• Vale Norte - Nativa Comunicação - 2º Banner - 14-11-17
quarta-feira - 13/12/2017 - 12:30h
Chantagem

Governo promete pagar salário mas quer aumento previdenciário


O Governo do Estado cobra e pressiona os deputados estaduais à aprovação, hoje (quarta-feira, 12), da mensagem que dispõe sobre aumento na alíquota previdenciária de 11 para 14%.

Bastidores da Assembleia Legislativa fervem.

Deputados sabem que votação é decisiva e pode representar muito desgaste em ano eleitoral (Foto: Eduardo Maia)

Servidores organizados mobilizam-se também, em contraposição.

O argumento é manjado: se não aprovar, não tem atualização salarial de servidores públicos e proventos de aposentados e pensionistas.

A chantagem funcionou recentemente na aprovação de autorização para contrair empréstimo de R$ 689 milhões.

Leia também: TCU aprova socorro e governo poderá atualizar folha AQUI;

Leia também: Deputados vão votar aumento de alíquota previdenciária AQUI;

Leia também: Fórum de Servidores se mexe contra aumento de alíquota AQUI.

E nada mudou. O dinheiro, a propósito, não foi obtido.

No âmbito federal o Governo Michel Temer (PMDB) não conseguiu avançar na Reforma Previdenciária.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
terça-feira - 12/12/2017 - 16:12h
São 14%

Deputados vão votar aumento de alíquota previdenciária


Provavelmente amanhã (quarta-feira, 13), a Assembleia Legislativa coloque em votação o aumento da alíquota previdenciária dos servidores do estado.

A sessão ordinária definida para as 10 horas promete ser tensa.

O colégio de líderes de bancadas da Casa já endossou o encaminhamento da matéria à votação.

Sendo aprovada, a alíquota subirá de 11 para 14 por cento.

A elevação faz parte de um pacote fiscal há meses ensaiado pelo governo Robinson Faria (PSD).

Segue receita do Governo Federal. Deriva do programa de redimensionamento de despesas da União e dos estados federados, como meios à contrapartida de socorro financeiro (leia: Robinson aguarda R$ 750 milhões para sanear folha de pessoal) que é solicitado.

O governador Robinson Faria chegou a recuar da decisão, mas agora é para valer.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
sexta-feira - 08/12/2017 - 16:40h
Governo Robinson

Uma ‘reforma’ que ninguém reclama ou cobra nada


Passadas mais de 28 horas do anúncio da “reforma administrativa” do Governo Robinson Faria (PSD), ninguém reclamou por não ser ter sido consultado ou por não indicar alguém à equipe.

E você ainda tem dúvida de que esse governo acabou há tempos?

Leia também: Julianne sai, pela madrugada, do governo do marido Robinson AQUI;

Leia também: Robinson faz reforma de supetão após saída de Julianne AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 07/12/2017 - 17:54h
Política e arte

O Governo da “Grande Família” do Rio Grande do Norte


A política do Rio Grande do Norte imita a arte.

Definitivamente virou a “A Grande Família”.

Pirraça pai, pirraça mãe, pirraça filha
Eu também sou da família, também quero pirraçar;

Catuca pai, catuca mãe, catuca filha,
Eu também sou da família, também quero catucar.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política / Só Pra Contrariar
quinta-feira - 07/12/2017 - 12:24h
Governo em transe

Robinson faz reforma de supetão após saída de Julianne

Nota revela mudanças em equipe, poucas horas depois de Julianne faria anuncia a própria exoneração

Poucas horas após o anúncio feito, à madrugada, pela primeira-dama e titular da Secretaria de Estado do Trabalho, Habitação e Ação Social (SETHAS), Julianne Faria (PSD), de desligamento dessa pasta, o governo informa uma pequena reforma administrativa de supetão.

Vagner Araújo, com Robinson em recente audiência com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (Foto: arquivo)

Há poucos minutos, em Nota à População, o Governo Robinson Faria (PSD) apresenta substituto para sua mulher no cargo, além outras modificações na equipe de governista.

Uma delas o Blog Carlos Santos antecipou na semana passada, a saída (a pedido) do diretor geral do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN/RN), Júlio César Câmara (veja: Diretor do Detran amite entregar cargo em breve AQUI).

