terça-feira - 25/04/2017 - 23:49h
Ruidenberg Ferreira Souto

Segunda Regional de Saúde tem novo comando


Por Luciano Oliveira (Areia Branca News)

Beguinho: novo nome (Foto: cedida)

O governador Robinson Faria (PSD), por meio da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), nomeou o médico Ruidenberg Ferreira Souto (PSD), “Beguinho”, como o novo titular da II Unidade Regional de Saúde (II URSAP) sediada em Mossoró.

O novo gerente da II Ursap substitui a funcionária Michelly Cristiane Cabral de Lima.

Ela ocupava o cargo desde o pedido de afastamento da enfermeira Lidiane Garcia (PMN) para cumprir licença maternidade e posteriormente ter deixado a unidade para assumir, na condição de vice-prefeita, a Prefeitura de Areia Branca devido à cassação da então prefeita Luana Bruno (PMDB).

Beguinho integra grupo da prefeita areia-branquense Iraneide Rebouças.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política / Saúde
sábado - 22/04/2017 - 10:25h
Documento histórico

Veja “Raio X” com “Tudo sobre a delação da Odebrecht”


O portal G1 colocou no ar um documento expressivo em relação à Operação Lava Jato.

Abriu página especial com “Raio X” do caso. “Tudo sobre a Delação da Odebrecht” é o título do material especial que tem permanente atualização para o internauta acompanhar a apuração judicial.

Os políticos citados, apelidos, os pontos-chave das delações, os inquéritos e as petições, os vídeos e perfil da da Construtora Norberto Odebrecht da empresa estão expostos.

No caso do Rio Grande do Norte, é possível colher todas as minudências dos nomes citados até aqui na lista do ministro-relator dessa demanda no âmbito do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Edson Fachin:

Robinson Faria (PSD) – AQUI;

José Agripino (DEM) – AQUI;

Garibaldi Filho (PMDB) – AQUI;

Felipe Maia (DEM) – AQUI;

Fábio Faria (PSD) – AQUI;

Rosalba Ciarlini (PP) – AQUI;

Wilma de Faria (PTdoB) – AQUI;

Henrique Alves (PMDB) – AQUI;

Iberê Ferreira (PSB, já falecido) – AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
quinta-feira - 20/04/2017 - 07:30h
Correia Júnior

Novo delegado geral da Polícia Civil é escolhido


O delegado Correia Júnior é o novo delegado geral de Polícia Civil do Rio Grande do Norte. Foi anunciado para compor cúpula da Segurança Pública, ao lado da também delegada Sheila Freitas (veja AQUI), apresentada dia passado pelo governador Robinson Faria (PSDD).

Ele já atuava como adjunto na Delegacia Geral de Polícia (Degepol) e assume após a saída de Clayton Pinho, que pediu exoneração do cargo na última segunda-feira (17) – veja AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Segurança Pública/Polícia
quinta-feira - 20/04/2017 - 04:10h
2018

Fátima Bezerra, ‘candidata’ ao Governo do RN


A senadora Fátima Bezerra (PT) tem um foco para 2018: ser candidata ao Governo do Estado.

“Não tenho nada a perder”, repete para interlocutores de sua confiança.

Ela enxerga crescente fragilidade nos eventuais concorrentes – governador Robinson Faria (PSD) e prefeito natalense Carlos Eduardo Alves (PDT).

Se não se eleger, sem problema.

Tem mandato no Senado até 2022.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
quarta-feira - 19/04/2017 - 14:51h
RN

Sheila Freitas é confirmada como 4º titular da Segurança


O governador Robinson Faria (PSD) anunciou na manhã desta quarta-feira (19) a nomeação da delegada Sheila Maria Freitas de Souza Fernandes e Melo como nova secretária de Segurança Pública e Defesa Social do RN (SESED). Ela atualmente exerce o cargo de diretora da Delegacia de Polícia da Grande Natal (DPGRAN).

Sheila esteve com o governador Robinson à manhã de hoje para decisão sobre cargo (Foto: Divulgação)

É o quarto nome a ocupar o cargo: primeiro foi a delegada Kalina Leite, em seguida o general do Exército Ronaldo Pierre Cavalcanti Lundgren. Depois foi a vez do delegado da Polícia Federal Caio César Bezerra.

Natural de Natal, Sheila Freitas tem 51 anos e ingressou no quadro da Polícia Civil do Rio Grande do Norte no ano de 2000. É bacharel em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), tem pós-graduação em Políticas e Gestão em Segurança Pública pela Estácio de Sá/FATERN, é docente da Academia de Polícia Civil do RN (Acadepol).

Conceito

A princípio, seu nome foi sondado para assumir o comando da Delegacia Geral da Polícia Civil (veja AQUI o que Blog postou com exclusividade), mas em face de impedimento legal, ela passou a ser primeira opção para substituir o secretário demissionário da Segurança Pública, Caio Cézar Bezerra (veja AQUI).

