição para presidente da Câmara Municipal de Mossoró vem aí.

Mas eles preferiram conversar sobre a atriz Carrie Fisher, a Princesa Leia de “Star Wars” (Guerra nas Estrelas), que morreu hoje.

Que descanse em paz.

Nada mais posso adiantar, apesar da vontade.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
terça-feira - 27/12/2016 - 12:40h
Câmara Municipal de Mossoró

Izabel é confirmada como candidata de Rosalba a presidente


Decidido. A vereadora reeleita Izabel Montenegro (PMDB) será a candidata do bloco rosalbista (governismo) à Presidência da Câmara Municipal de Mossoró, à tarde do dia 1º de janeiro, após a posse dos vereadores eleitos-diplomados como ela.

- Vamos atrás de outros votos – comentou há poucos minutos em conversa com o Blog.

Em nova reunião hoje pela manhã com a futura bancada, no Sítio Cantópolis, a prefeita eleita-diplomada Rosalba Ciarlini (PP) e seu marido Carlos Augusto Rosado avalizaram o nome de Izabel.

Sem Sandra Rosado

O endosso dos demais vereadores eleitos por esse grupo, como ocorrido ontem (veja AQUI), foi reiterado.

A ausência notada foi da vereadora eleita em primeiro mandato, ex-deputada federal Sandra Rosado (PSB). A justificativa é de que está em Natal, onde passou por pequena cirurgia na mão, evitando retornar para nova reunião. Ela concorria com Izabel.

Participaram da reunião Carlos Augusto Rosado, Rosalba Ciarlini, além dos vereadores Izabel Montenegro, Alex Moacir (PMDB), Francisco Carlos (PP), Maria das Malhas (PSD), Didi de Arnor (PRB) e Ricardo de Dodoca (PROS). Todos apoiam Izabel Montenegro

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
terça-feira - 27/12/2016 - 10:53h
O futuro já começou...

Rosalba terá filha em equipe focando a Assembleia Legislativa


Um nome anunciado hoje através do Blog do Barreto (veja AQUI) como integrante da futura equipe de secretários da prefeita eleita e diplomada, Rosalba Ciarlini (PP), precisa ser observado com atenção: Lorena Ciarlini.

Será a titular da pasta da Ação Social.

Filha da própria prefeita, não por acaso estará em cargo estratégico, com relação direta com a massa-gente e diversos programas assistenciais.

Lorena, Rosalba e Kadu em momento da diplomação no último dia 19, mas com olhar em 2018 (Foto: Web)

Indicador mais do que forte de ser o nome do rosalbismo à Assembleia Legislativa em 2018, onde a família Rosado-Ciarlini deixou de ter representante com a não-reeleição de Ruth Ciarlini (irmã de Rosalba) em 2006.

Até bem pouco tempo, o nome mais comentado nos intramuros do rosalbismo para ser essa escolha, era do marqueteiro da própria Rosalba na campanha deste ano, seu filho Kadu Ciarlini.

Ungida à Ação Social, Lorena aparece como verdadeiro nome à disputa. Para ser “nomeada” nas urnas, previsivelmente.

Nas eleições à Assembleia Legislativa em 2014, o rosalbismo fez aliança pontual com o ex-prefeito (duas vezes) de Areia Branca Manoel Cunha Neto (PHS), o “Souza”, numa dobradinha com o agrônomo Beto Rosado (PP), sobrinho-afim de Rosalba. Os dois conseguiram se eleger.

Puro-sangue

Para 2018, com a Prefeitura em mãos, o rosalbismo sinaliza que quer repetir fórmula “puro-sangue” que aconteceu antes, à época em que Rosalba foi prefeita, ensejando a eleição de Ruth duas vezes.

Quando saiu da Prefeitura para ser candidata ao Senado (eleita em 2006) e ao Governo do Estado (eleita em 2010), o espaço foi ocupado pelo médico Leonardo Nogueira (DEM). Não por coincidência, na municipalidade estava sua mulher, a enfermeira Fafá Rosado (DEM, hoje PMDB).

Na tentativa de se reeleger para terceiro mandato em 2014, Nogueira não teve êxito. Na Prefeitura, não por coincidência, Fafá já não estava mais. O prefeito era Francisco José Júnior (PSD), eleito em pleito suplementar meses antes (4 de maio).

