segunda-feira - 25/06/2018 - 12:50h
COLUNA DO HERZOG

Salvação do RN não aparece no vazio de sua pré-campanha


Por Carlos Santos

Nenhum pré-candidato ao governo do RN tem qualquer esboço de plano de governo à mão. As evasivas vão desde clichês retóricos à fuga física de entrevistas, em que possam ser cobrados. A prioridade é falar de pessoas, em vez de ideias.

Ninguém espere que esse cenário mude, seja alterado, com a elevação de debate (que não existe nessa pré-campanha). Daí, para pior.

A crise vivida pelo Rio Grande do Norte tem explicações diversas, que se intercalam, mas a principal é a incapacidade de nossa classe política em tratar a gestão pública como prioridade e com eficiência.

Nessa fase da disputa, a pré-campanha, o mais interessante é produzir críticas ou acusações – caso do governador Robinson Faria (PSD) e ex-prefeito natalense Carlos Eduardo Alves (PDT).

Já a senadora Fátima Bezerra (PT) evita se desgastar com qualquer pronunciamento ou posicionamento. Opta por mexer apenas com questões nacionais e do interesse partidário.

O vice-governador dissidente Fábio Dantas (PSB) segue cada dia mais atrofiado, mas já se arriscou a promessas mirabolantes, como acabar com déficit previdenciário de uma canetada e defender o fim das oligarquias (ele, integrante de uma delas).

Bate desânimo. Não é pessimismo, mas retrato de observações de fácil percepção. Estamos ferrados.

PRIMEIRA PÁGINA

O “não voto” se confirma mais uma vez – O segundo turno das eleições suplementares ao Governo do Estado do Tocantins ratificou o que parece ser mesmo uma tendência capaz de alcançar seu ápice nas eleições gerais de outubro próximo no país. O “não voto”, soma de votos nulo-branco com abstenções, atingiu 527.868 votos (51,84%). Mauro Carlesse (PHS), governador interino que foi eleito, e Vicentinho Alves (PR), seu adversário, receberam 490.461 votos (48,16%) do eleitorado tocantinense (veja AQUI). Estavam aptas a votar na eleição do Tocantins 1.018.329 pessoas. No primeiro turno, a revolta popular com políticos, partidos e a política já tinha sido expressiva. Leia o que esta página tem antecipado há tempos: Eleitor diz no Tocantins o que está “guardado” para outubro.

Aliança entre PT e PR não tem apoio de Tião e Jorge – O diálogo aberto entre PT e PR com vistas à campanha deste ano no estado não deve prosperar. Pré-candidatos à Câmara Federal e à Assembleia Legislativa pelo PT, os ex-candidatos a prefeito e vice de Mossoró Tião Couto e Jorge do Rosário, respectivamente, não demonstram animação com o enlace. Freiam seu avanço.

Tião e Jorge: veto (Foto: Arquivo)

Estimativa de quociente eleitoral à Câmara Federal precisa ser revista - Refaça suas contas, comece ou recomece a fazê-las a partir de patamares realistas. Em 2014, últimas eleições, o quociente eleitoral à Câmara Federal foi de 197.608 votos. Os campeões de voto foram dois estreantes: Walter Alves (PMDB) – 12,09% (191.064) e Rafael Motta (PROS, hoje no PSB) – 11,15% (176.239). Fábio Faria (PSD) – 10,53% (166.427) – obteve Reeleição. Salve o surgimento de algum fenômeno ou deslocamento de algum campeão de votos (como os senadores José Agripino-DEM e Garibaldi Filho-MDB) para essa faixa de disputa, o quociente terá boa baixa.

Wilma de Faria atrai atenção em memorial - Vai até o próximo dia 30, de 10 às 22h, no Shopping Midway Mall em Natal a exposição Memorial Wilma de Faria. Começou no último sábado (23), após ter percorrido vários municípios do estado, com várias peças e documentos que mostram a trajetória política da ex-governadora do RN.

Agripino e Jácome podem alterar chapa majoritária – O jornal Tribuna do Norte deste domingo (24) noticiou que o senador e presidente estadual dos Democratas (DEM), José Agripino (DEM), não tentará a reeleição ao Senado Federal. Será mesmo candidato a deputado federal. A decisão será anunciada oficialmente nos próximos dias. Com a decisão de José Agripino, o deputado federal Antônio Jácome (Podemos) seria um dos candidatos ao Senado na coligação PDT, MDB e DEM. A chapa majoritária ficaria Carlos Eduardo (PDT) para o governo, Garibaldi Alves Filho (MDB) e Antônio Jácome (Podemos) para o Senado. E mais, o deputado Felipe Maia (DEM) ficaria fora das eleições de 2018, abrindo espaço para a médica Carla Dickson (PROS), vereadora em Natal e esposa do deputado estadual Albert Dickson (PROS), concorrer a uma vaga na Câmara Federal. Assim, Carla iria em busca de conquistar as bases de Antônio Jácome no segmento evangélico. (Do Blog da Chris).

Antônio Jácome quer surpreender como no passado – O atual deputado federal Antônio Jácome (Podemos) pode ser apresentado como nome ao Senado, na chapa a ser encabeçada pelo pré-candidato a governador Carlos Eduardo Alves (PDT). Em 2002, ele foi o vice de Wilma de Faria (PSB), uma chapa vista como fragil, mas TB, mas terminou eleito ao lado dela ao governo estadual. Nesse momento, o cenário é outro e com outros objetivos, como garantir reeleição do filho Jacó Jácome (PSD) à Assembleia Legislativa. Jácome tem a corrida à Câmara Federal comprometida pela concorrência de Carla Dickson (PROS) na faixa dos evangèlicos, além de outros fatores.

EM PAUTA

Carlos Cavalcante – Âncora do Cidade em Debate na Rádio Difusora de Mossoró, o radialista Carlos Cavalcante vai estrear programa com mesmo nome no próximo dia 2 (segunda-feira), às 18h, na TV Cidade Oeste (sistema cabo Brisanet), Canal 172. Sucesso.

Literatura - O XVI Seminário Literário do Colégio Mater Christi (Mossoró) será lançado no próximo dia 30, com cortejo literário saindo às 8h da Praça dos Esportes em direção ao Mater Christi. Já no período de 02 a 06 de julho de 2018, haverá apresentações elaboradas pelos alunos por turmas no Teatro Municipal Dix-Huit Rosado.

Zenóbio: foco poético (Foto: Web)

O livro de Zenóbio – “Verbo Sertanejo” é o título do livro do jornalista e cinegrafista Zenóbio Oliveira, o “Zenóbio das Aguilhadas”, a ser lançado no mês de agosto próximo. O prefácio será do jornalista Sérgio Farias, com diagramação do poeta e jornalista Caio César Muniz. O livro contém sonetos, cordéis e outros estilos poéticos. As vendas estão sendo antecipadas. Quem desejar garantir o exemplar basta depositar a quantia de 30 reais nas seguintes contas: Caixa Econômica Federal, Agência – 0560, Operação – 013, Conta poupança – 00068949-9. Banco do Brasil, Agência – 3526-2, Conta Poupança – 36.732-X, Variação – 051. As duas em nome de Zenóbio Francisco de Sousa Oliveira.

Religiosidade sertaneja – O presidente do Grupo de Estudos do Cangaço do Ceará (GECC), pesquisador Ângelo Osmiro Barreto, convidou o professor Benedito Vasconcelos Mendes para fazer uma palestra sobre “Religiosidade Sertaneja”, no próximo dia 5 de julho (quinta-feira ), na reunião mensal do GECC, que se realizará no apartamento do professor-doutor e renomado cientista brasileiro, Melquíades Pinto Paiva, em Fortaleza.

Programa na TV – O jornalista Saulo Vale é nome cogitado para compor programa jornalístico na TV Terra do Sal (Canal 14 aberto e 173 na Brisanet), em Mossoró.

Frete e sal - O setor salineiro do Rio Grande do Norte e, em especial da região de Mossoró, está asfixiado com o impasse quanto ao frete rodoviário, desde a paralisação nacional dos caminhoneiros. O escoamento da produção está seriamento comprometido. Queda de mais de 50% no fluxo do produto para os centros de consumo, pela via rodoviária.

SÓ PRA CONTRARIAR

Não existe impossível na política, mas o improvável.

GERAIS… GERAIS… GERAIS…

Acontece nessa terça-feira(26), a missa de um ano pela morte do professor e engenheiro José Henriques Bittencourt, na Igreja de São Camilo de Lellis, às 19h, bairro de Lago Nova em Natal. Ele foi um dos fundadores da Escola de Engenharia em Natal e membro-fundador da Academia Norte-Riograndense de Ciências do Rio Grande do Norte, da qual foi presidente.

Obrigado à leitura do Nosso BlogJosé Antônio Nunes (Pau dos Ferros), Raimundo Nonato Sobrinho, o “Cinquentinha” (Mossoró) e Vagner Araújo (Natal).

Veja a edição anterior da Coluna do Herzog (18/06) clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Coluna do Herzog
segunda-feira - 04/06/2018 - 07:48h
Amanhã

Memorial Wilma de Faria será apresentado em Mossoró


Será nessa terça-feira (5) em Mossoró, às 18h30, a abertura do Projeto “Memorial Itinerante Wilma de Faria: A história da guerreira”.

Memorial passou por Caicó também (Foto: divulgação)

Acontecerá no Memorial da Resistência, na Avenida Rio Branco, centro da cidade. Entre os dias 6 e 7, respectivamente, quarta e quinta, a exposição seguirá com visitação gratuita das 8h às 18h.

A iniciativa é de familiares, amigos e ex-colaboradores da ex-governadora.

A exposição já passou pelas cidades de Caicó, São Paulo do Potengi, Macaíba, Pau dos Ferros, Macau, João Câmara e Assu.

Fotos, textos, comendas, placas, roupas e outros artigos pessoais desfiam a trajetória de Wilma da juventude à condição de primeira mulher a ocupar o posto de governadora do estado.

Mossoroense, Wilma faleceu em 15 de junho do ano passado, em Natal, aos 72 anos.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
segunda-feira - 26/03/2018 - 10:30h
COLUNA DO HERZOG

A segunda chance de Carlos Eduardo Alves


Por Carlos Santos

Em 1994, a então ex-prefeita do Natal Wilma de Faria (PSB) enfrentou pela primeira vez a disputa ao Governo do RN numa faixa própria, fora da proteção e sobrenome Maia (ela, uma ex-Maia, ex-esposa do ex-governador Lavoisier Maia).

