• Vale Norte - Nativa Comunicação - 2º Banner - 14-11-17
sexta-feira - 17/11/2017 - 14:22h
Política

Tião Couto estuda saída partidária após erro “tucano”


Bem, não foi por falta de aviso: quando o empresário Tião Couto estudada em que partido deveria desembarcar, para possível projeto de disputar a Prefeitura de Mossoró, foi aconselhado para não optar pelo PSDB.

Era inicio de 2016, primeiros passos de sua pré-campanha, quando ele e o futuro vice Jorge do Rosário (PR) esquadrinhavam a disputa que viria àquele ano.

Rogério Marinho, Aécio, Cássio Cunha Lima, Tião e Jorge do Rosário (PR) no ano passado (Foto: arrquivo)

Preferiu escutar outras correntes e desembarcou no PSDB, com convicção. Até por uma preferência pessoal, atendeu à sua voz interior. Segundo ele, havia identidade com a sigla.

O PSDB já enfrentava crescente desgaste nacional, enroscado com o PT, com quem aprofundou esgrima na lama. Patinham até hoje nesse ambiente, habitat de ambos.

Tudo isso foi “cantado” lá atrás.

À mercê

Aécio Neves (PSDB) e Lula (PT) representam bem o que os dois partidos são. Cara de um, focinho do outro.

No âmbito do Rio Grande do Norte, a legenda segue dando apoio político ao desgastadíssimo governo Robinson Faria (PSD) e sem ouvir suas bases ou nomes de referência, como o próprio Tião.

O PSDB potiguar é comandada pelo deputado federal Rogério Marinho e o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira.

Aguardemos até quando Tião Couto continuará à mercê dos astutos tucanos potiguares e dos espécimes que habitam o Planalto Central.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 27/10/2017 - 19:42h
Robinson Faria

Ruim na administração pública, sofrível na política.


O PSDB, que dá apoio na Assembleia Legislativa ao Governo Robinson Faria (PSD), há muito não é consenso quanto a esse aporte político.

O deputado federal Rogério Marinho (PSDB) expôs isso essa semana (terça-feira, 24), ao criticar com veemência a tibieza de Robinson da condução do estado (veja AQUI).

No PCdoB do vice-governador Fábio Dantas, a esperança é de renúncia do governador à ascensão dele.

Mas as relações pessoais e políticas entre os dois andam abaladas.

O embaraço a que foi submetido Fábio Dantas, quando o governador requisitou de volta (segunda-feira, 23) projetos entregue pelo vice à AL, mostrou um fosso entre ambos (veja AQUI).

Ruim na administração pública, sofrível na política. Eis Robinson Faria.

Bem mesmo só em casa e com boa parte da imprensa, por agrados diferentes que não cabem ser comentados.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitterclicando AQUI.

Categoria(s): Opinião da Coluna do Herzog / Só Pra Contrariar
  • Repet
sexta-feira - 27/10/2017 - 07:58h
Rogério Marinho

Deputado critica lobby contra mudanças em leis trabalhistas


O deputado federal Rogério Marinho (PSDB), que relatou a modernização das leis trabalhistas na Câmara dos Deputados, criticou nesta quinta-feira (26) a reação de alguns juízes, desembargadores e auditores fiscais do trabalho contra as modificações na lei aprovadas pelo Congresso Nacional e sancionadas pelo Executivo.

Rogério em Seminário da Confederação Nacional da Indústria (CNI) em Brasília (Foto: divulgação)

Para o parlamentar, a mobilização de parte da magistratura é “um claro processo de sabotagem” e ressalta que “não é papel de juiz elaborar lei”, mas cumpri-la.

Na semana passada, a Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho (ANAMATRA) divulgou uma espécie de cartilha sobre como interpretar a reforma trabalhista. Ao todo, foram produzidos 125 enunciados que contestam o texto aprovado em julho, que entra em vigor no dia 11 de novembro. Para os magistrados, ele é inconstitucional.

Cartilha e Constituição

Eles recomendam que isso seja seguido por procuradores e auditores durante o exercício da profissão.

Segundo Rogério, é normal que um juiz faça o “controle difuso da lei” e declare inconstitucionalidade de artigos.

Mas, “o que não é crível, democrático – afirma o parlamentar -, é que uma associação promova cartilhas ensinando a descumprir a lei. Parece-me uma desobediência civil, um claro processo de sabotagem, uma agressão à própria lei da magistratura. Isso não me parece correto do ponto de vista da Constituição”, disse o deputado durante palestra no Seminário Visões da Modernização Trabalhista, promovido pela CNI na sede da entidade, em Brasília.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 25/10/2017 - 20:30h
Câmara Federal

Maioria dos deputados do RN livra Temer de 2ª denúncia


Os deputados federais do Rio Grande do Norte já se posicionaram na sessão de hoje na Câmara Federal, que vota o parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa, em relação à segunda denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer (PMDB).

O parecer da CCJ recomenda o arquivamento.

O voto “sim” aceita o parecer da CCJ e arquiva a denúncia. O voto “não” autoriza a denúncia a ser investigada no STF.