Francisco optou por apoiar àquele ano o ex-prefeito de São Miguel Galeno Torquato (PSD), região do Alto Oeste, um estranho ao eleitor e à cidade, mas que saiu vitorioso e com votação expressiva em Mossoró (12.306 votos).

Leonardo Nogueira sonhava com o apoio de Francisco, que não houve. Sua votação no município não passou de 9.111 votos.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
terça-feira - 27/12/2016 - 09:22h
Prefeitura

Rosalba anuncia os primeiros nomes do seu secretariado


Do Blog do Barreto

De visita ao Sistema Oeste de Comunicação onde concede em instantes entrevista ao Manhã TCM, da TV Cabo Mossoró (TCM), a prefeita eleita Rosalba Ciarlini (PP) em conversa com o Blog do Barreto informou que todos os secretários estão convidados.

Anselmo, secretário de Rosalba, na Prefeitura e Estado (Foto: Elisa Elsie)

Ela revelou alguns nomes:

Abraão Padilha de Brito: Fazenda

Aglair Abreu: Comunicação

Anselmo de Carvalho: Consultoria

Kátia Pinto: infraestrutura

Lorena Ciarlini: Ação Social (em estudo, segundo a prefeita eleita)

A prefeita eleita ainda acrescentou que o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado não estará oficialmente no governo.

“Vai colaborar do jeito que ele puder”, disse.

Nota do Blog Carlos Santos – Nenhum dos nomes surpreende.

À exceção de Lorena Ciarlini, filha de Rosalba e Carlos e sem qualquer experiência na vida pública, os demais já vinham sendo citados e especulados, agora confirmados pela própria prefeita eleita e diplomada.

A surpresa talvez seja o auditor fiscal do Estado Abraão Padilha de Brito.

Os demais já foram auxiliares de Rosalba na Prefeitura de Mossoró e Governo do Estado.

Quanto à colaboração de Carlos Augusto nos intramuros, na sala contígua ao gabinete da prefeita, como sempre fez nas três gestões municipais dela, é o mais sensato.

Sua experiência como secretário-chefe do Gabinete no Governo do Estado foi negativa, eclipsando o próprio papel de sua mulher e saindo às suas características de sobriedade e distância dos holofotes. Nos intramuros é onde revela maior competência.

10h53 – Atualização de postagem – Barreto também adianta que Rosalba confirmou a professora Magali Delfino para Educação (também ex-integrante de equipe sua em Prefeitura), a Segurança com o general da reserva Eliezer Girão e a advogada Karina Ferreira (que formou sua equipe jurídica na campanha) para a Procuradoria-Geral do Município.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 26/12/2016 - 18:02h
Câmara Municipal de Mossoró

Carlos Augusto não estimula nem apoia nome de “A poderosa”


O líder do rosalbismo, ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, não quer a vereadora eleita Sandra Rosado (PSB) como presidente da Câmara Municipal de Mossoró.

Nunca quis nem estimulou sua candidatura.

Carlos e Sandra: próximos, mas nem tanto (Foto: arquivo)

O desembarque dela no rosalbismo não foi por afinidade. Interesses convergentes levaram os dois grupos à montagem de uma aliança tática, pontual, que pode perdurar ou não por outros pleitos.

Aos olhos de Carlos, sua prima é aliada e não co-líder.

Inexiste uma “diarquia” (comando de dois reis) no grupo.

Um é líder, Carlos, lógico; os demais, liderados.

Ponto final.

Entre os mais próximos, Carlos Augusto trata-a por “A poderosa” ou mesmo “Minha prima”. Estão próximos, mas nem tanto.

Meticuloso, o articulador do rosalbismo não quer um poder paralelo na Câmara Municipal, para emparedar sua mulher e prefeita eleita-diplomada Rosalba Ciarlini (PP).

Esse é o temor de uma suposta ascensão de Sandra, a prima poderosa.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
segunda-feira - 26/12/2016 - 17:11h
Câmara Municipal de Mossoró

Rosalbismo tenta definir nome a presidente, mas há impasse


Às 10 horas de hoje no Sítio Cantópolis (propriedade dos herdeiros do falecido governador Dix-sept Rosado, em Mossoró), lideranças rosalbistas reuniram vereadores eleitos para definição de um nome à disputa à Presidência da Câmara Municipal (biênio 2017-2018).