Ficou em quarto lugar com seu vice Binha Torres (PSB). Para ser mais preciso, em última colocação, com apenas 35.591 votos (3,83%).

A chapa Garibaldi Filho (PMDB)-Fernando Freire (PPR) levou a melhor na eleição, totalizando 489.765 votos (52,67%). Deixou a chapa Lavoisier Maia (PDT)-Rosalba Ciarlini (PFL) na segunda colocação, com 359.870 votos (38,70%).

Carlos e Wilma tiveram parceria política e história pode se repetir (ou não) ao governo (Foto: autoria não identificada)

A chapa em terceiro lugar foi Fernando Mineiro (PT)-José Bezerra (PT) com 44.596 (4,80%).

Mas a vida e a política dão muitas voltas.

Eleita prefeita natalense pela segunda vez em 1996 e reeleita em 2000, Wilma de Faria “armou-se” para retomar o sonho de chegar ao governo do estado. Deixou o segundo mandato para o vice Carlos Eduardo Alves (PMDB) em 2002 e tornou-se governadora eleita no mesmo ano, reelegendo-se em 2006.

Agora, a história pode se repetir ou não em relação a Carlos Eduardo Alves (PDT), atual prefeito de Natal e seu ex-vice. Ele foi candidato ao governo em 2010 ao lado do seu atual vice-prefeito Álvaro Dias, ambos na legenda do pedetismo, empalmando 160.828 (10,37%).

Ficaram em terceiro lugar.

A chapa vencedora Rosalba Ciarlini (PFL)-Robinson Faria (PMN) somou com 813.813 votos (52,46%), logo no primeiro turno. Em segundo lugar ficou Iberê Ferreira (PSB)-Vagner Araújo (PSB) com 562.256 votos (36,25%).

Se realmente deixar a Prefeitura do Natal para concorrer ao governo, Carlos Eduardo Alves terá sua segunda chance de ser governador – assim como ocorreu com Wilma. A sorte está lançada.

PRIMEIRA PÁGINA

Estado poderá ter duas eleições ao governo -  O estado do Tocantins marcha para ter duas eleições a governador e vice este ano. O absurdo decorre da cassação do governador Marcelo Miranda  (MDB) e a vice Cláudia Lélis (PV), dia 22 último, por abuso de poder econômico. Talvez em 90 dias o pleito para escolha de governantes-tampão seja realizado. Depois, em outubro, outra eleição. Essa bagunça só poderia acontecer num país como o Brasil.

Álvaro e filho: campeão de votos? (Foto: Web)

Álvaro cuida da campanha do filho à AL – O vice-prefeito do Natal, Álvaro Dias (MDB), se prepara para ocupar a cadeira de titular da municipalidade, com a iminente desincompatibilização do prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT). Mas paralelamente esquadrinha campanha à Assembleia Legislativa. Quer seu filho e delegado da Polícia Civil, Adjuto Neto, lá nos próximos quatro anos. Se possível, como campeão de votos.

Rosalbismo mantém cargos no governo Robinson – O grupo da prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini e seu partido, o PP, seguem compondo o governo Robinson Faria (PSD). E não se revelam disposto a entregar os vários cargos que possuem na gestão do “adversário”. O mais proeminente dos postos é o da professora Isaura Amélia Rosado, cunhada da prefeita, que segue na presidência da Fundação José Augusto (FJA), apesar de ter apresentado pedido de exoneração no dia 7 deste mês. Mas até aqui, de lá não saiu. Ah, tá! Entendi.

Protagonistas de 2014 estão sem peso algum agora – Dois nomes que disputaram as eleições presidenciais em 2014 estão sem importância alguma no processo presidencial deste ano: Dilma Rousseff (PT), em sua insignificância; Aécio Neves (PSDB), que estranhamente ainda está com mandato de senador e solto.

Secretário sairá de governo para ser candidato -  Esta semana deverá ser a última do ex-prefeito assuense Ivan Júnior como titular da pasta de Recursos Hídricos e Meio Ambiente do Estado. Vai deixar cargo para acelerar trabalho à disputa de vaga à Assembleia Legislativa, pelo partido do governador, o PSD.

Chapa ao Governo do Estado do RN está presa – Em 2002, o então governador Fernando Freire (PP) e o deputado federal Laíre Rosado (PMDB) foram candidatos ao governo do Rio Grande do Norte, pelo bloco governista. Não obtiveram vitória. Hoje, ambos estão presos. Freire desde 2015, devido o denominado “Escândalo dos Gafanhotos” (desvio de recursos públicos com uso de folha de pessoal falsa). Já Laíre, preso na última quinta-feira (22), em decisão relativa à “Máfia dos Sanguessugas” (desvio de recursos públicos através de emendas à Saúde). A roda da vida segue girando, girando…

Pré-candidatos apostam em propaganda subliminar – Pelo menos dois pré-candidatos a cargos eletivos no RN este ano têm apostado na propaganda subliminar de suas empresas, para maior exposição pública: Jorge do Rosário (PR), ex-candidato a vice-prefeito de Mossoró, que concorrerá à Assembleia Legislativa, e Luiz Roberto Barcelos, que pretende ser candidato ao Senado. O primeiro, é comandante-em-chefe da Repav Construtora; o outro, executivo da Agrícola Famosa.

A eminência parda do projeto Zenaide Maia – Cabe ao ex-prefeito de São Gonçalo do Amarante Jaime Calado a primeira e última palavra no projeto Zenaide Maia (PHS) senadora. É a eminência parda do próprio grupo, que em muito se parece com Carlos Augusto Rosado, marido da atual prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini (PP). Os sonhos também têm semelhanças com os conquistados pelo casal mossoroense: primeiro, Senado; depois, governo.

Jaime e Zenaide: Senado agora; depois, governo (Foto: Web)

Paraibanas disputarão governo e Senado no RN – A senadora Fátima Bezerra (PT), nascida em Nova Palmeira (PB), vai concorrer ao Governo do Estado do RN este ano. Outra paraibana que vai disputar cargo majoritário no RN é a médica e atual deputada federal Zenaide Maia (PHS). Nascida em Brejo do Cruz (PB), ela vai concorrer a uma das duas vagas ao Senado.

Flávio Rocha e um caminho à direita – O CEO do Grupo Riachuelo, Flávio Rocha, vai ficar nos cargos que ocupa na companhia até o dia 26 de abril. Será mesmo candidato à presidência do país, faltando escolher uma sigla. Ele já teve dois mandatos de deputado federal pelo RN, ensaiou o primeiro voo presidencial em 1994 com a proposta do “imposto único”, mas não avançou. Agora, sustenta discurso em defesa do “estado mínimo” e aposta na “livre iniciativa” para alavancar candidatura no campo ideológico da direita. Veremos.

Alves e Maias têm como certo um apoio quase perdido – Inclinada a apoiar a chapa ao governo a ser encabeçada pela senadora Fátima Bezerra (PT), a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e seu grupo tendem a ficar mesmo com Alves e Maias na campanha 2018. Um delicado problema transposto à semana passada, que contou com intervenção Alves-Maias, ajudou no convencimento. Nada mais posso adiantar, apesar da vontade.

Robinson Faria procura um vice para chamar de seu – Quem quer, quem quer? O governador Robinson Faria (PSD) corre para fechar aliança interpartidária e alguém para ocupar lugar de vice, no projeto de reeleição que está em andamento. Duas tarefas difíceis nesse momento.

EM PAUTA

TV Terra do Sal - A mais nova emissora de televisão sediada em Mossoró, a Terra do Sal (Canal 173, Brisanet), passa por profundas mudanças e deverá ter pesado investimento para amplificar seu alcance, inclusive com canal aberto e instalação de estúdio em endereço excepcional na cidade. Depois conto detalhes.

César – O ator mossoroense César Ferrário, filho da professora Vânia Leite e Luiz Aquino (já falecido), é destaque em edição do fim de semana do jornal Tribuna do Norte. De volta a Natal após concluir ciclo do seu personagem “Rato”, na novela global “O outro lado do paraíso”, ele fala sobre o hábito de esquadrinhar a cidade em que vive e onde chegou aos 13 anos de idade. Veja AQUI.

César Ferrário é mossoroense e há pouco concluiu trabalho na novela "O outro lado do paraíso" (Foto: TN)

Jornalistas – Dois jornalistas mossoroenses serão homenageados pela Assembleia Legislativa, em face da passagem do Dia do Jornalista. Aplausos para Saulo Vale e Emery Costa, novíssima geração e nosso decano. Estamos bem representados. Evento será às 9 horas do dia 6 de abril. Parabéns a todos os homenageados.

Economia - A rede Hiper Queiroz de supermercados (originária de Mossoró) abriu as portas da sua 27º loja, inaugurada na manhã de quinta-feira (22). Instalou-se em Patos na Paraíba, região de economia crescente na Paraíba. Paralelamente, o principal executivo do grupo, Jair Queiroz, comenta com o Blog Carlos Santos sua preocupação com os destinos de Mossoró, sem reagir a um sério processo de estagnação econômica.

Memes – O jornalista Jacson Damasceno, figura que tirando todos os defeitos é gente boa, criou a página “Memes Potiguares” na rede social Instagram – que ele define como “Página de humor de gosto duvidoso, sobre temas genuinamente potiguares”. Conheça-a neste endereço: https://www.instagram.com/memespotiguares/.

Jacson: memes da vida real (Foto: Web)

Flávio José – O Cândidus Restaurante terá o ótimo Flávio José no sábado (14 de abril) para nos ofertar uma lista de sucessos. Forró, xote, baião. Música nordestina da melhor qualidade. Agende-se.

Palco Giratório - O 21º Palco Giratório vai começar a circular no Rio Grande do Norte em abril com o espetáculo Clake, do Circo Amarillo (SP). A peça será apresentada em Natal (no dia 1º), São Paulo do Potengi (dia 3), Nova Cruz (dia 4), Caicó (dia 5) e Mossoró (dia 8), esta precedida pela apresentação do grupo local Esquetes Circenses de Mossoró (dia 6). A programação é gratuita e realizada pelo Serviço Social do Comércio (Sesc RN), instituição do Sistema Fecomércio. Veja detalhes clicando AQUI.

FNF – A Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) faz uma experiência com transmissão de jogos por canal na rede social Youtube, iniciativa bastante interessante à divulgação de clubes e marcas potiguares. A jornada inovadora foi conduzida pela equipe da TV Cabo Mossoró (TCM), de Mossoró, composta pelo narrador Fábio Oliveira, o comentarista Marcos Santos e o repórter João Carlos Brito no jogo Potiguar 1 x 2 Globo, dia 17 de março. Veja AQUI íntegra de outro jogo, Santa Cruz 2 x 2 Potiguar.