A nota parece ter escrito de forma tão apressada, que nela o governo agradece um dos exonerados, Marcos Freire, mas não cita em que cargo ele estava.

‘Recado’ direto e público para Julianne

A mesma nota é ainda mais “nervosa”, porque tem parágrafo especial dedicado à única pessoa que anunciou a própria exoneração antecipadamente, Julianne Faria (veja AQUI), atestando que para ela “não faltaram por parte do governador Robinson Faria, em momento algum, o apoio irrestrito e as condições técnicas e orçamentárias necessárias para a realização deste trabalho como prioridade.”

Passa a ideia de que o próprio governador e, marido da secretária demissionária, manda ‘recado direto’ e público para ela. Dessa forma, aumenta demasiadamente as especulações quanto aos reais motivos (não esclarecidos até o momento) à decisão de Julianne.

A barafunda fica ainda mais confusa, porque o governo tenta mostrar que as modificações objetivam arrumar ou reorganizar a administração para se tornar mais eficiente em tempos de crise.

Veja abaixo a nota governista:

O Governo do RN vem trabalhando em um conjunto de medidas de combate à crise com vistas à retomada do equilíbrio financeiro do Estado, o que faz em parceria com os demais poderes e com o decisivo apoio do Governo Federal.

Ao lado disso, o Governo promoverá mudanças na sua estrutura política e administrativa para alinhar a gestão com as novas medidas e com todos os esforços necessários para a sua implementação.

No Departamento Estadual de Trânsito (Detran) assume Luiz Eduardo Machado em substituição a Júlio César Câmara, que assume a Empresa Gestora de Ativos do RN (Emgern).

Na Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas) Julianne Faria será substituída por Vagner Araújo, que se manterá na coordenação do programa Governo Cidadão.

Na secretaria de Relações Institucionais sai Getúlio Ribeiro e assume Estella Dantas.

Na Agência Reguladora de Serviços Públicos (Arsep) assume Getúlio Ribeiro.

O Governo do RN agradece o trabalho de Júlio César, Marcos Freire e Getúlio Ribeiro à frente das pastas, que contribuíram para que governador Robinson Faria realizasse os compromissos assumidos.

O governador agradece a secretária Julianne por ter conduzido as ações necessárias para cumprir o que foi prometido por ele à população: fazer primeiro pelos que mais precisam; atender aos mais carentes. Não faltaram por parte do governador Robinson Faria, em momento algum, o apoio irrestrito e as condições técnicas e orçamentárias necessárias para a realização deste trabalho como prioridade.

Por fim, o Governo ressalta o seu inabalável compromisso de enfrentamento da maior crise da nossa história recente, com que se deparou desde o início do mandato, e que requer, de todos, a confiança na capacidade de superação, a autoestima e o amor pelo Rio Grande do Norte.

Nota do Blog Carlos Santos – À manhã de hoje nós publicamos postagens sob esse título: Saída de Julianne terá outros desdobramentos. Mas não tínhamos sinal de que pudessem ser nessa velocidade e profundidade. E vem mais novidades.

Aguardemos.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
quinta-feira - 07/12/2017 - 08:56h
Surpresa

Julianne sai, pela madrugada, do governo do marido Robinson

Decisão de primeira-dama de deixar Sethas é comunicada em redes sociais num "expediente" incomum

Com o marido e governador Robinson Faria (PSD) em Brasília em agenda administrativa e em plena madrugada de hoje (quinta-feira, 7), a primeira-dama do estado e secretário de Estado do Trabalho, Habitação e Ação Social (SETHAS), Julianne Faria (PSD), anunciou a própria saída do governo.

Utilizou seus endereços nas redes sociais para fazê-lo, sem apresentar qualquer justificativa de ordem pessoal ou política.

"Sensação e consciência do dever cumprido", exprime a primeira-dama Julianne, saindo do cargo para, talvez, fazer história

Sua postagem ocorreu à meia-noite e 31 minutos, sem que até ali tivesse dado qualquer sinalizador prévio, de público, de que tomaria essa decisão.

No texto encimado por uma foto em que aparece sorridente e acariciando uma criança, sob observação de uma mulher (provavelmente mãe da menina), ela proclama a decisão e faz relato sobre sua passagem pela SETHAS, onde está desde o início da gestão Robinson Faria.

