terça-feira - 17/07/2018 - 07:40h
Eleições 2018

MDB realizará sua convenção estadual dia 4 de agosto


O MDB do Rio Grande do Norte emitiu Nota de Convocação para sua Convenção Estadual. Ela ocorrerá no dia 4 de agosto, em local e horário ainda a serem anunciados.

Partido homologará candidaturas ao Senado, Assembleia Legislativa e Câmara Federal, além de formalização de alianças e apoio à disputa ao governo estadual, chapa a ser encabeçada pelo ex-prefeito natalense Carlos Eduardo Alves (PDT).

Nota de Convocação

O MDB convoca seus filiados e militantes para a sua Convenção Partidária onde será homologada a candidatura do Senador Garibaldi Filho à reeleição e dos candidatos da legenda a Deputados Estadual e Federal.

Contamos desde já com a força e a disposição da nossa militância para esse evento e reforçamos nossa determinação de participar dessas eleições buscando o melhor para o Rio Grande do Norte e apresentando para esse propósito nossos melhores nomes para representar nosso estado no Senado e nas Casas Legislativas Estadual e Federal.

O evento acontecerá no dia 04 de agosto em local a ser definido.

Garibaldi Filho – Presidente Estadual do PMDB.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
domingo - 15/07/2018 - 21:30h
Governo e Senado

Pesquisa mostra Fátima e Zenaide à frente em Mossoró


Do Blog do BG

O Instituto Seta foi às ruas de Mossoró, o segundo maior colégio eleitoral do RN, para medir as intenções de voto dos eleitores da cidade para a campanha deste ano.

Zenaide e Fátima: dianteira (Foto: divulgação)

No levantamento estimulado para governador, Fátima Bezerra (PT) tem 24%. Robinson Faria (PSD) aparece com 13,2% e Carlos Eduardo Alves (PDT) marcou 5,2%.

O professor Carlos Alberto (Psol) empalmou 1,7% e Breno Queiroga (Solidariedade) obteve 1,1%.

Brancos, nulos e ninguém marcaram 35,9% e 18,9% não quiseram ou não souberam responder.

Senado (1º voto)

No levantamento estimulado para o primeiro voto de senador, a deputada federal Zenaide Maia (PHS) aparece com 22,5%. O Capitão Styvenson (sem partido) tem 7,14% e Garibaldi Filho marcou 4,3%.

Também pontuaram Antônio Jácome (PODEMOS) com 3,2% e Geraldo Melo (PSDB) que chegou a 2,1%. Os demais não marcaram acima de um ponto percentual.

Brancos, nulos e ninguém somaram 46,3% e 12,7% não souberam ou não quiseram responder. voto)

Senado (2º voto)

No levantamento estimulado para o segundo voto de senador, o Capitão Styvenson é o primeiro nome lembrado com 2,2%. Geraldo Melo tem 1,4%. Os demais não pontuaram acima de um porcento.

Brancos, nulos e ninguém somaram 76% e 18,6% não souberam ou não quiseram responder.

Rejeição ao Governo

No levantamento estimulado sobre a rejeição para governador, Robinson Faria tem 25,4%. Depois dele, só Fátima Bezerra, com 6,7% pontuou acima de um por cento.

Brancos, nulos e ninguém somaram 48,9% e 25,4% não souberam ou não quiseram responder.

Rejeição ao Senado

No levantamento estimulado sobre a rejeição para senador, Garibaldi Alves tem 12,4%. Geraldo Melo (2,9%) e Zenaide (1%) completam a lista dos que pontuaram acima de um ponto percentual.

Brancos, nulos e ninguém somaram 55,7% e 24,8% não souberam ou não quiseram responder.

A pesquisa foi realizada nos dias 7 e 8 deste mês. A margem de erro é de 3,5% para mais ou para menos e o intervalo de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no TRE sob o número 02162/2018 e no TSE sob o número 03092/2018.

Categoria(s): Política
  • Repet
quarta-feira - 11/07/2018 - 18:56h
2018

Aécio deve ser único senador da Lava Jato fora de eleição


Do Congresso em Foco

De quase presidente da República a réu praticamente fora da disputa eleitoral. Em quatro anos, Aécio Neves (PSDB-MG) foi do céu ao inferno bafejado por denúncias de corrupção. A três meses das eleições, ele corre o risco de ser o único senador investigado na Operação Lava Jato a não disputar um mandato.

Aécio: desgaste (Foto: Web)

Poder, pode. Mas caminha para não tentar a reeleição, para não prejudicar com sua imagem a candidatura do senador Antonio Anastasia (PSDB) ao governo estadual. Há hipótese de que tente vaga à Câmara Federal.

RN

Os outros 20 parlamentares que respondem a inquérito ou ação penal abertos com base nas delações da megaoperação estão em plena pré-campanha eleitoral e, salvo algum infortúnio, terão suas fotos exibidas na urna eletrônica em outubro.

Do Rio Grande do Norte, na lista aparecem os senadores José Agripino (DEM) e Garibaldi Alves Filho (DEM). O primeiro desistiu da candidatura à reeleição ao Senado, mas concorrerá a uma das oito vagas do estado à Câmara Federal. Garibaldi concorrerá à reeleição.

Saiba mais detalhes clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 09/07/2018 - 12:20h
COLUNA DO HERZOG

Os bons magistrados podem e devem salvar o Brasil


Por Carlos Santos

Domingo sem futebol, mas com intensas emoções. Nem deu para sentir falta do Brasil na Copa do Mundo da Rússia. O Brasil real é bem mais intenso e emocionante.

A celeuma em torno de um alvará de soltura do ex-presidente Lula da Silva, considerado teratológico (absurdo) por setores e vozes influentes do mundo do Direito, chega a nos assustar. É mais uma prova da insegurança jurídica em que vivemos e o lamaçal em que se meteu o poder que deveria frear os excessos dos outros, arbitrar conflitos, efetivar a justiça. Ser moderador e moderado.

O Judiciário do Brasil está tão podre quanto os demais poderes, com o agravante de que a sociedade não tem meios de depurá-lo pelo voto. Às vezes é obrigada a ficar caladinha, sem estrilar, para não pagar caro a ‘insolência.’

“Política e Justiça não podem se misturar em hipótese alguma. Não há Justiça de direita ou de esquerda. O justo só tem um lado: o do direito”, chegou a asseverar uma Nota Oficial da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) nesse domingo (8) – veja AQUI.

A magistratura é um dos mais belos ofícios que temos. Vejo-o como um apostolado. Mas há uma súcia que a envergonha. O mérito, o notório saber jurídico, a ética, não podem ser substituídos pelo compadrio, pelo escambo, pelo aparelhamento de judicantes e do Judiciário.

Judiciário do Brasil é uma vergonha, com valorosas exceções. A propósito, é desfaçatez querer atribuir a forças estranhas (exógenas) a esse poder, suposta campanha para desmoralizá-lo. Boa parcela de seus membros é responsável por isso. Os bons podem e devem salvá-lo, para salvarem o Brasil.

PRIMEIRA PÁGINA

Mau exemplo vem de cima e contamina todo o Judiciário – “O que me parece lamentável é que isso costuma ocorrer na Justiça. Um sujeito espera um juiz plantonista ideal para impetrar um habeas corpus, um mandado de segurança, e ter a certeza da obtenção de uma liminar. Isso é velho e conhecido na Justiça”. O comentário é do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Carlos Velloso, 82. Em entrevista esclarecedora (veja AQUI), Velloso diz que os maus exemplos do STF, em que ministros não respeitam decisões do próprio plenário, estimulam os excessos, os abusos, em instâncias inferiores.

Ex-ministro do STF, Carlos Velloso revela preocupação com os rumos do Judiciário brasileiro (Foto: Breno Fortes)

O “não voto” de 2014 caminha para ser maior este ano – Veja esses números do Primeiro Turno das eleições no Rio Grande do Norte, disputa ao governo estadual: 16,83% de Abstenção, 7,05% de Branco e 16,29% foram de voto Nulo. Total: 40,17%. Segundo Turno: 17,66% de Abstenção, 3,07% de votos em Branco, 12,78% de voto Nulo. Total: 33,51%. Do primeiro para o segundo turno, acabou existindo queda no “não voto”, num patamar expressivo. Mesmo assim, o índice de abstenção cresceu 0,83% de um pleito para o outro àquele ano. O cenário pode ser ainda pior num eleitorado de 2.373.092 votantes. Este ano, com o desalento ainda maior em relação a políticos, partidos e à política, faça suas apostas.

