terça-feira - 21/02/2017 - 14:38h
Novo secretário

Governador adota mudança de discurso e prioriza política


O governador em exercício, Fábio Dantas (PCdoB), deu posse a Ivan Lopes Júnior (PSD), para exercer o cargo de titular da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH), no início da tarde desta terça-feira (21).

Mairton foi "rebaixado" para atender critério político (Foto: arquivo)

A ascensão de Ivan Júnior, paralelamente, “rebaixou” um técnico do setor para a condição de adjunto da pasta, ou seja, o até então secretário Mairton França, professor dos quadros da Universidade do Estado do RN (UERN).

Mairton fora indicado pelo então prefeito de Mossoró Francisco José Júnior (PSD), de quem o governador Robinson Faria (PSD) rompeu politicamente no final do ano passado. A saída de França era uma questão de dias, semanas ou meses (como o Blog antecipou ano passado ainda – veja AQUI).

Promessa

Mas chama a atenção na mudança, a quebra de discurso – outra vez – do governador Robinson Faria. Prometeu em campanha e durante boa parte do seu mandato, que as nomeações de sua equipe seguiriam “critério técnico”.

Não é o caso da SEMARH, agora. Ele tira um técnico para botar um político na titularidade.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
segunda-feira - 20/02/2017 - 20:32h
Terça-feira, 21

Policiais civis vão deliberar sobre indicativo de greve


Está definida uma assembleia geral extraordinária para essa terça-feira (21), a partir das 8h, no Centro Administrativo do Estado, em frente ao prédio-sede da Governadoria, em Natal.

Policiais civis do Rio Grande do Norte vão deliberar sobre um indicativo de greve.

Cobram do Governo do Estado o início das negociações da pauta reivindicatória entregue ao governador Robinson Faria (PSD) no dia 27 de agosto de 2015.

Só para lembrar: os manifestantes encontrarão no governo o vice-governador e governador interino Fábio Dantas (PCdoB), em face de viagem do governador à China.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Segurança Pública/Polícia
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
segunda-feira - 20/02/2017 - 18:36h
Energia solar

Fábrica pode ir para Seridó, mas ex-reitor cobra força política


Em sua participação dentro do programa noticioso “Jornal TCM” agora à noite, o professor, empresário e ex-reitor da Universidade do Estado do RN (UERN) Milton Marques noticiou em primeira mão há poucos minutos, que o governador Robinson Faria (PSD) pensa em atrair indústria chinesa de equipamentos para energia solar, à região do Seridó.

A viagem do governador, alguns auxiliares e empresários do RN à China começa hoje, devendo retornar no dia 3 de março.

Milton Marques alertou, em seu “Ponto de Vista”, no jornalístico da TV Cabo Mossoró (TCM), que o governador admitiu essa preferência em sua passagem por Mossoró em janeiro, num jantar com lideranças empresariais na casa do empresário Rútilo Coelho.

Governo empreendedor

Ao fechar seu comentário, Marques cobrou intercessão da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), em nome da “parceria administrativa” que anuncia ter com o governo estadual, para que essa indústria seja atraída para Mossoró.

Em sua ótica, “um governo empreendedor” não pode se apegar tão-somente a obras pontuais e de visibilidade eleitoreira, como pavimentação de ruas, quando tem oportunidade de provocar o surgimento de grandes investimentos do capital privado. Emprego, renda e tributos estão em jogo.

Nota do Blog - Perfeito, Milton Marques. Entre 2015 e ano passado, um grupo multinacional tentou instalar negócio bilionário em Mossoró e não avançou nas tratativas com a gestão Francisco José Júnior (PSD). Burocracia, ‘burrocracia’ e outras questões “impublicáveis” teriam emperrado isso (veja AQUI).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Economia / Política
sexta-feira - 17/02/2017 - 07:24h
Em Caicó

Deputado diz que, agora, é aliado de Robinson Faria


Vivaldo e Robinson: no governo (Foto: Paulo Júnior)

O deputado estadual Vivaldo Costa (PROS) acompanhou a agenda administrativa do governador Robinson Faria (PSD) nessa quinta-feira (16) em Caicó. Ao discursar durante solenidade no pátio do Centro Cultural Adjuto Dias, o deputado lembrou sua trajetória política durante mais de 40 anos na vida pública e destacou que tem 12 mandatos.

Ainda no evento, o deputado Vivaldo anunciou: “Quero fazer uma parceria administrativa e política com o governador Robinson Faria. Eu quero a partir de agora em praça pública dizer as caicoenses e aos seridoenses que eu vou ser um aliado político de Robinson Faria”, disse Vivaldo.

Nota do Blog – E não era aliado. Completaria o sertanejo: “oxente!”

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
  • Repet
quarta-feira - 15/02/2017 - 17:49h
Caicó

Governo do RN instalará Ciosp de forma permanente


A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED) instalará de maneira permanente o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (CIOSP), em Caicó, nesta quinta-feira (16).

A ativação do Centro será feita no teatro Adjuto Dias, às 17h, pelo governador Robinson Faria (PSD), que estará cumprindo agenda no município.