Uma razão

Com o nome fortemente especulado há meses como provável candidata a cargo eletivo em 2018, mesmo com desgaste corrosivo da imagem do governante e do governo, seu afastamento não tem motivação legalista. A princípio, não parece ser essa a razão.

A desincompatibilização do cargo poderia ser feita com até seis meses de antecedência do pleito de 2018, o que não é o caso.

Texto (publicado em parte aqui) foi postado à meia-noite e 31 minutos de hoje, causando muita surpresa

Nos bastidores, o comentário que se ouve de gente próxima à Julianne Faria é de que “ela estava cansada”. É razoável a justificativa, mas ainda parece longe de espelhar a realidade do binômio casa-trabalho de Julianne Faria.

Até à manhã de hoje, paralelamente o governador-marido e a Comunicação do Governo do Estado do RN não emitiram qualquer comunicado oficial sobre o assunto.

Ele, talvez, nem soubesse da decisão; a Comunicação, precisa ser informada para tal, algo incomum na madrugada natalense.

O Blog Carlos Santos trará mais informações dos intramuros do governo, sobre o fato em foco.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
terça-feira - 05/12/2017 - 22:02h
Esperança

Robinson aguarda R$ 750 milhões para sanear folha de pessoal


O governador Robinson Faria (PSD) alimenta uma esperança e guarda a “sete chaves” um trunfo para reoxigenar as contas do estado.

Trata-se de um socorro financeiro do Governo Federal, da ordem de 750 milhões de reais.

É um pleito reiteradas vezes solicitado ao presidente Michel Temer (PMDB) e apresentado ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

Robinson quer sinal positivo de Meirelles e aval de Temer para sanear folha de pessoal (Foto: arquivo)

Ele é nos moldes do que foi proporcionado ao Rio de Janeiro, mas em valores até modestos.

No Rio de Janeiro foi decretado “estado de calamidade financeira”, sendo o estado federado de maior déficit fiscal do país.

O decreto que regulamenta a ajuda financeira da União ao estado do Rio de Janeiro foi publicado em 28 de julho deste ano.

No caso do RN, os recursos possibilitarão a atualização salarial dos servidores e cobertura de compromissos com fornecedores e prestadores de serviço.

Mas essa conta não sai de graça. O estado precisará fazer sua parte, para que seja acertado o fluxo de caixa entre o Tesouro Nacional e o erário estadual.

Venda de ativos do RN (como empresas) deve constar dessa negociação. A lei que cria o Regime de Recuperação Fiscal prevê auxílio a estados com problemas de liquidez, mas também cobra a “fatura”.

Traremos mais informações depois.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
terça-feira - 28/11/2017 - 07:40h
Na pressão

TJ determina que Governo Robinson repasse dinheiro à AL


Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte determinou um prazo de 48 horas para que o governo do estado deposite os duodécimos da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte e da Fundação Djalma Marinho, que é ligada ao Legislativo. Os repasses são feitos mensalmente para custear despesas e folhas salariais dos poderes estaduais, porém estão em atraso.

Decisões no mesmo sentido já foram tomadas em relação ao Tribunal de Contas do Estado (veja AQUI) no dia 23 último e no tocante ao Ministério Público do RN (veja AQUI) no dia 25.

Uma multa de R$ 5 mil será aplicada ao governador Robinson Faria e ao secretário de Planejamento, Gustavo Nogueira, para cada dia a mais de atraso, conforme a decisão.

48 horas

O mandado de segurança foi expedido pelo desembargador Dilermano Motta e ordena o pagamento dos meses de setembro, outubro e novembro deste ano.

Segundo a decisão, o governo tem 48 horas para depositar pelo menos os valores referentes aos salários dos servidores da Assembleia. Até o dia 20 de dezembro, porém, todos os valores atrasados, desde julho, terão que ser quitados.