Tião não definiu qualquer apoio à Câmara Federal - Textos oficiais do Partido da República (PR) divulgaram no final de semana, que o empresário e ex-candidato a vice-prefeito de Mossoró Tião Couto (PR) apoiaria a pré-candidatura do ex-deputado federal João Maia (PR) à Câmara Federal. “Menas” verdade. Tião anunciou desistência própria (veja AQUI) de postulação a deputado federal, mas sem declarar se apoiará João ou outro nome.

Styvenson ameaça primeiramente Zenaide Maia – Em sua instantânea ascensão como nome ao Senado, o capitão Styvenson Valentim (sem partido), ameaça primeiramente a deputada federal Zenaide Maia (PHS). Ela é o nome mais próximo à subida de Styvenson e não o primeiro colocado até aqui nas pesquisas, senador Garibaldi Filho (MDB). Se formos falar de riscos, com duas vagas em jogo, quem está sob maior ameaça é ela e não “Gari”. As próximas pesquisas dirão com maior realismo o que pode estar por vir na disputa ao Senado. Se Styvenson se confirmar como outsider (nome estranho ao sistema) da campanha, eles dois que se virem à cata da outra vaga.

O marketing político-eleitoral contido no alvará de soltura de Lula – É-me profundamente estúpido debater e discutir, sob o viés do Direito, a celeuma em torno da decisão monocrática do desembargador federal Rogério Favreto, que ontem assinou três despachos consecutivos para ensejar a liberdade do ex-presidente Lula da Silva (PT). Sou analfabeto jurídico. Não sei fazer uma petição, imagine tratar dessa polêmica tecnicamente. Mas sob o ângulo político e do marketing eleitoral, atrevo-me a opinar e falar. Sou do ramo. Uma tese palatável é de que o PT apostava realmente na soltura do seu principal ícone, mesmo que por algumas horas ou dias, para criar um fato político grandiloquente, capaz de produzir círculos concêntricos que amplificassem a imagem de Lula. Organizou previamente sua militância para um domingão legal em todo o país. Assim, daria outra injeção de ânimo nela, potencializando a influência populista do ex-presidente em favor de um candidato próprio à presidência da República e outras postulações nos estados. A estratégia foi bastante engenhosa, contando com o destemor de um antigo militante no Tribunal Regional Federal da 4ª Região para despachar a decisão judicial. Contudo outro judicante com perfil parcial, Sérgio Moro, estava no meio do caminho. Melou.

PCdoB endossa escolha de Antenor Roberto a vice e união com PT e PHS – Em sua sede no bairro Tirol em Natal, nesse domingo (8), o PCdoB realizou reunião ordinária do Comitê Estadual e referendou escolha do seu presidente, Antenor Roberto, como vice da senadora Fátima Bezerra (PT), pré-candidata ao governo estadual. Mas houve críticas pela forma de divulgação do nome pelo PT, no fim de semana (veja AQUI). Sigla foca agora sua luta, também, nas chapas proporcionais.

Robinson Faria não segue a lição que passou a “Francisco” - No dia 9 de outubro de 2016, uma semana após as eleições municipais daquele ano, o governador Robinson Faria (PSD) disse ao programa “Diógenes Dantas Entrevista”, da TV Tropical (veja AQUI), o porquê de não ter apoiado o projeto de reeleição à Prefeitura Municipal de Mossoró, do então prefeito e aliado Francisco José Júnior (PSD, hoje sem partido). ”Eu disse a ele, aqui, que o nome dele não tinha nenhuma viabilidade para reeleição”, destacou o governador, relembrando reunião no primeiro semestre de 2016, com Francisco. “Falei que ele pensasse, tivesse humildade, que as pesquisas mostravam que ele não tinha nenhuma chance de reeleição. E depois ele desapareceu, lançou-se candidato, sem conversar comigo (…), botou o bloco nas ruas – relatou Robinson. Dois anos depois, são as pesquisas em patamares parecidos com os atingidos por “Francisco”, que dizem para Robinson não tentar a reeleição. A mais recente sondagem apontou que 74,35% dos eleitores desaprovam seu governo. Mas ele será candidato. Francisco foi e desistiu no meio da campanha. Com Robinson há um diferencial, que não permite sua desistência: precisa ter um palanque para reeleição do filho e deputado federal Fábio Faria (PSD), além de firmar uma bancada mínima na Assembleia Legislativa.

Agaciel defende que PR não dê apoio a qualquer chapa majoritária – Nome sempre ouvido pelo irmão e ex-deputado federal João Maia (PR), o deputado distrital (Brasília) Agaciel Maia defende que a legenda no RN não dê apoio a qualquer chapa majoritária no primeiro turno. Internamente, o PR admite que possa marchar em faixa própria, apenas formalizando coligações proporcionais.

EM PAUTA

Carnapau – Foi um sucesso retumbante no último final de semana, a versão 2018 do Carnapau. O carnaval fora de época de Pau dos Ferros atraiu grande público da região e estados vizinhos (Paraíba e Ceará).

Luís Gomes – População de Luís Gomes (a 195 quilômetros de Mossoró e 442 de Natal) ainda não está sendo abastecida com água potável do sistema da Caern, como esperava. Apesar do inverno razoável que restabeleceu boa parte da capacidade do seu reservatório, o Açude Dona Lulu Pinto, os moradores (10.211 habitantes do município) seguem usando carros-pipa e outras alternativas. Governo precisa se pronunciar.

Voo livre - A rampa do voo livre (Parapente) que fica na Serra de Patu está consolidada como uma referência no país e no mundo para o esporte. Pilotos dos Estados Unidos, Portugal, Alemanha, Áustria, França e Suécia já decolaram de sua rampa, além de brasileiros de várias partes do país. Algo que precisa ser melhor potencializado pela indústria do turismo do RN. Recordes brasileiros e internacionais já foram batidos lá.

Sangue – Fim de semana sangrento em Mossoró. Município alcançou total de 138 homicídios este ano, caminhando para novo recorde. Pelo menos oito pessoas foram mortas entre sexta-feira e domingo, além de outras que saíram feridas à bala em tentativas de homicídio.

Paula Fernandes – A cantora e compositora Paula Fernandes estará no Teatro Riachuelo no dia 8 de setembro. Há tempos a artista não se apresenta na capital.

Gostoso – Vem aí a 5ª Mostra de Cinema de Gostoso, em São Miguel do Gostoso, de 23 a 28 de novembro deste ano. Serão seis sessões por dia, em telão na Praia do Maceió, nesse endereço litorâneo potiguar conhecido em todo o mundo. Alguns lançamentos nacionais serão apresentados.

SÓ PRA CONTRARIAR

Pesquisa para consumo interno já circula de mão em mão, por aí, apontando que teremos fortes emoções adiante na luta ao Senado. Anote, por favor.

GERAIS… GERAIS… GERAIS…

Receita Federal liberou nesta segunda-feira (9) as consultas ao segundo lote de restituição do Imposto de Renda 2018. Consulte AQUI.

Obrigado à leitura do Nosso BlogRose Oliveira (Natal), Gilson Cardoso (Mossoró) e Nilton Figueiredo (Pau dos Ferros).

Veja a edição anterior da Coluna do Herzog (02/07) clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Coluna do Herzog
  • Repet
quarta-feira - 04/07/2018 - 06:20h
Senado

‘Dívida moral’ leva os Alves a definirem suplência de Garibaldi

Grupo quer Marcelo Queiroz da Fecomércio/RN, descartado em 2016, para ser o suplente do senador

Marcelo Queiroz (MDB), presidente licenciado da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN (FECOMÉRCIO/RN), será o primeiro suplente do senador Garibaldi Filho (MDB), pré-candidato à reeleição ao Senado. Ele declarou oficialmente à noite desta terça-feira (3) que recebeu o convite e aceitou.

Foi convidado pelo próprio senador por seu filho e deputado federal Walter Alves (MDB).

Garibaldi agora quer Queiroz ao seu lado, após seu grupo ter sido muito deselegante com ele em 2016 (Foto: Fecomércio/RN)

A iniciativa do MDB de Garibaldi e Walter, é quase uma tentativa de reparar deselegância praticada pela cúpula do partido em 2016. Queiroz era nome “certo” para ser candidato a vice do então candidato à reeleição à Prefeitura Municipal do Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), mas foi descartado na 25ª hora, para atender a conveniências políticas das disputas eleitoral em Natal e Mossoró.