Walter, Fábio, Rogério, Jácome, Zenaide, Beto, Rafael, Felipe e Rogério participam e voto na sessão de hoje (Fotos: arquivo)

Veja como votou cada um dos parlamentares potiguares. Cinco votaram pelo arquivamento da denúncia e três pela autorização para que Temer seja investigado:

Antônio Jácome (Podemos) – Não;

Beto Rosado (PP) – Sim;

Fábio Faria (PSD) – Sim;

Felipe Maia (DEM) – Sim;

Rafael Motta (PSB) – Não;

Rogério Marinho (PSDB) – Sim;

Walter Alves (PMDB) – Sim;

Zenaide Maia (PR) – Não.

* A sessão ainda está em andamento, mas o resultado parcial já garante o arquivamento da denúncia. Depois atualizaremos notícia nesta mesma postagem. Acompanhe AO VIVO clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Blog
  • Repet
quarta-feira - 25/10/2017 - 12:44h
Oportunismo

Fábio Faria defende governador criticando Rogério Marinho


Do Blog Heitor Gregório

Em um texto que distribuiu pelo WhatsApp, o deputado federal Fábio Faria (PSD) rebateu as críticas feitas pelo deputado federal Rogério Marinho (PSDB) ao governador Robinson Faria (PSD), pelo recuo no pacote fiscal encaminhado à Assembleia Legislativa pelo vice Fábio Dantas (PCdoB), na interinidade do cargo de governador, por ocasião da viagem do titular ao exterior, para a cerimônia de canonização dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu:

Fábio Faria diz que seu pai e governador atendeu a apelo de correligionário do próprio Rogério Marinho (Foto: arquivo)

“Eu tenho respeito pelo deputado Rogério Marinho, inclusive como colega parlamentar. Mas acho que ele enveredou pela tática do oportunismo de ano pré-eleitoral.

Antes de criticar o governador ele deveria ter feito uma autocrítica ao seu próprio partido, o PSDB Estadual. Porque foi justamente o dirigente do seu partido, o deputado Ezequiel Ferreira, presidente da Assembleia, quem foi ao governador sugerir a retirada das propostas apresentadas pelo vice-governador Fábio Dantas.

Ezequiel foi ao governador e ponderou que, embora necessárias, as medidas precisariam ser melhor avaliadas, ajustadas, inclusive no texto que continha pontos polêmicos. Sob pena de esses projetos não serem aprovados. E o governador concordou e avaliou que o momento é de diálogo e de ponderação. Conversou com o seu vice e chegaram ao entendimento, conjuntamente, que o melhor a fazer era reavaliar pelo menos DOIS dos projetos apresentados.

Como deputado, Rogério sabe que isso é algo absolutamente natural. Faz parte da rotina parlamentar. A todo instante vemos projetos serem apresentados, modificados, ajustados, retirados com vistas sempre a se chegar ao que é melhor para o interesse público. Tem sido assim na reforma da previdência no Congresso Nacional, por exemplo.

Vivemos momento atípico, de crise generalizada. Nosso estado sofre muito com os efeitos dessa crise – que é nacional – e o momento não é para bravatas. O momento é de assumirmos a responsabilidade pública de buscar soluções construtivas, com o debate propositivo. Não de oportunismo.

O governador luta incansavelmente na busca de soluções. Faz isso com ponderação e diálogo, enfrentando todo tipo de incompreensão, levando pancada de todo lado. Mas sempre com o pulso firme no propósito de conduzir o estado no caminho do reequilíbrio fiscal e do desenvolvimento social.

Finalizo dizendo que estamos totalmente abertos e pré-dispostos a ouvir o deputado Rogério. Que ele nos apresente quais são suas propostas. Qual é a sua contribuição para solucionar os graves problemas do nosso Estado, problemas esses que não foram criados no atual governo. Ao contrário, problemas que vieram justamente dos governos de que o deputado Rogério Marinho participou e defendeu.

Fábio Faria”.

Leia também: Rogério Marinho critica fraqueza e lembra culpa de Robinson AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
terça-feira - 24/10/2017 - 18:08h
Gestão estadual

Rogério Marinho critica fraqueza e lembra culpa de Robinson


O recuo do governador Robinson Faria (PSD), que decidiu retirar as propostas de ajuste fiscal enviadas a Assembleia Legislativa, foi criticado pelo deputado federal Rogério Marinho (PSDB). Para o parlamentar, o conjunto de projetos entregue pelo vice-governador Fábio Dantas (PCdoB) para análise dos deputados estaduais era uma “tentativa de ajustar e dar equilíbrio ao Estado”.

Marinho lembra de Robinson na AL (Foto: arquivo)

“Acho que este é um equívoco do governador, que tem dificuldade de entender seu papel de governante. Precisa fazer opções, escolhas, e novamente a escolha do governador foi a favor das corporações, sindicatos, de privilégios em detrimento do conjunto da população”, disse.

Incapacidade

“É uma pena que governador tenha tomado essa atitude. Dá sensação de desânimo com esse governo, sensação que governo acabou, não tem capacidade de ter resolutividade”, disse Rogério.