SÓ PRA CONTRARIAR

Não confundir política cultural com incultura política, por favor.

GERAIS… GERAIS… GERAIS…

Todos os vivas do mundo para Zezinho Barbosa, um dos bons exemplos da política de inclusão da Universidade do Estado do RN (UERN). Ele estuda Administração e é um dos destaques desse trabalho diferenciado e relevante. Bom demais.

As chuvas voltaram ao sertão nesse último final de semana. Alvissareiras, avisaram que o inverno não se foi. Tá chegando.

Obrigado à leitura do Nosso BlogPaulo Procópio (Natal), Etelânio Figueiredo (Pau dos Ferros) e Ubiranilson Fernandes (Mossoró).

Veja a Coluna do Herzog do domingo (19/03) passado, clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Coluna do Herzog
segunda-feira - 19/03/2018 - 04:00h
COLUNA DO HERZOG

Lições que infelizmente muitos não vão aprender


Por Carlos Santos

O caso Marielle Franco – vereadora executada no Rio de Janeiro à semana passada, em boa parte passou a ser tratado por extremos e extremismo político nas redes sociais.

Nesse episódio em relevo, uma corrente optou pelo linchamento moral da vítima; outra, por sua exaltação mítica. As duas erraram pelo excesso. Desabaram juntas num fosso abissal ou vala comum, por falta de algo que poderíamos definir apenas como “bom senso”.

A enorme maioria, sem conhecer nadinha da vida pessoal e política de Marielle, tomou posição no ataque ou na defesa da militante política.

Alguns desceram ao pântano que denomino de “vilipêndio cibernético de cadáver”. A intolerância e o preconceito explicam os desatinos, mais do que o desconhecimento do caso e de causa.

O advento da Web – e nela as redes sociais – potencializa e superdimensiona nossos pecados e idiossincrasias.

Na Internet, somos exatamente a mesma pessoa da vida em “carne e osso”, só que noutra proporção. Do anonimato ao estrelato basta um click.

A fofoca da esquina, que poderia levar horas para chegar no outro quarteirão, hoje atravessa o mundo em frações de segundo.

Ficarão algumas lições desse fatídico acontecimento. Pena que muitos não aprendam com seus erros e os desatinos alheios.

Leia também: Não choro por ti, Marielle!

PRIMEIRA PÁGINA

Rosalba será julgada esta semana – A prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini (PP) terá suas contas de campanha em apreciação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) nesse dia 20 de março. A ação tem como relator o juiz eleitoral Wlademir Capistrano, filho do ex-deputado estadual Antônio Capistrano, que foi vice de Rosalba em dois mandatos consecutivos (1997-2000 e 2001-2004). As contas foram reprovadas em primeiro grau (Mossoró) e a Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) opinou pela manutenção da reprovação.

Rosalba comemorou vitória em 2016 (Foto: arquivo)

PSDB segue como espécie híbrida no RN – Uma parte do PSDB do Rio Grande do Norte segue colada ao Governo Robinson Faria (PSD), outra tenta viabilizar a todo custo a candidatura do vice-dissidente Fábio Dantas (agora no PSB). Essa natureza híbrida dos tucanos potiguares  repete o papel que o MDB tem no plano nacional, como legenda de centro e de enorme astúcia para estar sempre no poder.

PHS prepara festa para receber Zenaide Maia – O Partido Humanista da Solidariedade (PHS) prepara festa ruidosa para receber em seus quadros a deputada federal Zenaide Maia (PR) no próximo dia 23 (sexta-feira). O evento acontecerá na Assembleia Legislativa, às 9h. Será sua legenda para disputa de uma cadeira ao Senado, corrida eleitoral em que revela vigor para êxito (Leia: Zenaide Maia é realidade eleitoral em disputa acirrada).

Carlos Eduardo e a estratégia de Wilma em 2002 – Em 2002, quando resolveu abrir mão de mais da metade do seu mandato como prefeita reeleita do Natal, para ser candidata ao governo do RN, Wilma de Faria empinava discurso de luta contra os “caciques” da política do RN. Venceu o senador Fernando Bezerra (PTB) e o então governador Fernando Freire (PMDB). Sua estratégia no primeiro turno era ter vantagem na Grande Natal, capaz de tirar diferença dos adversários no interior, nos chamados grotões. Só para lembrar: seu vice à época era o então peemedebista Carlos Eduardo Alves. E os tempos eram outros.

Números de evento político ficam bem abaixo do anunciado - A Assessoria de Imprensa do PSB/RN anunciou “a presença de representações de 86 municípios do RN” no ato de filiação e anúncio de pré-candidatura do vice-governador dissidente Fábio Dantas à sigla (veja AQUI). Mas os números estão muito abaixo disso. Como também ficaram longe dos ’96 prefeitos’ que há poucos dias prometeram em exagerada manchete jornalística. Os governadores do PSB no Nordeste – Paulo Câmara (Pernambuco) e Ricardo Coutinho (Paraíba) – também não apareceram.

Robinson segura-se na cadeira, apesar das conspirações – O governador Robinson Faria (PSD) segura-se na cadeira, apesar do abalo com a reportagem requentada do programa “Fantástico” da Rede Globo, domingo (11) – veja AQUI. A expectativa dos conspiradores é que renuncie ao mandato, para que o vice-dissidente Fábio Dantas (PSB) possa ser candidato à sucessão na cadeira de governador. Esperem sentados.

Ex-prefeito se prepara para candidatura – O ex-prefeito do Assu Ivan Júnior (PSD) deverá deixar a pasta de Recursos Hídricos e Meio Ambiente do Estado, para se candidatar à Assembleia Legislativa. Falta definir por qual sigla. Sonda algumas opções. A candidatura aposta em base do Vale do Açu e espera apoio do governador Robinson Faria, lhe destinando alguns colégios eleitorais.

Pré-candidato encomenda pesquisa “quali” - O empresário Luiz Roberto Barcelos (até aqui sem partido) vai ter em mãos uma pesquisa “quali” (qualitativa) com empresa originária de outro estado. Quer se situar com base mais científica quanto ao cenário político-eleitoral. Ele deseja ser candidato ao Senado.

Carlos e Rosalba mantêm distância, por enquanto, de Fábio Dantas – O casal prefeita Rosalba Ciarlini (PP)-ex-deputado estadual Carlos Augusto refugou do convite para participar do ato de filiação do vice-governador Fábio Dantas ao PSB, nesse sábado (17). Mas não se furta ao diálogo com ele. Dia 4 de fevereiro, por exemplo, tiveram um demorado comes-e-bebes em Natal com o pré-candidato a governador e o celular sempre os têm aproximado.

Pesquisa – Mais uma pesquisa será divulgada em Natal esta semana, com abrangência estadual. Sondagem do Instituto Seta vai avaliar os governos Carlos Eduardo Alves (Prefeitura do Natal) e Robinson Faria (Estado), além de verificar tendência de votos do eleitor a Governo, Senado, Câmara Federal e Assembleia Legislativa.

EM PAUTA

Moraes – Nessa segunda-feira (19), o lojista José Moraes (Casa Moraes) completa 83 nos de idade e repete ritual de levar seu aniversário ao Abrigo Amantino Câmara, em Mossoró, ao lado de idosos internos. Que gesto bacana, meu caro. Saúde e paz.

Quadrilhas - Nos dias 24 e 25 deste mês, Mossoró sediará a assembleia da União Nordestina de Entidades de Quadrilhas Juninas (UNEJ). O encontro será na Estação das Artes Elizeu Ventania, com participação de representações juninas de todo o Nordeste.

Feijoada - No próximo dia 25 (domingo), a partir das 11h30, na chácara do ex-vereador Gilmar Lopes no Bairro Dom Jaime Câmara, em Mossoró, será realizada uma “Feijoada Beneficente do Espetáculo Paixão de Cristo 2018″. É promovida pelo grupo que prepara a encenação para os dias 28, 29 3e 30 na área do Santuário de Santa Clara, às 19h30. Mais informações por esses números: (84) 3312-3224/9-9694-2129.

Progel - A empresa Progel – gestão de recursos naturais anuncia que aposta em nova segmentação. Foca no serviço de Sondagem de Simples Reconhecimento de Solos para Fundações (SPT). Parabéns e mais sucesso, gente!

Turismo – Será nessa terça-feira (20), às 19h, o I Encontro dos Profissionais do Turismo do Natal. Está definido para acontecer no Sehrs Natal Grande Hotel.

Amab – O cantor-compositor mossoroense Amab vai lançar oficialmente o seu novo CD, “Sonho real”, no Teatro de Cultura Popular,(TCP), à Rua Jundiaí em Natal, vizinho à Fundação José Augusto. Será dia 26 de Abril, uma quinta-feira.

Amab: lançamento (Foto: cedida)

Santo Expedito – Será no dia 14 de abril a 14ª Caminhada de Santo Expedito em Mossoró. Começará à meia-noite na Praça do Rotary no Nova Betânia, tendo encerramento na comunidade rural de Vertente em Baraúna, com missa às 7h30.

APAE – A Associação de Proteção e Apoio ao Excepcional (APAE) de Caraúbas realizará Feijoada Beneficente no próximo 25 de Março (domingo). Será a partir das 11h, na área de lazer da Loja Maçônica Dr. Antonio Gentil Fernandes.

SÓ PRA CONTRARIAR

Mossoró é um dos raros lugares do mundo democrático, onde se estranha a crítica jornalística (fundamentada e documentada), mas o elogio remunerado e diário é tido como “normal”.

GERAIS… GERAIS… GERAIS

Esta “Coluna do Herzog” a partir de hoje (segunda-feira, 19), passará a ser veiculada dentro do Blog Carlos Santos sempre às segundas-feiras, por sugestão e pedido de webleitores. Vocês são nossos guias. Obrigado.

Diego, filho dos amigos Almeri Júnior-Kátia, sofreu um acidente praticando motocross próximo à antiga Fazenda São João (Mossoró).  Teve Traumatismo Craniano Encefálico (TCE). Seu estado é delicado e encontra-se internado na UTI do Hospital Wilson Rosado (HWR). Nossa fé e torcida para que consiga sair dessa e bem. Sairá!

