segunda-feira - 23/01/2017 - 09:45h
Crise no sistema prisional

Governo trava guerra de informação em redes sociais


O Governo do RN escalou sua “tropa de choque” (servidores, aliados políticos, simpatizantes) nas redes sociais nesse domingo (23) e hoje para uma corrente só: fazer frente à onda que ganhou proporção nacional e internacional nas redes sociais e imprensa, que atesta incapacidade do poder público em conter rebelião no sistema prisional estadual.

A hastag (é uma expressão usada entre os usuários das redes sociais, na internet. Palavra-chave antecedida pelo símbolo #) #RNnãovairecuar foi anexada às mensagens de apoio ao governado Robinson Faria (PSD), em contraposição à tese de que existe movimento orquestrado contra o governismo.

O tema chegou a ficar em segundo lugar, entre os mais comentados no país no domingo, na rede social Twitter.

- O Governo do RN está trabalhando para superar a crise penitenciária, com seriedade e planejamento. É preciso enfrentar! – avisa um porta-voz do governo.

- Mesmo com toda dificuldade enfrentada, o governo não vai recuar. Temos um objetivo, proteger a população do RN – destaca endereço institucional do governo.

- Pobre RN sem rumo e sem sorte. Gestão Robinson Faria é vergonha nacional – reage um webleitor.

Veja AQUI esse movimento no Twitter.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Comunicação / Segurança Pública/Polícia
domingo - 22/01/2017 - 11:32h

Crise prisional atesta incapacidade do Governo Robinson


Por Carlos Duarte

A rebelião e o massacre de presos no presídio de Alcaçuz sãoa expressão mais nítida de que o governo Robinson Faria (PSD) não tem musculatura suficiente para enfrentamento de crises ou sequer para fazer funcionar, minimamente, o básico da gestão pública do Estado – o que já é recorrente.

Presos em Alcaçuz são donos do 'pedaço' e estabelecem espaços também fora, onde o governo manda menos ainda (Foto: O Globo)

Entretanto, o mais preocupante é que as últimas notícias, que tomam conta do noticiário nacional, revelam que o governo do RN negociou concessões com a facção criminosa PCC, na tentativa de retomar o comando de Alcaçuz. Apesar dos desmentidos, não convincentes, do governador.

Caso essa ilação venha a ser confirmada, a população do RN estará diante de uma gravíssima situação de consequências nefastas imprevisíveis. Nada justifica uma atitude como essa, a não ser a total falta de discernimento de um governo sem rumo, sem projetos, sem planejamentos e principalmente sem escrúpulos.

PESSOAS DE BEM não negociam com bandidos ou facções. Isso é crime passível de penalidades, todos sabem. Da mesma forma, o Estado que negocia com facções criminosas se iguala aos celerados, o que é pior: de modo covarde e sujeito à submissão. Na prática, isso significa a renúncia tácita do próprio poder constituído e a ascensão do poder paralelo.

O Estado tem que se impor, de forma enérgica e urgente, com logística eficaz de combate e com ações de inteligências integradas, ao rigor da lei, diante de facções criminosas, sanguinárias, de altíssima periculosidade, como as que ora dominam Alcaçuz. Essa é a resposta que toda população norte-rio-grandense esperava do governador da (in)segurança, Robinson Faria; e, não, o mero loteamento territorial do presídio – delimitado por containers ou muros, como querem – e o governo faz – as facções.

Tais medidas paliativas não irão resolver os problemas, muito ao contrario, irão potencializar as forças das facções, cujas ações criminosas certamente serão transponíveis aos muros dos presídios, com impacto, ainda mais violento, no cotidiano da sociedade potiguar – que, na realidade, já convive com a gestação de uma verdadeira guerra civil.

Seria mais honesto e honroso, para o governador Robinson Faria, diante da evidente incapacidade de gerenciamento e fracasso de seu governo, “pedir ajuda aos universitários” ou pedir para sair. Ainda assim, deixará sua marca indelével de má gestão pública no RN.

Por sua vez, sem omissão, é prudente que os demais poderes constituídos tomem as medidas legais cabíveis que lhes competem, na tentativa de reverterem o caos administrativo ora instalado no Rio Grande do Norte.

Pobre RN Sem Sorte!