O líder rosalbista, ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, estimulou votação entre os sete vereadores presentes. O placar foi de 5 x 0 pró-Izabel Montenegro (PMDB), na disputa com a ex-deputada federal Sandra Rosado (PSB). As duas não votaram.

Izabel diz que não cria dificuldades ao entendimento (Foto: Walmir Alves)

Mas a questão não ficou fechada. Amanhã, no mesmo horário e local, outra reunião vai acontecer. Os mesmos participantes vão decidir sobre um nome no governismo à disputa no próximo dia 1º.

O Blog conversou há poucos minutos com a vereadora reeleita Izabel Montenegro sobre o assunto.

Vamos ao que interessa:

A maioria de seus colegas fez uma escolha por seu nome à Presidência. É uma situação consolidada e irreversível?

- Houve a votação e fiquei lisonjeada com a preferência. Mas não serei obstáculo ao entendimento. Amanhã resolveremos e respeitarei a decisão da maioria.

A senhora veta algum nome?

- Não tenho dificuldade com qualquer um dos outros vereadores.

Participaram da reunião Carlos Augusto Rosado, Rosalba Ciarlini, além dos vereadores Izabel Montenegro, Sandra Rosado, Alex Moacir (PMDB), Francisco Carlos (PP), Maria das Malhas (PSD), Didi de Arnor (PRB) e Ricardo de Dodoca (PROS).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política / Vamos ao que interessa
quinta-feira - 22/12/2016 - 09:57h
Gestão municipal

Rosalba poderá cortar cerca de 25% dos cargos comissionados


Nos intramuros do Sítio Cantópolis, onde a prefeita mossoroense eleita-diplomada Rosalba Ciarlini (PP) está acantonada para conversas políticas, o zunzunzum aponta para corte da ordem de 25% no número de cargos comissionados no início de seu Governo.

Particularmente, não acredito.

É possível que seja mais. A conjuntura deve exigir maior rigor na oferta de ‘mamilos’ públicos, que aliados históricos e rosalbistas de ocasião sonham em se deleitar.

A Prefeitura de Mossoró tem cerca de 735 cargos comissionados legalmente à disposição para nomeações.

Boa parte é dispensável, pois não passa de cabide de emprego.

Com 50% disso ou menos ainda, funcionaria a contento, sobretudo se adotar critério meritocrático e não compadrio e toma-lá-dá-cá.

Estudo nesse sentido (veja AQUI) chegou a ser entregue ao prefeito Francisco José Júnior (PSD), que preferiu teimar contra números e apostar na velha fórmula do empreguismo para se dar bem nas urnas.

Desastre homérico

Errou na dosagem, mas não significa que não tenha se dado bem. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

Se a prefeita eleita quiser repetir seu desastre homérico na gestão do Governo do Estado, basta repetir a fórmula de sempre na Prefeitura de Mossoró, em suas três gestões anteriores.

Os tempos são outros.

Antes de ela assumir o Governo do Estado em 1º de janeiro de 2011, este Blog criou uma frase que virou mantra em tom de alerta. Revelou-se verdadeira e premonitória da hecatombe:

- O Governo do Estado não é a Prefeitura e Natal não é Mossoró.

Rosalba e seu mentor, Carlos Augusto Rosado, devem seguir a receita basilar de Maquiavel para o príncipe: o “mal” (medidas antipáticas) de uma vez, cortando gorduras contundentemente. O bem, em conta-gotas.

Leia também: A ‘Rosa’ tem que escolher entre o choque e a água-com-açúcar (AQUI).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
  • Repet
terça-feira - 20/12/2016 - 17:10h
Câmara Municipal de Mossoró

Articulação de Carlos Augusto lança luz sobre novo Governo


O ex-deputado Carlos Augusto Rosado começou a “mexer os pauzinhos” de forma decisiva, na Câmara Municipal de Mossoró. Os efeitos ecoarão no Governo de sua mulher, prefeita diplomada Rosalba Ciarlini (PP).