Ela passou pela Delegacia Especial de Furtos e Roubos (Defur), DP Caraúbas, Delegacia Especializada em Proteção ao Meio Ambiente (DEPREMA), Delegacia de Polícia de Atendimento ao Turista (DEATUR), 1º DP, 11º DP, além da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR).

Nota do Blog – A delegada Sheila Freitas tem largo conceito na polícia. É um nome bem recebido.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Segurança Pública/Polícia
quarta-feira - 19/04/2017 - 09:15h
RN

Lei impede que Sheila Freitas assuma Delegacia Geral da PC

Mas delegada é cotada para ascender à Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social do RN

O nome da delegada da Polícia Civil, Sheila Freitas, é pule de dez para assumir a Secretaria de Estado de Segurança Pública e da Defesa Social (SESED). Mas não há confirmação ainda de sua ascensão.

Sheila é nome praticamente certo, mas com exigências (Foto: Tribuna do Norte)

Sheila pode ser secretaria, mas não pode ser Delegada Geral da Policia Civil, em substituição ao delegado Clayton Pinho (veja AQUI) que pediu exoneração.

Segundo a Lei complementar 270/2004 ( Lei Orgânica da Polícia Civil), a Delegacia Geral só pode ser ocupada por delegados especiais.

Sheila é delegada de 3ª classe, não estando enquadrada nesse patamar descrito pela lei.

Para assumir a pasta até então ocupada pelo delegado da Polícia Federal, Caio César Bezerra, que pediu exoneração (veja AQUI) no início da semana, não há impedimento algum.

Porém as informações de bastidores apontam, que ela cobra algumas providências e compromissos, para aceitar a titularidade da complexa Sesed.

Será, caso haja nomeação, o quarto nome a ocupar o cargo na gestão Robinson Faria (PSD).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Segurança Pública/Polícia
quarta-feira - 19/04/2017 - 06:52h
Azul Linhas Aéreas

Robinson conduz reunião para tentar viabilizar voos comerciais


O governador Robinson Faria (PSD) conduziu diretamente nessa terça-feira (18), reunião com representantes de Mossoró e do governo estadual, para tratar de providências à operacionalização comercial do Aeroporto Dix-sept Rosado.

O próprio governador registrou foco da reunião, em endereços seus nas redes sociais.

Na prática, a promessa de que tudo teria início no dia 12 último, com a Azul Linhas Aéreas, não se confirmou. Nova estimativa foi esticada para maio e depois junho.

Em suas páginas oficiais na Internet, a Azul Linhas aéreas trata de operação em vários aeroportos no país, não incluindo até hoje o aeroporto mossoroense.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública
quarta-feira - 19/04/2017 - 04:20h
Em Mossoró

Sogra de ex-prefeito é exonerada de cargo por Robinson


Rina Márcia Benigno e Silva Ciarlini, sogra do ex-prefeito mossoroense Francisco José Júnior  (PSD), foi exonerada pelo governador Robinson Faria (PSD).

Publicação da portaria está no Diário Oficial do Estado (DOE).

Ela ocupava o comando da 12º Diretoria Regional de Educação (DIREC) no âmbito de Mossoró.

No mesmo DOE de  hoje (quarta-feira, 19), há nomeação de sua substituta, Maria Consuelo de Almeida Costa.

Governador e prefeito entraram em choque no ano passado, configurando distanciamento político. Mas Robinson preservou vários empregos de aliados de Francisco José Júnior no estado.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
segunda-feira - 17/04/2017 - 23:54h
Nas redes sociais

Ao defender Robinson, primeira-dama gera mais embaraços


Na ótica de Julianne Faria, primeira-dama do Estado e titular da pasta social da gestão Robinson Faria (PSD), a delinquência moral é uma chaga circunscrita àqueles que não vêm de boa extração social e não nasceram ricos. Foi o que implicitamente falou, ao defender seu marido-governador, em relação a noticiário que o envolve com a Operação Lava Jato (veja AQUI).

Postagem de Julianne foi hoje e tem gerado muita polêmica e prejuízo à imagem do seu marido (Foto: reprodução)

Segundo ela, “o governador não precisa nem nunca precisou se sujar com R$ 100 mil. Nasceu em berço de ouro! A família sempre teve condições (…).”

Também atestou que assumiu a pasta social “com os mais variados esquemas de corrupção”. Não cita nomes, mas é bom lembrar que a gestão que antecedeu de Robinson foi de Rosalba Ciarlini (PP).

Nota do Blog – Enfim, a primeira-dama poderia ter sido mais cautelosa com as palavras.  Não ajudou em nada a quem quis defender.

Na vez anterior em que também resolveu tomar a frente do marido, ano passado, gerou polêmica e precipitou racha política entre Robinson e o então prefeito mossoroense Francisco José Júnior (PSD). Veja AQUI.