Além disso, será iniciado também o trabalho do Gabinete de Gestão Integrada (GGI).

A primeira reunião acontecerá, às 14h, no auditório do conselho, antigo prédio da Prefeitura.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Segurança Pública/Polícia
terça-feira - 14/02/2017 - 23:56h
Hoje

Governo impede paralisação militar com acordo em reunião


Do portal Noar

Após serem recebidos por representantes do Governo do RN, policiais militares, que realizaram uma manifestação, em frente à Governadoria, na manhã desta terça-feira (14), chegaram a um acordo com o Executivo Estadual.

Governador Robinson (centro) mostrou capacidade de negociação em momento delicado (Foto: portalnoar)

A categoria ameaçava uma paralisação, caso o poder público não atendesse reivindicações relativas a pagamentos atrasados, promoções e melhores condições de trabalho.

De acordo com informações da Associação dos Cabos, Praças e Soldados (ACS/RN), o governo concordou em promover 702 policiais, que estavam com a progressão atrasada desde dezembro de 2016.

Diárias

Além disso, o governo concordou em realizar o pagamento dos militares promovidos em agosto do mesmo ano, previsto para fevereiro; e com o pagamento retroativo dos promovidos em dezembro de 2015 e nos meses de abril e agosto do ano seguinte.

Ainda segundo a ACS, também foi aprovado o aumento das diárias operacionais para R$ 120 por oito horas de serviço, com pagamento adiantado.

Protesto

O protesto teve início por volta das 10 horas. As esposas dos militares, integrantes do Fórum de Mulheres de Praças do RN, realizaram um ‘panelaço’ na rampa do prédio no qual fica o gabinete do governador Robinson Faria (PSD).

Além das panelas, os manifestantes se utilizam de cartazes e proferem palavras de ordem.

Por volta das 10h40, o titular da Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), Caio Bezerra, que estava dentro da Governadoria, desceu a rampa e convidou os policiais que lideram a manifestação para conversar no interior do prédio.

Acompanhe notas exclusivas e mais ágeis do Blog Carlos Santos por nosso Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Segurança Pública/Polícia
segunda-feira - 13/02/2017 - 19:08h
Política

Vereadores tentam outra ‘sombra’ diante de frieza rosalbista


Do Blog Carol Ribeiro

Alguns vereadores de Mossoró, tanto da oposição quanto da bancada governista, estiveram em Natal e pleitearam apoio do governador Robinson Faria (PSD). Para apoio leia-se empregos, cargos, para os seus, aqueles que trabalharam junto a cada um na campanha eleitoral de 2016, mas que ainda não tiveram espaço para se acomodarem na administração municipal.

Pessoas ligadas ao governador estiveram em Mossoró na última semana fazendo um balanço dos espaços que existem por aqui, dando sinais de que o gestor pode atender ao pleito dos possíveis novos aliados na segunda maior cidade do RN.

O esperado “apoio” de Rosalba para permanecer na bancada governista está vindo lento, na opinião de alguns vereadores. E, enquanto Carlos Augusto – líder do rosalbismo – cozinha em banho-maria, tanto os seus quanto os vereadores da oposição que o governismo cogita em atrair para si, os edis já buscam uma outra ‘sombra’ onde abrigar os seus.

Nota do Blog Carlos Santos – Rosalba tem priorizado pessoas próximas, gente realmente de sua confiança e atendimento a compromissos com lideranças de maior peso, como Sandra Rosado (PSB) e o grupo Alves.

Acompanhe notas exclusivas e mais ágeis do Blog Carlos Santos por nosso Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
domingo - 05/02/2017 - 15:56h

Nossa “chuva de bala” de todos os dias


Por Carlos Duarte

No governo da (in)segurança, a bandidagem está agindo à vontade, em todo o RN. Invasões de cidades, arrombamentos, explosões a bancos, assaltos, assassinatos, arrastões e outras atrocidades, continuam a se multiplicar e a por  em risco a sociedade (do bem).

No “Pais de Mossoró” a “Chuva de Balas” não acontece apenas nas artes cênicas do adro da igreja de São Vicente, durante os festejos juninos. Em 35 dias deste ano, já aconteceram 25 homicídios, em Mossoró.

Estamos todos acuados (Foto ilustrativa)

Ao contrário do que ocorreu, em 1927, quando o prefeito Rodolfo Fernandes liderou a expulsão do bando do cangaceiro Lampião, hoje, a população está entregue à própria sorte por pura incompetência cumulativa dos gestores públicos.

E o que já é calamidade, poderá ficar ainda pior, uma vez que não há políticas publicas e nem vontade política dos atuais gestores em resolverem seriamente o problema. As medidas tomadas no âmbito da segurança pública do RN são todas reativas e paliativas. Nada é preventivo. Não há projeto sério capaz de estancar o caos em que vivemos – no curto e médio prazo.

A recente rebelião de Alcaçuz expôs, apenas, a ponta do iceberg da tragédia em que está se transformando a falência do sistema de segurança pública em todo o Rio Grande do Norte. Não adianta ficar, apenas, culpando o governo federal ou criando desculpas em cima da crise nacional.