Obrigado à leitura do Nosso BlogJezairon Antunes (Areia Branca), Ângelo Fernandes (Natal) e Erasmo Carlos Firmino, o “Tio Colorau” (Mossoró).

Veja a Coluna do Herzog do domingo (11/03) passado, clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Coluna do Herzog
  • Repet
domingo - 04/03/2018 - 17:22h
COLUNA DO HERZOG

O inimigo sem rosto do senador José Agripino


Por Carlos Santos

Tem-se divulgado como tese insofismável, que as eleições deste ano são divisoras de águas. E, ao mesmo tempo, o juízo final para uma manada de políticos da esquerda à direita e vice-versa.

No Rio Grande do Norte, quase nenhum político está tranquilo quanto ao pleito que se avizinha. Há tensão quanto ao chamado “veredicto das urnas”.

"Jô-sé", como soletradamente o tratava seu pai Tarcísio Maia, é um dos políticos mais influentes do país (Foto: arquivo DEM)

Na verdade, urna não julga. Nem pune nem inocenta. Isso é pura retórica; coisa de falastrão politiqueiro que nomeia a massa-gente inorgânica para prolatar sentença que não lhe cabe.

Mas é visível que o pleito que se aproxima é a luta por um mandato de sobrevida ou a morte severina para muito figurão. Não há meio-termo à vista.

O senador José Agripino (DEM), 72 anos (23 de maio de 1945), está no índex dos nomes mais questionados e a perigo de não-reeleição. Nem assim está fora do páreo. Quem quiser que corra atrás.

Sua sobrevivência até aqui é por si só um feito. A projeção nacional como um dos políticos mais articulados e influentes do país, supera em muito o que se preconizava para ele no final dos anos 70, quando ascendeu como prefeito indireto do Natal.

Agripino, de uma linhagem familiar com história no Rio Grande do Norte e Paraíba, é um espécime que escapou da era PT-Lula. Foi um rara liderança do PFL (hoje, DEM) a sobreviver à feroz poda petista.

Agora, o desafio não é contra PT, Alves (antigos e ex-antagonistas) ou qualquer “novidade”. Enfrenta um inimigo sem rosto e revoltado, que prega mudança, parece querer algo diferente, mas até aqui não passa de um espectro.

Seu maior inimigo é um só: o povo.

PRIMEIRA PÁGINA

A migração do vice-governador dissidente Fábio Dantas do PCdoB para o PSB é comemorado pelo grupo da ex-deputada federal e vereadora Sandra Rosado (PSB) e da deputada estadual Larissa Rosado (PSB). Luz no fim do túnel para sobrevivência política do rosadismo. Há tempos que ambas retrocederam de desembarque no MDB, como era compromisso firmado desde a pré-campanha de 2016. A prisão do líder Henrique Alves e outros fatores pesaram no freio.

Conseguir informações no Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF), em Recife-PE, sobre processos relacionados a políticos potiguares, é uma tarefa hercúlea. Além do Labirinto de Creta do seu portal, também existem outras barreiras. Temos que recorrer a advogados até de outros estados, como intermediários, na busca de dados mais seguros.

Gustavo prestigiou Izabel no evento da "Rosa" (Foto: Web)

O deputado estadual Gustavo Fernandes (MDB) apareceu na Câmara Municipal de Mossoró na quarta-feira (28) à tarde, para leitura da mensagem anual da prefeita Rosalba Ciarlini (PP). Ninguém imagine que tenha sido para prestigiá-la. Na verdade, o parlamentar é um nome que pode ser apoiado em Mossoró à reeleição pelo grupo da presidente da Casa, Izabel Montenegro (MDB), em detrimento do escolhido pela prefeita. A vereadora já mandou recado ao rosalbismo no inicio do ano (Leia: Prioridade de Izabel é o MDB e não Rosalba).

O governador Robinson Faria (PSD) não pode ficar amuado com a escapulida do seu vice Fábio Dantas (PCdoB) para a oposição e com o projeto que anuncia, de se candidatar ao governo. Robinson fez o mesmo em relação à então governadora Rosalba Ciarlini (DEM) em 2014. Quatro anos antes (2010), a “vítima” já tinha sido Wilma de Faria (PSB), que não o escolheu para sucedê-la, mas optou por Iberê Ferreira (PSB). Presidente da Assembleia, ele passou a travar matérias do interesse do final das gestões Wilma-Iberê, além de compor chapa com Rosalba ao governo estadual, na condição de vice. A história se repete, como farsa ou como tragédia, mas se repete.

A ex-primeira dama do estado e secretária de Estado do Trabalho e Ação Social (SETHAS) Julianne Faria (sem partido) teve sua imagem falseada em redes sociais. Criaram um endereço utilizando sua foto e nome, criminosamente.

A prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini (PP) superou-se na quarta-feira (28), ao admitir ter o dom da onisciência, algo divino. Fitou olhos na direção de vereadores da oposição, em especial Petras Vinícius (DEM), e passou o ‘batido’ nos parlamentares. Avisou que não havia necessidade de eles fiscalizarem equipamentos públicos da saúde, escola e de outros setores. Segundo a prefeita, nada lhe escapa. “Eu sei de tudo!” Torcer para que ao aparecer outra denúncia, ela não encarne o ex-presidente Lula da Silva (PT) e sua defesa-clichê: “Eu não sabia de nada!”

Rosalba: poder divino. "Sabe de tudo" (Foto: Web)

A vereadora grossense Clorisa Linhares (PSDB), prefeito natalense Carlos Eduardo Alves (PDT), governador Robinson Faria (PSD), vice-governador Fábio Dantas (a caminho do PSB) e senadora Fátima Bezerra (PT) são pré-candidatos “certos” à disputa ao governo do RN em 2018. Outros virão, provavelmente. Mas não estranhe que tenhamos desistência (as) antes das convenções partidárias até 5 de agosto. Anote, por favor.

O anúncio (veja AQUI) no sábado (3) da candidatura do ex-candidato a prefeito de Mossoró Gutemberg Dias (PCdoB), à Assembleia Legislativa, antecipa que será ainda mais pulverizada a votação no município nessa faixa de disputa. Em 2014, o nome mais votado foi Larissa Rosado (PSB), que empalmou 24.585 (23,38%) votos, algo difícil de se repetir com ela ou outro disputante em 2018. Em 2014, Mossoró não teve um único candidato nativo eleito ou reeleito à Assembleia Legislativa. Nessa mesma eleição, 209 candidatos a deputado estadual foram votados em Mossoró. De Larissa (campeã de votos) a 25 ‘concorrentes’ que obtiveram apenas “um voto”. Leia tambémVários fatores pesam para frear votações expressivas que publicamos dia 20 de novembro do ano passado.

Em 2014, o senador José Agripino (DEM) precisou priorizar a chapa proporcional (em especial a reeleição do filho Felipe Maia-DEM à Câmara Federal), em detrimento do projeto de reeleição (dificílima) da então governadora Rosalba Ciarlini (DEM, hoje no PP). Agora em 2018, o governador Robinson Faria (PSD) também vive a dificuldade de levar o filho Fábio Faria (PSD) à reeleição à Câmara Federal. Ser ou não ser candidato a reeleição? Eis a questão.

Apesar de estar preso na Academia da Polícia Militar do RN desde 6 de junho do ano passado, o ex-deputado federal Henrique Alves (MDB) não está distante e sem ser ouvido em relação à campanha eleitoral 2018. Ele continua sendo a maior liderança do seu grupo, mesmo que manietado em boa parte por essa situação delicada.

EM PAUTA

Arcanjo – A sexta-feira (2) à noite foi um momento mágico na vida do escritor Clauder Arcanjo. Infelizmente não pude prestigiá-lo pessoalmente, mas reitero meu aplauso por sua posse na Academia Norte-rio-grandense de Letras (ANL). Parabéns, meu caro. Leia: Clauder Arcanjo na Academia.

Academia Norte-rio-grandense de Letras recebeu Clauder Arcanjo na última sexta-feira (Foto: cedida)

Gentil – O Grupo Gentil de Natal, que é controlador da rede O Boticário em Mossoró e outros municípios na região, vai inaugurar na próxima quinta-feira (8), às 16h, sua loja-âncora na cidade, à Praça Rodolfo Fernandes. O Sexteto do Instituto Gentil e o grupo de dança Diocecena vão abrilhantar o evento. Obrigado pelo convite.

Vinho – A Festa do Vinho de São Miguel está definida em mais uma versão. Acontecerá no Vila Nova Club no dia 29 de março.

Carnapau – Está no ar o site do Carnapau 2018, em sua 13ª edição, que acontecerá de 6 a 8 de julho. Pode acessar clicando AQUI. O evento promete ser um dos mais marcantes de sua história.

Valéria Oliveira – A cantora natalense Valéria Oliveira vai se apresentar em Parnamirim e Caicó. Os shows vão acontecer respectivamente nos dias 16 e 23. “Mirá” é o título do espetáculo musical.

Valéria: boa música (Foto: Web)

Palavras – O projeto da trupe Casa das Palavras estará em Caicó nos dias 15 e 16 deste mês. É o terceiro ano consecutivo. Oficinas de Teatro, Mamulengo e Grafite farão parte da programação no Teatro Adjuto Dias. Tudo gratuito e com inscrições no próprio teatro.

Serras – As cidades de Martins e Portalegre estão dividindo as atenções na região Oeste nesse inicio de ano, em meio à expectativa de bom inverno. Chuvas e clima suíço atraem públicos numerosos. Tem melhorado também programações diversas, que agregam valor, além do sistema hoteleiro. Quantas às belezas naturais, elas estão ainda mais encantadoras nesse período.

Uern do Brasil - Você sabia que 89% dos estudantes da Universidade do Estado do RN (UERN) são oriundos de escolas públicas? Você sabia que 92% de seus pais não tiveram acesso ao ensino superior? Não saber ajuda a formar um juízo de valor depreciativo da Uern do Brasil.

SÓ PRA CONTRARIAR

Escrever é o meu lazer. Se fosse para escrever o que interessa ao status quo, seria a diversão deles.

GERAIS…GERAIS…GERAIS

A impressão que fica, circulando de carro em Natal, é de maior dificuldade de tráfego à medida que são feitas obras justamente com o propósito de melhorá-lo. Coisa de louco.

Até quando os banheiros da Praça da Convivência serão tratados como a latrina da cidade de Mossoró? Por mais que alguns permissionários desse logradouro invistam, a municipalidade precisa saber que esse equipamento é público e referência da boa ou má gestão estatal. Se lá tudo fede, fede muito mais a gestão municipal. Argh!