Saiba mais detalhes clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
sábado - 25/11/2017 - 18:18h
Pagamento de Folha

Nota de Esclarecimento do Governo do RN


A respeito de informações que circulam nas mídias sociais e na imprensa sobre o atraso nos salários dos servidores, o Governo do RN faz os seguintes esclarecimentos:

1. Não procede a afirmação de que os servidores estão “há 60 dias sem salários”. A folha de pagamento que está parcialmente em aberto é a de outubro. Portanto, se o salário deveria ter sido pago no último dia do mês de outubro, hoje são contados 25 dias de atraso. Não há qualquer categoria de servidores públicos estaduais com 60 dias de atraso, e é preciso deixar claro que, a depender da vontade do Governo, não existiria atraso nenhum;

2. Todos os servidores de órgãos da administração indireta que dispõem de recursos próprios (entre eles Detran, CAERN, Potigás) e todos da área de segurança pública, sistema prisional e da Educação, já receberam integralmente os salários do mês de outubro, estando, portanto, com os vencimentos em dia. Também receberam seus vencimentos mais de 80% dos servidores da Saúde;

3. Os servidores ativos e inativos de todos os demais órgãos e secretarias que ganham até R$ 2 mil receberam seus salários do mês de outubro, estando, portanto, também com os vencimentos em dia;

4. Atualmente, estão em atraso os salários dos servidores ativos e inativos que ganham acima de R$ 2 mil e não pertencem às categorias já citadas;

5. O Governo do RN sofreu bloqueios de decisões judiciais de mais de R$ 115 milhões em 2017. E, nos últimos dias, foi alvo de decisões que obrigam o repasse do duodécimo em atraso ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) e ao Ministério Público Estadual (MPE). Os recursos serão subtraídos, por ordem da Justiça, da mesma conta de onde saem os recursos para pagamento dos salários dos servidores;

6. O Governo aguarda a confirmação de repasses federais para prosseguir, o mais breve possível, com o pagamentos dos servidores referente ao mês de outubro;

7. As obras que estão sendo realizadas pelo Governo do RN, notadamente as iniciativas de combate à seca, as obras viárias, as obras de saneamento e reformas em prédios públicos NÃO SÃO FEITAS com recursos que poderiam ser destinados a pagar salários, mas com recursos federais ou de empréstimos cuja destinação é estabelecida por lei. Portanto, esses recursos não podem ser utilizados para o pagamento de salários. Se isso fosse possível, já teria sido feito, pois o pagamento da verba alimentar dos servidores é prioridade absoluta.

GOVERNO DO RN – 25 de novembro de 2017

Nota do Blog – A confusão que se faz quanto ao pagamento e mês de referência, em cada divulgação do governo sobre desembolso, decorre de desinformação deliberada de sua Assessoria de Comunicação.

Em suas matérias oficiais, não é hábito informar a que mês se refere o repasse. A barafunda ocorre a partir daí.

Resta saber se por orientação superior ou por desonestidade própria. Não importa. O que importa é que deveria ser claro, para não parecer que a incorreção – ou má-fé – é alheia, algo ainda mais desonesto.

* Essa Nota de Esclarecimento tem veiculação gratuita, sem que o Blog Carlos Santos cobre qualquer valor, da mesma forma que acontece com qualquer outra notícia de interesse do governo. Preferimos publicar gratuitamente do que sermos enganados intencionalmente, como a enorme maioria dos veículos de comunicação do estado que presta serviço à gestão Robinson Faria (PSD).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Comunicação
sexta-feira - 24/11/2017 - 19:08h
Em Natal

Grevistas são retirados da Seplan com uso de força policial


Terminou em confronto a reintegração de posse da sede da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Finanças (SEPLAN), ocupada por docentes da Universidade do Estado do RN (UERN) e servidores da Saúde desde a tarde da última quarta-feira (22).

Comando de greve recebeu determinação judicial, mas resolveu resistir até o confronto (Foto: cedida)

O Batalhão de Choque da Polícia Militar usou spray de pimenta, bombas de efeito moral e força física para retirar manifestantes do prédio, no final da tarde desta sexta-feira (24).

Eles receberam a determinação judicial por volta das 15 horas. Mas decidiram manter-se no imóvel.

Como não obedeceram o despacho do juiz Bruno Lacerda (veja AQUI) e a via negociada não avançou, a PM agiu.

Redes sociais

De imediato eclodiu um clima de revolta, que se espalhou também pelas redes sociais, com incontáveis áudios, textos e vídeos sendo pulverizados.

O governo ainda tentou “negociar”, antes da invasão policial. Ofereceu como alternativa o compromisso de reabertura do diálogo na próxima semana, com categorias em separado, mas nenhuma promessa de atualização salarial. Movimento grevista não aceitou.

São mais de dois meses de atraso no pagamento dos trabalhadores.