Guerra nas ruas

O fato é que esse governo herdou os descasos de governos anteriores, mas foi – e ainda está sendo – medíocre em suas ações gerenciais. Tanto sabia da situação, que o governador Robinson Faria (PSD) adotou o tema da segurança pública como bandeira de sua campanha.

Seus eleitores, assim como este articulista, acreditaram que o candidato tivesse, ao menos, uma radiografia da situação, um estudo e/ou um plano de ação para resolvê-la. Pura enganação e mentira, que se revelaram durante a gestão desse governo pífio e covarde.

As ações das facções criminosas têm celeridades antagônicas às ações de governo. Em todo o Estado, até agora, foram assassinadas 208 pessoas (contra 147, no mesmo período de 2016), o que significa um aumento de 41,5%. Este cenário aponta que, no governo Robinson Faria, uma pessoa é assassinada a cada 3,30h – muito pior do que a grande maioria dos países que estão em guerra declarada.

Será que não pesa nas consciências do governador e de sua equipe as mazelas impostas a milhares de vítimas inocentes – decorrentes da violência, fruto da sua própria incompetência de gestão?

As evidências apontam que não. Mas, na retórica do governo, tudo está “sob controle”.

Que Deus nos acuda a todos!

SECOS & MOLHADOS

Fechamento – Em 2016, foram fechadas no Rio Grande do Norte 9.976 empresas, em diversos seguimentos de atividades. Isso significa um crescimento de 38,19% em relação a 2015. Resultados da crise econômica e da falta planejamento sustentável para o desenvolvimento do Estado. Nada é por acaso.

Projeto – A mudança de secretariado no novo mandado do prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT), é a sinalização de seu projeto político: fortalecimento de sua imagem em todo o RN com o objetivo de tornar viável sua candidatura a governador (ou senador) em 2018. Afinado com o projeto nacional do PDT, em lançar Ciro Gomes para presidente, Carlos Eduardo começa a ampliar as bases do seu partido no Estado.

Royalties – O articulista Gutemberg Dias (veja AQUI), mostra em seu excelente artigo que a receita da Prefeitura de Mossoró, com a arrecadação dos royalties, já chegou a ser o equivalente a 18,36% de toda a arrecadação do município. Hoje, está em torno de 3%. Isso demonstra que, no período áureo dos royalties, os gestores do município não se importaram com o futuro da cidade. Acharam que o recurso não se esgotaria e não o aplicaram em projetos sustentáveis para o desenvolvimento.

Henrique – Noticias de bastidores da imprensa nacional apontam que o ex-ministro do Turismo e ex-presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB) pode ser a bola da vez da Operação Lava Jato. Ele é acusado de ter recebido propina da Carioca Engenharia. Sua defesa nega e diz que ele abriu a conta no exterior, porém não tinha poderes para movimentá-la.  Apareceram R$ 2 milhões na conta dele, mesmo assim, ele diz que “não sabe de nada”. Isso é incrível! Como os juízes não acreditam em Papai Noel, Henrique Alves poderá vir a raspar o cabelo ao estilo Eike, em poucos dias.

Desafio – A presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Izabel Montenegro (PMDB), tem muitos assuntos polêmicos e importantes para sua pauta inicial de gestão. Herdou uma gama de problemas deixados pela gestão do seu antecessor Jório Nogueira (PSD). Dentre eles, está a verba de gabinete dos vereadores. Tem habilidade, experiência e competência para resolvê-los. Só precisa aumentar o pavio.

MCJ – O governo Rosalba Ciarlini (PP) começa a agir em busca de patrocínio para o evento Mossoró Cidade Junina 2017 (MCJ). Apesar da crise econômica nacional, o evento tem potencialidade para captar a totalidade dos recursos necessários, através de patrocinadores. O ponto negativo é a exiguidade de tempo, neste ano, mas esse objetivo poderá ser atingido em edições futuras.

MINHA VITÓRIA – A Força-tarefa que está administrando a massa falida da Casa de Saúde Almeida Castro (CSDR)/Hospital Maternidade Almeida Castro (HMAC) não pode ficar sujeita a sabotagens politiqueiras nem corporativas. O Blog Carlos Santos mostrou essa situação numa série de reportagens há poucos dias (veja AQUI, AQUI e AQUI), dando uma dimensão do que tem sido feito para resgatar o HMAC, apesar das sabotagens corporativistas e políticas.

A Junta Interventora, com suporta da Justiça e do Ministério Público, mostra que é possível fazer a coisa certa, quando há seriedade na gestão pública. Trouxe de volta a esperança de vida para milhares de pessoas que dependem do sistema público de saúde, em Mossoró. Expurgou uma quadrilha inescrupulosa de criminosos que ceifaram a vida de milhares de pessoas inocentes, vítimas de suas ganancias.

Em 2008, a filha do articulista Carlos Duarte nasceu prematura e faleceu por falta de assistência (Foto: cedida)

Em 2008, este articulista vivenciou de perto o submundo do crime, neste complexo de saúde, quando assistiu, impotente, o falecimento de sua filha nascida prematura. Não havia sequer os medicamentos e insumos básicos para socorrê-la, apesar da UTI Neonatal desse hospital já ter sido inaugurada de forma fictícia, apenas para poder garantir repasse de recursos federais.