Àquela ocasião, acertou em cheio. Agora, não.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 14/04/2017 - 22:46h
Odebrecht

Veja detalhes sobre delação contra Rosalba, Fábio e Robinson


A citação do governador Robinson Faria (PSD), seu filho e deputado federal Fábio Faria (PSD) e a ex-governadora e atual prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini (PP), em depoimentos de delatores da “Operação Lava Jato”, não tem segredo de justiça. O próprio relator dessa demanda no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, abriu toda a documentação processual ao conhecimento público.

Robinson, Rosalba e Fábio teriam recebido injeção financeira à campanha de 2010 (Fotomontagem: Blog do Joabson Silva)

Com acesso a esse material, o Blog Carlos Santos colhe depoimento do delator José Lopes Barradas, da empreiteira Odebrecht. Através do portal G1 obtivemos o vídeo da sua sabatina ao Ministério Público Federal, além de documento textualizado relativo às suas declarações, que relatam essa situação.

Veja no boxe abaixo o que Barradas falou sobre Fábio Faria e Rosalba:

Em julho de 2010, fui apresentado por FERNANDO CUNHA REIS, ao empresário carioca FABIANO FARIA, que tinha interesses comuns com a Odebrecht Ambiental em outros negócios.

FERNANDO me disse para avaliar com ele a possibilidade de projetos em saneamento no Rio Grande do Norte. Em seguida, FABIANO me convidou para um jantar no Rio de Janeiro. Nesse jantar conheci o Deputado Federal FÁBIO FARIA que me disse querer tratar de apoio à campanha ao governo do estado em 2010, onde seu pai, ROBINSON FARIA era candidato a vice-governador.

Regressei a FERNANDO CUNHA REIS para lhe reportar a conversa e ele me autorizou a ir até Natal para conhecer a candidata e entender as suas reais intenções no saneamento. Ele também me disse para limitar qualquer eventual ajuda ao valor de R$ 450 mil.

A candidata ROSALBA, médica sanitarista, me disse ser entusiasmada com o tema saneamento e que esse seria um ponto focal no seu governo.

Já previamente decidido e autorizado por FERNANDO CUNHA REIS, voltei a conversar com o Deputado Federal FÁBIO FARIA, indicando a ele o valor que a empresa havia designado a ser viabilizado através de caixa 2.

Por orientação do Deputado, o valor total a ser entregue foi dividido da seguinte forma: R$ 350 mil para a candidata ROSALBA, o qual foi registrado sob o codinome de “dama” e R$ 100 mil para a sua campanha de deputado federal de 2010 sob o codinome de “garanhão”.

FERNANDO CUNHA REIS autorizou verbalmente EDUARDO BARBOSA, o qual me repassou os dados para pagamento (senha, data e local), tendo os pagamentos sido feitos em endereço em São Paulo. A candidata ROSALBA CIARLINI foi eleita, porém nenhum projeto foi desenvolvido (sequer uma PMI foi apresentada).

P.S – A reunião de Barradas no RN ocorreu, conforme relatado no depoimento, na casa de Robinson Faria, com a presença ainda do marido da então candidata, Carlos Augusto Rosado.

Veja AQUI, a íntegra do conteúdo do pedido de abertura de inquérito;

Veja AQUI, o vídeo na íntegra do depoimento de Barradas, em 56 minutos;

Veja AQUI, postagem que resumiu relatos de cinco delatores da empreiteira Odebrecht que incriminam Robinson, Rosalba e Fábio Faria.

Veja AQUI pronunciamento da Secretaria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Mossoró, em que repele conteúdo da delação contra Rosalba;

Veja AQUI a manifestação de Robinson Faria sobre citação do seu nome.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
quinta-feira - 13/04/2017 - 07:50h
Realidade

Briga politiqueira e mentiras deslavadas enterram aeroporto


A lenga-lenga da retomada de voos comerciais do Aeroporto Dix-sept Rosado, que vem de longe, com muitos aproveitadores e nenhum avanço para Mossoró, chega a um estágio previsível: o fracasso.

O aeroporto mossoroense teve rebaixamento de classe de 3C para 2C, iniciativa da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), que o impede de receber aeronaves de médio e grande porte, como chegou a ocorrer muitos anos atrás.

Rosalba e Robinson simbolizam o atraso a que o aeroporto é relegado em Mossoró (Foto: arquivo)

Há tempos já não pode também operar à noite, que se diga.

A Anac não engoliu a mentira deslavada e continuada da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e seus cabras da peste, da mesma forma do governador Robinson Faria (PSD) e seu assessoramento leigo (veja postagem especial AQUI).

Nem poderia.

Suas exigências técnicas não dão margem para a politicalha e não abre mão da segurança aeroportuária.

A briga política e a propaganda falsa terminaram empurrando o Aeroporto Dix-sept Rosado para essa realidade. Foi enterrado.

Paralelamente, o Aeroporto Dragão do Mar de Aracati-CE, a cerca de 95 quilômetros de Mossoró, está habilitado ao pleno uso, entrando nesse vácuo de Mossoró.