O freio ‘definitivo’ aos projetos do interesse do prefeito Francisco José Júnior (PSD) – veja postagem mais abaixo ou AQUI – sinalizam sua articulação de bastidores.

Os reflexos também deverão ser sentidos na eleição à presidência da Câmara no dia 1º de janeiro.

A minoritária bancada que Rosalba içou das eleições municipais, tende a passar pelo fenômeno ‘bíblico’ da multiplicação dos votos.

Os bastidores revelam mutação em andamento. Dia 1° está próximo.

Aguardemos, pois.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sábado - 17/12/2016 - 17:30h
Mossoró

Aguarde notícias sobre a Presidência de Câmara Municipal


Após a diplomação dos eleitos no pleito de 2 de outubro em Mossoró, o que acontecerá na próxima segunda-feira (19), será dada a largada de verdade à disputa à Presidência da Câmara Municipal de Mossoró à próxima legislatura (biênio 2017-2018).

Carlos: Agora vai (Foto: arquivo)

Até aqui, muita escaramuça, pouca notícia coisa consistente e bastante faz-de-conta.

Em momento algum a prefeita eleita Rosalba Ciarlini (PP) e o líder (articulador) de seu grupo, seu marido e ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, entraram em cena.

O máximo que ele suspirou, diante de quem acenou pedindo endosso, foi uma palavra protocolar:

- Viabilize-se!

Depois de segunda-feira, não!

Aguarde notícias!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
sexta-feira - 16/12/2016 - 14:06h
Bastidores

Novo presidente do TCE teve ascensão política delicada


Gilberto teve ascensão difícil ao TCE (Foto: Jorge Filho)

O geólogo e ex-secretário da Agricultura da Prefeitura de Mossoró, além das pastas de Assuntos Fundiários e Apoio à Reforma Agrária (SEARA) e Recursos Hídricos do Estado, Gilberto Jales, assumiu hoje (veja AQUI) a presidência do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN).

Sua posse nesse órgão ocorreu em 2013, terceiro ano da gestão da então governadora Rosalba Ciarlini (PP).

Visto como profissional competente e íntegro, Gilberto Jales foi eleito no último dia 6 à Presidência do TCE, biênio 2017-2018.

Natural de Messias Targino, ele teve seu nome indicado para esse órgão técnico no dia 12 de abril de 2013, quando Rosalba fez essa formalização à Assembleia Legislativa. Depois de sabatinado e aprovado pela Casa, Jales foi empossado no dia 8 de maio do mesmo ano (veja AQUI).

Desde setembro de 2011, com a aposentadoria compulsória do ex-deputado estadual Alcimar Torquato, que a vaga no TCE estava aberta. Quase 18 meses. Poucos conhecem os bastidores até a posse de Gilberto em maio de 2013 no TCE. Narremos.

Ruth Ciarlini e Fafá Rosado

Gilberto Jales é sobrinho do ex-vereador e ex-deputado estadual Manoel Mário de Oliveira. Ambos são homens de extrema confiança do ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, marido de Rosalba.

À época da indicação de Gilberto Jales, Carlos Augusto era secretário-chefe do Gabinete Civil do Estado.

A ascensão de Gilberto Jales causou mal-estar até familiar no rosalbismo. Rosalba tinha preferência por sua irmã e ex-deputada estadual Ruth Ciarlini (DEM, à época). Carlos entendeu como mais sensato o nome de Jales.

Em maio de 2013, Rosalba (governadora) acompanha posse de Jales no TCE (Foto: Demis Roussos)

Antes disso, o próprio grupo rosalbista tinha costurado hipótese de indicar ao TCE a prefeita Fafá Rosado (DEM, à época, hoje no PMDB). Entre o final de 2011 e primeiro quadrimestre de 2012, trabalhou-se a renúncia de Fafá da Prefeitura, em troca da sua indicação ao TCE.

A vice, Ruth, assumiria para ser candidata a prefeito em 2012. Apesar de “tudo certo”, Fafá recuou. Quem terminou sendo candidata a prefeito pelo grupo foi a vereadora Cláudia Regina (DEM), posteriormente cassada.