SECOS & MOLHADOS

Reposição – O governo Rosalba Ciarlini começa a admitir os cargos comissionados de segundo escalão que irão compor sua equipe de governo. Isso já era esperado e é necessário. Até agora, já nomeou 75 servidores comissionados. Ainda está dentro do limite de corte “em até 50%”, anunciado pela prefeita como medida de redução de custos. Compreensível e aceitável.

Fragilidade – O Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Gilberto Jales, aponta que 70% do Plano Plurianual do Estado não foram executados. Faz críticas à falta de planejamento de todo o Estado do RN, diz que há fragilidades dos instrumentos de planejamento e que a votação do orçamento é algo que sempre ocorre de forma relativamente rápida.

Falência – A penitenciária de Alcaçuz está sob o controle dos presos desde março de 2015, quando os detentos arrancaram as portas das celas e passaram a circular livremente dentro dos pavilhões. Na oportunidade, foi decretado o estado de emergência do sistema prisional do Estado. Mesmo com o caos instalado, o governo Robinson Faria não abriu nenhuma vaga para presos no Estado. Recebeu 7,3 milhões do governo federal para recuperação de Alcaçuz – dinheiro jogado no ralo, com a destruição da rebelião de outubro de 2016. Atualmente, o presídio conta, apenas, com sete agentes de segurança para cerca de 1.140 presos. É o símbolo da falência do sistema prisional do RN.

Atraso – O ministro Gilmar Mendes, que preside o TSE, já havia informado que pretendia usar a delação da Odebrecht no julgamento das contas da chapa Dilma-Temer – que venceu as eleições de 2014. Com a morte do ministro do STF, Teori Zavascki, a inclusão desse material fica adiada. Devem atrasar os julgamentos dos processos contra Lula, que estão com juiz Sérgio Moro – que pretende também acrescentar as acusações da delação. O efeito cascata vai atrasar quase tudo da operação Lava jato.

Imaginário – A morte do ministro do STF, Teori Zavascki, é cercada de coincidências e algumas suspeitas, embora esteja praticamente descartada a ideia de atentado ou sabotagem. Casos como Celso Daniel, Toninho do PT e Eduardo Campos têm circunstâncias misteriosas que continuam no imaginário da população brasileira. Mas, é bom anotar: esse pessoal investigado não tem nada de amador.

Trump: economia é chave da questão (Foto: web)

Incerteza – Em relação ao Brasil, o governo Trump ainda é dominado por incertezas. Sob a ótica da política protecionista, há riscos claros para o Brasil, mas há o alento de que o País não consta na lista de desafetos do presidente americano. Por outro lado, Trump mostra-se propenso a negociar acordos bilaterais justos, que tragam empregos e indústrias de volta aos EUA. Isso poderá abrir possibilidades para o Brasil. Porém, se houver tendência de viés de alta dos juros nos EUA, isso afetará toda a política de atração de investimentos para o Brasil. Os EUA são o nosso segundo maior parceiro, atrás da China, com comercio bilateral de US$ 46 bilhões, em 2016.

Homicídios – Nos primeiros 21 dias, deste ano de 2017, foram contabilizados 14 homicídios em Mossoró. Caminhamos a passos largos para bater o recorde do ano passado. É o reflexo do abandono da Segurança Pública do Estado do RN. Sem repressão ostensiva e sem funcionamento dos equipamentos de segurança, “os mano” estão à vontade e com espaço para aturem, sem serem incomodados. O cidadão, entregue à própria, que se cuide. Que Deus nos proteja!

Veja AQUI a coluna anterior.

Carlos Duarte é economista, consultor Ambiental e de Negócios, além de ex-editor e diretor do jornal Página Certa

Categoria(s): Artigo
sábado - 21/01/2017 - 01:08h
Revista Época

Trapalhada do governo culmina em sete dias de rebelião

Revista Época detalha acordo feito pela gestão Robinson Faria com bandidos, apesar de ele negar

Da revista Época

Já fazia mais de 100 horas que, com escudos improvisados e rostos encobertos por camisetas, presos dominavam a penitenciária de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte. Na manhã da quarta-feira (18), o pátio da cadeia lembrava um campo de batalha medieval prestes a explodir. Criminosos da facção paulista Primeiro Comando da Capital (PCC) ocupavam o lado esquerdo da arena.