Parabéns! Vocês conseguiram nos atrasar mais ainda.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 12/04/2017 - 14:46h
Odebrecht

Robinson se diz tranquilo sobre acusação de corrupção


Citado na lista do Departamento de Propinas da empreiteira Odebrecht, supostamente por ter recebido R$ 350 mil em 2010, o governador Robinson Faria (PSD) pronunciou-se hoje, data do seu aniversário, pelas redes sociais.

Veja o que ele escreveu:

Bom dia, amigos! Primeiramente, meu sentimento neste dia é de gratidão a Deus por mais um ano de vida que me concede.

Mas tenho também a necessidade de tranquiliza-los a respeito das notícias que relacionam meu nome a uma lista de investigações.

Ainda não tive acesso ao teor da denúncia, mas quero deixar claro que minha postura é de serenidade e consciência tranquila.

Estou pronto para prestar os esclarecimentos que venham a ser necessários à Justiça.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 12/04/2017 - 12:47h
Voo dos disparates

‘Teatro do Absurdo’ mistura Rosalba com Robinson e “Salomé”

O enredo tragicômico de um "feito" que nunca ocorrreu e foi disputado por dois executivos atordoados

Tem um sentido tragicômico, próprio do “Teatro do Absurdo”, o enredo da suposta retomada de voos comerciais em Mossoró no Aeroporto Dix-sept Rosado. A história não está concluída, mas já produziu disparates que revelam como é fácil manipular a boa-fé de milhares de pessoas com mentiras deslavadas e propaganda fantasiosa.

Seus efeitos colaterais podem ser igualmente catalogados, atingindo em cheio os autores de tanto faz-de-conta. O povo, de novo ludibriado, é um detalhe.

Em janeiro, Rosalba alardeou 'realizações', como o voo "confirmado" (Foto: reprodução)

O governador Robinson Faria (PSD) e a prefeita Rosalba Ciarlini (PSD), cada um com seu aparato de divulgação remunerada e “mídia espontânea”, se digladiaram até bem poucos dias no anúncio de paternidade-maternidade de algo que nunca existiu. Ambos, por desconhecimento de causa, orientação equivocada de auxiliares e boa-fé/ma-fé asseguraram o que não podiam oferecer.

Protagonizaram uma versão “aérea” do que podemos definir como outro estelionato político-administrativo. Os dois saem perdendo. Rosalba, mais ainda, principalmente porque sua gestão não tem qualquer responsabilidade legal sobre gestão do aeroporto e o próprio voo. Tentou tirar proveito do feito alheio e se deu mal.

Oportunismo

Desde 2015, seu primeiro ano de governo, que Robinson havia prometido reativar o aeroporto comercialmente e pulverizou informação de que tudo estaria “certo” com a Azul. Rosalba Ciarlini entra nessa trilha por oportunismo, na ânsia de mostrar serviço no inicio de sua gestão.

No dia 4 de janeiro deste ano, Rosalba é orientada e puxa para seu gabinete no Palácio da Resistência, executivos da Azul Linhas Aéreas (veja AQUI). A audiência foi fabricada às pressas e fora da agenda oficial. A delegação tinha encontro em Mossoró apenas com emissários do governo estadual.

Mas sua Comunicação oficial e não oficial espalhou que entrara nas discussões para “garantir” os voos. Sem ela e a prefeitura, nada prosperaria.

Dependeria dela, Rosalba, o sucesso da operação. Em caso de fracasso, claro que se encontraria algum culpado. O governador, por exemplo.

Sua milícia cibernética caprichou na estratégia de repetir a inverdade em escala industrial, para tentar transformá-la numa verdade irrefutável.

Robinson também apostou na guerra da comunicação, mas perdeu feio em volume e projeção.

Vídeo, “Betinha” e Salomé

O desenrolar dos acontecimentos mostrou que a decisão da prefeita foi precipitada e quixotesca, a transformando num mico ambulante. Poderia ter ficado caladinha em seu canto. Levaram-na à ridicularização pública.

ó do borogodó dessa situação que deveria envergonhar governador e, prefeita, veio mais adiante. O estopim para um duelo midiático, que torpedeou Mossoró e o estado, foi anúncio de que a Azul Linhas Aéreas começaria rota Recife-PE-Mossoró no dia 12 de março (veja AQUI).

A máquina de propaganda rosalbista divulgou vídeo nas redes sociais com diálogo dela com uma interlocutora ao telefone, alcunhada por “Betinha”. Na fala, Rosalba antecipava a ‘sua’ conquista e prometia que em breve a amiga pernambucana estaria voando para Recife. A cena, própria de esquete de programa humorístico de quinta categoria, rendeu vários memes (postagens de humor) na Internet, como um que a remetia ao personagem “Salomé”, do humorista Chico Anysio.

"Salomé" de Chico Anysio foi resgatada (Foto: reprodução)

Com o avanço dos dias e semanas, o certo foi ganhando forma de incerto, improvável e impossível. O próprio governador desembarcou em Mossoró em março, para ser mais realista com os fatos (veja AQUI).