Segundo o parlamentar, a culpa de “boa parte dos problemas que temos hoje é justamente de Robinson quando presidente da AL, que pressionou o governo da época a aumentar o repasse para os poderes e os aumentos que foram dados de forma irresponsável ao conjunto dos funcionários públicos, que hoje cobram o preço”.

Leia também: Pressionado, Robinson Faria pede projetos de volta AQUI.

Nota do Blog - Bem lembrado, deputado. Um rol de projetos aprovados no apagar das luzes do governo Wilma de Faria, com Robinson na Assembleia Legislativa “jogando para a plateia”, hoje explode bem no colo dele.

Não é para reclamar do que enfrenta hoje. À época, cerca de 14 categorias funcionais tiveram garantias de benefícios mas desde então nem tudo foi efetivado na prática.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
segunda-feira - 09/10/2017 - 08:56h
Eleições 2018

Disputa à Câmara Federal no RN pode alterar “clube fechado”

"Chapão" suprapartidário que envolve elite política tem pressão de legislação nova e outros fatores

Os grandes partidos brasileiros e outros de menor dimensão têm uma prioridade em 2018. Esse foco é a ampliação das bancadas federais.

Disputa a governos estaduais chega a ter interesse subalterno.

A questão tem relação com a Reforma Política aprovada pelo Congresso Nacional, já sancionada pelo presidente Michel Temer (PMDB). Em face dessa nova realidade, a luta por vagas à Câmara Federal no próximo ano pode ter outra dinâmica, inclusive no RN. Podemos ter surpresas.

Walter, Fábio, Jácome, Zenaide, Beto, Rafael, Felipe e Rogério foram eleitos na disputa estadual de 2014 (Fotos: arquivo)

Os partidos têm que atingir a chamada “Cláusula de desempenho”. Com a mudança, as legendas trabalham para no mínimo terem direito ao tempo de propaganda e acesso ao fundo partidário.

Terão que alcançar pelo menos 1,5% dos votos válidos, distribuídos em, no mínimo, nove estados, com ao menos 1% dos votos em cada um deles. Como alternativa, as siglas precisarão eleger ao menos nove deputados, distribuídos em, no mínimo, um terço das unidades da Federação.

As exigências aumentarão de forma gradativa até 2030.

“Clube fechado”

O Rio Grande do Norte tem oito vagas à Câmara Federal, que normalmente sofrem pouquíssimas alterações de uma eleição para outra. Os próprios detentores desses mandatos, partidos e lideranças políticas costumam agir suprapartidariamente na luta à preservação do “clube fechado” que formam – verdadeiro “chapão”.

Em relação a 2018, essas novidades tendem a surgir, suprimindo reeleições tidas como “certas” ou substituições “garantidas”.

Atualmente, os deputados federais do RN são Fábio Faria (PSD), Rogério Marinho (PSDB), Zenaide Maia (PR), Beto Rosado (PP), Walter Alves (PMDB), Felipe Maia (DEM), Antônio Jácome (Podemos) e Rafael Motta (PSB).

Deputados Federais do RN – Votação em 2014

Walter Alves (PMDB) – 12,09% (191.064) – Primeira eleição;
Rafael Motta (PROS) – 11,15% (176.239) – Primeira eleição;
Fábio Faria (PSD) – 10,53% (166.427) – Reeleição;
Zenaide Maia (PR) – 8,51% (134.588) – Primeira eleição;
Felipe Maia (DEM) – 7,19% (113.722) – Reeleição;
Rogério Marinho (PSDB) – 5,16% (81.534) – Retorno após insucesso anterior;
Antônio Jácome (PMN) – 4,53% (71.555) – Primeira eleição;
Betinho Segundo (PP) – 4,08% (64.445) – Primeira eleição;
Votos apurados – 1.935.105
Votos válidos – 81,69% (1.580.871)
Brancos – 8,53% (165.088)
Nulos – 9,77% (189.146)
Abstenção – 16,83% (391.478)
Quociente eleitoral – 197.608

- O primeiro suplente da Coligação União pela Mudança (do candidato ao governo Henrique Alves-PMDB) é Abraão Lincoln (PRB), que obteve 4,01% (63.371 votos). Segundo suplente é Sandra Rosado (PSB), que empalmou 3,26% dos votos válidos, ou seja, 51.612.

- O primeiro suplente da Coligação Liderados pelo Povo (de Robinson Faria-PSD, candidato eleito ao governo) é Adriano Gadelha (PT), que alcançou 2,20% (34.727 votos). Já o segundo é Hugo Manso (PT), com 1,63%, representando 25.767 votos.

Desses, apenas Zenaide não deverá concorrer à reeleição. O plano político do seu grupo é o retorno à disputa do seu irmão e ex-deputado federal João  Maia (PR).

Há rumores de que Fábio Faria não tente também a reeleição. Abriria o caminho para o próprio pai – governador Robinson Faria (PSD) – que se fastaria do cargo de governador. Mas o parlamentar já negou essa hipótese com veemência.