Obrigado à leitura do Nosso BlogGlauber Diniz (Natal), Teresa Almeida (Currais Novos) e Francisco Nóbrega (Mossoró).

Veja a Coluna do Herzog do domingo (25/02) passado, clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Coluna do Herzog
terça-feira - 20/02/2018 - 20:38h
Falta de imaginação

‘Internet para Todos’ é ressuscitado quase 9 anos depois


O governador Robinson Faria (PSD) anunciou nesta terça-feira (20), na presença do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab (PSD), o início no Rio Grande do Norte do Programa Nacional “Internet para Todos”.

Ministro Gilberto Kassab e o governador Robinson Faria lançam "novidade" com quase 9 anos de atraso (Foto: Demis Roussos)

O programa, desenvolvido em parceria com o Governo Federal, poderá levar internet de banda larga a todos os 167 municípios do RN.

A solenidade ocorreu na Escola de Governo, em Natal.

O evento e o título do programa devem instigar a memória de quem acompanha a gestão pública e a política do RN.

Internet de Wilma de Faria em 2009

No dia 14 de agosto de 2009, a então governadora (já falecida) Wilma de Faria (PSB) lançava o “Internet de Todos”. Época em que a rede social mais popular era o Facebook e não se falava ainda em “zap-zap” (WhatsApp).

Wilma: Internet em 2009 (Foto: arquivo)

Quase nove anos depois, é a vez de Robinson Faria repetir a fórmula ao lado do presidente nacional do seu partido e ministro.

Os propósitos e o foco são os mesmos.

Poderiam ser mais criativos na escolha do título, mas nem isso.

De Internet de Todos para Internet para Todos não é possível sequer maquiar a falta de imaginação num ano eleitoral.

Francamente!

Leia também: Wilma lança “Internet de Todos” em Natal - 14 de agosto de 2009.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Comunicação / Política
  • Repet
sábado - 03/02/2018 - 20:39h
Avante

Ex-secretário entrega partido; Raniere Barbosa deve assumir


Como o Blog Carlos Santos antecipou no último dia 23 de janeiro (veja AQUI), o partido Avante vai mudar de comando no Rio Grande do Norte. O advogado e ex-secretário de Justiça do RN Fábio Hollanda largou sua presidência.

Hollanda: volta à rotina (Foto: redes sociais)

Em notas nas redes sociais, Hollanda – que há tempos trabalhava sua candidatura a deputado estadual – avisou que vai cuidar da própria vida, “da minha amada família e deixo o tempo cumprir a parte dele”.

Ele informou que passou comando do Avante ao próprio presidente nacional da siga, deputado federal mineiro Luiz Henrique Tibé.

O nome mais cotado para assumir controle partidário é do atual presidente da Câmara Municipal do Natal, Raniere Barbosa (sem partido). Ele pediu desligamento do PDT no final do ano passado.

O vice-presidente Décio Santiago passa a ser o presidente interino.

O partido anteriormente se chamava PTdoB e era dirigido pela ex-governadora Wilma de Faria, falecida ano passado, quando exercia mandato de vereadora em Natal.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicandoAQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
domingo - 31/12/2017 - 05:06h
Coluna do Herzog

Fatos e falácias de uma guerra perdida


Por Carlos Santos

Por esses dias, o Governo do Ceará fez estardalhaço para apresentar dezenas de novas e possantes viaturas do seu acervo de Segurança Pública. Também contabilizou mais e mais convocações de concursados à Polícia.

Mesmo assim, não consegue esconder que mais de 5 mil pessoas foram assassinadas por lá este ano, média superior a 14 pessoas por dia, recorde no estado.

Seu sistema prisional é outro esgoto, entupido de gente ou de subprodutos humanos, com casos de rebeliões sanguinárias.

De verdade, o Ceará não é paradigma em resultados quanto à Segurança Pública, mesmo com tantos investimentos.

Esse “case” talvez sirva para os potiguares que vivem exaltando os feitos dos vizinhos, caírem na realidade quanto à própria ineficácia da política de Segurança Pública adotada no Ceará e no país, baseada no trio  belicista composto por armas/viaturas/homens.

O poder público brasileiro perde feio a guerra contra a violência, da mesma forma que particularmente RN e o Ceará.

Cada um com suas características, está fadado à derrota.

PRIMEIRA PÁGINA

É preciso muita atenção com os números das recentes pesquisas ao Governo do RN. Mais do que predileção por nomes, há repulsa a tudo e a todos (veja AQUI): Mais de 85% dos eleitores não têm candidato a governador. O grande desafio dos candidatos, marqueteiros e militantes de candidaturas em 2018, será quebrar essa atmosfera de desalento, reprovação e negação da política, dos políticos e dos partidos.

Há mais de 9 anos que teatro está fechado e 'obra' começou no ano eleitoral de 2012, mas não passou de ficção (Foto: Blog CS)

Em discurso na terça-feira (26 de dezembro) no evento “Mérito Empresarial 2017″, no Teatro Municipal Dix-huit Rosado, a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) voltou a aprumar a vista pro “retrovisor”, ao afirmar que tem tocado muitas obras paralisadas na gestão passada (Francisco José Júnior). Segundo ela, “obra parada é prejuízo” (…), “porque fica mais cara“. Verdade. Veja o exemplo do Teatro Lauro Monte Filho em Mossoró: Rosalba, governadora, assinou ordem de serviço no dia 10 de setembro de 2012 (reta final da campanha municipal) no valor de R$ 2.621.102,13. A obra foi suspensa logo após as eleições. Nova licitação, agora na gestão Robinson Faria (PSD), será iniciada em janeiro, com valor orçado em R$ 5.133,199, 53. Ou seja, R$ 2.512,097,40 mais cara, cinco anos e cinco meses depois. São quase 100% de aumento. Leia também: Obra de Rosalba vira poleiro de pombo e trapézio de morcegos.

Um eventual futuro político de Julianne Faria (ex-PSD), mulher do governador Robinson Faria (PSD) e em processo de separação matrimonial dele, depende do próprio governante. Ela só poderá ser candidata a algum cargo eletivo em 2018, se ele se desincompatibilizar do cargo. Separados judicialmente ou não. E ponto final.

O terceiro pior governador da história do RN

Se nada for feito de consistente, sério e profundo, com alcance sistêmico na gestão pública estadual e envolvimento de seus poderes e órgãos diversos, o sucessor de Robinson Faria (PSD) será o terceiro pior governador da história do RN. Comporá a tríade com o próprio atual governador e a ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP). Em 2003, o então secretário de Administração e Recursos Humanos do RN, professor Honório de Medeiros, propôs uma “Reforma de Estado” à então recém-empossada governadora Wilma de Faria (PSB). Premonitório, previu há 14 anos o que testemunhamos hoje. ”Uma reforma desse porte implica em colocar os poderes de Estado juntos, na costura de um acordo para catapultar o RN ao futuro”, afirmava ele. Não lhe deram ouvidos.  Leia também: Governo anunciará medidas para conter crise no RN.

Eleito em 2014 com 20.140 votos (1.21%) pelo PTdoB, o deputado estadual Carlos Augusto Maia ensaia pouso na terceira sigla antes do término do seu primeiro mandato eletivo. Abrigado no PSD do governador Robinson Faria, poderá marchar para o PCdoB dos ainda “comunistas” vice-governador Fábio Dantas e sua mulher e deputada estadual Cristiane Dantas.

Sem sombras de dúvidas, o pronunciamento mais absurdo do ano, no mundo político nacional, coube ao ex-presidente Lula da Silva, do PT, no dia 11 de dezembro último, em movimentação política no Rio de Janeiro. O vídeo abaixo fala por si, mas transcrevemos: “O Rio de Janeiro não merece, não merece que governadores que governaram este estado, que foram eleitos democraticamente pelo povo, estejam presos por que roubaram do povo brasileiro, e roubaram dinheiro público… Eu nem sei se é verdade, por que não acredito em tudo que a imprensa fala…”

Os empresários Tião Couto (PSDB) e Jorge do Rosário (PR), que foram candidatos a prefeito e vice de Mossoró em chapa comum nas eleições 2016, deverão fazer dobradinha no próximo ano: o primeiro, como nome à Câmara Federal; o segundo, à Assembleia Legislativa. Devem catalizar eleitorado mossoroense, como ponto de partida para eleições absolutamente viáveis.

Depois de cogitar um salto para o andar de cima, como possível candidato à Câmara Federal, principalmente no vácuo do deputado Rafael Motta (PSB), o deputado estadual Galeno Torquato (PSD) retrocedeu: investe mesmo para renovar seu mandato à Assembleia Legislativa, com capilaridade a partir do Alto Oeste, mas também noutros espaços geopolíticos.

TÚLIO RATTO – JANELA INDISCRETA

EM PAUTA

Atacarejo – Projeto em andamento deverá desaguar num grande atacarejo em Pau dos Ferros em 2018, com a marca “Rio Bonito”. Investidores bem capitalizados da região apostam num mercado com mais de 36 municípios (RN, Ceará e Paraíba).

Circo da Folia – O Arena Circo da Folia em Pirangi (Parnamirim) vai abrir sua temporada 2018 no dia 12 de janeiro, com Wesley Safadão, Pedrinho Pegação e Vintage Culture. Ingressos no www.bilhetecerto.com.br

Relo – A Cachoeira do Relo em Luís Gomes (a 195 quilômetros de Mossoró), limite-divisa com Uiraúna-PB, onde nasce o rio Mossoró, simplesmente desapareceu há cerca de 6 anos, devido a seca. Na região, o inverno é esperado com ansiedade, num lugar ótimo para trilhas, rapel, com cavernas e o restaurante/balneário de José Givaldo do Nascimento, o “Galego do Relo”. Eu também estou na torcida por essa benção.

"Relo" espera inverno para renascer (Foto: Blog C.Santos)

Arena – A Arena Show de Tibau não vai funcionar neste veraneio na cidade-praia tão próxima de Mossoró. A empresa Gondim & Garcia desistiu de repetir programação que anualmente fazia. Justificou que não acertara com artistas preferenciais, como desejava, para levá-los ao palco.

Célula – Será no próximo dia 4 de janeiro (quinta-feira), às 19h30, no 3º andar do edifício do Hospital de Olhos de Mossoró, Rua Roderick Grandall, 70, Centro, o coquetel de inauguração do Laboratório Célula. As médicas patologistas Camila Gomes Fernandes de Souza e Maria Eduarda Baía são responsáveis por essa nova marca em saúde na região. Sucesso.