Paralelamente, Rosalba passou a ser retirada da cena do “crime”. Nesse ínterim, a ordem era colocar no local as impressões digitais do contendor, o governador Robinson Faria.

Até hoje, o governador é empurrado para assumir o fracasso. Ele é parcialmente culpado, mas é desonesto creditar a ele toda essa pantomima por pura deslealdade.

O caso parece, por seu lado, típico de assessoramento por incapazes e ansiedade para acertar.

Desse episódio lamentável, os seus protagonistas podem tirar valiosas lições. Uma delas, ensinada pelo gênio político-militar Napoleão Bonaparte em duas assertivas:

Do sublime ao ridículo, não há nada mais do que um passo.

Nunca interrompa seu inimigo enquanto este estiver cometendo um erro.

À sociedade, resta-lhe ficar mais atenta e ser menos babaquara com promessas de fancaria de políticos que vivem situações administrativas desgastantes. Eles, com raríssimas exceções, sempre precisam de algum tipo de bandeira para dar demonstração de competência, não importando se a verdade seja a sua primeira vítima. Depois, o povo.

Veja AQUI série de matérias que conta fatos recentes envolvendo a retomada dos voos comerciais em Mossoró.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 12/04/2017 - 01:56h
Operação Lava Jato

Robinson, Rosalba e Fábio Faria serão investigados por 3 crimes


Três políticos potiguares identificados no “Departamento de Popinas” da construtora Odebrecht como “Bonitinho”, “Bonitão” (ou “Garanhão) e “Carrossel” teriam recebido recursos provenientes de corrupção dessa empresa. Eles seriam, respectivamente, o atual governador governador Robinson Faria (PSD), seu filho e deputado federal Fábio Faria (PSD) e a ex-governadora e atual prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini (PP).

Os três vão responder a inquérito por corrupção passiva, corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Bonitinho e Bonitão vão ter inquérito no âmbito do Supremo Tribunal Federal (STF). Já a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, responderá perante o Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

Jornal Nacional mostrou Rosalba Ciarlini, ou "Carrossel, como uma das implicadas no esquema (Foto: reprodução)

Cinco delatores-executivos da Odebrecht deram depoimentos semelhantes, reiterando o mesmo enredo que compromete os três políticos. Foram eles: Alexandre José Lopes Barradas, Fernando Luiz Ayres da Cunha Reis, Benedicto Barbosa da Silva Júnior, Ariel Parente e João Antônio Pacífico Ferreira.

Tratativas para propina

Segundo o Ministério Público, “os colaboradores descrevem cenário fático em que se indica que a empresa Odebrecht Ambiental almejava desenvolver PPP’s associadas a saneamento básico no contexto do Rio Grande do Norte. A esse respeito são relatadas as tratativas que envolveriam contribuições eleitorais, nos idos do ano de 2010, destinadas ao Deputado Federal Fábio Faria (R$ 100.000,00), bem como ao Governador do Estado do Rio Grande do Norte Robinson Mesquita de Faria e à Prefeita Municipal de Mossoró/RN Rosalba Ciarlini Rosado (R$ 350.000,00), sendo todas decorrentes da mesma motivação, qual seja, eventual favorecimento em projetos relacionados a saneamento básico”.

No inquérito sob o número 4.452, “o beneficiário Fábio Faria” seria identificado como “Garanhão”, no sistema “Drousys” (sofisticado canal de intranet, internet interna, ao qual funcionários da empreiteira operavam o fluxo de propinas), enquanto Rosalba Ciarlini aparecia com o apelido de “Carrossel”.

Esclareceu-se, também, “que a Odebrecht Ambiental, por atuar como concessionária de serviço público, encontra-se impedida de fazer doação eleitoral oficial, razão pela qual tal proceder foi atribuído ao Setor de Operações Estruturada”.

Repercussão nacional

Noutro trecho, “reconhece-se que, após a anuência de João Pacífico (executivo mais graduado da empresa), foi providenciado pagamento em favor de Fábio Faria e Robinson Faria, identificados como “Bonitão” e “Bonitinho”, enfatizando-se que Robinson Faria era vice na chapa de Rosalba Ciarlini, sendo relatada a ocorrência de reunião entre os mencionados candidatos e representantes da Odebrecht Ambiental.”

Os políticos potiguares foram citados em importantes portais de notícias do país, redes de TV, rádio e outros meios de comunicação. O Jornal Nacional, da Rede Globo de Televisão, chegou a mostrar fotos e citar os políticos desse estado no esquema da Odebrecht.

Leia postagem anterior sobre esse assunto, clicando AQUI.

Leia AQUI pronunciamento da prefeita Rosalba sobre a citação do seu nome no caso.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
segunda-feira - 10/04/2017 - 09:50h
100 dias de gestão

Rosalba entre o “choque de realidade” e o governo virtual


São 100 dias. Nem mais nem menos. A gestão Rosalba Ciarlini (PP) chega aos seus primeiros 100 dias com a imposição simbológica de fazer seu primeiro balanço.