Se tivesse sobrevivido aos descasos da súcia, neste mês janeiro, Vitória Gabriela teria completado nove aninhos. Compartilho a dor deste sofrimento com todas as vítimas inocentes daquele extinto matadouro.

* Veja AQUI a coluna anterior.

Carlos Duarte é economista, consultor Ambiental e de Negócios, além de ex-editor e diretor do jornal Página Certa

Categoria(s): Artigo
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
sábado - 04/02/2017 - 20:49h
Hoje

Grupo lança pedra fundamental para maior resort do estado


Projeto ousado deverá proporcionar surgimento de 350 empregos diretos, segundo governo (Imagem: simulação do projeto)

O governador Robinson Faria (PSD) e o presidente do grupo português Vila Galé, Jorge Rebelo de Almeida, confirmaram neste sábado (4) a construção do primeiro resort all inclusive do Rio Grande do Norte.

Em uma solenidade realizada na praia de Perobas, em Touros, foi lançada a pedra fundamental que marcou o início das obras.

O resort gerará 350 empregos diretos e 1000 indiretos, e terá investimentos da ordem de R$ 100 milhões.

A inauguração está prevista para setembro de 2018.

Grupo Vila Galé

O novo resort, que deverá ser o maior do estado, terá 514 quartos, três restaurantes, spa de padrão internacional, centro de convenções de 1.750 m² e um Clube Nep, voltado para as crianças, piscinas e quadras multiusos.

Está será a 8a unidade do grupo no Brasil. Ao todo, o grupo possui 27 hotéis, sendo 20 deles em Portugal e sete no Brasil.

O Vila Galé é um dos principais grupos hoteleiros portugueses e integra o ranking das 207 maiores empresas hoteleiras do mundo.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Economia
sexta-feira - 03/02/2017 - 07:52h
Política e Saúde

Cirurgias eletivas começam pelo Alto Oeste


A fila de cirurgias eletivas no Rio Grande do Norte, principalmente no interior, vai começar a andar pelo Alto Oeste – em Pau dos Ferros.

Pedido feito, pedido atendido pelo governador Robinson Faria (PSD).

Pleito apresentado pelo deputado estadual Galeno Torquato (PSD).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política / Saúde
  • Repet
quinta-feira - 02/02/2017 - 23:12h
Lançamento

Ministro mostra urgência com Plano Nacional de Segurança


O ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, lançou hoje o Plano Nacional de Segurança, idealizado pelo governo federal com foco no combate a criminalidade. Ele participou de solenidade, nesta quinta-feira (2), na sede da Governadoria em Natal. O evento contou, ainda, com a presença do governador do estado, Robinson Faria (PSD), o vice-governador Fábio Dantas (PCdoB), representantes da segurança pública, dos Poderes, classe política e sociedade civil organizada.

Robinson e Alexandre de Moraes (no centro) participaram de entrega de veículos (Foto: Ivanízio Ramos)

Após uma coletiva à imprensa, os participantes se reuniram para o detalhamento da forma de atuação do plano. Logo no início o ministro Alexandre de Moraes recebeu o título de Cidadão Honorífico de Cidadão Norte-Rio-grandense. O título foi entregue pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), por proposição do deputado Gustavo Fernandes (PMDB).

Policiamento preventivo

Antes, porém, foi assinado um Pacto Federativo pela Segurança Pública entre o governador e o representante da presidência da República. O RN é o décimo estado da Federação a aderir à iniciativa também voltada para a segurança pública.

Segundo o ministro, após mapeamento das necessidades de cada região, o plano vai focar no policiamento preventivo em áreas de criminalidade com incremento de 360 homens, sendo 120 da Força Nacional e 240 da Polícia Militar do RN que atuarão em operações conjuntas com diárias pagas pelo governo federal.

Além disso, o ministro confirmou auxílio à Polícia Civil na investigação especializada de feminicídios, homicídios e perícias com uma força-tarefa de 90 homens, sendo 30 da Força Nacional e 60 da Polícia Civil do RN; cursos de atualização de profissionais, capacitação para sociedade, doação de 4.423 coletes à prova de balas; reaparelhamento das delegacias especializadas, mutirão de defensores públicos; intervenção penitenciária; ampliação do policiamento preventivo da Polícia Rodoviária Federal entre outras ações.

O Plano Nacional de Segurança entra em operação já no próximo dia 15 de fevereiro com três pilares básicos: integração, colaboração e cooperação, baseado-se no combate e redução do número de homicídios dolosos, feminicídios e crimes de violência contra a mulher; modernizar e racionalizar o sistema penitenciário; e dar combate integrado à criminalidade organizada transnacional.

Entrega de carros-cela

Antes da solenidade para formalização e assinatura do Plano Nacional de Segurança, o governador e o ministro fizeram a entrega de seis carros-cela tipo Renault que integrarão o Grupo de Escolta Penal (GEP), da Secretário de Estado da Justiça e Cidadania (Sejuc). Os veículos serão usados em Natal, Caicó, Mossoró e Caraúbas, municípios que têm base do GEP. Os furgões foram doados pelo Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN).