Esclarecendo: a articulação dos dirigentes emedebistas – com participação do senador José Agripino (DEM) – foi deslocar o então deputado estadual Álvaro Dias (MDB) para a chapa de Carlos Eduardo, ensejando que abrisse vaga na Assembleia Legislativa para a suplente Larissa Rosado (do PSB, hoje no PSDB). Assim aconteceu, contribuindo para fechamento de chapa em Mossoró com a ‘união’ dos Rosados.

Escambo

A engenharia que juntou os dois maiores colégios eleitorais do estado, Natal e Mossoró, vislumbrava uma contrapartida político-eleitoral para este ano de 2018. Viabilizando o retorno de Larissa à AL, os Alves esperavam o apoio do grupo dela e da prefeita eleita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP), à postulação de Carlos Eduardo Alves ao governo.

Até o momento, o enredo é o seguinte: Larissa está no projeto de reeleição do atual governador Robinson Faria (PSD) e Rosalba ainda não decidiu para que lado penderá seu apoio e do seu sistema.

O escambo só foi vantajoso para uma das partes: os Rosados do A e do B. Os Alves ficaram com uma ‘dívida moral’ com Marcelo Queiroz, que agora tentam resgatar. Menos mal.

Leia também: ‘Consórcio’ Alves-Maia-Rosado planifica poder para 2018 (20 de Outubro de 2016).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 02/07/2018 - 09:51h
COLUNA DO HERZOG

Segue a rotina de sempre na capitania hereditária potiguar


Por Carlos Santos

Aos 30 anos, Túlio Gadelha (PDT), professor universitário e com formação em direito, é pré-candidato a deputado federal em Pernambuco. Já concorreu a vereador em Recife-PE e à Câmara Federal, respectivamente em 2012 e 2014, sem sucesso. Mas agora é um nome visto como viável.

Ele chega a admitir (veja AQUI) que a projeção estelar recente tem uma explicação: se transformou em namorado da jornalista e apresentadora de TV da Rede Globo de Televisão, Fátima Bernardes. Aí foi “pei e bufo“, como espelha um bordão nordestino.

Por essa e outras, não devemos estranhar que nossa política siga célere pro brejo, mesmo quando muitos falam em mudança. Ter namorada “conhecida”, pai abonado e pertencer a alguma dinastia são critérios mais importantes do que revelar espírito público, capacidade intelectual ou liderança social.

Claro que no meio dessa gente, aqui e ali aparecem os vocacionados, os preparados, os que se provam ser úteis e revelam competência. Mas são exceções raríssimas, que se diga.

Por que estranhar, por exemplo, que a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) queira seu filho Kadu Ciarlini (PP) com um mandato eletivo, a partir das eleições deste ano?

Por que estranhar que entre os “irmãos” evangélicos, a política familiar se sobreponha aos interesses das congregações? Os deputados federal e estadual (pai e filho) Antônio Jácome (PODEMOS) e Jacó Jácome (PSD), e o casal deputado estadual Albert Dickson (PROS)-vereadora natalense Carla Dickson (PROS), estão aí para provar que a mesa deles é mais importante do que a Casa do Senhor.

Velhos oligarcas são inspirações para muitos que tentam ascender ao poder, escalar outros andares sociais puxando filho, mulher, sobrinho, nora, patinho de borracha, pinguim de geladeira ou criado-mudo da família.

Na pré-campanha deste ano no RN, os casos de oligarquias incipientes e outras renitentes são ainda maiores, mesmo com tanto desgaste politico. Nenhum partido, plano de governo e ideário econômico-administrativo-político são mais importantes.

Prevalece a rotina de sempre na capitania hereditária potiguar. E quando olhamos para os lados, não é muito diferente em boa parte do Nordeste e do país. Seus legatários não pensam nem um pouco em mudar o que tem dado certo há séculos. Para eles, claro.

PRIMEIRA PÁGINA

José Agripino toma decisão que faltou à Wilma e Geraldo – Quando há alguns meses comentávamos que era delicada a situação do senador José Agripino (DEM), à reeleição, algumas vozes consideravam exageradas e catastróficas as previsões quanto ao seu projeto de político. O “fenômeno” Zenaide Maia (PHS), no seu encalço, seria fogo de palha. Agripino acordou em tempo, até mesmo à frente de muitos que o seguem, para tomar a decisão politicamente correta. Vai concorrer à Câmara Federal. Não é caso de humildade ou atitude menor, mas de sensatez política, que faltou no passado à Wilma de Faria (já falecida) e Geraldo Melo (PSDB). Em 2010, por exemplo, Wilma chegou a ser aconselhada por um assessor a desistir da postulação ao Senado. Irritou-se. Perdeu o pleito. Antes, Geraldo tinha reeleição difícil ao Senado. Teimou, perdeu. Corretíssimo, Jô-sé (como diria, soletrando, o seu pai Tarcísio Maia). Vá em frente.

Mossoró tem vaias para Robinson e para besteirol de música da “Rosa” – O final do Mossoró Cidade Junina (MCJ) 2018 terminou com o evento denominado “Boca da Noite”, cortejo de trio-elétricos na Avenida Rio Branco (centro), no sábado (3). Por lá foi possível se ouvir vaia afinada de setores organizados e espontaneamente, dirigida ao governador Robinson Faria (PSD). Manifestação do mesmo tipo, mas em tom menor, sobrou para a prefeita Rosalba Ciarlini (PP), quando um cantor pediu palmas para a “Rosa”, em meio a um jingle (“Viva todas as rosas”) da campanha dela em 2016. Prevaleceram as vaias.

Robinson e Rosalba: "Boca da Noite" (Foto: cedida)

Gustavo Fernandes tem situação especialmente delicada – A mudança abrupta e surpreendente do deputado estadual “bacurau” e peemedebista histórico Gustavo Fernandes, do MDB para o PSDB, no final do prazo legal (início de abril), terá consequências delicadas à sua campanha. É muito difícil sua situação no partido dos Tucanos, “apoiando” a candidatura à reeleição do governador Robinson Faria (PSD), contra um Alves, o ex-prefeito natalense Carlos Eduardo Alves (PDT). Sua reeleição é pouco provável. Ele caiu como um patinho no “Conto do Ezequiel”. O presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), prometeu-lhe mundos e fundos, mas Gustavo já percebeu que não tem como compensar sua mudança radical e não há meios de tudo ser cumprido.

Carlos Eduardo tem passagem bastante produtiva por Mossoró – A passagem do governadorável Carlos Eduardo Alves (PDT) por Mossoró na sexta-feira (29) e sábado (30) foi muito alentadora. Sua comitiva com o prefeito natalense Álvaro Dias (MDB), senador Garibaldi Filho (MDB) e deputado federal e pré-candidato ao Senado Antônio Jácome (PODEMOS) aproximou-o de lideranças evangélicas e tornou mais palatável o apoio do rosalbismo, grupo da prefeita Rosalba Ciarlini (PP). A propósito, ele esteve no evento denominado “Boca da Noite”, que encerrou o Mossoró Cidade Junina (MCJ) 2018, a convite da prefeita. Nos bastidores, rolou um “papo reto” com a cúpula do grupo.

O “Fator Capitão Styvenson” na corrida ao Senado – A pesquisa divulgada no domingo (1º) para disputa ao Governo do RN e ao Senado (veja AQUI e AQUI) teve como principal diferencial em relação a outras já publicizadas, o surgimento – com musculatura – do nome do Capitão Styvenson Valentim (sem partido). Ele apareceu com fôlego para brigar por uma vaga ao Senado. Pode ser apenas um espasmo, mas ninguém deve desdenhá-lo. Se for o caso de crescimento continuado (o que só outras pesquisas adiantes vão aferir ou não), estará no páreo por uma das duas vagas em jogo. É o caso típico do “outsider”, alguém fora do sistema, capaz de galvanizar atenção e amealhar votos, contrariando tendências e atropelando hipotéticos favoritos. Ele pode ser a “novidade” do pleito.

Styvenson já é uma sombra para nomes mais tradicionais na corrida ao Senado (Foto: Ana Silva/TN)

Fátima Bezerra intervém para formação de alianças proporcionais - A própria senadora Fátima Bezerra (PT) pesou com sua voz e liderança, além de interesse próprio e direto, para que seu partido resolvesse baixar a bola e recuar da resistência em fazer aliança na proporcional com PHS e PCdoB. A regra do “venha nós”, apenas, não prevaleceu. Nem deveria, claro. Fátima conquistou capital de intenção de voto que é muito parco e volátil até o momento, na pré-campanha.