Separados por uma barricada de chapas de madeira, membros da organização potiguar Sindicato do Crime (SDC) estavam a postos à direita. Àquela altura, com o peso de 26 assassinatos desde o início da rebelião, o governo estadual se viu emparedado. Em desvantagem, decidiu negociar.

Facções rivais se enfrentam na quinta-feira (19). Governo quer construir um muro (Foto: Andressa Anholete/AFP)

A missão foi encabeçada pela delegada Sheila Freitas, diretora da Polícia Civil na Grande Natal. Sheila é descrita em uma homenagem de parlamentares como “sinônimo de força e de muita determinação”, predicados úteis nas tratativas com a bandidagem.

Segundo um integrante do alto escalão do governo, a negociação aconteceu na sede da polícia, no bairro Cidade Esperança, com José Claudio Cândido do Prado, o Doni Gil, um dos chefões da facção paulista no Rio Grande do Norte. O acordo foi registrado em ata.

Na segunda-feira (16), ele havia sido retirado do presídio com outros quatro do PCC para presídios federais. Foi Doni quem determinou os termos da rendição. Em troca de devolver a calmaria à cadeia, exigiu que o governo transferisse dali somente membros do SDC – no mundo do crime, mudar de “casa” é como ter a prisão decretada pela segunda vez. Sheila consentiu, e o pacto foi selado.

Ao determinar a remoção de 220 detentos de Alcaçuz, nenhum deles do PCC, o governador Robinson Faria (PSD) ignorou a recomendação do setor de inteligência prisional: a de retirar integrantes da facção paulista em vez dos membros da potiguar, por serem minoria – 500 diante de 1.000.

Secretário lamenta orientação ser ignorada por governador

“O que dissemos não foi levado em consideração”, afirmou Wallber Virgolino, secretário de Justiça e Cidadania, em entrevista a ÉPOCA. Num roteiro recorrente para autoridades da segurança pública, Faria negou com veemência qualquer tipo de acordo com o crime, assim como minimizou a divergência com Virgolino. Sheila negou-se a atender à reportagem por impossibilidade de agenda.

Desavenças em momentos de crise são sinais inequívocos de que a situação está fugindo do controle. A confusão entre as autoridades logo foi sentida fora do gabinete. Na mesma tarde do aval para a remoção dos presos, chefes do Sindicato do Crime emitiram um “salve”, como são chamadas as ordens, determinando que os ataques chegassem às ruas.

Pela primeira vez desde o começo da crise na segurança pública – deflagrada em outubro passado, em decorrência de uma guerra entre PCC e a carioca Comando Vermelho (CV) –, a barbárie saiu das prisões.

A Grande Natal foi tomada por cenas de horror. A Polícia Militar registrou pelo menos 38 incêndios e ataques a ônibus, carros oficiais e prédios públicos. Amedrontada, boa parte dos turistas não saiu dos hotéis. Na manhã da quinta-feira (19), a batalha campal se concretizou em Alcaçuz – e pôs fim ao frágil armistício costurado com o governo.

Os presos se enfrentaram com barras de ferro, pedras e pedaços de pau e armas de fogo. A Polícia Militar afirmou que os detentos “estavam armados e se matando”. Sobrou até para o diretor do presídio, Ivo Freire, ferido por estilhaços. Houve mais mortes, mas o número não foi confirmado.

Trapalhadas

O governador Robinson Faria veio a público na quinta-feira para dar uma resposta às trapalhadas ao longo da semana. No ponto mais agudo da crise, anunciou a entrada do Batalhão de Choque em Alcaçuz como medida imediata para conter a batalha medieval. Prometeu mais.

Na entrevista ao canal de TV Globonews (veja AQUI), disse ao vivo para o Brasil que, na manhã seguinte, daria início à construção de um muro para isolar grupos rivais. Parecia ter esquecido que a derrubada de um, dias antes, permitiu o massacre em Alcaçuz.

Saiba mais detalhes AQUI.

Nota do Blog - A revista Época é mais um órgão de imprensa da chamada Grande Imprensa a confirmar, ratificar e detalhar, o acordo feito entre o Governo do RN e o crime organizado (veja AQUI também).