Caras novas

Nas eleições de 2014 (veja boxe acima com resultado dos eleitos), seis deputados potiguares não retornaram à Câmara Federal. Um recorde, mas por  variados motivos.

Os mossoroenses e primos Betinho Rosado (PP) e Sandra Rosado (PSB): o primeiro, por ter sido impedido em face de aparecer em lista como “ficha suja”, colocando o filho Betinho Segundo (que adotou o nome parlamentar de “Beto”) como substituto. Sandra não empalmou votos suficientes.

João Maia foi candidato a vice-governador na chapa encabeçada por Henrique Alves (PMDB): ambos perderam o pleito.

A deputada Fátima Bezerra (PT) foi candidata eleita ao Senado e o apresentador de TV Paulo Wagner (PV) desistiu da postulação, apesar de ter feito seu registro.

Reelegeram-se Felipe Maia e Fábio Faria.

Leia também: Câmara Federal com emoção e uma baixa – Eleições 2010 AQUI;

Saiba mais detalhes sobre a reforma clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política / Reportagem Especial
quarta-feira - 27/09/2017 - 18:16h
Indústria salineira

Temer recebe comitiva do RN e promete rápida decisão


O presidente da República, Michel Temer (PMDB), garantiu agilidade na análise dos pleitos da indústria salineira do Rio Grande do Norte. Em audiência no Palácio do Planalto, nesta quarta-feira (27), com representantes do setor, deputados e senadores potiguares, além de prefeitos e do governador Robinson Faria (PSD), o chefe do Executivo federal ouviu por mais de uma hora explanação sobre as dificuldades dos salinicultores.

Foi dissertado que a atividade multissecular assegura mais de 70 mil empregos diretos e indiretos, com representando 97 por cento da produção nacional do sal marinho do país.

Temer (centro, de costas) esteve durante longa audiência com comitiva potiguar (Foto: Marcos Correa)

Na reunião, o grupo entregou ao presidente um documento priorizando três pontos fundamentais para o setor: a elaboração de um decreto reconhecendo a atividade salineira como de interesse social atestando segurança jurídica, o aumento da alíquota que protege o sal brasileiro da concorrência “predatória” do Chile e a reforma do Porto Ilha, por onde é escoado 70% do sal produzido no estado.

“Pela representatividade desta audiência, reconheço a importância do setor para o estado. Prometo analisar com brevidade e detalhes a questão da elaboração do decreto, o reestudo da alíquota para o setor, além do reparo urgente do Porto Ilha”, garantiu o presidente Temer.

Marco regulatório

Para um dos dirigentes do Sindicato da Industria do Sal (SIESAL), Airton Torres, que fez uma narrativa minuciosa sobre a história do sal na região, a necessidade de deixar o setor protegido e acobertado pelo Código Florestal Brasileiro é urgente. “Não temos um marco regulatório e nossa atividade não pode ser transferida para outro local. São três séculos de história, seis milhões de toneladas de sal produzidas por ano e um faturamento que beira 1 bilhão de reais”, declarou o empresário.

Também participaram da audiência o senador Garibaldi Alves (PMDB), os deputados federais Rafael Mota (PSB), Fabio Faria (PSD), Walter Alves (PMDB), Rogério Marinho (PSDB), Beto Rosado (PP) e o coordenador da bancada federal, deputado Felipe Maia (DEM); os deputados estaduais Jacó Jácome (PMN), Larissa Rosado (PSB) e Souza (PHS); os prefeitos Túlio Lemos (Macau), Sael Melo (Porto do Mangue), Rosalba Ciarlini (Mossoró), José Maurício Filho (Grossos) e Iraneide Rebouças (Areia Branca); as vereadoras Sandra Rosado (PSB-Mossoró), Clorisa Linhares (PSDC-Grossos), Izabel Montenegro (PMDB-Mossoró); além dos representantes da indústria salineira como Renato Fernandes (SIMORSAL), Tasso Rosado (SOCEL), Francisco Ferreira Souto (SIESAL), Herbert Vieira (CIMSAL), Ceiça Praxedes (REFIMOSAL), Carlos Frederico (NORSAL), Eduardo Medeiros (SALINA SÃO CAMILO), Fernando Rosado (UNISAL) e o presidente da Federação das Indústrias do Estado do RN (FIERN), Amaro Sales.

O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho (PV), acompanhou o presidente Temer na audiência.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Economia / Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
domingo - 24/09/2017 - 14:46h
Parelhas

III Grito do Emprego repete sucesso de eventos anteriores


O III Grito do Emprego foi igualmente expressivo em termos de presença de público. Ocorreu nesse sábado (23) em Parelhas, na região Seridó.

Como os anteriores (São José do Seridó, dia 16, e em Natal na última quinta-feira, 21), o movimento reuniu grande número de manifestantes, microempresários, políticos e população em geral do município e de outras localidades.

Evento juntou trabalhadores, políticos, microempresários e vários segmentos da população em Parelhas (Foto: cedida)

Outra vez levaram falta partidos de esquerda, políticos dessa tendência e sindicatos de trabalhadores.