Avante, PRB e outras siglas não querem fazer esteira - Siglas como Avante e PRB, além de outras legendas que desembarcam e vão arranchar no governismo, querem distância de coligação direta com o PSDB, liderado pelo presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel Ferreira. O partido tem oito deputados estaduais e quer reeleger pelo menos uns seis (veja AQUI). Só para lembrar: nas eleições de 2014, o quociente eleitoral para as 24 vagas à AL atingiu o total de 69.097 votos. Para começar a sonhar com esse “feito”, o PSDB precisa de uma longa e densa esteira de outros partidos. Quem se habilita?

Gutemberg Dias é o nome com maior potencial para ser vice – Entre os quatro nomes apresentados pelo PCdoB (veja AQUI) como opção a vice-governador na chapa encabeçada pela senadora Fátima Bezerra (PT), o que tem maior pontuação para se encaixar como seu vice é o professor, geógrafo e ex-candidato a prefeito de Mossoró em 2016 – Gutemberg Dias. Desde que saiu do pleito paroquial com a maior votação da esquerda local em todos os tempos, é nítido que ele só tem expandido sua marca pessoal. Está muito além do gueto partidário e do espectro ideológico. Anote, por favor.

Quase metade dos federais do RN não deverá concorrer à reeleição – Dos oito deputados federais do RN, no exercício do mandato atualmente, pelo menos três estão fora do páreo: Felipe Maia (DEM), que cederá lugar para o pai e senador José Agripino (DEM); Antônio Jácome (PODEMOS), que disputará cadeira ao Senado no lugar de José Agripino; Zenaide Maia (PHS), nome que vai tentar também uma das vagas ao Senado. Os cinco restantes são estes: Rogério Marinho (PSDB), Walter Alves (MDB), Fábio Faria (PSD), Rafael Motta (PSB) e Beto Rosado (PP). A princípio, todos tentarão renovação do mandato. A princípio. Mas podemos ter novidades até as convenções no início de agosto. Ouvido ao chão, como bom índio Sioux, Apache, Cheyenne, Comanche, Navajo ou Cherokee.

Betinho Rosado entra nas conversas políticas decisivas – Com aquele seu jeito manso, sempre cofiando a barba grisalha e em intervenções que costumam ser cartesianas, o ex-deputado federal Betinho Rosado (PP) entrou de cabeça nas conversas políticas decisivas para o rosalbismo. Pai do deputado federal Beto Rosado (PP) e presidente estadual do PP, ele participa de negociações que esta semana poderão estar fechadas. Então, tá!

EM PAUTA

Presença – A professora e repórter social Marilene Paiva prepara-se para reposicionar sua marca “Presença” na mídia mossoroense e regional. Vai estrear programa em breve na TV Terra do Sal (Canal aberto 14 e 173 no sistema cabo Brisanet). Sucesso, minha cara.

"Presença" de Marilene Paiva (Foto: Web)

Campeão - O Renegados é o primeiro campeão da Liga Mossoró de Futebol Amador. O time do Sumaré goleou o Teimosos por 5 a 1, na tarde deste sábado (30), no Campo O Luizão, no conjunto Nova Vida, e ficou com o título. Saiba mais detalhes sobre a competição clicando AQUI.

Martins – O 12º Festival Gastronômico e Cultural de Martins, marcado para acontecer entre os dias 20, 21 e 22 deste mês, promete ser o mais concorrido de todos os tempos. A procura por pousadas e hotéis (além de aluguel de casas) é um bom termômetro disso.

Década de 60 – O Teatro Riachuelo no Midway Mall vai apresentar nos próximos dias 6 e 7 (sexta e sábado) o espetáculo “60 – Década de Arromba – Documento Musical”. A cantora Wanderléa é a principal estrela da produção que já foi vista por mais de 150 mil pessoas no Rio de Janeiro e São Paulo.

IF em Jucurutu – Nesse sábado (30), o município seridoense de Jucurutu viveu dia histórico. O ministro da Educação, Rossieli Soares, participou de solenidade de assinatura do termo de sessão da Escola Municipal Wagner Lopes de Medeiros e a liberação de recursos na ordem de R$ 800 mil para a instalação provisória do Instituto Federal do RN (IFRN) no município. É uma iniciativa diferenciada para a região em si. Evento teve participação de autoridades políticas municipais, deputado estadual Nelter Queiroz (MDB), senador José Agripino (DEM) e reitor do IFRN, Wyllys Tabosa.

Carnapau – Pau dos Ferros deverá ficar empanzinada de gente dos mais variados municípios e até de outros estados, nesse próximo final de semana. Entre os dias 6 e 8 vai acontecer a micareta “Carnapau”, com atrações nacionais como Léo Santana, Babado Novo e Durval Lelys. Saiba mais clicando AQUI.

SÓ PRA CONTRARIAR

Anote e aguarde por desistências de candidaturas na majoritária e na proporcional no RN.

GERAIS… GERAIS… GERAIS…

Meu caro “Pituleira”, prepare-se que esbarro por nosso Caicó (se Deus quiser!) na festa de Sant’Ana. Vamos botar as prosas e as gargalhadas em dia. Tenho um monte de coisas para não fazer por aí.

Obrigado à leitura do Nosso BlogJuscelino França (Assu), Rose Cantídio (Mossoró) e Juscelino Rêgo (Pau dos Ferros).

Veja a edição anterior da Coluna do Herzog (25/06) clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Coluna do Herzog
  • Repet
domingo - 01/07/2018 - 21:20h
Pressão baixa

Senador é internado em hospital do Natal


O senador Garibaldi Filho (MDB) está internado  no Hospital São Lucas, em Natal.

Sua assessoria divulgou nota. Veja abaixo:

“O senador Garibaldi Filho apresentou uma hipotensão  (pressão baixa) e submeteu-se a exames preliminares, neste domingo (1º). No momento ele está bem e por recomendação médica fará exames complementares amanhã.”

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitterclicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
domingo - 01/07/2018 - 11:08h
Consult/Blog do BG/FM 98

Garibaldi e Zenaide empatam; Styvenson cola em ambos


O Instituto Consult constatou que três nomes concentram a preferência do eleitor como primeira opção para o Senado Federal: Garibaldi Filho (MDB), 14,12%; Zenaide Maia (PHS), 12,88%; e Capitão Styvenson Valentim (sem partido), 11,24%.

A pesquisa divulgada neste domingo (1º) é a primeira de quatro sondagens que o BlogdoBG contratou ao instituto Consult.

Garibaldi e Fátima: empate (Foto: arquivo)

Os três, pela margem de erro de 2,3%, estão tecnicamente empatados.

Outros nomes preferidos foram: Geraldo Melo (PSDB), 5,94%; José Agripino (DEM), 4,35%; Magnólia Figueiredo (Solidariedade), 2,12%;Antônio Jácome (PODEMOS), 1,29%. Os demais não pontuaram acima de um ponto percentual.

32,9% dos entrevistados afirmaram que não vão votar em nenhum nome para senador e 14,4% não souberam responder.

Um detalhe importante que o blog esclarece sobre essa pesquisa é que o senador José Agripino Maia, do DEM, só anunciou que não disputaria a reeleição na última sexta-feira (29), quando a pesquisa já tinha sido concluída. Porém, o blog se antecipou e incluiu o nome de Jácome para o Senado, porque já tinha a informação da pré-candidatura.

Espontânea

O Instituto Consult constatou que 68,4% dos eleitores potiguares não têm candidato para o Senado, percentual correspondente aos que não souberam responder à pergunta sobre em quem vai votar para senador, conforme levantamento encomendado pelo BlogdoBG em parceria com a 98 FM.

A pesquisa divulgada neste domingo (1º) é a primeira de quatro sondagens que o BlogdoBG contratou ao instituto Consult.

Styvenson: surpresa (Foto: arquivo)

Nas citações espontâneas, apenas Garibaldi Filho (2,1%) e Zenaide Maia (1,8%) marcaram acima de um ponto percentual.

Outros nomes citados pelos eleitores foram o de José Agripino, que desistiu da disputa, Geraldo Melo, Fátima Bezerra, Magnólia Figueiredo, Capitão Styvenson, Mineiro, Adelina, Hugo Manso, Telma Gurgel, Joanilson de Paula Rego, Luiz Roberto Fonseca, Claudio Santos e Antonio Jácome, deputado federal que na última semana anunciou que vai para a disputa do Senado.

25,6% dos entrevistados afirmaram que não vão votar em nenhum nome para senador.