Ah, que fique claro! Bem-explicado: do ponto de vista legal, nada a obriga a fazer esse inventário, mas é da cultura político-administrativa do país, que os gestores o façam.

Internamente, a prefeita – em sua quarta gestão municipal – juntou sua equipe à semana passada para esse levantamento. À mesa, o que foi feito, mas acima de tudo o que é possível fazer até o final deste primeiro ano.

Fora do Palácio da Resistência, sede do governismo, temos a cidade real, sem propaganda, com suas aspirações e deficiências; o que funciona e o que teima em inexistir. Saúde, Educação, Segurança, infraestrutura etc. agonizam – o que não é de hoje.

Exigir da agente pública um abracadabra, dando solução a tudo em 100 dias, é uma cobrança descabida. Da mesma forma que ela não deve continuar se sustentando na falácia do faz-de-conta, como se tudo fosse ser resolvido com um bordão de seus militantes: “É a Rosa!”

Os tempos são outros. Conjunturas local e nacional são preocupantes e sem perspectivas de melhora a curto e médio prazos.

Rosalba foi apresentada a um “choque de realidade” à medida que o tempo foi avançando nesses 100 dias. Mas não pode alegar desconhecimento de causa nem falta de experiência.

Por algum tempo, o antecessor Francisco José Júnior (PSD) será útil à “Rosa”. O seu sucessor no Governo do Estado, Robinson Faria (PSD), também a ajuda com sua apatia. Mas o prazo de validade dessas duas imagens no “retrovisor” não irá até o fim do seu mandato.

Rosalba abriu mão de promover um choque de gestão e de ousar com nomes e medidas. Caiu na tentação de priorizar conchavos de campanha, engordar a folha do município com familiares e produzir “realizações” que rendem muitas fotos, vídeos e compartilhamentos nas redes sociais, mas que são ainda virtuais.

Para não ser a “Rosalba governadora”, Rosalba prefeita terá que alterar com urgência os rumos do seu governo. Ainda está em tempo. Tem carisma pessoal, tolerância da imprensa, não lida com oposição articulada e raivosa e possui boa capilaridade política.

Repito: os tempos são outros. A fórmula de sempre não dura para sempre.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Opinião da Coluna do Herzog / Política
quarta-feira - 05/04/2017 - 21:58h
Sem compromisso

Governo Robinson pode fechar o terceiro hospital em Mossoró


Se depender do Governo Robinson Faria (PSD), o Hospital Maternidade Almeida Castro (HMAC), que está sob intervenção da Justiça Federal desde setembro de 2014, será fechado. A propósito, um recorde. Se isso ocorrer, será o terceiro hospital fechado sob sua batuta.

Antes já encerraram atividades o Hospital da Mulher Parteira Maria Correia e Hospital da Polícia Militar.

O Governo do Estado não repassa há quatro meses o valor de R$ 438 mil/mês que se comprometeu em injetar no HMAC, a partir de sua decisão de encerrar atividades do Hospital da Mulher em setembro do ano passado.

Robinson visitou hospital e divulgou pagamentos que nunca foram feitos (Foto: Assecom)

A informação é de Luiz Avelino, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Hospitais Particulares de Mossoró (SINTRAHPAM).  A dívida referente aos meses de dezembro, janeiro e fevereiro alcança a soma de R$ 1.314.000,00.

A maternidade por amplo processo de restauração e ampliação de sua estrutura física, além de maior alcance de serviços, tendo mais de 400 funcionários. Sua nova realidade com a intervenção é diametralmente oposta ao que acontecia antes.

Rombo

Preliminarmente, há indícios de um rombo superior a R$ 36 milhões. Deve gerar muito em breve uma série de denúncias formais por parte do Ministério Público Federal (MPF), implicando antigos gestores.

Até setembro de 2016, os interventores trabalharam com recursos do SUS e contra partida da Prefeitura de Mossoró. Com o fechamento do Hospital da Mulher, o Governo do Estado, através do secretário George Antunes, foi chamado ao processo de intervenção.

A Secretaria de Estado da Saúde Púvlica (SESAP) se comprometeu em custear cinco cooperativas médicas (custo médio de R$ 950 mil/mês) e repassar um valor de R$ 438 mil/mês, destaca o advogado Francisco Gervásio Lemos de Sousa, assessor jurídico do SINTRAHPAM.

Compromissos

Ficou compromissado com a Justiça Federal que a Prefeitura repassaria os recursos do SUS (contratualização R$ 271 mil, Rede Cegonha 197 mil e cerca de R$ 550 mil referente à produção/mês) e custearia parte do salário dos médicos, algo em torno de R$ 680 mil/mês.

“Este compromisso foi firmado com o juiz federal Orlan Donato no dia 28 de setembro, 20 dias após o fechamento do Hospital da Mulher, em Mossoró, sendo testemunhado pelos promotores públicos do Estado, Federal e do Trabalho”, acrescenta Gervásio.