A movimentação faz parte do protesto crescente contra multa imposta pelo Ministério Público do Trabalho (MPT/RN) contra a Guararapes Confecções S/A (Grupo Riachuelo), superior a R$ 37,7 milhões, pelo descumprimento de supostos compromissos com mão-de-obra que trabalha em facções têxteis em vários municípios do estado.

ACOMPANHE O CASO

Leia também: Grito do Emprego mobiliza expressivo número de pessoas AQUI;

Leia também: Um silêncio muito estranho no Senado AQUI;

Leia também: Garibaldi apela para conciliação entre empresa e o MPT/RN AQUI;

Leia também: MPT/RN promete recrudescer a relação com Guararapes AQUI;

Leia também: Facção Têxtil de Antônio Martins é vista como caso de sucesso AQUI;

Leia também: Ato pró-emprego acontecerá em frente à sede do MPT/RN AQUI;

Leia também: “Grito do emprego” mobiliza vários setores no final de semana AQUI;

Leia também: Ministério Público do Trabalho é nocivo ao RN e a seu povo AQUI;

Leia também: Ministério Público do Trabalho diz defender direitos trabalhistas AQUI.

A mobilização também contou com a participação do governador Robinson Faria (PSD), dos deputados estaduais Hermano Morais (PMDB), Nélter Queiroz (PMDB) e Carlos Augusto Maia (PSD), do deputado federal Rogério Marinho (PSDB, além de muitos prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças da região.

Antes da audiência pública, os manifestantes realizaram uma caminhada pelas ruas da cidade. Mais uma vez, faccionistas e costureiros de vários municípios da região estiveram presentes.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Economia / Gerais / Política
segunda-feira - 18/09/2017 - 10:47h
Flávio Rocha:

Ministério Público do Trabalho é nocivo ao RN e a seu povo


Para o empresário Flávio Rocha, CEO (diretor executivo) do grupo Riachuelo (Confecções Riachuelo S/A), a ação do Ministério Público do Trabalho (MPT/RN) lhe impondo multa superior a R$ 37 milhões, é mais nociva ao estado e à sua população, do que a esse conglomerado empresarial de origem potiguar.

Nas redes sociais nesse domingo  (17), Flávio Rocha desabafou: “Por que só nós?”

Segundo ele, o MPT/RN faz exigências que não são feitas a outras indústrias. Salientou ainda, que o grupo investe no estado, mas poderia não ter uma única unidade fabril com produções em facções pelo interior do Rio Grande do Norte e outros investimentos.

“O MPT está dizendo que está entrando com ação contra a Guararapes a pedido dos trabalhadores das fábricas de oficinas de costuras. Essa é a primeira grande mentira que está sendo contada e precisa ser desmascarada”, disse o deputado federal Rogério Marinho (PSDB) em São José do Seridó, onde sábado (16), houve o “Grito do Emprego”, movimento em contraposição à ação do MPT.

“Essa decisão pode gerar um enorme problema social, causando o desemprego de milhares de pessoas no interior do estado. Empregos esses que são os que sustentam uma casa”, afirmou o governador Robinson Faria (PSD).

Com informações adicionais do G1 e Assessoria de Rogério Marinho.

Leia também: “Grito do Emprego” mobiliza vários setores no final de semana AQUI;

Leia também: Ministério Público do Trabalho diz defender direitos trabalhistas AQUI.

Nota do Blog - O grupo comandado por Flávio Rocha e seu pai Nevaldo Rocha, é uma referência empresarial no país e no mundo, um case de sucesso. Na prática e na ponta do lápis, não precisa do RN para bulhufas. Se complicar, aconselho-os a investir noutros estados.

Mandem o RN às favas. Aqui parece ser um caso perdido.

Aos olhos de muita gente, normalmente “parasitas”, todo empresário é bandido. Claro que esses críticos jamais seriam empresários, por absoluta incapacidade de montar um simples carrinho para venda de cachorro-quente, correndo os riscos do mercado.

É preciso bom senso nessa discussão, análise do que somos, da conjuntura de seca, fome, desemprego e queda bruta na arrecadação dos municípios.

Já dissemos e repetimos: o modelo de facções têxteis não é a panaceia, mas sem dúvida mitiga problemas econômico-financeiros em dezenas de municípios, podendo ser ampliado enormemente.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Economia / Política
segunda-feira - 18/09/2017 - 08:18h
Campanha 2017

Ideia do “Distritão” de Tião não agrada Rogério Marinho


Na ótica do empresário e ex-candidato a prefeito de Mossoró Tião Couto (PSDB), ele o o deputado federal Rogério Marinho (PSDB) podem zonear o estado como um “Distritão”, dividindo colégios eleitorais.

Seria uma fórmula satisfatória para que ambos pudessem ser eleitos à Câmara Federal, sem autofagia partidária.

Marinho, claro, não gostou da ideia de repartir o “pão” que ele fermenta sozinho há tempos.