Veja AQUI como foram os bastidores políticos no rosalbismo, até a escolha, indicação e nomeação de Gilberto Jales, em postagem da época.

Acompanhe o Blog também pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
terça-feira - 29/11/2016 - 21:20h
Governo Rosalba Ciarlini

Alex Moacir emite sinal de que pode ser secretário


O vereador reeleito Alex Moacir (PMDB) tem emitido sinais de fácil percepção à prefeita eleita Rosalba Ciarlini (PP) e ao líder político Carlos Augusto Rosado, de que estaria disposto a aportar no elenco de secretários municipais a partir de janeiro de 2017.

Lá ou cá (Foto: Valmir Alves)

Experiência ele tem de sobra, haja vista que pavimentou seu caminho à política e avança para o segundo mandato, a partir de presença na equipe da então prefeita Fafá Rosado (PMDB).

Também tem no currículo, uma curta passagem como presidente-tampão na atual legislatura, na Câmara Municipal de Mossoró.

Para bom entendedor…

Se for convocado para o secretariado de Rosalba, Alex abrirá caminho na Câmara Municipal para o primeiro suplente Genivan Vale (PDT), que não se reelegeu no pleito de 2 de outubro.

Está anotado.

Acompanhe notas e comentários mais ágeis em nosso Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
terça-feira - 29/11/2016 - 14:22h
"Viabilize-se!"

A senha para ser presidente da Câmara Municipal de Mossoró


Aqui e ali tem aparecido vereador eleito à legislatura 2017-2020 diante do líder Carlos Augusto Rosado, saracoteando-se em busca de seu beneplácito à Presidência da Câmara Municipal de Mossoró.

Carlos e Rosalba: "Viabilize-se!" (Foto: arquivo)

Sem muito rodeio, Carlos empalma a mão, desliza-a para trás sobre os cabelos grisalhos (já ralos), faz cara de compenetrado e solta a senha:

- Viabilize-se!

Para ele, o momento não é para definição.

Provavelmente, já tem seu ungido para dirigir a Casa no biênio 2017-2018, dois anos certamente muito difíceis para a prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

Chegará o tempo da escolha.

Acompanhe notas e comentários mais ágeis em nosso Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 18/11/2016 - 13:46h
???

O nome de Carlos e Rosalba à Presidência da Câmara


Até aqui, o casal Carlos Augusto Rosado-prefeita eleita Rosalba Ciarlini (PP) não sinalizou predileção, incentivo ou apoio a qualquer nome à Presidência da Câmara Municipal de Mossoró na próxima legislatura, biênio 2017-2018.

A disputa é livre.

Mas claro que os dois vão bater o martelo por um nome.

Quebrar lanças, digamos.

Perfil?

De confiança, experiente, com capacidade de articulação de seus pares, austero na gestão da Casa, parceiro e incapaz de uma perfídia contra o Palácio da Resistência (sede da municipalidade).

Difícil?

É, mas possível.

Acompanhe o Blog também pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 20/10/2016 - 12:50h
Reengenharia política

‘Consórcio’ Alves-Maia-Rosado planifica poder para 2018

Articulações envolvem grupos tradicionais e acertos passaram por eleições em Natal e Mossoró

Nos intramuros da política, é possível se ouvir sussurradamente que o senador Garibaldi Filho (PMDB) não concorrerá à reeleição ao Senado em 2016. Recuará para se acomodar politicamente em Natal mesmo.

Saúde em jogo, além de projeto de reengenharia política do clã Alves, está à mesa.

Seu primo Henrique Alves (PMDB), por mais de 40 anos ocupante de assento na Câmara Federal, poderá ser substituto como candidato ao Senado. Está sem mandato, desde que perdeu eleições ao Governo do Estado em 2014. Garibaldi pode apostar num recuo aos primórdios: a Assembleia Legislativa – seu ‘lar’ no início político nos anos 70.

Garibaldi e Rosalba em Brasília (ontem): reengenharia feita esquadrinhando a política do RN (Foto: cedida)

Walter Alves (PMDB), filho do senador, seria mantido como candidato à reeleição à Câmara Federal em 2018, sem a concorrência de Henrique na mesma faixa de eleitor, algo já profundamente desgastado.