A quebra do compromisso firmado com a Justiça Federal gerou dificuldades também para os interventores honrarem compromissos perante os fornecedores de medicamentos, equipamentos hospitalares e insumos para abastecer a nutrição.

Governo mente sobre recursos

O agravante no papel que cabe ao Governo Robinson Faria, é a propaganda divorciada da verdade. Ele visitou o HMAC no dia 12 de janeiro deste ano e a Assessoria de Comunicação do Governo do Estado divulgou notícia de que avanços no hospital estavam sendo possíveis, porque a gestão vinha fazendo repasses de R$ 438 mil por mês. Uma mentira deslavada (veja AQUI), informação fornecida pelo próprio governo.

Faltam recursos para pagar alimentação dos pacientes, para compra de material de construção e à empresa que faz as obras de restauração e ampliação do Centro Obstétrico, bem como alugueis de equipamentos de UTI Neonatal e Adulto. Mais e mais contas se acumulam, levando o hospital a fenecer gradualmente.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Saúde
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
quarta-feira - 05/04/2017 - 08:31h
Folha de São Paulo

Delator diz que Odebrecht deu R$ 2 mi à campanha de Henrique


Por Wálter Nunes (Folha de São Paulo)

O ex-presidente da Odebrecht Ambiental Fernando Cunha Reis afirmou, em seu acordo de delação premiada no âmbito da Lava Jato, que doou R$ 2 milhões em caixa dois para a campanha do pemedebista Henrique Eduardo Alves ao governo do Rio Grande do Norte, em 2014.

Alves perdeu a eleição no segundo turno para Robinson Faria, candidato do PSD.

Henrique Alves nega, através de advogado, que tenha recebido qualquer apoio ilegal à campanha (Foto: Folha de São Paulo)

O pedido de contribuição foi feito, segundo o delator, numa reunião de que ele participou juntamente com Alves e o então deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), hoje preso em Curitiba pela Operação Lava Jato.

O encontro, segundo a delação, aconteceu no dia 06 de setembro de 2014 no gabinete de Cunha, na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Departamento de Propinas

A doação em caixa dois teria sido paga em dinheiro vivo e viabilizada por meio do setor de operações estruturadas da Odebrecht, classificado pelos investigadores da Lava Jato como departamento de propinas da empresa.

Alves foi ministro do Turismo do governo Dilma Rousseff entre abril de 2015 e março de 2016. Saiu do cargo ao apoiar o impeachment da presidente.

Voltou à pasta em 12 de maio de 2016, com a chegada de Michel Temer ao Palácio do Planalto.

O outro lado

O advogado de Henrique Alves, Marcelo Leal, nega que seu cliente tenha recebido doação ilegal ou por meio de caixa dois.

Veja matéria completa clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 05/04/2017 - 08:18h
Insegurança

A estatística que insulta a inteligência e não aplaca o medo


O cidadão não reconhece o Estado como capaz de protegê-lo. Isso é fato. O cidadão também não vê o Estado como preparado para evitar/reparar suas perdas, identificar e prender culpados.

Apesar do grande volume de ocorrências registradas através de boletins de ocorrências, nas delegacias especializadas, esses números são absolutamente irreais. Estão longe do que acontece nas ruas.

Mas o governo estadual se jacta de ter conseguido “reduzir” furtos e roubos. Apresenta gráficos, divulga matéria oficial à imprensa e assegura que a vida está bem melhor no Rio Grande do Norte.

Afinal de contas, temos o “Governador da Segurança”, epíteto que ajudou o então vice-governador Robinson Faria (PSD) a vencer as eleições em 2014.

Balela.

Insulto à inteligência alheia e outra forma de humilhar as vítimas e as potenciais vítimas.

A violência é companheira diária do povo potiguar. Há uma sensação de insegurança indisfarçável e não há estatística que convença o contribuinte de que o cenário seja outro.

Somos e continuamos reféns do medo e sem esperança de que isso mude.

Pobre RN Sem Sorte!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Opinião da Coluna do Herzog / Segurança Pública/Polícia
segunda-feira - 03/04/2017 - 22:32h
Hoje

Ministro inaugura viaduto na 101 e ratifica obras para Mossoró


O governador Robinson Faria (PSD) participou hoje, 03, do ato de liberação do segundo viaduto na BR – 101, no bairro de Emaús em Parnamirim. O local registra o maior tráfego rodoviário no Estado com a circulação de 95 mil veículos por dia.

O ato contou com a presença do ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella.

Solenidade ocorreu hoje em Emaús (Foto: Governo do RN)

A duplicação e adequação da BR-101 entre Parnamirim e Natal contempla outros quatro viadutos, um túnel, seis passarelas, uma passagem inferior para veículos, implantação de 21,3 km de vias marginais e a restauração de pista principal, além de 15 km de drenagem de águas pluviais.

O projeto está orçado em R$ 166,1 milhões.