Leia também: Os ponteiros que não se afinam no PSDB AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 18/09/2017 - 08:08h
Campanha 2017

Os ponteiros que não se afinam no PSDB


Tião e Rogério: sem sintonia (Foto: arquivo)

O empresário e ex-candidato a prefeito de Mossoró Tião Couto (PSDB) e o deputado federal Rogério Marinho (PSDB) tiveram dois dedinhos de prosa na sexta-feira (15), em Mossoró, onde o parlamentar participou de evento sobre a reforma trabalhista (veja AQUI).

Tião quer acertar os ponteiros com Marinho e o PSDB com vistas à campanha do próximo ano.

Ele já refluiu da ideia de ser candidato a governador.

Pensa numa postulação à Câmara Federal, a mesma do deputado.

Cá para nós e o povo da rua: os fusos horários de ambos seguem no ritmo de Brasília e Osaka (Japão).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
sexta-feira - 15/09/2017 - 07:58h
Hoje

Nova legislação trabalhista é focalizada em Mossoró


Várias entidades empresariais e patronais promovem hoje no Garbos Recepções e Eventos (Mossoró), o “Seminário Modernização das Leis Trabalhistas: O que mudou? Por que mudou?”.

Começa às 8 horas.

A advogada e especialista em Relações do Trabalho e Direito Constitucional Trabalhista, Sylvia Lorena Teixeira de Sousa, integrante do Conselho de Administração da Organização Internacional do Trabalho (OIT), é a palestrante principal, abordando o tema central.

O deputado federal Rogério Marinho (PSDB), que foi relator do projeto de Modernização das Leis Trabalhistas na Câmara dos Deputados, participa do evento.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Gerais
terça-feira - 12/09/2017 - 21:11h
O outro lado

Superintendente afastado do Ibama garante que é inocente


Afastado hoje (terça-feira, 12) , do cargo de superintendente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Clécio Antônio Ferreira dos Santos emitiu Nota de Esclarecimento, atestando está tranquilo.

Assegura que não tem “qualquer relação espúria com terceiros investigados, seja pessoa jurídica, seja pessoa física, que não me utilizei do cargo para atender interesses pessoais e que toda minha trajetória está assentada na legalidade e na ética.”

Operação Kodama, que provocou a saída de Clécio Santos, foi provocada por investigação do Ministério Público Federal (MPF).

Veja íntegra da Nota de Esclarecimento abaixo:

Clécio Antônio Ferreira dos Santos, Superintendente do IBAMA/RN, por hora afastado de suas funções, em face da decisão proferida pelo Emin. Juiz Federal da 14° Vara, vem a público esclarecer que:

Entendo por bem, dizer antecipadamente, que não tenho qualquer relação espúria com terceiros investigados, seja pessoa jurídica, seja pessoa física, que não me utilizei do cargo para atender interesses pessoais e que toda minha trajetória está assentada na legalidade e na ética.

Reitero, finalmente, que exerço atividade profissional há 49 anos, servi a quatro governos estaduais, sem qualquer mácula em minha biografia.

NUNCA ROUBEI NEM DEIXEI ROUBAR, NUNCA DEI NEM RECEBI PROPINA, NUNCA CORROMPI NEM FUI CORROMPIDO, de modo que fico a total disposição das autoridades para esclarecer e colaborar com o desenrolar dos fatos, que, por si só, irão me inocentar.

Natal/RN, 12 de setembro de 2017

Leia também: Irregularidades causam afastamento de superintendente AQUI;

Leia também: Apesar de ficha suja, indicado por deputado comandava Ibama AQUI;

Leia também: Rogério Marinho diz acreditar em honestidade de indicado AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
terça-feira - 12/09/2017 - 14:02h
Ibama

Rogério Marinho diz acreditar em honestidade de indicado


Em nota divulgada hoje à tarde, o deputado federal Rogério Marinho (PSDB) defende Clécio Santos, indicado para a superintendência do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente  e Recursos Não Renováveis (IBAMA/RN), afastado do cargo na Operação Kodama.

Veja a íntegra da nota:

O deputado Rogério Marinho destaca que a indicação de Clécio Santos para o IBAMA se deu pelos critérios técnicos e pelas qualidades profissionais do indicado reconhecidos, inclusive, pela sociedade potiguar.

Ademais, é necessário esclarecer que todo agente político deve estar sujeito as fiscalizações dos órgãos de controle merecendo a ampla defesa nas investigações.

O deputado Rogério Marinho acredita na idoneidade de Clécio Santos e que ao final tudo restará esclarecido.

Leia também: Irregularidades causam afastamento de superintendente do Ibama AQUI;

Leia também: Apesar de ficha suja, indicado por deputado comandava o Ibama AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
terça-feira - 12/09/2017 - 07:42h
Política e gestão

Apesar de ficha suja, indicado por deputado comandava Ibama


Clécio: cargos importantes (Foto: web)

No cargo de superintendente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) no RN desde 7 de julho do ano passado, o areia-branquense Clécio Antônio Ferreira dos Santos, afastado hoje do comando dessa autarquia federal, em meio à “Operação Kodama”, foi indicado pelo deputado federal Rogério Marinho (PSDB).