A pesquisa foi realizada entre 26 e 29 de junho e ouviu 1.700 eleitores em todo o Rio Grande do Norte. A margem de erro é de 2,3% e o índice de confiabilidade é de 95%. O levantamento foi registrado no TSE sob os protocolos RN-03673/2018 e BR-08279/2018.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
sexta-feira - 29/06/2018 - 23:48h
Eleições 2018

Carlos Eduardo reforça palanque com chapa quase completa


O ex-prefeito natalense Carlos Eduardo Alves (PDT) e seu partido apresentaram nesta sexta-feira (29) a chapa majoritária praticamente fechada à disputa eleitoral deste ano. A reunião política com a presença de políticos, militantes e liderenças de várias partes do estado, aconteceu no Hotel Holliday Inn em Lagoa Nova, Natal.

Carlos Eduardo e Agripino (com Jácome às suas costas) começam a definir o que levarão à campanha (Foto: cedida)

Foi feito o anúncio da pré-candidatura de Carlos Eduardo ao governo, além do senador Garibaldi Filho (MDB) e do deputado federal Antônio Jácome (Podemos) como postulantes ao Senado.

O senador José Agripino (DEM) não concorrerá à reeleição. Disputará uma vaga à Câmara Federal pela primeira vez, no lugar do seu filho e parlamentar federal Felipe Maia (DEM), que não buscará reeleição.

As articulações que o próprio Agripino participou diretamente, é que permitem a amplificação do leque de apoios em prol de Carlos Eduardo Alves, atraindo o Podemos de Antônio Jácome e PROS do deputado estadual Albert Dickson.

Quanto ao Pros, Albert Dickson, sua mulher, vereadora natalense e pré-candidata à Câmara Federal Carla Dickson (PROS), juntaram-se a essa costura política como mais uma legenda atraída para o palanque de Carlos Eduardo Alves.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 28/06/2018 - 21:48h
Eleições

PDT antecipa apoios para chapa de Carlos Eduardo Alves


O PDT do RN antecipou nesta quinta-feira (28), parte das “novidades” que vai anunciar às 10h dessa sexta-feira (29), no Hotel Holliday Inn, bairro de Lagoa Nova em Natal.

Em suas redes sociais, o partido apresentou a chegada de dois partidos e apoios à pré-candidatura do ex-prefeito natalense Carlos Eduardo Alves (PDT) ao governo estadual.

Walter, Garibaldi, Dickson, Jácome, Carlos e Álvaro: reforços à campanha antes de anúncios da sexta-feira

Posaram para fotografia, o próprio Carlos, o deputado federal Walter Alves (MDB), senador Garibaldi Filho (MDB), prefeito do Natal Álvaro Dias (MDB), além do deputado federal Antonio Jácome (Podemos) e o deputado estadual Albert Dickson (PROS).

Os dois últimos puxam para palanque de Carlos Eduardo boa parcela da comunidade evangélica.

Paralelamente, os dois líderes partidários freiam uma disputa particular que os levava a fracionar votos evengélicos. Albert Dickson lançou a vereadora natalense Carla Dickson (PROS), sua mulher, a deputado federal. Concorreria com Jácome, o que não ocorrerá mais pois ele deverá ser candidato ao Senado, no lugar do atual senador José Agripino.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
domingo - 17/06/2018 - 23:52h
Eleições 2018

“Chapa fechada” de Carlos Eduardo depende de senadores


“A única pré-candidatura inamovível seria a minha”. A declaração foi dada ao Blog Carlos Santos pelo pré-candidato ao Governo do Estado, ex-prefeito natalense Carlos Eduardo Alves (PDT). Segundo ele, quem pode falar sobre as postulações ao Senado “são eles”.

O “eles” a que Carlos Eduardo referiu-se em entrevista a esta página, gravada na sexta-feira (15), são os atuais senadores e pré-candidatos à reeleição José Agripino (DEM) e Garibaldi Filho (MDB). No último dia 24 de maio, Garibaldi falou à FM 98 do Natal, que “a chapa está fechada” com ele, Agripino e o próprio Carlos (veja AQUI).

Carlos esteve em Mossoró em busca de reforço a palanque (Foto: Edilberto Barros)

Mais recentemente, a usina de especulações políticas tem sustentado hipótese de José Agripino abrir espaço na chapa para atração de apoio do PSDB, que indicaria o ex-senador Geraldo Melo (PSDB), deslocando o atual senador do DEM para chapa à Câmara Federal. Ou seja, a chapa não está fechada.

- O que há de verdade nisso? A chapa está fechada ou não?

- Aí você pergunte a eles (sorrir) – afirmou Carlos Eduardo.

Sexta-feira em Mossoró, Carlos Eduardo teve a primeira reunião com a cúpula do rosalbismo, participou de parte da programação do Mossoró Cidade Junina (MCJ) 2018 àquela noite ao lado da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e outros membros desse grupo, além de entabular outros contatos políticos.

Definições: praticamente nenhuma em termos de apoio local à sua postulação. Mas as conversas estão em andamento, abertas, em várias outras direções, garantiu ele. “Estamos dialogando com outras forças como PSDB, PR, PSB e agora com o PP” – disse (veja AQUI).

Dificuldades comuns

O caso não é de pressa, mas de perfeita costura política. “Nós temos tempo. Até o início de agosto teremos nossas convenções, para decidirmos”, avisou. Um nome a vice, montagem de chapas proporcionais (Câmara Federal e Assembleia Legislativa) e o fechamento de candidaturas ao Senado, fazem parte dessa tarefas até lá.

São dificuldades que também afligem outros potenciais concorrentes ao governo, como senadora Fátima Bezerra (PT), governador Robinson Faria (PSD) e vice-governador dissidente Fábio Dantas (PSB). Ele não está só nas apreensões quanto às chapas. E existem outras.

Recentes eleições suplementares estaduais ao governo do Amazonas (agosto de 2017) e do Tocantins (este mês) deram altos percentuais de votos nulo/branco/abstenções. De 49,61% no Amazonas e 43,54% no Tocantins.

Carlos Eduardo em Mossoró

Leia também: O jogo de paciência de Carlos Eduardo em Mossoró;

Leia também: Rosalba ‘deleta’ Carlos Eduardo de sua companhia.

Esse fenômeno pode acontecer também nas eleições deste ano no país e particularmente no RN. Carlos Eduardo admite que esse hipótese pode se consumar, mas afirma que é a pior forma de protesto do eleitor: “Trata-se de uma postura equivocada. Não tem sistema político melhor, mesmo com todos os seus defeitos, como dizia Winston Churchill (ex-primeiro ministro da Inglaterra).”

Em sua avaliação, “vivemos um momento de transição política, com um modelo cheio de distorções e imperfeições e a melhoria da República e da representação pública deve acontecer pelo voto”. O não-voto não ajuda a mudar nada, opina.

Leia também a primeira parte dessa entrevista: Carlos Eduardo diz que RN só sai do caos com “ajuste fiscal”.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sábado - 16/06/2018 - 12:42h
Cidade Junina

Garibaldi participa de programação social e política


O senador Garibaldi Filho (MDB-RN) cumpriu agenda em Mossoró – a 280 quilômetros de Natal – onde participou dos festejos do “Mossoró Cidade Junina”, nesta sexta-feira (15), quando foi encontrar amigos e correligionários do Oeste potiguar e regiões próximas.

Garibaldi (à direita) participou de evento no Memorial da Resistência (Foto: Assessoria)

No início da tarde, o senador se reuniu com lideranças do MDB, entre eles a presidente da Câmara de Mossoró, vereadora Izabel Montenegro, e o prefeito de Grossos, José Maurício.

Ele atendeu a imprensa local e seguiu para uma visita de cortesia a prefeita da cidade, Rosalba Ciarlini (PP), acompanhado do pré-candidato ao Governo do Estado e ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT/RN).

À noite, Garibaldi participou dos festejos do Mossoró Cidade Junina, visitando o Memorial da Resistência, ao lado também do prefeito de Natal, Álvaro Dias (MDB), da presidente da Câmara, vereadora Izabel Montenegro (MDB) e do deputado federal Beto Rosado (PP).

Em seguida, ele assistiu ao espetáculo “Chuva de Bala no País de Mossoró” e a apresentação do cantor Alceu Valença, na praça de eventos da Estação das Artes.

Com informações da Assessoria de Garibaldi Filho.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
sábado - 16/06/2018 - 11:10h
BYE!