Vovô – O fisioterapeuta Éder Filho ampliou o já considerável acervo familiar. Chegou o seu segundo neto – Gabriel – nesse final de semana, filho do primogênito José Éder. Vale um bom ‘uisquito gringo’, como diria Canindé Queiroz. A Confraria do Café e Artesanato aguarda convocação.

Carnapau – O carnaval fora de época de Pau dos Ferros está definido para o período de 6 a 8 de julho de 2018. Além do percurso para trios-elétricos, também oferecerá uma arena para outros shows com toda estrutura.

Assu – A operadora de Internet Brisanet está com rápida expansão na cidade do Assu. Outro mercado muito promissor para uma empresa com veloz avanço também em estados como Ceará e Paraíba.

SÓ PRA CONTRARIAR

Se ano passado muita gente responsabilizou o então prefeito Francisco José Júnior pelo recorde de 217 homicídios em Mossoró, o mesmo pode ser feito em relação à Rosalba Ciarlini (PP), por 250 homicídios (ou mais, a essa hora) este ano?

Gerais… Gerais… Gerais

A partir de 01° de janeiro de 2018, o salário-mínimo passará de R$ 937,00 para R$ 954,00. O índice de ‘aumento’ é de 1,8%, o menor em 20 anos.

Obrigado à leitura de Nosso Blog a Eloísa Helena (Mossoró), Romina Jácome (Brasília) e Tiago Moreira (Assu).

Por enquanto é só, caríssimo webleitor (a). Um grande ano de 2018, principalmente com Saúde e Paz. Amém!

Veja a Coluna do Herzog do domingo passado (24 de Dezembro) clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Charge de Túlio Ratto / Coluna do Herzog
  • Repet
quarta-feira - 25/10/2017 - 15:08h
Robinson Faria

O não governo


Por François Silvestre

Há governos bons, governos ruins, governos péssimos. Abaixo dessa linha há o pior dos péssimos, o não governo.

É o que temos.

Wilma de Faria fez um bom governo, no primeiro mandato. Tanto é verdade que, ao fim desse governo, foi desgastada pela chuva ácida do Foliaduto.

Coisa escrota produzida no porão da Casa Civil, sob o comando do seu irmão, com a cumplicidade de servidores comissionados da Fundação José Augusto. Mesmo assim, conseguiu reeleger-se contra o imbatível Garibaldi Alves.

Julgada positivamente pelo governo que fizera.

Foi ao segundo mandato.

Depois, sem Foliaduto e com a edificação da Ponte Newton Navarro, perdeu duas eleições majoritárias seguidas.

Foi julgada negativamente pelo segundo governo que fizera.

De seus auxiliares, nos dois governos, vários se acomodaram no governo Rosalba, que ganhou por causa do segundo governo Wilma. E muitos deles se aboletaram no governo Robinson, após a falência do governo Rosalba.

Estão aí.

São os pecados velhos prometendo catarse nova. Purgação de quê? Deles, nada.

O purgatório é do povo.

O governo Robinson não é ruim ou péssimo.

É um não governo.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Opinião
terça-feira - 24/10/2017 - 18:08h
Gestão estadual

Rogério Marinho critica fraqueza e lembra culpa de Robinson


O recuo do governador Robinson Faria (PSD), que decidiu retirar as propostas de ajuste fiscal enviadas a Assembleia Legislativa, foi criticado pelo deputado federal Rogério Marinho (PSDB). Para o parlamentar, o conjunto de projetos entregue pelo vice-governador Fábio Dantas (PCdoB) para análise dos deputados estaduais era uma “tentativa de ajustar e dar equilíbrio ao Estado”.

Marinho lembra de Robinson na AL (Foto: arquivo)

“Acho que este é um equívoco do governador, que tem dificuldade de entender seu papel de governante. Precisa fazer opções, escolhas, e novamente a escolha do governador foi a favor das corporações, sindicatos, de privilégios em detrimento do conjunto da população”, disse.

Incapacidade

“É uma pena que governador tenha tomado essa atitude. Dá sensação de desânimo com esse governo, sensação que governo acabou, não tem capacidade de ter resolutividade”, disse Rogério.

Segundo o parlamentar, a culpa de “boa parte dos problemas que temos hoje é justamente de Robinson quando presidente da AL, que pressionou o governo da época a aumentar o repasse para os poderes e os aumentos que foram dados de forma irresponsável ao conjunto dos funcionários públicos, que hoje cobram o preço”.

Leia também: Pressionado, Robinson Faria pede projetos de volta AQUI.

Nota do Blog - Bem lembrado, deputado. Um rol de projetos aprovados no apagar das luzes do governo Wilma de Faria, com Robinson na Assembleia Legislativa “jogando para a plateia”, hoje explode bem no colo dele.

Não é para reclamar do que enfrenta hoje. À época, cerca de 14 categorias funcionais tiveram garantias de benefícios mas desde então nem tudo foi efetivado na prática.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
terça-feira - 03/10/2017 - 08:16h
Fábio Holanda

Advogado assume presidência do “Avante” no estado


O advogado Fábio Holanda é o novo presidente do Avante.

É a nova denominação do ex-PTdoB, partido que era comandado no estado pela vereadora e ex-governadora Wilma de Faria, falecida há poucos meses.

Na sua alça de mira, Holanda tem como foco o desembarque na Assembleia Legislativa.

Há tempos que ele tange esse projeto pessoal.

Holanda é ex-secretário de Justiça e Cidadania (SEJUC) do Rio Grande do Norte, na gestão de Rosalba Ciarlini (PP).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 29/06/2017 - 18:37h
Natal

Mesa diretora tem alteração devido falecimento de Wilma


Do Blog do FM e Blog Carlos Santos

Os vereadores de Natal elegeram por unanimidade o vereador Sueldo Medeiros (PHS), 2º Vice-presidente da Mesa Diretora da Casa.

Ele assume a vaga deixada pela ex-vereadora e ex-governadora Wilma de Faria (PTdoB), que faleceu no dia 15 de junho.

Sueldo passa a integrar a Mesa Diretora da Câmara até dezembro de 2018.

O suplente de vereador Dickson Nasser Júnior (PSDB) assumiu a titularidade do mandato, em face do falecimento de Wilma.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
terça-feira - 20/06/2017 - 15:05h
Rio Branco

Sandra propõe nome de Wilma para avenida de Mossoró


Wilma: avenida que ajudou a mudar (Foto: arquivo)

Na sessão da Câmara Municipal de Mossoró de hoje (20), a vereadora Sandra Rosado (PSB) homenageou, em discurso na tribuna, a ex-governadora Wilma de Faria, falecida quinta-feira (15).

A parlamentar disse que Wilma merece homenagem à altura em Mossoró, sua terra natal, e anunciou Projeto de Lei, denominando Avenida Rio Branco de Governadora Wilma de Faria.

Nota do Blog – Justa homenagem. Foi o maior nome do governo estadual em favor de Mossoró nas últimas décadas. Seu acervo de realizações é exponencial, em favor de sua terra natal – Mossoró.

A própria Avenida Rio Branco, com Corredor Cultural cheio de equipamentos públicos que mudaram a cara da região central da cidade, não teria se tornado realidade sem ela.

Aplausos.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sábado - 17/06/2017 - 07:54h
Wilma

Que siga em paz!


Por Raíssa Tâmisa

Wilma de Faria foi e representa pra mim a primeira grande experiência com a decepção.

Tinha uma relação de distância e admiração com ela que, junto com alguns afetos da época também contribuíram com esse arranhão, que por dez anos feriu e custou o sossego do meu universo mais precioso: minha casa. E o resultado, a interrupção do maior projeto de cultura feito no Rio Grande do Norte.

Wilma foi uma grande decepção porque eu cheguei a acreditar muito nela. Eu acreditei e não me arrependo.

Talvez por isso a notícia da sua morte não passou indiferente pelos meus sentimentos.

O inconsciente trouxe alguns segundos de reflexão e silêncio enquanto lembrei dela lá no sítio da gente, pedindo silêncio e que eu cantasse “Valsinha de Chico” junto com ela. Logo depois, veio a imagem da última vez que a vi, num show de Isaque Galvão no Praia shopping, ela sentada na mesa ao lado da que eu estava com amigos e eu fiz questão de não cumprimentá-la.

Também não me arrependo.

Chorei de raiva nesse dia.

As duas cenas alternaram na lembrança, e me deixo ser solidária às duas mins, eu criança vendo a construção de um sonho e depois, mais velha, derrubando o castelo de areia. É disso também que é feito o crescimento, né?

Como disse, repito, a notícia não passou indiferente. O fim é triste e o dela foi sofrido.

Lamentei sinceramente, mas não consigo perdoar.

Que siga em paz!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Crônica
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
sexta-feira - 16/06/2017 - 08:20h
Hoje

Velório e sepultamento de Wilma de Faria têm mudanças


O corpo da ex-governadora Wilma de Faria (PTdoB), que faleceu às 23h40 desta quinta-feira (15), será velado a partir das 9h da manhã desta sexta-feira (16), na Catedral Metropolitana, em Natal.

Houve mudanças de horário e local anteriormente divulgados pela família (veja AQUI).

Às 18h, será realizada missa de corpo presente e às 19h o cortejo segue para o cemitério e crematório Morada da Paz, em Emaús (Parnamirim), onde será sepultado às 20h.

O Grupo Vila disponibilizou em seu site – www.grupovila.com.br/obituario – as informações sobre o funeral, além de um mural para envio de mensagens virtuais e a opção de envio de coroas de flores para a família com o serviço de Floricultura Online.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 16/06/2017 - 07:28h
Por François Silvestre

Wilma de Faria – uma crônica vitoriosa


Por François Silvestre

Disse um poeta, na sua lira, que “a morte não separa ninguém, quem separa é a vida”. Soube ainda de madrugada, pela Coluna do Herzog, de Carlos Santos, do falecimento da ex-Governadora Wilma de Faria.

Veio-me à memória um episódio da campanha para o Governo do Estado em 2002, em que ela foi candidata e vitoriosa.

Wilma: no palanque, governadora, em 23-07-06 (Foto: arquivo)

Dormimos em Martins, e após o café da manhã em Cajuais da Serra, descemos para uma movimentação em Umarizal. Fomos no meu carro, em cujo trajeto eu alertei para possíveis reações negativas contra ela. Wilma disse: “Não se preocupe. Estou acostumada”.