Clécio Santos desembarcou no Ibama em sucessão a Alvamar Costa Queiroz, que era oriundo da gestão Dilma Rousseff (PT). Desde o início, a nomeação sofreu rejeição do setor ambiental e de servidores da autarquia.

Ele tem história política desenhada a partir de Ceará-mirim. Foi secretario-adjunto de Saúde do RN e diretor-geral do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN), gestão Wilma de Faria (PSB); diretor administrativo-financeiro da Empresa Potiguar de Promoção Turística (EMPROTURN), governo Rosalba Ciarlini (PP); diretor-geral da Câmara Municipal de Natal, quando presidida por Rogério.

Passou ainda pela assessoria de Rogério Marinho em Brasília, na Câmara Federal.

Ficha suja

Com formação em Administração pela Universidade Federal do RN (UFRN) e bancário por cerca de 25 anos, Clécio Santos foi incluído em lista de “ficha suja” do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN), em 2016.  Enriquecimento ilícito, violação dos princípios administrativos e improbidade recaem sobre ele, em face de sua passagem pelo Detran.

Seu afastamento hoje, por decisão do juiz federal Francisco Eduardo Guimarães Farias, da 14ª Vara Federal do RN, foi provocado por uma série de denúncias ao Ministério Público Federal (MPF). Servidores de carreira do Ibama e a Organização Não Governamental (ONG) “O Eco” enfileiraram denúncias contra ele.

Leia também: Irregularidades no Ibama gera afastamento de superintendente AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Justiça/Direito/Ministério Público / Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
sexta-feira - 08/09/2017 - 13:20h
Mossoró

Nova legislação trabalhista será explicada em seminário


Mossoró terá no próximo dia 15 (sexta-feira), às 8h, a terceira etapa do “Seminário Modernização das Leis Trabalhistas: O que mudou? Por que mudou?”. Acontecerá no Garbos Recepções e Eventos.

A advogada e especialista em Relações do Trabalho e Direito Constitucional Trabalhista, Sylvia Lorena Teixeira de Sousa, também integrante do Conselho de Administração da Organização Internacional do Trabalho (OIT), falará sobre o tema central.

O deputado federal Rogério Marinho (PSDB), que foi relator do projeto de Modernização das Leis Trabalhistas na Câmara dos Deputados, também participará do evento, como tem ocorrido até aqui.

A iniciativa é patrocinada por diversas entidades ligadas ao segmento patronal, como sistemas Fiern, Fecomércio, Fetronor, Federação das Câmaras de Diretores Lojistas do RN (FCDL/RN), Faern e Federação das Associações Comerciais do RN (FACERN).

O acesso será através de convite.

Leia também: Rogério Marinho fala sobre modernização das leis trabalhistas em Currais Novos AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Gerais
terça-feira - 05/09/2017 - 09:16h
Jornalismo

Os valores da liberdade de expressão e imprensa


Episódio ocorrido em Currais Novos no último final de semana, em que o deputado federal Rogério Marinho (PSDB) se sentiu molestado com uma pergunta, tratando a repórter Ana Paula Julgman por “cretina”, deverá ter uma nota à altura do Sindicato dos Jornalistas do RN (SINDJORN/RN).

Ou não?

Ou será que o fato de ela não ser sindicalizada e não possuir um diploma, sejam mais importantes do que um conceito fundamental nas democracias modernas: liberdade de imprensa/liberdade de expressão?

“A flexibilização da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), o chamado negociado sobre o legislado, não deverá aprofundar o desequilíbrio nessa relação entre patrão e empregado?” – questionou Julgman com propriedade, provocando a erupção verbal do parlamentar, que foi o relator da reforma no âmbito da Câmara Federal.

A repórter atua na Syds TV de Currais Novos.

À semana passada, foi o prefeito natalense Carlos Eduardo Alves (PDT) que botou dedo em riste para o repórter Alex Costa, da TV Ponta Negra, se esquivando de pergunta que não o agradava.

“A injustiça em qualquer lugar é uma ameaça à justiça em todo lugar.” Martin Luther King.

O Sindijorn/RN foi ágil ao reagir à postura atrabiliária do governante, escudando o jornalista (veja AQUI).

Na capital ou no sertão, seja lá onde for, toda vez que a esse tipo de situação prevalecer e for encoberta pela omissão, incomodará qualquer indivíduo que sabe o valor da liberdade de imprensa/expressão à democracia e à própria vida humana.

Boa parte da elite política que temos, culturalmente gosta e aposta no “repórter levantador”, aquele que faz a pergunta de encomenda ou agradável, para o entrevistado “cortar”.

Isso não é jornalismo. Nem voleibol.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Comunicação
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
sábado - 02/09/2017 - 08:19h
Seminário

Rogério Marinho fala sobre modernização das leis trabalhistas


A cidade de Currais Novos recebeu nesta sexta-feira (01) a segunda edição do “Seminário Modernização das Leis Trabalhistas: O que mudou? Por que mudou?”. O evento, voltado para tirar dúvidas sobre a nova legislação ocorreu na sede do CDL local, e contou com palestra do deputado federal Rogério Marinho (PSDB), que foi relator do projeto na Câmara.