Apesar de negar (veja AQUI), o governador na prática não prova o contrário nem exonerou qualquer auxiliar que atestou a existência dessa negociação de esgoto.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Segurança Pública/Polícia
sábado - 21/01/2017 - 00:24h
RN

MP recomenda ‘uso da força’ para Estado reassumir presídios


O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) expediu recomendação ao governador do Estado – Robinson Faria (PSD) – para que “sejam tomadas todas as providências efetivas para retomar o controle das unidades prisionais do Estado do Rio Grande do Norte, adotando as medidas necessárias, inclusive mediante o uso de força policial que se faça necessária, na forma da lei”.

O caso mais delicado é do Presídio de Alcaçuz, em Nísia Floresta, que hoje completa uma semana sem o controle do Governo do Estado, que não consegue pacificar, colocar ordem e sequer saber quantos presidiários estão no local, quantos foram mortos etc.

"Preso", armado, no alto de Alcaçuz, mostrou quem manda no presídio (Foto: Tribuna do Norte)

O documento assinado pelo procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis Lima, e mais sete promotores de Justiça determina “aos integrantes das forças de segurança estaduais que apreendam e entreguem à Polícia Civil, comunicando ao Ministério Público, armamentos, aparelhos celulares, substâncias explosivas, drogas e qualquer outro bem ilícito que esteja em posse dos detentos dentro dos estabelecimentos prisionais”.

Outra medida é a “retirada das vítimas de homicídio do Complexo de Alcaçuz, encaminhe ao ITEP e divulgue suas respectivas identificações”.

Além disso, “que solicite todo o apoio possível e em número necessário de forças federais, inclusive das Forças Armadas, de grupos especiais do DEPEN e da Força Nacional, para fazer cessar as rebeliões”.

Dentro deste ponto também “estabelecer protocolos e procedimentos de segurança, revistas e atuação, com treinamento operacional de pessoal; utilizar equipamentos eletrônicos de rastreamento de aparelhos de celular existentes nas unidades prisionais, como equipamentos de varredura; a realização de diagnóstico operacional para a reestruturação do sistema prisional do Estado do Rio Grande do Norte; e que determine aos agentes penitenciários do Rio Grande do Norte que se abstenham de confiar acesso diferenciado a locais e a informações, em unidades penitenciárias, a presos tidos como “de confiança”, reservando o trabalho dos internos a tarefas que não gerem risco ao sistema”.

O não acatamento desta recomendação resultará na adoção de medidas legais necessárias a fim de assegurar a sua implementação.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público / Segurança Pública/Polícia
sexta-feira - 20/01/2017 - 21:16h
Segurança

Contrariando Polícia Militar, Robinson garante América x ABC


Do portal G1RN

A Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) voltou atrás e, com garantia do governador do RN, Robinson Faria (PSD), que contrariou o pedido da Polícia Militar em adiar o clássico entre América-RN e ABC, confirmou a realização do jogo para o próximo domingo.

A partida está marcada para as 16h, na Arena das Dunas. O presidente da FNF, José Vanildo da Silva, disse que recebeu as garantias de segurança e agradeceu ao governador, que “não se rendeu à bandidagem”.

Desde o dia 14 de janeiro, detentos da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, se rebelaram e provocaram destruição no presídio e a morte de 26 apenados.

Veja AQUI como foi posição anterior, pelo adiamento.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Esporte / Política / Segurança Pública/Polícia
quinta-feira - 19/01/2017 - 13:14h
Crise no sistema prisional

Ex-governador fala para Robinson Faria assumir comando


O ex-governador Geraldo Melo (PMDB) pronuncia-se em seu endereço, no Facebook (rede social na Internet), em relação à crise no sistema prisional do Rio Grande do Norte.

Manifestou hoje, especial preocupação com a notícia na imprensa local e nacional, de que o governador fez acordo com a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), para tentar pacificar o Presídio de Alcaçuz – em Nísia Floresta (veja AQUI).

Postagem de Geraldo Melo aconteceu após farta divulgação na imprensa local e nacional do 'acordo' com PCC (Foto: reprodução)

Para Geraldo Melo, Robinson Faria precisa agir ou reagir com rigor a essa situação, pois sinaliza claramente que perdeu comando da situação e divide decisões com a marginália.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Segurança Pública/Polícia
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
quinta-feira - 19/01/2017 - 07:43h
Pronunciamento

Governador fala sobre ataque e diz não negociar com facções


O governador Robinson Faria (PSD) gravou um vídeo com 58 segundos de duração, atestando que o Governo do Estado “não negocis” com facções criminosas e tem agido para aplacar a força do crime.