Rosalba ‘deleta’ Carlos Eduardo Alves de sua companhia

Comunicação de prefeitura evita citar nome ou postar foto do pré-candidato ao lado de prefeita

A passagem por Mossoró nessa sexta-feira (15) do ex-prefeito natalense e pré-candidato ao governo estadual, Carlos Eduardo Alves (PDT), foi simplesmente ‘deletada’ pela prefeita Rosalba Ciarlini (PP). É como se ele simplesmente não existisse ou sequer tivesse se reunido com ela ontem.

Na página da PMM, Rosalba aparece com Álvaro Dias e familiares/políticos; Carlos Eduardo, não (Foto: PMM)

Carlos Eduardo reuniu-se com a prefeita no Palácio da Resistência (sede da municipalidade), participou de pelo menos três programações do Mossoró Cidade Junina (MCJ) 2018 com ela, mas não teve sequer seu nome citado até agora (10h56) nas páginas institucionais da Prefeitura Municipal de Mossoró na Internet.

O Blog Carlos Santos noticiou praticamente de forma isolada essa agenda dele com a prefeita: O jogo de paciência de Carlos Eduardo em Mossoró.

Fátima e Robinson tiveram destaque

O banimento do governadorável do PDT, é diametralmente oposto à divulgação de outros nomes que, inclusive, fizeram parte da comitiva de Carlos Eduardo Alves, nos encontros com Rosalba – caso do prefeito natalense Álvaro Dias (MDB). É como se ele não fosse representativo na atual conjuntura política.

Rosalba e Robinson: de perto, em destaque (Foto: cedida)

No portal da Prefeitura Municipal de Mossoró, matéria sob o título Classe política enaltece importância do Chuva de Bala para preservação da memória da resistência (ufa!), a Comunicação da municipalidade lista uma série de políticos no Cidade Junina. Carlos Eduardo Alves, nada.

Também não existe uma única foto dele ao lado da prefeita ou de qualquer outro convidado da governante.

Na lista de presenças, a PMM postou o seguinte no último parágrafo: Estavam presentes no Mossoró Cidade Junina desta sexta-feira a prefeita Rosalba Ciarlini, a vice-prefeita Nayara Gadelha, o prefeito de Natal Álvaro Dias, o senador Garibaldi Alves, o deputado federal Beto Rosado, a deputada estadual Larissa Rosado, o vereador Professor Francisco Carlos, a vereadora Izabel Montenegro e Sandra Rosado.

Recentemente, o comportamento da prefeita e da mídia institucional foi diferente em relação a outros dois pré-candidatos ao governo, que estiveram em Mossoró: o governador Robinson Faria (PSD) e Fátima Bezerra (PT). Eles foram fotografados e divulgados ao lado da prefeita (veja AQUI e AQUI).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 07/06/2018 - 16:28h
Em Natal

Carlos Augusto negocia apoio à chapa de Carlos Eduardo

Conversa pode colocar Geraldo Melo em lugar de José Agripino ao Senado e Ruth Ciarlini para ser vice

O ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado está em Natal desde ontem (quarta-feira, 6).

Quer adiantar conversas para composições à campanha deste ano, que alterariam denominada “chapa fechada” ao governo estadual e Senado, encabeçada pelo ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT).

Carlos Augusto e Rosalba Ciarlini: afinação com PDT-MDB-DEM-PSDB para a campanha (Foto: cedida)

Ainda hoje (quinta-feira, 7), ele deverá se reunir com o próprio Carlos Eduardo Alves.

À mesa, Carlos Augusto oferece o apoio do rosalbismo e de sua mulher e prefeita mossoroense, Rosalba Ciarlini (PP), além de cobrar fixação do ex-senador Geraldo Melo (PSDB) em lugar do senador José Agripino (DEM), ao Senado.

Assim, Agripino seria deslocado para chapa à Câmara Federal em lugar do seu filho e atual deputado federal Felipe Maia (DEM).

Ruth Ciarlini pode ser vice

A outra vaga ao Senado permaneceria com o atual senador Garibaldi Filho (MDB).

Para vice há um nome “a ser conversado”, que seria da ex-deputada estadual e irmã de Rosalba, Ruth Ciarlini (PP).

Na suplência do senador Garibaldi Filho, a proposta é de alojamento do ex-deputado estadual Ezequiel Ferreira de Souza, pai do atual presidente do PSDB e da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira.

No final de semana, Carlos e Rosalba receberam em Mossoró os pré-candidatos ao governo Fátima Bezerra (PT) e Robinson Faria (PSD). Apenas jogo de cena, valorizando-se para as negociações com a pré-candidatura de Carlos Eduardo Alves.

A aliança com PDT, MDB, DEM e também a atração do PSDB é uma questão detalhes. E de tempo. A menos que aconteça algum tipo de reviravolta.

Leia também: Rosalbismo tenta um palanque para 2018.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
segunda-feira - 28/05/2018 - 13:20h
COLUNA DO HERZOG

Grupos de Rosalba e Sandra podem fechar ‘chapa dos primos’


Por Carlos Santos

O grupo da prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini (PP) está com um sério problema interno: mais um, que se diga. Não tem um nome certo e de sua confiança à Assembleia Legislativa. Pode se ver obrigado a apoiar a deputada estadual Larissa Rosado (PSDB). É algo que particularmente Rosalba não quer, mas seu marido e líder do rosalbismo, Carlos Augusto Rosado, já admite.

A princípio, “o nome da Rosa” seria o de Lorena Ciarlini, filha da prefeita e titular da pasta do Desenvolvimento Social. Tudo ia bem até início do segundo semestre do ano passado, quando Lorena estacou. Avisou que não queria. E ponto final.

Entrou em cena Kadu Ciarlini, também filho de Rosalba.

Ele foi secretário de Gabinete da prefeita por menos de três meses (até 21 de março de 2017), quando pediu exoneração. Depois de um mergulho, reapareceu em outubro (veja AQUI) ao lado da mãe – em programações políticas e sociais.

O nome é Kadu Ciarlini“, antecipou o Blog Carlos Santos em 11 de novembro de 2017. Este ano, Rosalba e Kadu intensificaram presença pública juntos (veja AQUI), principalmente após passar período de desincompatibilização de cargo e Lorena não pedir exoneração.

Porém a postulação de Kadu está sendo repensada nas últimas semanas. Não é mais consenso mesmo entre seus pais. Coisas de família, ressalte-se.

Paralelamente, Larissa e sua mãe e vereadora Sandra Rosado saíram do PSB para o PSDB, liderado pelo presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel Ferreira (PSDB). Criaram um embaraço para Rosalba e Carlos, de quem passaram a ser liderados na pré-campanha de 2016, após décadas como adversários.

A solução para manter essa frágil aliança está à mesa: Sandra não será candidata à Câmara Federal, como sustenta há meses, para apoiar a reeleição do deputado federal Beto Rosado (PP), primo de Larissa e sobrinho-afim de Rosalba. Beto e Larissa passam a ser os candidatos dos dois grupos na campanha deste ano.

Assim, as duas alas do clã Rosado caminharão felizes para sempre, até que novo conflito de interesses ameace separá-los.

PRIMEIRA PÁGINA

Caminhoneiros passam por cima de ‘candidatura’ de Lula – O movimento nacional e aparentemente apartidário, dos caminhoneiros do país, acabou eclipsando o “lançamento” da candidatura do ex-presidente Lula (PT) à presidência da República. O evento foi definido para o domingo (27) – veja AQUI, através de atos públicos em diversas cidades do Brasil, mas simplesmente foi atropelado pelo protesto.

Meirelles não foi visto nem foi notado – O ex-ministro e pré-candidato à Presidência da República pelo MDB, Henrique Meirelles, esteve em Natal no sábado (26), em programação política e social. Compareceu à celebração dos 100 anos da Igreja Evangélica Assembleia de Deus do Rio Grande do Norte (IEADERN), no estádio Arena da Dunas, em Natal, que teve mais de 30 mil fieis presentes. O senador Garibaldi Filho (MDB) foi o anfitrião de Meireles no estado.

General trata Temer como o “ainda” presidente – O general Eliéser Girão Monteiro Filho, ex-secretário da Segurança do Estado e da Prefeitura de Mossoró, nas gestões Rosalba Ciarlini (PP), tratou o presidente Michel Temer (MDB) em suas redes sociais na sexta-feira (25) como o “ainda” presidente. Não parou por aí. Disparou outro recado verde-oliva contundente: “Ordens absurdas não serão cumpridas!!!” Um dos nomes de referência do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL-RJ) no RN, inclusive como pré-candidato a governador, Girão vociferou no sábado (26): “Brasileiros, só não viramos uma Venezuela porque o nosso EXÉRCITO SERVE ao ESTADO, e não a esse DesGoverno”. Nesta segunda-feira (28), às 8h07, seguiu loquaz: “Não vamos desenterrar a esquerda”.