Um Alves a menos na chapa proporcional, serve para descongestionar a disputa nessa costura política que também envolve o rosalbismo-Rosado em Mossoró e o grupo do senador José Agripino (DEM).

Na mesma formatação “tática” está o prefeito reeleito de Natal – Carlos Eduardo Alves (PDT), além do grupo da ex-deputada federal e vereadora eleita de Mossoró Sandra Rosado (PSB).

Essa costura política em andamento não começou agora, que fique claro. O “primeiro turno” do arranjo ou rearranjo político passou pelas eleições municipais de Natal e Mossoró, postas em sincronismo pelos Alves, Maia e os Rosado.

Marcelo Queiroz

O próprio Blog assinalou essa tessitura há alguns meses, através de postagens elucidativas (veja AQUI). Na montagem da chapa à sucessão municipal de Natal, o então presidente licenciado da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN (FECOMÈRCIO/RN), Marcelo Queiroz (PMDB), estava “definido” para ser vice de Carlos Eduardo Alves. Era o preferido do prefeito.

Queiroz: descartado em nome da reengenharia (Foto: arquivo)

Nos intramuros da negociação, Queiroz perdeu vez para o deputado estadual Álvaro Dias (PMDB), que tem sua base eleitoral assentada de verdade na região Seridó e não Natal. O acerto que escanteou Marcelo, nasceu da necessidade de se puxar a deputada estadual suplente Larissa Rosado (PSB) para a Assembleia Legislativa, com a inserção de Álvaro ou o também deputado Hermano Morais (PMDB) na chapa governista natalense.

O senador José Agripino interveio e Carlos Eduardo acabou cedendo à pressão, aceitando Álvaro Dias. O reflexo em Mossoró permitiu que o rosalbismo freasse o ímpeto de Sandra Rosado em impor o nome do vereador e seu filho, Lahyrinho Rosado (PSB), como vice à Prefeitura, da ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP).

Na hora de negociar a adesão de Sandra e seu grupo à candidatura de Rosalba, o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado – marido da ex-governadora – deixou claro: “o seu problema já está resolvido em Natal”. A ex-deputada federal entendeu a mensagem e flexibilizou as negociações, para também ter condições de ser eleita a vereador num “chapão” (veja AQUI) que foi montado à Câmara Municipal com PP, PMDB, PDT e PSB.

Sobrevivência

Todo esse delicado quebra-cabeça passou por um entendimento para unir os grupos de Carlos Augusto e Sandra, após quase 30 anos de litígio (veja AQUI). Mais do que afinidade, em jogo está a necessidade de sobrevivência dos Rosado, Maia e Alves, que se descapitalizaram nos últimos anos com a ascensão de nomes como Wilma de Faria (PTdoB) e o atual governador Robinson Faria (PSD).

Henrique e Agripino: está favorável (Foto: Câmara Federal)

Passado o susto e contabilizada as perdas, eles montam um consórcio político de olho em 2018. Esquadrinham o cenário político para acomodar peças de cada um dos seus consorciados, fechando a porta a novas surpresas. Por enquanto e até aqui, tudo está bem encaminhado, principalmente com a continuada esqualidez da gestão Robinson Faria e o esvaziamento do poder de fogo de Wilma e outros atores fora da tríade Alves-Maia-Rosado.

Para 2018, dando tudo certo e “combinado” com o povo, Henrique e José Agripino concorrem às duas vagas ao Senado da República e a chapa à Câmara Federal fica desobstruída à reeleição de Walter, Beto Rosado (PP) e Felipe Maia (DEM). Larissa terá meios a novo mandato de deputada estadual e Carlos Eduardo Alves será o nome de todos ao Governo do Estado.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Reportagem Especial
segunda-feira - 17/10/2016 - 16:30h
Diferente do passado...

Problemas em Prefeitura devem impedir férias de Rosalba


A prefeita eleita Rosalba Ciarlini (PP) e seu marido Carlos Augusto Rosado não têm programada a princípio, nenhuma viagem em férias antes da posse dela em 1º de janeiro de 2017. Já perceberam que não há como ensarilhar armas e relaxar, ante os problemas que virão

Antes da passagem de Rosalba pelo governo estadual (2011-2014), o casal voou para a Europa na semana após as eleições de 3 de outubro, priorizando visita a uma filha e netos na Alemanha. Dessa feita, cruzar o Atlântico não é uma prioridade antes da posse.