Distribuiu o vídeo à imprensa e em redes sociais no final da noite dessa quarta-feira (18).

Também garante que em face desse vigor no tratamento do caso, a bandidagem passa a promover ações de terror, para intimidar o poder público e apavorar os potiguares.

- Vamos nos unir e vamos vencer mais esse desafio – convocou.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política / Segurança Pública/Polícia
quarta-feira - 18/01/2017 - 22:02h
Hoje

Diário Oficial tem nomeações com nomes de Jório Nogueira


O Diário Oficial do Estado (DOE) saiu hoje (quarta-feira, 18) com várias nomeações de pessoas ligadas a Jório Nogueira (PSD), ex-presidente da Câmara Municipal de Mossoró.

Passam a ocupar cargos comissionados no Governo Robinson Faria (PSD).

São pessoas remanescentes de sua equipe na Câmara Municipal.

O governador tem mantido pessoas ligadas ao seu ex-aliado e ex-prefeito de Mossoró Francisco José Júnior (PSD).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 18/01/2017 - 21:20h
Pobre Mossoró!

Obra entregue por Robinson não deve funcionar tão cedo


Do Blog Carol Ribeiro

Governador inaugurou escola semana passada (Foto: Rayane Mainara)

O Centro Estadual de Educação Profissional e Tecnológica de Mossoró fez parte da agenda positiva do governador Robinson Faria (PSD), realizada na semana passada em Mossoró. Apesar de entregue, a escola que deve dar oportunidade de formação técnica profissional à população, não tem perspectivas de quando deve passar a funcionar.

A conclusão é dada após afirmação do coordenador do Sindicato dos Trabalhadores em Educação, Rômulo Arnauld, em entrevista no programa Cenário Político desta noite, no Canal 10 da TCM – TV Cabo Mossoró.

“Não foi feita seleção. São 10 escolas técnicas. Segundo o Governo estão quase prontas. Mas é um problema, porque são professores com áreas específicas e não temos no plano de carreira. Não existe fundamentação jurídica, legal, para inserir esses profissionais. O governo tem que cuidar melhor dessa situação”, declara Rômulo Arnaud.

Nota do Blog Carlos Santos – Essa obra se arrasta desde a gestão Rosalba Ciarlini (PP). Foi iniciada e com cerca de três meses houve paralisação por falta de pagamento à construtora.

Passou cerca de um ano e oito meses paralisada, sob a alegação de que projeto passava por “readequação”.

O lengalenga continua.

Pobre Mossoró!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública
quarta-feira - 18/01/2017 - 10:46h
Urgência-urgentíssima!

Tomógrafo inaugurado semana passada segue sem funcionar


Até o momento, Tomógrafo Multislice 16 desembarcado no dia 14 de dezembro do ano passado (veja AQUI) e instalado no dia seguinte (veja AQUI), não começou a operar.

Ele está no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) e tem uma importância incomensurável para a saúde no município e região.

Ministro Ricardo Barros e Robinson oficializam "inauguração"; falta funcionar (Foto: Ivanízio Ramos)

Sua inauguração, com pompa, aconteceu semana passada – no último dia 12 (quinta-feira) -, com presença do governador Robinson Faria (PSD), ministro da Saúde Roberto Barros e uma penca de políticos (veja AQUI).

Mas depois de quase uma semana desse evento e, mais de um mês do desembarque, não funcionou ainda.

Falta um técnico para isso, outro técnico para aquilo, aquela peça etc.

Mas inaugurado, já foi.

Custou R$ 1.440 milhão, recursos provenientes do Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial, através do Programa RN Sustentável, do Governo do Estado.

Desde 14 de novembro de 2015 que o HRTM estava sem um tomógrafo.

Agora, tem um novinho, entregue, revisado, inaugurado… que ainda falta ser utilizado.

Mas inaugurado, já foi.

Apareça alguém para tratar o caso com urgência-urgentíssima, por favor.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Saúde
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
quarta-feira - 18/01/2017 - 10:00h
Mossoró

Primeiro ‘passageiro’ aguarda voo da Azul em aeroporto


O Terminal de Passageiros recém-restaurado pelo Governo do RN, no Aeroporto Dix-sept Rosado – em Mossoró, acaba de receber a primeira ‘pessoa’. Foi inaugurado quarta-feira (11) da semana passada.