Faríamos uma caminhada pela feira e, se possível, um comício. A feira de Umarizal espalha-se por vários lugares da cidade. A primeira parada foi na feira da Rua Nova, onde há um pequeno mercado de carnes e vendedores ambulantes de cereais e legumes. Além de bancas com bebidas e comidas. Tem de tudo.

Ao descermos, caminhamos para o meio do burburinho. Aí, minha surpresa. Até pessoas que diziam não votarem nela trataram-na com gentileza. Ela foi cumprimentando as pessoas e o aglomerado aumentando.

A coordenação da campanha entendeu que a ocasião se prestava a um comício relâmpago. Os candidatos, inclusive a senador, Ismael Wanderley, decidiram que só falaríamos Wilma e eu. Não havia palanque.

Um feirante ofereceu sua camioneta, com sacos de feijão, para substituir o palanque. E assim foi. Não poderia haver um palanque mais sertanejo. Em cima do feijão, na feira de Umarizal, falamos Wilma e eu.

Tempos depois, ela me disse: “Foi um dos momentos mais bonitos da campanha”.

Que lhe seja leve a terra da sua terra!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Crônica / Política
  • Repet
quinta-feira - 15/06/2017 - 19:10h
Wilma de Faria

Amigos e família em fé


Coleto informação de fonte segura que aponta ser praticamente irreversível quadro de saúde de Wilma de Faria (PTdoB), atual vereadora e ex-governadora do Rio Grande do Norte.

Família e amigos têm fé.

Ela está internada na Casa de Saúde São Lucas em Natal.

Leia também: Wilma de Faria e a pressa desmedida por um “furo” de nada (AQUI).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 15/06/2017 - 07:53h
Política e jornalismo

Wilma de Faria e a pressa desmedida por um “furo” de nada


Segue delicado o quadro de saúde da vereadora em Natal e ex-governadora Wilma de Faria (PTdoB) – veja AQUI. Ela está internada na Casa de Saúde São Lucas em Petrópolis, Natal, enfrentando um câncer.

Wilma: saúde bem delicada e excessos alheios na Web (Foto: arquivo)

Mas durante boa parte do dia passado, incontáveis pessoas em redes sociais noticiavam o falecimento de Wilma. Postura absurda, na ânsia de “dar o furo”.

O “furo” jornalístico perdeu aquele peso lendário de outrora. As principais fontes de notícia irradiam de forma autônoma suas “verdades”; a tecnologia cibernética e móvel não para de obrigar a mídia (e o jornalista) convencional a se adaptar – além de termos em formação uma nova relação de empregabilidade e renda.

O gol de placa do jornalismo, o “furo”, hoje não passa de um ‘furinho’. Às vezes não leva mais do que segundos de vida, sem dar notoriedade alguma ao seu autor. É mais fácil que provoque embaraços e “barrigada” (jargão que significa quando o veículo/jornalista oferece uma informação com erros graves).

Paradoxalmente mais difícil

Com o advento da notícia em tempo real, a utilização das teclas Control C/Control V (copia, cola) replicando tudo – muitas vezes sem respeitar o crédito de quem produziu a matéria, ficou paradoxalmente mais difícil ser um bom jornalista. Fácil é ser comum.

A pressa é, sim, inimiga da perfeição.

A notícia bem-elaborada, o outro lado da notícia e o aprofundamento do fato ganham ainda maior importância. “Fechar o jornal” não encerra os acontecimento. Nada fica mais pro dia seguinte. É tudo já, agora, mas mesmo assim com métodos, exigências de sempre para o comunicador.

Muita gente que tem um Twitter/Facebook etc. acredita piamente que faz “jornalismo” ao divulgar informações sem qualquer tipo de checagem, responsabilidade com as fontes, fatos e com a própria sociedade e pessoas envolvidas.

Com isso, torna situações já particularmente dramáticas em algo ainda mais angustiante.

Lamentável.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Opinião da Coluna do Herzog / Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
quarta-feira - 14/06/2017 - 13:46h
Wilma de Faria

Saúde de vereadora e ex-governadora inspira cuidados


Do Blog do Heitor Gregório

O estado de saúde da ex-governadora Wilma de Faria (PTdoB) é considerado delicado pela equipe médica que lhe acompanha no Hospital São Lucas, em Natal.

A atual vereadora de Natal vem em tratamento contra o Câncer já há mais de um ano.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
terça-feira - 16/05/2017 - 11:07h
Campanha 2002

Delatora diz que Henrique Alves pagou campanha “por fora”


Do jornal O Estado de São Paulo

Em depoimento do Ministério Público Federal, a empresária Mônica Moura declarou que, em 2002, acertou caixa 2 para a campanha de Henrique Eduardo Alves (PMDB) ao Governo do Rio Grande do Norte. A combinação, segundo a delatora e mulher do marqueteiro João Santana, se deu com o próprio Henrique Alves, ex-ministro do Turismo (Governo Temer).

Mônica Moura relatou que o peemedebista era o candidato de Garibaldi Alves Filho ao governo naquele ano. Segundo a empresária, Henrique Alves deixou a campanha no início, ‘antes de começar o horário gratuito’, e deu lugar a Fernando Freire.

Henrique terminou não sendo candidato a governador àquele ano e o nome foi Fernando Freire (Foto: Reuters/Ueslei Marcelino)

“Essa campanha foi mais ou menos uns 4 milhões, 4,5, 5 milhões o valor acho que do primeiro turno, que foi pago da mesma forma. Esse meu acerto de campanha foi feito com Henrique Alves, porque ele era o candidato, então acertei diretamente com ele e que receberia, e aí, ele pediu para pagar uma parte por fora e uma parte por dentro. Nós tivemos um contrato menor, nessa época, bem menor do que a parte paga em caixa 2. Ele mandou alguém pagar”, declarou.

A delatora disse que após a saída de Henrique Alves, ‘assumiu o Fernando Freire, que era o vice do Garibaldi’.

“Ele virou o candidato de repente e nós fizemos a campanha com ele”, afirmou. “Logo no início, eu não me lembro como foi, o que foi que a gente recebeu durante o pequeno período em que o Henrique Alves foi candidato. Mas logo depois assumiu Fernando Freire, que era o governador, e aí Fernando Freire assumiu o pagamento dessa parte não oficial. Ele mandava gente dele entregar dinheiro a gente no hotel em que a gente estava”, relatou.

O Ministério Público Federal perguntou Mônica Moura sobre o porquê de Henrique Eduardo Alves ter acertado o pagamento dos custos.

“Porque ele ia ser o candidato, ele era o candidato. Ele que ia resolver, ele tinha condições de resolver os pagamentos, né? Eu nunca falei de dinheiro com Garibaldi, foi sempre com Henrique Eduardo Alves”, narrou.

O outro lado

Henrique Alves e Fernando Freire manifestam-se sobre o assunto em pauta, através de suas assessorias:

Nota à Imprensa

Em relação ao trecho da delação de MÔNICA MOURA em que esta teria afirmado que HENRIQUE EDUARDO ALVES teria acertado pagamento de valores por fora para a campanha ao Governo do Rio Grande do Norte no ano de 2002, vimos esclarecer o que segue:

As afirmações da mencionada publicitária sobre fatos ocorridos há quase 15 anos não são verdadeiras.

HENRIQUE EDUARDO ALVES jamais discutiu contrato de propaganda para campanha ao cargo de Governador do Rio Grande do Norte com MÔNICA MOURA. Aliás, o candidato antecipadamente lançado naquele ano pela coligação sequer pertencia ao PMDB.

No ano de 2002 HENRIQUE já chegou à convenção do PMDB, realizada no mês de junho, como candidato a Deputado Federal e sua campanha foi realizada por publicitários do Rio Grande do Norte.

Por estas razões, a defesa repudia veementemente qualquer insinuação de sua participação nos atos ilícitos que lhe foram atribuídos.

Brasília, 16 de maio de 2017. Marcelo Leal de Lima Oliveira – OAB/DF 21.932

Advogado Flaviano Fernandes – que defende Fernando Freire:

“Adotaremos apenas a descrição de nos manifestarmos nos autos se existirem autos que venham apurar esse fato, visto que já se encontram prescritos – faz 15 anos.”

Veja matéria completa clicando AQUI.

Nota do Blog – A campanha eleitoral de 2002 foi vencida por Wilma de Faria (então no PSB). Ela foi para o segundo turno após vencer as chapas Fernando Bezerra (PTB)-Carlos Augusto Rosado (PFL) e Fernando Freire-Laíre Rosado (PMDB), também. Tinha como vice o deputado Antônio Jácome. Disputou o segundo turno contra Freire.

Henrique era nome “certo” para ser vice na chapa presidencial do senador José Serra (PSDB), mas reportagem da revista IstoÉ (veja AQUIAQUI) implodiu sua postulação.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
quinta-feira - 11/05/2017 - 23:07h
Fernando Freire

Ex-governador do RN é citado em delação de marqueteiros


A Justiça Federal em cinco Estados, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o próprio Supremo Tribunal Federal (STF) são os destinos dos pedidos de providência encaminhados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) à Corte com base nas delações dos marqueteiros João Santana e Monica Moura e de André Santana, funcionário do casal.

Freire: mais problema (Foto: reprodução)

Sem contar os estrangeiros, dezesseis políticos brasileiros são citados em 21 petições – a 22ª ainda não teve o conteúdo divulgado.

Só o Paraná receberá metade das petições, 11, a serem analisadas na primeira instância, pela Procuradoria da República no Estado e pelo juiz Federal Sérgio Moro. As seções da Justiça Federal nos Estados de Rio Grande do Norte, Sergipe, Mato Grosso do Sul e São Paulo receberão um caso cada uma.

Fernando Freire

No Rio Grande do Norte aparece o ex-governador Fernando Freire, ave rara na política do RN, que está preso devido o chamado “Máfia dos gafanhotos”. Recentemente ele teve nova condenação (veja AQUI).

O ex-governador foi citado como  um dos beneficiados com trabalho do casal João Santana-Mônica Moura, marqueteiros que teriam feito sua campanha ao governo estadual em 2002 e recebido pagamento de “caixa 2″.

Fernando Freire à época era governador. Vice de Garibaldi Filho (PMDB), que se desincompatibilizou do cargo de governador para ser candidato ao Senado, Freire foi à disputa e terminou derrotado por Wilma de Faria (à época no PSB).

Veja AQUI detalhes sobre a delação de João Santana e Mônica Moura.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sábado - 22/04/2017 - 16:25h
Conversando com... Milton Marques

“Eu acho que sou um homem simples… em paz!”