Não obstante o grave incidente, ninguém saiu ferido. A desocupação foi consumada e a Polícia Militar isolou o prédio com grades, mantendo os manifestantes a distância.

Mesmo rechaçados, os grevistas continuam no Centro Administrativo do Lagoa Nova, onde funcionam várias secretárias e outros órgãos do governo. Eles estão no local desde o último dia 13.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Gerais / Segurança Pública/Polícia
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
quinta-feira - 23/11/2017 - 11:36h
Na pressão

TJ obriga governo a passar quase R$ 20 milhões ao TCE


Do Blog Heitor Gregório e Blog Carlos Santos

O Tribunal de Justiça do RN (TJRN) julgou ontem (22) mandado de segurança impetrado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e determinou que o Governo do Estado faça o repasse de R$ 19,7 milhões do duodécimo, até o dia 20 de dezembro.

Foi determinado ainda que o Estado repasse até o dia 30 desse mês o valor da folha de pagamento líquida do TCE: R$ 3,1 milhões.

Assembleia Legislativa, o próprio TJRN e Ministério Público do RN (MPRN) estão na mesma situação, com três meses sem repasse do duodécimo.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Sem dinheiro do Fundo Previdenciário (FUNFIR) e empréstimo aprovado pela Assembleia Legislativa, mas não operacionalizado, o Governo Robinson desce mais alguns degraus na direção do subsolo do fundo do poço.

Um passo à frente já está o “barnabé” comum, servidor do estado, além de aposentados e pensionistas.

Categoria(s): Administração Pública / Justiça/Direito/Ministério Público
sábado - 18/11/2017 - 08:08h
RN

MP não quer que Funfir pague a aposentado e pensionista

Estado pode ter enormes perdas se retirar recursos de aplicação financeira, alerta promotoria

Do g1RN

Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) entrou com uma ação na Justiça, nesta sexta-feira (17), para impedir que o Instituto Previdenciário do Estado (Ipern) saque recursos que restam no Fundo Financeiro do Estado (Funfir) com a finalidade de pagar salários de aposentados e pensionistas. Cerca de R$ 321,3 milhões – o que resta deste fundo, que sofre saques desde dezembro de 2014 – estão em aplicações de longo prazo e que se vencem entre 2019 e 2021, em sua maioria.

Para sacá-los, o Estado teria que pagar uma multa de cerca de 40% ao banco que administra as aplicações.

Ipern é centro de nova polêmica e restante do seu capital pode ser dilapidado por interesses superiores (Foto: arquivo)

A Promotoria de Defesa Patrimônio Público pede que o valor só seja liberado caso haja garantias de que o governo não perderá recursos com o pagamento de multas ou outros tipos de sanção por tirar o montante fora do prazo estabelecido pelo contrato.

A realização de um estudo para o uso desses recursos foi combinada dentro de uma ação aberta no Tribunal de Justiça do RN, pelo próprio MPRN (através da Procuradora Geral de Justiça), para garantir o pagamento dos duodécimos – que são os recursos repassados pelo Estado aos poderes (TJ, MP, Tribunal de Contas, entre outros).

Dívida

Esses valores, passados todos os meses, servem para custeio desses órgãos, como pagamento de salários e demais despesas. Também participaram do acordo representantes da Assembleia, que também têm ações abertas para cobrar o pagamento dos duodécimos.

A ideia do governo, segundo o procurador-geral do Estado, Francisco Wilke Rebouças, é usar o dinheiro do Funfir para pagar aposentados e pensionistas e, desta forma, liberar recursos da Fonte 100 (de onde sai os salários pagos atualmente) para garantir os duodécimos. O governo reconhece dívida de R$ 318 milhões com os Poderes.

Porém, a ação cautelar de caráter antecedente promovida pelo promotor Afonso de Ligório Bezerra Júnior, da 60ª Promotoria de Defesa do Patrimônio Público da Comarca de Natal, considera que o Ipern não fez parte do acordo e considerou que o possível saque causaria danos ao patrimônio estadual, em especial da previdência, além de que não contava com autorização da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, como é previsto por lei.

Nota do Blog Carlos Santos – É para rir ou chorar? Com é fácil brincar com o dinheiro alheio.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Justiça/Direito/Ministério Público
quarta-feira - 15/11/2017 - 08:18h
Bye

Governo tenta limpar “tacho” do Fundo Previdenciário do RN


Do Blog Heitor Gregório

O Governo do Estado solicitou ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) autorização para realizar um novo saque ao Fundo Previdenciário (FUNFIR).