Imóvel foi entregue à semana passada em estada do governador Robinson Faria na cidade (Foto: Cedida)

Ele está à espera do voo inaugural da Azul Linhas Aéreas, que a mídia estadual – de forma quase unânime – afirmou categoricamente que começará a operar entre Recife-PE e Mossoró, no dia 12 de abril deste ano.

Para não se estressar, como mostra a foto acima, o interessado no voo resolveu a espichar  um pouco o corpo no piso do terminal. Tira uma soneca hoje, sem ser incomodado.

A espera vai ser realmente muito longa.

Ô!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
quarta-feira - 18/01/2017 - 08:30h
Nas redes sociais

Robinson critica “oportunistas” de “um momento de crise”


O governador Robinson Faria (PSD) começou o dia botando para ferver nas redes sociais. Seu alvo é direcionado a quem estaria utilizando momento de crise prisional para satanizá-lo e a seu governo.

Robinson manifestou-se através de endereços seus nas redes sociais, logo à manhã de hoje (Foto: reprodução)

Para Robinson, essas pessoas “preferem o palanque da crítica demagógica do que a união em favor do RN”.

Nota do Blog – O governador está certo. Tem muita gente sem autoridade para hostilizá-lo. Essa situação no sistema prisional caiu em seu colo, ele tem suas responsabilidades, mas não é resultado apenas de suas ações e hipotéticas omissões.

O “retrovisor” obrigatoriamente precisa ser utilizado, até para podermos nos situar na questão, com o mínimo de honestidade e respeito, de modo a emitirmos algum juízo de valor.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
terça-feira - 17/01/2017 - 18:16h
Ah, tá!

Robinson teme novo “Carandiru”, mas tudo está ‘sob controle’


Da revista Veja online

O governador Robinson Faria (PSD) afirmou que a polícia ainda não invadiu o presídio de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, para evitar um novo “Carandiru” (ocupação de presídio em São Paulo-SP que resultou na morte de 111 presidiários).

No último sábado, os presos se rebelaram e deixaram 26 mortos. Três dias depois, os presos ainda dominam unidade. Em imagens, vários deles aparecem sobre o telhado do presídio.

“O que podemos fazer? Entrar lá e matar os presos?”, perguntou “O Estado não pode recuar. Eles quebraram totalmente o pavilhão 5. Mas a situação está sob controle. A polícia conseguiu controlar. Estamos enfrentando essa crise com muita serenidade”, afirmou.

Saiba mais clicando AQUI.

Leia também: “Estado precisa ‘invadir’ Alcaçuz”, diz especialista em Segurança Pública (AQUI).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Segurança Pública/Polícia
terça-feira - 17/01/2017 - 11:48h
Imprensa nacional

Quem manda em Alcaçuz é a bandidagem e ponto final!


Imprensa nacional (TV´s, rádios, portais e sites na Web) mostra: Governo do RN não tem controle de Alcaçuz.

Presos circulam livremente pela Penitenciária Estadual de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte (Foto Andressa Anholete/AFP 16/01/2017)

Governador do RN diz que não pode retirar presos do telhado de Alcaçuz sob o risco de haver mais mortes – afirma O Globo, por exemplo (veja AQUI).

Cai por terra desculpa do governo de ser vítima de boatos da oposição.

Conta outra, vai!

Quem manda em Alcaçuz é a bandidagem e ponto final.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Comunicação / Política
  • Repet
terça-feira - 17/01/2017 - 09:54h
Em Brasília

Robinson apresenta pleitos para conter rebeliões prisionais


O governador Robinson Faria (PSD) já postou agora pela manhã em seus endereços, em redes sociais, fotos e pleitos ao Governo Federal, para o sistema prisional do RN.

Robinson posou ao lado de Moraes para dar primeiras informações de estada em Brasília (Foto: redes sociais)

Ao lado do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, enumerou conteúdo das reivindicações:

- Estive agora com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, que atendendo a pedido nosso, assegurou o envio de uma aeronave federal para a transferência dos cinco chefes de facções retirados ontem de Alcaçuz pela polícia do RN, que serão levados para presídios federais.