Mossoró

Em sua estada no RN, Maurício Quintela conversou novamente com a prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini (PP). À semana passada, ele a recebeu ao lado de uma comitiva (veja AQUI), quando tratou de equipamentos complementares do Complexo Viário da Abolição, na cidade.

Agora, reiterou que em maio vai ser lançada a licitação das 3 primeiras passarelas do Complexo Viário da Abolição.

O ministro também garantiu parceria para a iluminação dos 17 km do Complexo Viário. Para agilizar a obra, a Prefeitura de Mossoró irá elaborar o projeto executivo, a pedido do ministro.

“Estamos aguardando a liberação desse projeto, que será doado ao DNIT, para que posteriormente possamos iniciar a iluminação desse trecho tão importante”, comentou Maurício Quintella.

Com informações do Governo do RN e Prefeitura Municipal de Mossoró.

Categoria(s): Administração Pública
sexta-feira - 31/03/2017 - 09:48h
RN

Servidores do MP farão eleição paralela para procurador geral


Com a proximidade da eleição para procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), biênio 2017/2019, que ocorrerá em 17 de abril, o Sindicato dos Servidores do MP-RN (SINDSEMP-RN) realiza, pela segunda vez, a eleição paralela para definição do chefe do Ministério Público potiguar entre os já indicados na lista tríplice.

A votação, simbólica, acontecerá no mesmo dia e horário em que os membros da instituição, promotores e procuradores de Justiça, vão indicar um nome para o cargo.

Justificativa

“O objetivo desse ato é fazer com que os servidores efetivos do Parquet possam participar da escolha do PGJ, ampliando, dessa maneira, o debate sobre a democratização do Ministério Público, como preceitua a PEC 147/2015 (a PEC do voto)”, justifica comunicado da entidade sindical.

Após computados os votos dos servidores pelo Sindsemp-RN, o resultado será encaminhado ao governador do Estado – Robinson Faria (PSD) – para que ele tenha conhecimento sobre a vontade dos funcionários da Casa e possa direcionar melhor sua indicação para a coordenação do órgão.

Na bala

As relações entre servidores/sindicato e a cúpula atual da Procuradoria Geral de Justiça seguem bastante esgarçadas.

O episódio recente em que dois membros do parquet foram baleados (veja AQUI), por um servidor, tornou ambiente ainda mais conflituoso.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Gerais / Justiça/Direito/Ministério Público
sexta-feira - 31/03/2017 - 09:36h
RN

Grupo Alves assume papel de protagonista no vácuo do poder


Parece que há vacância no poder no Rio Grande do Norte. Surgem sinais de que o assento do governador do estado, no Centro Administrativo em Natal, está sem ocupante.

Henrique, Garibaldi, Rosalba e outros integrantes de comitiva estiveram com Temer (Foto: cedida)

Nos últimos dias e horas, lideranças do grupo Alves ocuparam fartos espaços na mídia e em Brasília, como se estivessem no poder estadual.

O ex-deputado federal Henrique Alves (PMDB) agendou e comandou audiência com seu amigo e correligionário Michel Temer (PMDB), presidente da República, para receber comitiva comandada pela prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini (PP) – veja AQUI.

“Governador”

Nas redes sociais, possivelmente por ato falho ou força do inconsciente, o senador Garibaldi Alves Filho (PMDB) apresentou-se como “governador” na divulgação de agenda com um prefeito (veja AQUI), em Brasília.

Na Capital Federal, algum jornalista que cubra a política nacional e não esteja mais atento ao rincão potiguar, pode ficar embaraçado. Parece que quem está no governo é Henrique Alves. O primo e senador Garibaldi Filho é reforço de luxo, circulando com políticos do RN pelos escaninhos do Governo Federal.

A ocupação desse espaço revela destreza política e influência, mas também instiga a se questionar o próprio papel do governador de direito nesse contexto. Ele e seus aliados parecem conformados em serem eclipsados pelos derrotados nas  urnas em 2014, que se preparam mais uma vez para novo confronto eleitoral.

Avançam num terreno movediço, mas diante de um governo fragilizado.

Só para lembrar: oficialmente, o governador do Rio Grande do Norte é Robinson Faria (PSD).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Opinião da Coluna do Herzog / Política
quinta-feira - 30/03/2017 - 20:52h
Em Brasília

Garibaldi Filho cumpre agenda na condição de “governador”


Ato falho? Premonição? Aspiração? Você decide. O certo é que nas redes sociais hoje, o senador Garibaldi Filho (PMDB) foi apresentado como “governador” do Rio Grande do Norte, recebendo um prefeito em Brasília.

Endereços na Internet, de Garibaldi Filho, destacaram sua agenda como "governador"

O texto diz o seguinte: “O prefeito de Parelhas, Alexandre Petronilo, participou de audiência com o ‘governador’ Garibaldi Filho…”

Só para lembrar: o atual governador do Rio Grande do Norte é Robinson Faria (PSD).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.