Naquela ocasião, a opção pela distância continental de Rosalba e seu marido/líder político causou profundo mal-estar entre correligionários e embaralhou à própria formação da própria equipe.

A escolha do titular da Saúde, por exemplo, só foi confirmada no dia 30 de dezembro daquele ano, antevéspera da posse, recaindo sobre o médico Domício Arruda.

Veja abaixo, uma síntese de entrevista com Rosalba, concedida ao então jornal Diário de Natal (já extinto) antes de sua viagem. O Blog Carlos Santos reproduzira à época (veja AQUI e abaixo):

Quando a senhora pretende dar início ao processo de transição?

Rosalba – Só lá para o final do mês. Eu estou viajando agora, vou descansar e me desligar de tudo. Quando eu retornar é que vou pensar nisso. Tudo tem seu tempo.

A senhora não tem equipe montada ou o coordenador dessa transição?

Rosalba – Não, ainda não.

O que mais preocupa a senhora no que diz respeito a informações por parte do atual governo?

Rosalba – O que eu desejo é que o governador (Iberê Ferreira) tenha a responsabilidade – e eu acredito que ele terá – de nos fornecer todas as informações necessárias em termos financeiros, em termos de convênios, de empréstimos, de funcionalismo. Porque, até hoje, nós não conseguimos saber quantos funcionários e cargos comissionados tem o Estado. Tudo isso é muito importante que a gente saiba para, a partir daí, formular as reformas que a gente pretende colocar em prática e como vamos trabalhar.

Em relação ao secretariado. Qual vai ser o principal critério na formação da sua equipe de auxiliares?

Rosalba – Pessoas competentes e preparadas dentro de cada área.

E em relação à participação dos partidos que deram sustentação à sua campanha?

Rosalba – A gente vai conversar, vai na analisar, vai discutir essas questões, mas não há nenhum compromisso de reserva de mercado para ninguém.

A senhora pretende fazer alguma auditoria, por exemplo?

Rosalba – Sobre isso, eu não pensei. Primeiro eu preciso conhecer como está o Estado. Mas farei tudo que for necessário, inclusive uma auditoria, se entendermos a necessidade.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 17/10/2016 - 08:23h
Nilson Brasil

Nome que foi cotado a vice conversa com Carlos Augusto


Nilson: conversa (Foto: Assecom da Ufersa)

O ex-titular da pasta do Turismo na Prefeitura de Mossoró Nilson Brasil conversou demoradamente com o líder do rosalbismo, ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado.

Questões diversas foram postas à mesa por ambos.

A propósito, bom lembrarmos: Nilson chegou a ter seu nome cotadíssimo para ser vice de Rosalba Ciarlini (PP) à Prefeitura de Mossoró, este ano.

Ele é dirigente da Associação Comercial e Industrial de Mossoró (ACIM).

Mas alguns conflitos interno no rosabismo terminaram empurrando a decisão para o nome da odontóloga Nayara Gadelha (PP).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
terça-feira - 11/10/2016 - 18:46h
Exclusivo

Conheça perfil da equipe de transição de Rosalba Ciarlini


Talvez exista apenas uma surpresa na lista de cinco nomes apresentados pela prefeita eleita Rosalba Ciarlini (PP), como “equipe de transição” (veja AQUI). Trata-se de Sebastião Ronaldo Martins Cruz, “Ronaldo Cruz”, ex-dirigente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio Grande do Norte (Emater-RN).

Os demais, são todos conhecidos da opinião pública mossoroense. São nomes que compõem um seleto grupo de pessoas da confiança da prefeita eleita, do seu marido Carlos Augusto Rosado, mas também com influência dos ex-deputados federais Sandra Rosado (PSB) e Betinho Rosado (PP) em pelo menos dois escolhidos.

Anselmo é da confiança de Rosalba e Carlos e esteve em vários cargos (Foto: Governo do Estado)

Vamos avivar a memória (ou apresentar) cada um:

José Anselmo de Carvalho Júnior – É advogado e professor.