- Entreguei ao ministro ofícios solicitando um helicóptero, ampliação do apoio da Força Nacional e equipamentos de apoio ao Batalhão de Choque.

- Conversamos também sobre estratégias em curso para debelar a crise. Agradeço ao ministro a total atenção que tem dado ao RN nesse momento.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Segurança Pública/Polícia
segunda-feira - 16/01/2017 - 20:18h
Que pena

Experiência da Colômbia parece não ter ajudado Governo do RN


Tenho a impressão que a viagem do governador Robinson Faria (PSD) a Bogotá (Colômbia), em fevereiro de 2016, para prospectar conhecimento à Segurança Pública, vai precisar de uma atualização didática urgente.

Se aprendeu alguma coisa, perdeu as aulas sobre controle de motins prisionais.

Faltou àquelas sobre segurança pública urbana.

Nem falemos sobre políticas públicas sociais em áreas conflagradas, como forma de enfraquecimento da influência do crime organizado.

Pobre RN Sem Sorte!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Segurança Pública/Polícia
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
segunda-feira - 16/01/2017 - 15:18h
Presidência

Robinson vai pedir socorro a Brasília para crise prisional


O  governador Robinson Faria (PSD) voa com destino a Brasília amanhã (terça-feira, 17).

“Amanhã estarei em Brasília para uma reunião com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes”, informa ele.

“Vamos solicitar que o Governo Federal reforce o efetivo da Força Nacional para o enfrentamento à crise instalada no sistema penitenciário”, acrescenta.

“Também solicitei uma audiência com o presidente Michel Temer para tratar sobre a situação”, diz ainda.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Segurança Pública/Polícia
sábado - 14/01/2017 - 23:38h
Rebelião

Secretário garante que não houve fuga de Alcaçuz


O secretário de Segurança Pública do RN, Caio Bezerra, fala através de vídeo sobre rebelião no Presídio de Alcaçuz, em Nísia Floresta, na Grande Natal.

Caio Bezerra garante que não houve fuga de Alcaçuz, assegurando que a rotina dos potiguares pode seguir normalmente, sem maiores temores.

Destaca que ele e outras autoridades governamentais seguem Gabinete de Gestão Integrada (GGI) no Centro Administrativo, em Natal, acompanhando os acontecimento e tomando decisões relativas ao problema.

O governador Robinson Faria (PSD) preside reunião.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Segurança Pública/Polícia
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
sexta-feira - 13/01/2017 - 19:58h
Deputada

Lorena, filha de Rosalba, começa a ser projetada para 2018


A secretária do Desenvolvimento Social da Prefeitura de Mossoró, Lorena Ciarlini, filha da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), estreou hoje pela manhã com o microfone, representando sua mãe. Participou do evento denominado de “Vila Cidadã”, do Governo do Estado, no bairro Santo Antônio.

Lorena discursa, ladeando Julianne e Robinson Faria no Santo Antônio hoje (Foto: PMM)

Em suas redes sociais, a Prefeitura Municipal de Mossoró destacou, com fotos: “Representando a prefeita Rosalba, a secretária do Desenvolvimento Social, Lorena Ciarlini, fala aos presentes no lançamento do Vila Cidadã.

Também foi destacado com foto, em que ela conversa com populares: “Secretária do Desenvolvimento Social e Juventude, Lorena Ciarlini, participa da Vila Cidadã. Ação de cidadania e oferta de serviços, no Sto. Antônio.”

Projeto 2018

As postagens não citam que a programação é do Governo do Estado.

A aparição de Lorena Ciarlini não é por acaso ou em face do cargo que ocupa, especialmente. É parte da pavimentação de caminho para se projetar politicamente, com vistas às eleições à Assembleia Legislativa do Estado em 2018 (veja AQUI).

O Vila Cidadã foi aberto pela primeira-dama e titular da pasta Social do Estado, Julianne Faria, ao lado do governador Robinson Faria (PSD).

Rosalba e Lorena: destaque (Foto: PMM)

Mais Lorena

Já no final da tarde desta sexta-feira (13), a própria prefeita e a filha estiveram no Ginásio Poliesportivo Pedro Ciarlini Neto em outro evento do Governo do Estado (entrega de cheques do Programa de Microcrédito do Empreendedor).