Cada viatura tem capacidade para 10 presos e 5 agentes penitenciários e tem o valor de R$ 178.387,00. Além dos seis carros-cela, mais nove do mesmo modelo já estão em circulação pelo Rio Grande do Norte também pelo GEP, além dos 20 carros-cela do tipo Palio Weekend, utilizados para transferências, transporte para audiências e atendimentos médicos.

Saiba mais detalhes clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Segurança Pública/Polícia
quinta-feira - 02/02/2017 - 19:02h
Mensagem anual

Robinson apela à união para enfrentar crise vivenciada no estado


“O tempo em que a população encontrava as portas fechadas da Governadoria passou. A população agora não só tem acesso ao gabinete do governador, como também tem assento na mesa do Governo para reivindicar, criticar e também sugerir novas ações”. Essa abordagem foi feita hoje na Assembleia Legislativa, pelo governador Robinson Faria (PSD).

Robinson Faria (na tribuna) fez exposição das dificuldades e apontou conquistas no período (Foto: Governo do RN)

Ele fez a leitura da mensagem anual do governo, que abre período de trabalhos na Casa, fazendo balanço da gestão e apontando perspectivas, projetos etc.

Pediu a colaboração dos poderes para enfrentar a maior crise já vivida pelo RN.

Lá fora, as forças de segurança balizaram circulação de populares e manifestantes (sindicatos ligados a servidores do Estado), que cobravam principalmente atualização salarial.

Veja íntegra do discurso clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 01/02/2017 - 21:40h
Mossoró

Robinson descarta presídio anunciado por seu secretário


Do Blog do Barreto

Por meio da nota abaixo o Governo do Estado descartou a possibilidade de se construir um novo presídio em Mossoró.

O Governo do Rio Grande do Norte esclarece que Mossoró não está incluída entre os possíveis locais para a construção do terceiro presídio do estado, cujos recursos foram assegurados pelo Fundo Penitenciário (FUNPEN) do Ministério da Justiça.

O governador Robinson Faria (PSD) já afirmou em outras ocasiões e reitera que não considera a cidade de Mossoró para abrigar o referido presídio. “O novo presídio não será construído em Mossoró”, confirmou o governador.

Em seu Twitter, o governador disse: “Esclareço aos mossoroenses que não considero em hipótese nenhuma construir um presídio estadual na cidade”.

Mas a ideia não surgiu do nada nem foi um boato. O Blog do Barreto resgata um vídeo (gravado em 11 de janeiro deste ano) do secretário estadual de Justiça e Cidadania, Walber Virgolino, em conversa com o editor desta página em que ele declara que está estudando um local para construir um novo presídio em Mossoró. Ressalve-se aí que ele explica ser do governador a última palavra para a decisão.

Nota do Blog Carlos Santos – Essa é a segunda vez nos últimos dias, que o governador desmente seu secretário. Antes, Virgolino admitira que governo negociara com líderes de chacina no Presídio de Alcaçuz (veja AQUI). Depois, o governador disse que isso nunca ocorreu.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política / Segurança Pública/Polícia
terça-feira - 31/01/2017 - 15:26h
Brasília

Ministro garante apoio a pleitos sobre crise prisional no RN


Durante encontro com a bancada potiguar, na manhã desta terça-feira (31), em Brasília (DF) – veja AQUI, para discutir medidas para a crise penitenciária no Rio Grande do Norte, o senador José Agripino (RN) ligou para o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, e solicitou uma reunião imediata com o chefe da pasta.

Audiência aconteceu após reunião envolvendo bancada, governador e outras autoridades (Foto: Mariana Rocha)

Prontamente atendido, o senador, parlamentares e outras lideranças do RN foram recebidos e apresentaram pauta ao ministro, ligada à crise no sistema prisional.

Veja:

- Entre os pleitos do governo estadual ao ministro da Justiça estão o aumento do repasse do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) para o Rio Grande do Norte; a prorrogação da estada dos agentes federais no RN não por 60, mas por 90 dias; e a manutenção das tropas federais até que a ordem se restabeleça.

Segundo dados oficiais, o repasse do Funpen para o RN é de R$ 139 milhões, mas até o momento foram liberados R$ 45 milhões.

Durante o encontro com o ministro, lideranças do Rio Grande do Norte, o governador potiguar, Robinson Faria (PSD) pediu apoio ao ministro para a desativação da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, onde pelo menos 26 detentos foram mortos de forma bárbara por outros presidiários, em confronto de facções. O ministro garantiu endosso ao pleito.

Além de Agripino, acompanharam a reunião com Alexandre de Moraes o governador Robinson de Faria; o presidente do Tribunal de Justiça (TJ-RN), Expedito Ferreira de Souza; procurador geral de Justiça do RN, Rinaldo Reis Lima; deputado estadual Galeno Torquato (PSD), representando a Assembleia Legislativa.