Para esclarecer as dúvidas dos currais-novenses, o professor especialista em Direito e Processo do Trabalho, Marcelo de Barros Dantas, apresentou casos semelhantes com julgamentos distintos. “A CLT causa uma insegurança jurídica e a nova legislação diz o que pode e o que não pode, tanto para o empregador como para o empregado. O empresário e o trabalhador devem se atentar a fazer boas negociações”, atentou o advogado.

Evento ocorreu em Currais Novos com maciça presença de público (Foto: cedida)

Também estiveram presentes no evento o vice-presidente da Fecomércio-RN, Luis Lacerda, o presidente do Sindicato das Indústrias de Bonés e Chapéus do RN, representando o presidente do Sistema Fiern, Amaro Sales, Jaedson Dantas; presidente da Federação das Associações Comerciais do RN, Itamar Manso Maciel; o presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do RN, Afrânio Miranda; presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Currais Novos, Hélder Medeiros de Araújo; Francisca Maria Felipe Galvão, presidente da CDL Currais Novos; Ana Albuquerque, secretária de Desenvolvimento Econômico de Currais Novos, Ana Albuquerque, representando o prefeito de Currais Novos; e o presidente da Câmara Municipal de Currais Novos, João Neto.

O evento foi promovido pela Fecomércio RN, Fiern, Faern, Fetronor, Facern, Sebrae e FCDL.

Ainda prestigiaram o seminário os prefeitos Batata Araújo (Caicó), Serginho Fernandes (Serra Negra do Norte), Sueleide Araújo (Tenente Laurentino Cruz) e Iracema Pereira (São Vicente), além de vereadores e lideranças da região do Seridó.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 04/08/2017 - 18:24h
PSDB

Nova temporada de balões-de-ensaio ao governo do RN


Ezequiel ganha os 'céus' também (Foto: reprodução)

Começou nova temporada de sobrevoo de balões-de-ensaio por Natal, em relação a uma hipotética chapa de oposição, tendo o PSDB na cabeça ao governo estadual.

Os mais recentes, puxam para cima o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza, e o deputado federal Rogério Marinho.

O nome do mossoroense e ex-candidato a prefeito Tião Couto, do mesmo partido de ambos, não é tratado com igual status e nível de especulação.

Passou a não ser citado ou simplesmente ignorado.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
quarta-feira - 02/08/2017 - 23:22h
Hoje

Câmara evita que Temer responda a processo no Supremo


G1RN

Câmara aprovou na noite desta quarta-feira (2) o relatório da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), de autoria do deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que recomendava a rejeição da denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR) por crime de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer.

Plenário da Câmara durante votação da denúncia contra Temer (Foto: Gilmar Felix/Câmara dos Deputados)

Segundo a secretaria da Câmara, votaram 492 deputados dos 513 deputados: 263 a favor do relatório, 227 contra e duas abstenções. Houve 19 ausências. De acordo com a secretaria, um deputado – Adail Carneiro (PP-CE) – está licenciado para tratamento de saúde e não houve convocação de suplente.

Veja como votaram os deputados do RN

Antônio Jácome (PMN) – Não;
Beto Rosado (PP) – Sim;
Fábio Faria (PSD) – Sim;
Felipe Maia (DEM) – Sim;
Rafael Mota (PSB) – Não;
Rogério Marinho (PSDB) – Sim;
Walter Alves (PMDB) – Sim;
Zenaide Maia (PR) – Não.
* Voto “Não” era manifestação contra o relatório, ou seja, para que Temer fosse julgado pelo STF; o voto “Sim” era acatando o relatório, que impediu que ele fosse a julgamento.

Com base no regimento da Câmara, o presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) não votou (veja o voto de cada deputado).

Veja matéria completa clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 28/07/2017 - 06:50h
Manifestação

Entidades de trabalhadores protestam contra políticos em Caicó


Em Caicó, na região Seridó, a movimentação social em torno da festa da padroeira Sant’Ana nessa quinta-feira, teve a presença de políticos de todos os matizes, como senadores, deputados federais e estaduais.

Peça de propaganda do Sinte/RN foi distribuída fartamente no dia passado em Caicó (Foto: cedida)

Mas também foi oportunidade de protesto.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do RN (SINTE/RN), Regional de Caicó, e outras entidades representativas de trabalhadores, distribuíram abanadores em que vociferam contra senadores, deputados federais e o governador “Robson” (em vez de Robinson), tratado como “aquele que FARIA, mas não faz”.

Parlamentares

No alto da peça distribuída fartamente, há o título: “Caicó NÃO vota em TRAIDOR! Esses votaram contra os trabalhadores do RN:

E abaixo foram listados (com fotos) os senadores José Agripino (DEM) e Garibaldi Filho (PMDB), deputados federais Rogério Marinho (PSDB), Felipe Maia (DEM), Walter Alves (PMDB), Fábio Faria (PSD) e Beto Rosado (PP).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.