De novo, destaque para a secretária nas páginas da Prefeitura em redes sociais: “Recebida pelo Grupo Folclórico Araruna, a prefeita Rosalba e a Secretária do Desenvolvimento Social, Lorena Ciarlini, chegam ao Ginásio Pedro Ciarlini”.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 13/01/2017 - 18:24h
Mossoró

Bandidagem segue tranquila em seu ‘expediente’ no centro


Por volta de 15h de hoje, Rua Francisco Izódio (Centro de Mossoró), onde ontem o governador Robinson Faria (PSD) inaugurou reforma na Junta Comercial (JUCERN), houve mais um assalto à loja em frente ao imóvel.

Enfim, uma rotina.

Nessa artéria central em que o trânsito é caótico – com carros estacionados no leito da pista – e a bandidagem tem ‘expediente’ de sucesso, há um pânico generalizado entre comerciantes, comerciários, transeuntes e consumidores.

Segurança, ó!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Segurança Pública/Polícia
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
sexta-feira - 13/01/2017 - 17:35h
Hoje

Rosalba vota e faz campanha em eleição da Femurn


A eleição hoje para nova diretoria da Federação dos Municípios do RN (FEMURN) transferiu a prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini (PP) para votar e fazer campanha, em Natal.

Rosalba, votando, esteve com os Alves no apoio a Rivelino (Foto: redes sociais)

Ela foi uma das eleitoras do candidato a presidente, Rivelino Câmara (PMDB), prefeito de Patu. Mas evitou compor sua chapa ou qualquer outra.

Rivelino ficou em segundo lugar (veja AQUI), contando ainda com apoio do grupo do ex-deputado federal Henrique Alves (PMDB).

Faixa própria

A chapa vencedora de Benes Leocádio (PMDB), ex-prefeito de Lajes, também atropelou a candidatura de Dagoberto Bessa (PSD), prefeito de Severiano Melo, aposta do grupo do governador Robinson Faria (PSD).

Enfim, Benes teve uma vitória acima e por cima dos mais tradicionais grupos políticos do estado. Marchou em faixa própria, com grande capacidade de articulação.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 13/01/2017 - 15:36h
Hoje

Benes vence duas chapas adversárias à presidência da Femurn


O ex-prefeito de Lajes e ex-presidente da Federação dos Municípios do RN (FEMURN), Benes Leocádio (PMDB), voltará a presidir a entidade. Venceu hoje eleições internas.

Com 159 municípios filiados dos 167 que compõem o estado, a Femurn teve eleição em sua sede localizada em Natal, com presença de 146 eleitores.

Benes (centro) teve vitória expressiva contra forças com boa retaguarda (Foto: Femurn)

A apuração apontou Leocádio com 66 votos; Rivelino Câmara (PMDB), prefeito de Patu, empalmou 46; Dagoberto Bessa (PSD), prefeito de Severiano Melo, somou 34.

Benes Leocádio vai substituir o ex-prefeito de Assu, Ivan Júnior (PSD). O mandato é de dois anos.

Estatutos da Femurn permitem que ex-prefeito possa se candidatar ao cargo. Ele vai para o terceiro mandato como presidente.

Chapa

A chapa completa de Benes, que passará a ser a nova diretoria da Femurn, ficou constituída assim:

Presidente, Benes Leocádio; José Cassimiro (São Paulo do Potengi) – 1º Vice-presidente; Luis Eduardo (Maxaranguape) – 2º Vice-presidente; Maria Bernardete (Riacho da Cruz) – 3ª Vice-presidente; Thales André (Major Sales) – 4º Vice-presidente; Robson de Araújo (Caicó) – 5º Vice-presidente; Alessandru Emmanuel (Campo Redondo) – Secretário-geral; Suely Fonseca (Jardim de Angicos) – 2ª Secretária; Laerte Ney (Rio do Fogo) – Tesoureiro; Mara Cavalcanti (Riachuelo) – 2ª Tesoureira;  Anteomar Ferreira (São Tomé), Francisco das Chagas (Afonso Bezerra), Patrícia Targino (Pedro Velho), Luiz Antônio (Pedra Preta), Antônia Ferreira (Lajes Pintadas), Marina Dias (Jandaíra) – Conselho Fiscal.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.