Entre os parlamentares federais estavam Fábio Faria (PSD), Rogério Marinho (PSDB), Felipe Maia (DEM) e Walter Alves (PMDB). A senadora Fátima Bezerra (PT) estava na reunião anterior, mas preferiu não ir ao gabinete do ministro.

19h15 – Atualização de postagem – O ministro Alexandre de Morais estará em Natal na próxima quinta-feira (2) para apresentar ao governador Robinson Faria o Plano Nacional de Segurança e detalhar que ações serão executadas no Rio Grande do Norte.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política / Segurança Pública/Polícia
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
terça-feira - 31/01/2017 - 10:52h
Brasília

Robinson conversa com bancada federal sobre crise prisional


O governador Robinson Faria (PSD) reúne-se agora em Brasília com membros da bancada federal do Rio Grande do Norte. Em pauta, articulação para apoio no combate à crise no sistema prisional potiguar.

Reunião acontece nesta manhã em Brasília com o governador (segundo à direita, de costas) - Foto: cedida)

Com ele, a companhia de representantes do Tribunal de Justiça do RN (TJRN), do Ministério Público e da Assembleia Legislativa.

Traremos maiores informações.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
domingo - 29/01/2017 - 09:24h
Ivan Júnior

Candidatura de ex-prefeito a deputado estadual está em análise


Ivan: ser ou não ser (Foto: Blog Programa Registrando)

Hoje, pairam incertezas quanto ao futuro do ex-prefeito de Assu Ivan Júnior (PSD). Ele pode ser e pode não ser candidato a deputado estadual em 2018.

A princípio, sim.

A não-eleição do seu candidato a prefeito à sua própria sucessão, Patrício Júnior (PSD), ano passado, é ponto de partida para as dúvidas.

Ao mesmo tempo em que perdeu o pleito, com Patrício, viu se fortalecer o fôlego local do grupo do deputado estadual George Soares (PR), com a vitória do seu irmão Gustavo Soarres (PR).

A própria configuração política do grupo do governador Robinson Faria (PSD) para 2018, contribuirá à decisão de Ivan Júnior. Compondo esse sistema, ele será envolvido diretamente na planificação eleitoral, com o governador sendo candidato ou não à reeleição.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
sexta-feira - 27/01/2017 - 11:57h
Política e história

A ‘versão’ e a ‘mentira’ saem perdendo na crise prisional do RN

Estratégia do governo foi desconstruída por fatos óbvios e mostra grave erro na guerra da informação

Mineiro de Bocaiuva, o deputado federal e ex-vice-presidente da República José Maria Alkmin foi fundador (em 1945) e influente nome do Partido Social Democrático (PSD), um dos tentáculos do getulismo.

É dele, uma frase que poucos sabem ser de sua lavra – mas que é repetida incontáveis vezes no universo do jornalismo político brasileiro:

- O fato não vale nada, o que vale é a versão!

Alkmin e Goebbels são duas versões da mesma estratégia que foge à realidade (Foto: montagem do Blog)

Agarrado intuitivamente a essa tese, o governo Robinson Faria (PSD) sustentou até agora a defesa do indefensável, na crise prisional do estado, que eclodiu dia 14 último no presídio de Alcaçuz.

- Está tudo sob controle – repetiu o governador em vários pronunciamentos, matérias oficiais e entrevistas.

Fotos, entrevistas e vídeos provavam que ele estava equivocado, longe da realidade.

Na imprensa nativa e redes sociais o governo lançou contra-ofensiva para provar que sua versão valia mais do que o fato. Perdeu também essa guerra.

Lição do caso

Coube à chamada Grande Imprensa, órgãos de comunicação com abrangência nacional (portais, sites, jornais e TV´s), a força de desconstruir a estratégia do governo. Apenas mostrou o que era mais do que visível, como depoimentos de representantes da área de Segurança Pública, atestando que houve negociação com representantes dos criminosos.

A maior prova de que o governo adotava a estratégia de vender a versão como uma verdade, mesmo sem sucesso, é que ninguém foi exonerado. A começar pelo secretário da Justiça e Cidadania (SEJUC), Wallber Virgolino, que admitiu o diálogo de submundo para pacificar a rebelião em Alcaçuz (veja AQUI).

Bem mais famoso e de origem amplamente conhecida, é o mantra do ministro da Propaganda nazista, Joseph Goebbels, que trata da mesma questão:

- De tanto se repetir uma mentira, ela acaba se transformando em verdade.

Alkmin e Goebbels não foram inspirações sensatas nesse caso. Que fique a lição.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política / Reportagem Especial
quinta-feira - 26/01/2017 - 11:23h
Mossoró

Azul não envia relatório de exigências para operar voo


Até hoje, a Azul Linhas Aéreas não apresentou ao Governo do Estado o relatório que garantiu encaminhar, em 15 dias, com esboço de necessidades técnicas (principalmente) para poder operar no Aeroporto Dix-sept Rosado em Mossoró.

Aeronave da Azul ainda está distante de Mossoró (Foto: arquivo)

Deveria ter sido apresentado até o dia 19 último. Hoje é dia 26.