Foi durante reunião na sede do próprio Poder Judiciário nesta terça-feira (14), com a presença também de representante do Ministério Público Estadual.

O Executivo justifica que é para pagar aposentados e pensionistas em novembro e dezembro.

Já foram sacados R$ 815 milhões do fundo que até 2014 tinha um saldo de R$ 973 milhões.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública
terça-feira - 14/11/2017 - 17:20h
Kelps Lima

“Robinson perdeu as condições de continuar governando”


O deputado Kelps Lima (Solidariedade) disse nesta terça-feira, 14 de novembro, durante seu pronunciamento na Assembleia Legislativa, que o Rio Grande do Norte está “entrando em convulsão”.

“O governador Robinson Faria perdeu todas as condições de continuar governando o Rio Grande do Norte. Os servidores entraram em desespero, sem receber salários há 60 dias. Os Poderes estão entrando com ação contra o Executivo porque não confiam no governador”, disse Kelps.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 10/11/2017 - 13:26h
RN

Governo faz mudança no comando do Corpo de Bombeiros


Mudanças no Corpo de Bombeiros do RN.

Exoneração do coronel Ulisses Valle dos Santos, subcomandante.

Nomeação do coronel Luiz Monteiro da Silva Júnior, subcomandante.

A princípio, a alteração não seria um desdobramento da crise Governo Robinson Faria (PSD) x Policiais Militares, com aquartelamento marcado para o próximo dia 13 (segunda-feira).

Leia também: Robinson promete punir drasticamente militares revoltosos AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Segurança Pública/Polícia
quarta-feira - 08/11/2017 - 07:17h
Greve da Polícia Militar

Pessoal da reserva quer manutenção de ‘aquartelamento’


Oficiais da reserva da Polícia Militar do RN estão temerosos de que os que estão na ativa aceitem passivamente o fato de terem os salários em dia e não cerrem luta para os que estão na ativa recebam também seus proventos.

A Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais Militares e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN) já se posicionou no sentido que tem que que manter a paralisação se não forem contemplado também os inativos e pensionistas.

Dia de terror

Ontem, o Governo Robinson Faria (PSD) prometeu atualizar mês de outubro, mas excluindo do pagamento prometido para a próxima segunda-feira (13), o pessoal da reserva e pensionistas (veja AQUI).

Até aqui, a paralisação das forças policiais militares está mantida para o dia 13. O aquartelamento (termo ‘suave’ à revolta) ocorrerá.

Um dia que pode ser dramático para o governo Robinson Faria e de terror à população.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Segurança Pública/Polícia
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
terça-feira - 07/11/2017 - 20:40h
Polícia Militar

Governo anuncia novo pagamento para frear revolta


Os servidores ativos da Segurança Pública do Rio Grande do Norte, assim como os agentes penitenciários estaduais, terão os salários referentes ao mês de outubro pagos na próxima segunda-feira (13). O anúncio foi feito pela secretária da Segurança do RN, Sheila Freitas, em coletiva nesta terça-feira (7).

O governo tenta evitar a paralisação das forças policiais, no estado, anunciada dia passado justamente para o dia 13. Ontem mesmo, Sheila já tinha antecipado que  hoje haveria pagamento do mês de setembro.

Com a tropa insatisfeita e firme na decisão de ficar aquartelada, hoje veio mais uma boa notícia, mas que ainda provoca descontentamento.

Indignação

Aposentados e pensionistas da segurança pública receberão os salários de acordo de acordo com a disponibilidade de receita, assim como servidores das demais pastas. Lembrando que na próxima sexta-feira (10), os servidores do Rio Grande do Norte que recebem até R$ 2 mil terão os vencimentos depositados.

Nas redes sociais, em grupos de WhatsApp, vozes que lideram o movimento de policiais militares e bombeiros querem a atualização de pagamento abrangendo a todos, inclusive aposentados e pensionistas.

Indignação também contra Sheila, que afirmou em entrevista que insubordinação parte de liderança do e x-comandante da PM – coronel André Azevedo.