Mantenho o que disse antes sobre Robinson Faria – Na Coluna do Herzog do dia 18 de fevereiro deste ano, postamos análise política sob esse título: Tratem bem Robinson Faria; vocês podem precisar dele. À porta da campanha sucessória, mantemos o ponto de vista. É pouco provável que o atual governador sendo candidato chegue ao segundo turno, mas pode determinar – num segundo turno – quem não será eleito.

Pesquisa vai avaliar cenário para grupo da “Rosa” - O ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado encomenda nova pesquisa ao Instituto Gama de Fortaleza-CE, que faz trabalhos pro seu grupo, mas não publica números. O levantamento será mais abrangente do que o mais recente que ele recebeu, monitorando inclinação do eleitor quanto a pré-candidaturas diversas e avaliando a gestão da prefeita Rosalba Ciarlini (PP). A “Rosa” precisa se cuidar. Existem sintomas de Silveirização do seu governo, que só não é pior graças à imprensa camarada. O Mossoró Cidade Junina e reforço na propaganda são os remédios do momento para estancar a sangria. Não é tempo de “salto alto” no palácio.

Salto alto, não (Foto: web)

Fátima precisa sair dos guetos para as ruas - A governadorável Fátima Bezerra precisa alargar sua circulação da capital ao interior, indo além dos guetos de esquerdas. Novos nichos eleitorais e da sociedade, da área produtiva às comunidades periféricas, precisarão ser alcançadas nessa pré-campanha da senadora ao governo. Outra questão delicada, é insistir numa pauta nacional, esquivando-se de temas que vão estar na campanha e na ordem do dia do governo que pretende liderar, como dívida previdenciária, déficit público, retomada do desenvolvimento, precarização da saúde, violência desenfreada, falta de recursos para investimentos, relação com o servidor público etc.

“Engorda” do PSDB começa a preocupar deputados – O crescimento superlativo do PSDB na Assembleia Legislativa, que na reta final das mudanças partidárias teve “engorda” para total de oito deputados, é algo que começa a causar calafrios em componentes desse lote. Promessas de “apoios” e “meios” à reeleição provavelmente não vão bater. O mal-estar interno é latente. Diz um ditado popular que “quando a esmola é grande, cego desconfia…”

Fábio Dantas procura uma saída razoável – A aventura da pré-candidatura ao governo, do vice-governador dissidente Fábio Dantas (PSB), está próxima de um desfecho racional. Ele procura uma saída razoável. Pode ser até mesmo composição com o PT de Fátima Bezerra. Pesquisas não param de mostrar sua esqualidez eleitoral. Se demorar, acabará “devendo” intenções de voto. Leia: “Fake” criado por Ezequiel tenta sobreviver à própria piada.

EM PAUTA

Padre Pio – Natal sepultou no domingo o padre holandês Gerard Hubert Hensgens (Padre Pio), 86, que desde 1966 residia e pautava sua vida religiosa na capital potiguar. Era também muito conhecido como torcedor-símbolo do Alecrim. Que descanse em paz.

Curta Caicó – O Centro Cultural Adjuto Dias, equipamento administrado pelo Governo do Estado, através da  Fundação José Augusto (FJA) abriga, de 1° a 3 de junho, o Curta Caicó, mostra que tem com o objetivo preencher uma lacuna no audiovisual, em Caicó e região do Seridó. Mas a abertura é nessa terça-feira (29), às 19h.

Renata Soraya e Mattheus Costa estarão no México (Foto: Guilherme Ricarte)

Bailarinos no México – O Diocecena, grupo de dança do Colégio Diocesano Santa Luzia, teve uma dupla de bailarinos selecionados para intercâmbio de dois meses em cidades do México. Os escolhidos foram Renata Soraya e Mattheus Costa, que receberam os convites após apresentação de destaque no ‘Encontro de Dança – Dança Mundo’, realizado entre 27 de abril e 4 de maio no Teatro Municipal de Mossoró Dix-huit Rosado. O embarque deve acontecer dia 1º de setembro.

Tchê – O Restaurante Tchê, em Mossoró, apressa-se para inaugurar um novo espaço anexo ao seu endereço original no bairro Nova Betânia. Será o “Tchê Hall”. Previsão de funcionar a todo vapor a partir de 12 de junho.

Direito Eleitoral – Será no próximo dia 23 de junho, no auditório do Hotel VillaOeste em Mossoró, o evento “Atualização e Prática em Direito Eleitoral”, tendo entre os palestrantes o juiz Herval Júnior e o professor e advogado Daniel Monteiro. Inscrições neste endereço: www.novoeleitoral.com.

Petroleiros em greve – A Federação Única dos Petroleiros (FUP) e seus sindicatos filiados convocam a categoria petroleira para uma greve nacional de advertência de 72 horas. Os trabalhadores do Sistema Petrobrás iniciarão o movimento a partir do primeiro minuto de quarta-feira, 30 de maio, para baixar os preços do gás de cozinha e dos combustíveis, contra a privatização da empresa e pela saída imediata do presidente Pedro Parente.

Tempero Regina – Principal executivo da indústria de Temperos Regina, forte marca mossoroense que atravessou há tempos as divisas do RN, Adel Diniz resolveu fixar de vez residência na Flórida – Estados Unidos, de onde comanda a empresa.

Engenharia – Imerso na atividade de engenheiro civil, Charles Paiva tem projetos em andamento no Vale do Jaguaribe, no vizinho Ceará. Sucesso, meu caro.

SÓ PRA CONTRARIAR

Muita gente querendo a saída de Michel Temer, sem perceber que o substituto imediato é o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Ô país sem sorte, Senhor!

GERAIS… GERAIS… GERAIS…

O “Pingo da Mei Dia”, que abrirá o ciclo do Mossoró Cidade Junina (MCJ) 2018 no próximo dia 2, tem intensa concorrência de camarotes para o período. Cada um com atrações próprias, além daquelas do roteiro oficial.

“A Bela e a Fera” será o espetáculo em cartaz no Teatro Riachuelo no Midway Mall em Natal, no próximo dia 2 de junho, a partir das 17h. O musical terá mais de 200 figurinos e 16 atores no palco.

Obrigado à leitura do Nosso BlogJânio Rêgo (Feira de Santana-BA), Hugo Vieira (Mossoró) e Iran Oliveira (Natal).

Veja a Coluna do Herzog da segunda-feira (21/05) passado, clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Coluna do Herzog
sexta-feira - 25/05/2018 - 09:25h
Eleições 2018

Garibaldi Filho afirma que “a chapa está fechada”


Garibaldi e Agripino: sem mais espaço (Foto: arquivo)

Em entrevista ao programa “Repórter 98″ nessa quinta-feira (24) na FM 98 do Natal, aos apresentadores Felinto Rodrigues e Jean Valério, o senador Garibaldi Filho (DEM) sentenciou:

- A chapa está fechada!

Referiu-se à aliança PDT-MDB-DEM às eleições deste ano no RN.

Segundo ele, será mesmo Carlos Eduardo Alves (PDT) ao governo, com vagas ao senado do próprio congressista e o também senador José Agripino (DEM).

- Vejo remotas possibilidades de mudança – emendou.

Há dois dias, em entrevista ao portal Potiguar Notícias, o ex-prefeito natalense e pré-candidato ao governo Carlos Eduardo falou de forma mais flexível em relação às candidaturas ao Senado (veja AQUI):

- “(…) As candidaturas de José Agripino (DEM) e Garibaldi Filho (MDB) não são inamovíveis”.

Admitiu que poderia haver mudança, para encaixe do ex-governador e ex-senador Geraldo Melo (PSDB), ao Senado.

Acompanhe o  Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
quarta-feira - 23/05/2018 - 18:43h
Eleições 2018

Carlos Eduardo admite espaço para Geraldo Melo ao Senado

Pré-candidato ao governo afirma que nomes dos senadores Agripino e Garibaldi "não são inamovíveis"

Do portal Potiguar Notícias

O ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT), pré-candidato ao Governo do Estado, foi entrevistado nesta quarta-feira no Jornal Potiguar Notícias, pelo jornalista José Pinto Júnior.

Carlos Eduardo foi entrevistado pelo jornalista e diretor do Potiguar Notícias, Pinto Júnior (Foto: cedida)

Ele reconheceu que não é fortemente conhecido no interior do Estado, mas acredita que a aliança com MDB e DEM, “partidos que têm forte estrutura na área rural e nos municípios pode minimizar o problema”.