Representantes da Azul estiveram em Mossoró no último dia 4, para inspeção do aeroporto e reunião com o general Jorge Fraxe do Departamento de Estradas e Rodagens (DER-RN), autarquia estadual que administra o aeródromo local.

Participou da reunião com o general, o assessor para Assuntos Institucionais da presidência da Azul, Ronaldo da Silva Veras, além de Luis Carlos Pereira, coordenador regional de Manutenção.

Propaganda enganosa

Em face da estada de ambos na cidade, a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) provocou reunião com eles na sede da prefeitura. Incentivou a operação da empresa, mesmo não tendo envolvimento direto – ou indireto – algum com a viabilização do voo.

No dia 1o passado, Estado e Prefeitura – e até o ex-prefeito Francisco José Júnior (PSD) – pulverizaram na mídia (veja AQUI) a informação que “garantia” início de voos para o dia 12 de abril deste ano. Cada um puxou para si a “paternidade-maternidade” do feito irreal.

Propaganda enganosa, que se diga.

Como o Blog mostrou (veja AQUI) à ocasião, não há nenhuma certeza de operação da empresa a partir da data divulgada, tamanho o fosso entre necessidades e condições oferecidas hoje pelo aeroporto, para tal fim comercial.

* Veja nesta postagem, boxe com vídeo de reportagem sobre visita de representantes da Azul a Mossoró, no último dia 4. Em entrevista, Ronaldo Veras promete apresentar relatório em “dez ou 15 dias”.

Nota do Blog – Torcemos muito pela viabilização desse e de outros voos, mas sem fantasias, propaganda de faz-de-conta e notícias desencontradas. Por isso fazemos cobertura do caso em cima de fatos, dados técnicos e fontes confiáveis.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
quinta-feira - 26/01/2017 - 06:40h
Crise prisional

Governo resolve desativar Presídio Estadual de Alcaçuz


Durante reunião do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) na Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED), realizada na noite desta quarta-feira (25), o governador Robinson Faria (PSD) destacou que o Presídio Estadual de Alcaçuz será desativado em breve.

Reunião fez avaliação da crise (Foto: Governo do RN)

O fim das operações na detenção ocorrerá tão logo as prisões de Ceará-Mirim, Afonso Bezerra e Mossoró estejam prontas, medidas que serão de médio/longo prazo.

Juntas, as unidades prisionais terão capacidade para concentrar cerca de 2.200 apenados, número que reduz o déficit de vagas no regime.

Agentes

Agentes penitenciários de vários estados do país desembarcaram ontem em Natal.

Vão reforçar trabalho já realizado por profissionais congêneres do governo do RN.

Presos, mortos e desaparecidos

O Governo admite 56 fugas, mas quatro teriam sido recapturados. O número de desaparecidos é ainda impreciso. Ou seja, podem estar mortos. A princípio, 20 presos estão nessas condições. Ninguém sabe, ninguém viu. Podem ter fugidos, podem estar mortos.

Segundo o governo, 1.228 “estão presos” ainda em Alcaçuz, divididos por containeres colocados recentemente, que separam presidiárias de duas facções rivalizantes.

Houve transferência de 205 presidiários e por enquanto o governo trabalha com número de 26 mortos.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Segurança Pública/Polícia
terça-feira - 24/01/2017 - 11:40h
Realidade

Marketing passa apuros com contradições de políticos do RN


O marketing político e eleitoral no Rio Grande do Norte convive com muitos embaraços nos últimos anos. Aqui e ali, o que produz se choca com os fatos reais.

Tem-se agudizado o conflito entre slogan e realidade na política potiguar.

Vejamos alguns exemplos:

Em campanha ao Governo do Estado em 2014, Robinson Faria (PSD) trombeteou que seria o “Governador da Segurança”.

Bem…não precisamos avançar muito no assunto. Basta ser lembrado que há poucas semanas ele passou a circular em carro oficial blindado, temendo a insegurança.

“Pra fazer acontecer”

Rosalba prometeu fazer acontecer em 2010 (Foto: arquivo)

Antes dele, Rosalba Ciarlini (PP) garantiu em sua campanha no ano de 2010: “Pra fazer acontecer!”

Vamos evitar maiores detalhes, para não causarmos mais constrangimento.

Ano passado, em Mossoró, o então prefeito Francisco José Júnior (PSD), que se transformou simplesmente em “Francisco” para ser associado ao Papa, com esse codinome, bradou: “Sempre resistir, recuar jamais”.

Poucas semanas depois de iniciar campanha à sua própria sucessão, desistiu da candidatura.

“Da Gente”

Antes, já usara o “Testado e aprovado” em sua campanha a prefeito, em 2014. Seus altíssimos índices de reprovação – adiante – pareciam ironizar o marketing de antes.

Poucas semanas depois de garantir que não desistia, Francisco desistiu (Foto: reprodução)

Mas nem tudo está perdido.

A ex-prefeita mossoroense Fafá Rosado (PMDB) adotou o Governo “Da Gente” para suas administrações. Faz sentido. Parece que era uma premonição do marqueteiro.