Leia também: Governo tenta evitar greve “antecipando” pagamento AQUI;

Leia também: Governo Rosalba conviveu com greve de militares em 2014 AQUI;

Leia também: Robinson promete punir drasticamente policiais revoltosos AQUI;

Leia também: Policiais resolvem parar cobrando pagamento atualizado AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Segurança Pública/Polícia
terça-feira - 07/11/2017 - 13:40h
RN

Plano de saúde da Uern é cortado por falta de pagamento


Em requerimento apresentado na manhã desta terça-feira, 07, a deputada Larissa Rosado (PSB) cobrou ao Governo do Estado providências que assegurem a regularização do pagamento entre o Governo do Estado e a Unimed Federação do Rio Grande do Norte referente aos beneficiários da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

Os beneficiários da Uern estão com seus atendimentos eletivos suspensos com a Unimed Federação devido consecutivos atrasos no pagamento das mensalidades de setembro e outubro, bem como ausência do pagamento de juros e correções monetárias por atrasos entre os períodos de julho de 2016 a julho de 2017, quanto a contratação dos serviços de assistência médica.

Segundo a deputada, a suspensão do atendimento afetará diretamente 3.995 assegurados, entre servidores e dependentes, gerando um grande transtorno para todas as famílias que dependem desse serviço diariamente.

Com informações da Assessoria de Larissa Rosado.

Categoria(s): Administração Pública / Gerais
terça-feira - 07/11/2017 - 09:52h
Tropa revoltada

Governo tenta evitar greve “antecipando” pagamento


Do Portal Noar e Blog Carlos Santos

O Governo do Estado confirmou que a pasta  da Segurança Pública terá o pagamento de sua folha salarial de setembro “antecipada” para hoje. Já as demais categorias devem ser pagas no dia 10, conforme anunciado anteriormente pelo executivo.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (SESED) é composta pela Polícia Civil, Polícia Militar (PM), o Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep).

Secretária Sheila Freitas anuncia em grupo de WhatsApp que governo decidiu fazer pagamento de setembro (Reprodução)

A folha de outubro para quem ganha até R$ 2 mil também será paga na sexta-feira, porém o Governo não confirmou o calendário de quem recebe acima deste valor.

“Priorização”

Em grupo de WhatsApp ainda à noite passada, a secretária da Sesed, delegada Sheila Freitas, “antecipou” essa decisão. A esperança era de acalmar a tropa que tinha decidido entrar em greve (veja AQUI e AQUI).

Mas nas mesmas redes sociais, o alarido continuava, questionando atrasos que chegam também ao mês de outubro.

O governador Robinson Faria (PSD) chegou a fazer ameaças à tropa (veja AQUI), paralelamente tomando decisão de buscar reduzir o débito financeiro com os revoltosos.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Segurança Pública/Polícia
quinta-feira - 02/11/2017 - 08:08h
Realidade possível

Sugestão para fechar universidade ronda e assombra Uern


Quando você pensa na parte, deve ao mesmo tempo pensar no todo.” (Carl Von Clausewitz, em Da Guerra)

 

Num momento em que o professorado da Universidade do Estado do RN (UERN) engatilha nova paralisação, sob a crença de que estará ladeado por outras várias categorias (o que não acontecerá), poucos conseguem fazer uma leitura da atual conjuntura do RN e país. Erro crasso na política sindical, com viés partidário (ou não).

O impulso em defesa da instituição, do emprego e salários em dia – pleitos absolutamente justos, sem “as costas largas”, pode ter efeito contrário como este Blog já alertou (veja AQUI).

Um bom exemplo do que assombra e ronda a Uern, é o que ocorre no Rio de Janeiro, espécie de Brasil do amanhã, ou o Brasil do daqui a pouco.

Parecer do Ministério da Fazenda sobre Regime de Recuperação do Estado do Rio de Janeiro sugere medidas adicionais de contenção de gastos. Pela primeira vez, a intenção de fechar a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e as Universidades Estaduais foi oficialmente documentada em setembro.

Entre as outras medidas, estão a demissão de servidores ativos, a extinção de benefícios previstos para servidores estaduais e criação de alíquota extra para a Previdência.

Em parecer assinado pela Secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi, são sugeridas outras formas de arrocho, além das aprovadas na Assembleia Legislativa do RJ (ALERJ).

Uma realidade que pode em breve espaço de tempo alcançar, no Rio Grande do Norte, a Universidade do Estado do RN.