Abaixo, o Blog Carlos Santos apresenta a íntegra de entrevista feita pela jornalista Ana Paula Cadengue, para o jornal O Mossoroense, em julho de 2007.

Ela conversava com o professor Milton Marques de Medeiros, falecido hoje (veja AQUI). Leia:

Nascido em Upanema no dia 9 de julho de 1940, filho de pai tabelião e mãe doméstica, Milton Marques de Medeiros é casado com Zilene e  tem quatro filhos e três netos.

Médico, advogado, professor, empresário e atual reitor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), ele veio para Mossoró aos seis anos de idade para estudar e considera o apoio da família, a educação da família fundamental.

Nesta entrevista, Milton Marques nos conta um pouco sobre a sua vida e seus desafios, e se define como “um homem a serviço”.

Por: Ana Paula Cadengue

O Mossoroense – Com quantos anos você veio para Mossoró?

Milton Marques - Vim cedo, aos seis anos de idade, para estudar porque minha cidade era pequena e meu pai e meu irmão mais velho tinham interesse que eu estudasse…  Aqui, fui morar com uma tia, Donana Bezerra. Uma santa, que teve 12 filhos e ainda me acolheu dentro de casa. Era um grupo de muitas crianças e jovens.

OM – Como foi a experiência de sair de casa tão cedo?

MM – Essa é uma experiência que com o tempo é que a pessoa vai percebendo que há diferenças, principalmente na tolerância, na questão de suportar situações novas, sem que isso pareça tão estranho.

Eu vim  de um lar com bastante afeto, amor por parte de meu pai e de minha mãe e fui morar numa residência que tinha muitos irmãos, um prole muito numerosa, e foi uma experiência muito boa e dolorida algumas vezes, porque a gente sai de um contexto  muito individual, já que era o filho mais novo, para um contexto onde você passa a ser semelhante aos demais e tem que aprender a dividir a atenção. Mas, ela e seu Né Bezerra, que foram meus orientadores, meus tutores, eram muito bons, delicados, afáveis, queriam muito bem aos filhos e eu acho que nós nos criamos num ambiente muito bom, sadio.

OM – Ficou em Mossoró até quando?

Milton Marques faleceu hoje em Fortaleza (Ceará) - Foto: arquivo

MM - Eu fiquei até terminar o segundo científico no Colégio Diocesano Santa Luzia. Como eu pretendia fazer vestibular para Medicina e aqui em Mossoró não tinha esse curso, eu me desloquei a João Pessoa, na Paraíba.

OM – Estudar Medicina numa outra cidade e desta vez sem família… O senhor tinha quantos anos?

MM - Eu estava com vinte e poucos anos, vinte e dois, mas também fui morar na residência de outra família. Porque naquele tempo existiam poucas chances, a não ser através das famílias. Era muito comum os jovens que queriam estudar e as famílias acolhiam com facilidade. Era uma família daqui de Mossoró que já estava morando há algum tempo em João Pessoa, a família Leite.

Depois eu fui para São Paulo, onde fiz especialização na USP, Universidade de São Paulo, em psiquiatria.

OM – Por que psiquiatria?

MM – Quando chegou determinada fase da evolução do curso, lá pelo terceiro ano do curso, começam a surgir os pendores e eu comecei a ver… a cirurgia eu achava que era muito repetitivo, muito comum, um parto era sempre o mesmo parto, aí fui para outras especialidades e fui parar na psiquiatria. A psiquiatria era uma especialidade que, na época, exigia bastante.

OM – São Paulo nos anos 60, como foi a experiência?

MM – Muito interessante. A residência não era de ficar residindo mesmo no hospital, então eu morei com uns amigos numa república. A juventude ajuda bastante a gente, São Paulo não era tão grande como é hoje e o caráter científico prendia muito a gente.

OM – Dos anos 60 para cá, houve grandes mudanças no tratamento das pessoas portadoras de distúrbios mentais. Como foi essa passagem?

MM – O que aconteceu é que naquela época o profissional que cuidava da saúde mental era o médico. Basicamente, existiam muito poucos enfermeiros, não existia o assistente social, o psicólogo, o terapeuta ocupacional… O doente era cuidado só pela medicina e hoje é cuidado por uma equipe multidisciplinar. Conseqüentemente, mudaram todos os métodos de tratamento, que foram sendo acrescidos, humanizados.

Mas, eu quero destacar que a saúde mental ainda continua na mão do médico, os outros profissionais auxiliam, mas na verdade ainda continua na mão do médico porque os quadros profundos continuam os mesmos. Há dois mil anos as pessoas se suicidam. O que acontece com a saúde mental é que falta “o” remédio.

Por que é que não acabam os hospitais de psiquiatria? Porque até agora não apareceu a droga heróica que a pessoa ao tomar fique boa imediatamente, como aconteceu com a tuberculose, com a hanseníase. Não existem mais hospitais de tuberculose e de hanseníase porque apareceu a droga que cuida em casa mesmo. No dia em que aparecer uma medicação que cure a psicose maníaco-depressiva, a esquizofrenia, com certeza os hospitais não vão ter mais necessidade de existir.

OM – Da vida médica para a vida acadêmica…

MM - Eu desde cedo que tenho uma vocação para a academia, para se ter uma idéia, eu nunca deixei de ensinar. Na época que eu era estudante, existia o Colégio Universitário,  em João Pessoa, e eu já dava aulas de química. Em São Paulo, eu não ensinei, mas assim que voltei para Mossoró eu comecei a ensinar na Faculdade de Enfermagem, na FURRN. Depois eu terminei o curso de Direito e comecei a ensinar também no curso de Direito e ainda consegui ser professor do curso de Medicina e, por último, cheguei aqui na Reitoria.

OM – É um desafio?

MM - É. Hoje a Universidade está passando por um processo de reestruturação, consolidação do que foi implantado recentemente. A Universidade implantou 18 cursos novos, faculdades inteiras, campus inteiros. Esses pontos passaram a ser desafiadores porque a demanda para que se tenha estrutura física, laboratórios, equipamentos, transporte, acervo bibliográfico, professores é muito grande. A demanda passou a ser maior do que a oferta orçamentária e financeira. Para este ano nós precisamos de 21 milhões de reais para a estrutura física e operacional da Universidade. Nós estamos com seis milhões de reais. O que tem que fazer?convocar todos e dizer: gente, vamos escolher as prioridades. Mas, é claro, que as pessoas nem sempre estão dispostas a fazer parte desse pacto. Mas eu estou dizendo para a comunidade universitária que em três anos – 2007, 2008 e 2009 –  o nosso projeto é que a Universidade fique pronta. Porque se nós aplicarmos seis milhões este ano, sete no próximo e oito no seguinte, nós teremos exatamente vinte e um milhões de reais.

OM – O senhor considera que houve um crescimento sem planejamento?

MM - É verdade, deveria sempre se fazer o seguinte: quando se fosse criar um curso, deveria ter se criado a área física, salas de aula, laboratórios, equipamentos. Mas não houve isso, a Universidade criou o curso sem a parte física que ficou na dependência de outras instituições.

OM – Médico, advogado, professor, atual reitor, empresário. O senhor também tem pretensões políticas?

MM - Não, eu não tenho essa pretensão política. Há sempre uma posição de estar presente na comunidade. Como médico eu passei 35 anos atuando, atendendo, até que chegou o ponto que eu entendi que tinha que deixar essa parte para a nova geração. Como professor eu também continuei atuando normalmente na Universidade até chegar à Reitoria, onde continuo a fazer a prestação desse serviço público. Quero ver se consigo também fazer parte da comunidade dentro da atividade pública, mas não tenho projeto político.

OM – Essa sempre é a conversa pré-eleitoral…

MM - O que eu vejo é que a atividade política deve ser exercida por quem já está no exercício da política. Quem tem e quem deve ter prioridade para qualquer cargo político deve ser as pessoas que já estão identificadas com a política. Por exemplo nesse grupo nosso, com a governadora Wilma de Faria, quem que aqui em Mossoró tem representação política? É a deputada Sandra  Rosado, é a deputada Larissa Rosado, que além de deputada é secretária de governo, é o próprio secretário Marcelo Rosado, Renato Fernandes… Então eu vejo que tem um leque de pessoas que estão identificadas com a política, que já fazem a sua atuação ligada à política, que tem vocação, que fazem grandes e excelentes trabalhos nas suas áreas. Então, eu só vejo que a comunidade deva primeiro ter que olhar essa parte dos políticos. A parte que me cabe é uma parte mais de trabalho junto à sociedade, da prestação de serviços, seja como privado ou como público.

OM – Escorregadio?

MM - Não. A política precisa que a pessoa tenha um certo histórico… e eu nem sou filiado a partido político.

OM – O senhor trabalha com a gestão pública…

MM – Eu vejo que eu tenho prestado bastante serviços públicos, já fui secretário de Saúde, diretor do Inamps, presidente do IPE e hoje já estou aqui dando a minha contribuição, dentro das milhas limitações, à Universidade. Olhando para trás, não me vejo identificado com parte política propriamente, isso é uma arte, precisa saber fazer, ter o apoio da comunidade, da sociedade. Eu vejo que hoje tem que se racionar em quem já está nesse processo. Eu fico bem acomodado na minha posição de reitor…

OM – Com direito à reeleição?

MM - (risos) Eu juro que não estou pensando… ainda não me apareceu na cabeça isso não…

OM – Como se define o homem Milton Marques?

MM - Eu acho que sou um homem simples, que vem de família humilde, que esteve presente em vários momentos da sociedade como estudante, como profissional, como operador na parte pública e que por isso ganhou  certa capacidade de suportar situações novas, enfrentar desafios. Considero-me dinâmico, não consigo conviver com a inércia, ligado ao pijama. Eu ainda me considero bastante ativo, pró-ativo social e muito em paz, sem maiores ambições, conformado com o processo de vida.

OM – O que vai pedir de presente de aniversário?

MM - Saúde, paz e até certo ponto forças a Deus para continuar esse trabalho. Eu me considero a serviço, a serviço da comunidade.

OM – A pergunta que não quer calar: por que tirar o bigode depois de tantos anos?

MM – Porque ele foi ficando cada vez mais branco (risos) e a tinta começou a não pegar mais, não é por vaidade, mas começou a ficar incômodo, difícil, uma mão-de-obra… Tinha que pintar ou então deixar branco, um branco diferente do cabelo que já está começando a ficar branco…

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Conversando com... / Entrevista/Conversando com...
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.