Desembarcou no Governo do Estado como secretário de Administração e Recursos Humanos, depois foi deslocado para o Gabinete Civil e em seguida passou à Controladoria-Geral, na gestão Rosalba Ciarlini.

Antes já servira à governadora na Prefeitura de Mossoró, e da então prefeita Fátima Rosado (DEM), a “Fafá”, em postos como Procuradoria-Geral e Planejamento.

Teve seu nome envolvido no escândalo do Hospital da Mulher Parteira Maria Correia (veja AQUI) e virou ‘persona non grata’ entre colegas professores da Universidade do Estado do RN (UERN) – veja AQUI. Ganhou epíteto depreciativo de “Cabo Anselmo”.

É tido como técnico competente e de fidelidade cega ao rosalbismo.

Maria de Fátima Oliveira Marques – É bancária aposentada do Banco do Brasil, onde atuou de 1974 a 1999, com passagem por cargos técnicos da Prefeitura de Mossoró.

Fátima: experiência e conceito (Foto: redes sociais)

Tem largo conceito social por seu equilíbrio, conhecimento e sobriedade.

Foi ex-controladora geral, Presidente da Fundação de Apoio à Geração de Emprego e Renda (FUNGER) e titular do Planejamento do município de Mossoró na gestão Fafá Rosado (DEM, hoje no PMDB). Inclusive fez parte da equipe de transição à posse da prefeita eleita em 2012, Cláudia Regina (DEM).

Na gestão de Cláudia tomou posse como titular da Controladoria Geral.

Pedro: de Sandra (Foto: arquivo)

Pedro Almeida Duarte – É ex-secretário de Educação e Agricultura do RN nas gestões Garibaldi Filho (PMDB) e Wilma de Faria (PTdoB). Cearense de origem, há anos radicado em Mossoró, é originário dos quadros da antiga Escola Superior de Agricultura de Mossoró (ESAM).

Compôs equipe do prefeito Dix-huit Rosado (falecido no terceiro mandato no dia 22 de outubro de 1996) e sempre esteve ligado politicamente ao grupo da ex-deputada federal Sandra Rosado.

Possui graduação pela Universidade Federal do Ceará(1969) e mestrado em Economia Rural pela Universidade Federal do Ceará(1974). Atualmente, dirige uma empresa de consultoria com sede em Mossoró.

Sebastião Ronaldo Martins Cruz – É ex-diretor da Emater, na gestão de Rosalba Ciarlini no Governo do Estado. É nome indicado pelo ex-deputado federal Betinho Rosado, que o tem como nome de confiança.

Cruz: nome de Betinho (Foto: arquivo)

Ronaldo Cruz foi graduado em Engenharia Elétrica em 1982 e pós-graduado em Sistemas de Energia em 1991; ambas as formações pela Universidade Federal do RN (UFRN). Já exerceu diversos cargos de gestão em instituições públicas e empresas, como a chefia do Departamento de Planejamento do Sistema Elétrico da Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), a assessoria técnica e de planejamento da Secretaria de Educação do RN e também foi diretor da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Rio Grande do Norte (ARSEP).

Assinale-se, também, a coordenador de Energia da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Norte.

Na administração direta foi secretário municipal de Urbanismo e Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de Parnamirim, no segundo governo Agnelo Alves (PDT) – já falecido.

Yuri Tasso Duarte Queiroz Pinto – É ex-secretário de Obras e Infraestrutura de Mossoró em gestões de Rosalba Ciarlini e no governo estadual dela esteve à frente da Companhia de Águas e Esgotos do RN (CAERN).

Tasso: fidelidade longeva (Foto: Tribuna do Norte)

Engenheiro, ele surgiu e cresceu no grupo de Rosalba e do seu marido, ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, ainda na primeira gestão dela (1989-1992), como nome de confiança do “super-secretário” Pedro Ciarlini Neto (já falecido).

Ciarlini, irmão da prefeita eleita, comandou programa de obras de infra-estrutura na cidade.

Yuri Tasso é marido da ex-secretária da Infra-estrutura do Estado Kátia Pinto.

Ela tem nome cotado para ser titular dessa pasta no próximo governo municipal (veja AQUI).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.