Seus familiares e mais chegados não têm do que reclamar da estada dela no Palácio da Resistência, sede da Prefeitura de Mossoró. Mudaram de vida. Para bem melhor, claro.

Já Mossoró…

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Comunicação / Política
  • Repet
terça-feira - 24/01/2017 - 08:28h
Em Natal

Governador apresenta plano sobre ‘controle’ de Alcaçuz


O governador Robinson Faria (PSD) reuniu representantes dos demais poderes no Gabinete de Gestão Integrada e apresentou algumas medidas de recuperação do sistema prisional em curto e médio prazo. O encontro aconteceu nessa segunda-feira, 23, e reuniu entre diversas autoridades, o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PSDB), e o procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis.

O secretário de Segurança, Caio Bezerra, explicou que serão realizadas diariamente intervenções na penitenciária para que seja possível restaurar minimamente a estrutura do local e se consiga oferecer mais segurança contra fugas ou rebeliões.

Reunião permitiu que governo fizesse exposição do que tem feito para 'controlar' Alcaçuz (Foto: Ivanízio Ramos)

A chegada da Força de Intervenção Penitenciária, com 71 agentes com expertise em crise, somará reforços aos agentes da segurança pública estaduais e federais nas ações dentro do presídio. É importante ressaltar que será realizando o concurso para 41 agentes penitenciários efetivos e 700 agentes penitenciários temporários.

Entre as ações, detalhadas pelo secretário, estão reparos nos pavilhões 2 e 3, instalação de uma cerca externa com sistema de alarme, reparo de três guaritas, implantação de um sistema de videomonitoramento e a limpeza da vegetação do entorno. Já foi iniciada a construção de uma barreira física (contêineres) separando as facções rivais dentro do presídio.

Barreira física

Nesta terça-feira (24), os contêineres terminarão de ser colocados, concluindo assim a barreira física temporária, até que muro de concreto seja erguido, o que deve acontecer dentro de 20 dias.

Durante diálogo com os poderes, o projeto de Alcaçuz, instalada numa área de terreno arenoso de fácil escavação, foi alvo de críticas. “Houve um erro. Sem querer aqui apontar culpados, mas construir um presídio em uma duna é quase que ridículo”, destacou Ezequiel Ferreira, após reiterar a cooperação da Assembleia em todas as suas esferas para o que for necessário. “Alcaçuz foi um erro terrível de concepção, espero que nunca se repita em nenhum outro governo”, concordou o procurador geral de Justiça, Rinaldo Reis.

Atuação da PM

Utilizando uma imagem aérea de Alcaçuz, o comandante-geral da PM, Coronel André Azevedo, explicou como se deu a ação da polícia nos dias de conflito entre facções na maior penitenciária do estado.

“Nós agimos pautados pela técnica de gerenciamento de crise. Se tivéssemos entrado na penitenciária naquele dia em que as facções se enfrentaram pela segunda vez, nós teríamos tido certamente um número grande de mortos, inclusive de homens nossos. No entanto, agimos na hora certa e só tivemos uma morte comprovada. Esta foi a atuação da Polícia Militar, com base na técnica, na inteligência, e conseguimos preservar vidas e cumprir a lei”, salientou.

O comandante destacou ainda a retirada, pelos agentes de segurança, de 18 caçambas carregadas de metralhas, armas brancas e materiais cortantes feitos artesanalmente pelos próprios presos. Em razão do estado de deterioração do presídio, os presos têm utilizado restos de material de construção como armas.

Com informações da Assecom do Governo do Estado.

Nota do Blog – Até hoje o Governo não sabe dizer quantos presos existiam no presídio, quantos têm hoje, quantos foram mortos e quantos teriam fugido.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Segurança Pública/Polícia
segunda-feira - 23/01/2017 - 09:45h
Crise no sistema prisional

Governo trava guerra de informação em redes sociais


O Governo do RN escalou sua “tropa de choque” (servidores, aliados políticos, simpatizantes) nas redes sociais nesse domingo (23) e hoje para uma corrente só: fazer frente à onda que ganhou proporção nacional e internacional nas redes sociais e imprensa, que atesta incapacidade do poder público em conter rebelião no sistema prisional estadual.

A hastag (é uma expressão usada entre os usuários das redes sociais, na internet. Palavra-chave antecedida pelo símbolo #) #RNnãovairecuar foi anexada às mensagens de apoio ao governado Robinson Faria (PSD), em contraposição à tese de que existe movimento orquestrado contra o governismo.

O tema chegou a ficar em segundo lugar, entre os mais comentados no país no domingo, na rede social Twitter.

- O Governo do RN está trabalhando para superar a crise penitenciária, com seriedade e planejamento. É preciso enfrentar! – avisa um porta-voz do governo.

- Mesmo com toda dificuldade enfrentada, o governo não vai recuar. Temos um objetivo, proteger a população do RN – destaca endereço institucional do governo.

- Pobre RN sem rumo e sem sorte. Gestão Robinson Faria é vergonha nacional – reage um webleitor.

Veja AQUI esse movimento no Twitter.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Comunicação / Segurança Pública/Polícia
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.