Carlos também afirmou que mantém diálogo com o vice-governador dissidente e pré-candidato ao Governo, Fábio Dantas (PSB).

Espaço ao Senado

Sobre o PSDB, o pré-candidato enfatizou que tem conversado com o partido. “Sabemos que o PSDB deseja a candidatura de Geraldo Melo ao Senado, o que é legítimo, mas o dialogo com ele é bom e sabemos também que as candidaturas de José Agripino (DEM) e Garibaldi Filho (MDB) não são inamovíveis”, analisou.

Carlos foi sabatinado sobre pré-campanha, projetos para o Estado, expecctativas, alianças, Natal e política de maneira geral.

O programa Jornal Potiguar Notícias é transmitido pela rádio 105,9 FM para vinte municípios potiguares e pelo portal Potiguar Notícias. Vai ao ar de segunda à sexta, de 12h às 12h30.

Nota do Blog Carlos Santos - No dia passado, em Santa Cruz, o deputado estadual do PSDB, Tomba Farias, antecipou que apoiará e votará em Carlos Eduardo ao governo.

“É meu pré-candidato e vou votar nele para governador. É minha posição e não muda”, avisou ele, segundo informação do PDT/RN. Em junho, disse, fará anúncio oficial.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sábado - 12/05/2018 - 19:23h
Reunião

Garibaldi procura organizar e fortalezar posição no Vale do Açu


Reunião ocorreu hoje em Assu (Foto: cedida)

O senador Garibaldi Filho (MDB) cumpriu agenda neste sábado (12), em Assu, na região do Vale do Açu.

Reuniu-se com membros do diretório local do MDB e correligionários para discutir os rumos que o partido deverá seguir no pleito deste ano.

“O MDB tem serviço prestado em Assu e na região, então tem tudo para se fortalecer e crescer no cenário político. Nosso objetivo aqui é conversar e se planejar, ao lado do deputado federal Walter Alves (MDB) e todos que colaboram para o desenvolvimento da região”, disse Garibaldi.

A reunião contou com a presença do presidente do diretório de Assu, Helder Cortez, da vice-prefeita Sandra Alves, do chefe de gabinete do deputado Walter Alves, Saint Clair Câmara, além dos colaboradores e correligionários.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
quinta-feira - 10/05/2018 - 19:26h
Política e polícia

Mais da metade do Senado é acusada de vários crimes

Na bancada do RN, Garibaldi Filho e José Agripino aparecem na lista; Fátima Bezerra não tem citação

Do Congresso em Foco

Principais protagonistas da política brasileira nas últimas décadas, MDB, PSDB e PT também lideram a relação dos partidos no Senado com mais problemas na Justiça. O PSDB é a legenda com mais senadores investigados em proporção ao tamanho da bancada (69%). Dos 13 tucanos com assento no Senado, incluindo-se o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes (SP), 9 são alvos de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF).

Garibaldi responde a um inquérito e José Agripino se defronta com quatro; Fátima não tem nenhum (Foto: arquivo)

Na sequência vêm o MDB, com 12 de seus 18 integrantes com pendências judiciais, e o PT, com 6 de seus 9 representantes – ambos com 67% de seus nomes pendurados na mais alta corte do país. Juntos, PSDB, MDB e PT somam 27 dos 44 senadores que estão sob investigação.

O número representa mais da metade dos 81 integrantes da Casa. Até a semana passada, antes de o tribunal rever o foro privilegiado, havia em tramitação na corte 136 processos, entre inquéritos (investigações preliminares que podem resultar em processo) e ações penais (processos que podem resultar em condenação), contra senadores.

Senadores do RN

Entre os três senadores que representam o Estado do RN, Garibaldi Filho (MDB) e José Agripino (DEM) enfrentam inquéritos. Garibaldi tem um – Veja AQUI e Agripino tem quatro – Veja AQUI.

Em relação à Fátima Bezerra (PT) não há nada contra ela.

Os dados são de levantamento exclusivo do Congresso em Foco.

Saiba mais detalhes clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
domingo - 06/05/2018 - 12:04h
Fiern/Certus

Pesquisa aponta Fátima, Garibaldi e nome do PT na frente


A Federação das Indústrias do Estado do RN (FIERN) começou a divulgar à manhã de hoje (domingo, 6) em seu Twitter, pesquisa que encomendou ao Instituto Certus, sobre cenário político e administrativo do RN, neste ano eleitoral. Desde às 12 horas colocou na íntegra a planilha da sondagem em seu portal na Internet.

A pesquisa foi levantada no período de 27 a 30 de abril, com 1410 entrevistados, em 7 regiões, 40 municípios e com margem de erro de 3% para mais ou para menos. E está registrada na justiça eleitoral sob os números RN-01096/2018 e BR-08786/2018.

Veja abaixo alguns resultados para Governo do Estado, Senado da República e Presidência da República:

Disputa ao Governo – Estimulada

Disputa ao Senado – Primeiro Voto – Estimulada

Disputa ao Senado – Segundo Voto – Estimulada

Disputa à Presidência – Estimulada

Veja a íntegra da pesquisa clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
quarta-feira - 11/04/2018 - 03:38h
Política

Posse de prefeito dá sinais de aliança para eleições 2018


Álvaro tomou posse no Cemure (Foto: TN)

A posse do vice-prefeito e ex-deputado estadual Álvaro Dias (MDB) como prefeito efetivo do Natal, nessa terça-feira (10), foi – talvez – uma avant-première da aliança que se formará às eleições deste ano no RN.

O evento atraiu nomes do DEM, o próprio MDB, PSDB, PR, PP e PDT, entre outros.

Ausente, o senador José Agripino (DEM) que está em Brasília, além do ex-prefeito e governadorável Carlos Eduardo Alves (PDT), que viajou para o eixo Rio-São Paulo para uns dias de descanso.

Entre os presentes, o senador Garibaldi Filho (MDB), o ex-deputado federal e presidente do PR no estado, João Maia, e a prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini (PP) com seu marido Carlos Augusto Rosado e o pré-candidato a deputado estadual e filho do casal, Kadu Ciarlini (PP).

A posse ocorreu no Centro Municipal de Referência em Educação (CEMURE), bairro de Nazaré, Zona Oeste de Natal.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
terça-feira - 10/04/2018 - 06:50h
Articulações

PSDB diz que não tem candidato ainda para apoiar ao governo


Atualmente três candidaturas majoritárias ao governo do Estado cortejam o PSDB. A informação oficial é do próprio PSDB. Mas o presidente da sigla e da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira, diz que o PSDB “não tem candidato ao governo, mas segue ouvindo e conversando com todos”.

O atual governador Robinson Faria (PSD), o ex-prefeito da capital do Estado Carlos Eduardo Alves (PDT) e Fábio Dantas (PSB), vice-governador do Estado, são os nomes postos à conversação como pré-candidatos ao governo.

PSDB alarga força (Foto: cedida)

O PSDB tem oito deputados estaduais, sendo a maior bancada do Legislativo Potiguar, 33 prefeitos e vice-prefeitos, 107 vereadores e está presente com diretórios municipais em 150 cidades das 167 do Estado.

O partido tem ainda o deputado federal Rogério Marinho.

À semana passada, o ex-governador e ex-senador Geraldo Melo filiou-se ao PSDB e disse, em discurso, que o partido desejava ter ele como candidato ao governo, mas sua preferência era concorrer ao Senado.

Chapa

Como o Blog Carlos Santos postou em primeira mão dia passado na Coluna do Herzog (veja AQUI), articula-se um “chapão” com Geraldo concorrendo ao Senado em lugar de José Agripino (DEM), que seria deslocado à Câmara Federal em lugar do seu filho Felipe Maia (DEM).

O pai de Ezequiel Ferreira, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), ficaria como suplente do senador Garibaldi Filho (MDB). Já o empresário Haroldo Azevedo (PSDB), é a indicação para suplente de Geraldo Melo.

O apoio do PSDB, assim, seria consagrado para a candidatura de Carlos Eduardo Alves ao governo.

Quanto à pré-candidatura de Fábio Dantas, ela definha desde o momento que foi anunciada. Foi estimulada no gabinete do próprio presidente Ezequiel, com a promessa mirabolante de apoio de 96 prefeitos.  Houve quem acreditasse nessa balela.

Robinson acena com entendimento, pesando contra ele os altos índices de reprovação/rejeição pessoal e governamental.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.