Por que não?

Desconfiança e fardo

Se a toda-poderosa Uerj está em frangalhos, com servidores há meses com salários em atraso e recebendo socorro (em feiras e dinheiro) até de outros congêneres (como de colegas da própria Uern), por que não acreditar no pior no RN Sem Sorte?

O governo estadual tem dito repetidas vezes que não tem planos de se livrar da universidade. Um bom motivo para desconfiar, portanto.

Há poucos dias,  em sua tibieza e perfil baço – traços comuns à sua gestão, Robinson Faria (PSD) usou o vice (ou governador em exercício) Fábio Dantas (PCdoB) para apresentar projetos de ajustes fiscais que mexeriam com a vida do funcionalismo. Pressionado, pediu de volta os projetos protocolados na Assembleia Legislativa.

Daqui a pouco, manda-os novamente à AL.

Outros compromissos veementes do governador Robinson Faria (PSD), como não fechar o Hospital da Mulher Parteira Maria Correia, se transformaram em risco n’água.

Então, acreditar que a Uern é uma instituição sólida e capaz de enfrentar essas atuais adversidades, sem qualquer anteparo e apenas no gogó, é um pecado muito primário. Política é uma atividade de inteligência e transpiração.

Sediada em Mossoró, mesmo com enorme importância para o RN, a universidade não é unanimidade no centro do poder político, em Natal, nem é conhecida por seus valores (abstratos), mas por seus gastos superlativos. Para muitos que não a conhecem, é um fardo pesado demais.

Se é sobrepeso, pode ser “desovada”.

Da Guerra

Sem conseguir “se vender” pelo que vale e questionada pelo o que custa, a Uern pode se transformar em presa fácil àquelas pessoas que acreditam ter a solução para a crise financeiro-administrativa do Governo do RN, ou seja, se livrar dela.

Os ‘grevistas’ precisam fazer a leitura do todo e não apenas de uma parte dessa crise, para entenderem o que está ocorrendo. Até aqui, tudo indica que não se detiveram a essa matéria. Rufaram os tambores para o confronto e devem ser presas fáceis na arena.

O movimento de combate à vitória, nem sempre é para frente. Começa no entendimento do todo, parte a parte, esquadrinhando cada detalhe por mais insignificante que possa ser, como ensinou o general prussiano Carl Von Clausewitz, em “Da Guerra”.

Leia também: Fazenda pede fim da Uerj e demissão de servidores AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Opinião da Coluna do Herzog
terça-feira - 31/10/2017 - 21:07h
João Gentil

Vereador pode ampliar afinação com governo estadual


Do Blog Saulo Vale

Nos bastidores da política local, o que se comenta é o descontentamento do vereador João Gentil com o partido que preside em Mossoró desde 2015: o PV.

Gentil: olho no estado e na PMM (Foto: arquivo)

Gentil ambicionava a presidência estadual do partido, mas ficou frustrado após o cargo ter sido ocupado pelo ex-vereador natalense Bertone Marinho, no final de agosto deste ano. Reclama da falta de prestígio junto à executiva estadual.

Agora, o vereador governista planeja ir para o Partido Trabalhista Cristão (PTC), que tem como líder estadual Paulo Jordão.

A ida do parlamentar para a sigla de pouca expressão não é por acaso.

Robinson Faria

O PTC faz parte da base governista de Robinson Faria (PSD), de quem Gentil é aliado, inclusive com indicações de cargos.

Sua filiação ao PTC também não trará dores de cabeça junto à base aliada do Governo Rosalba Ciarlini (PP), onde o parlamentar também goza de indicações.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 25/10/2017 - 11:06h
Queda livre

Impeachament de Robinson Faria é comentado nos bastidores


Em queda livre, o Governo Robinson Faria (PSD) parece vítima de metástase administrativa – com crescente repulsa popular. Esse quadro começa a gerar comentário de possibilidade de abertura de processo de impeachment do governante.

O agravamento do cenário é a não-transferência de duodécimo (percentual constitucional que o Executivo tem que passar para o Legislativo, Judiciário e Ministério Público) há mais de 90 dias.

Como é hábil e forte no jogo político com outros poderes e tem forte influência na mídia da capital, Robinson Faria vai se segurando.

O governo segue sem rumo e sem prumo, isso é impossível de ser escondido.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.