• Vale Norte - Nativa Comunicação - 2º Banner - 14-11-17
terça-feira - 14/11/2017 - 06:52h
Operação Sal Grosso

Câmara deu cidadania a promotor e depois foi ocupada por ele


Eduardo: "mossoroense" em ação (Foto: Web)

A “Operação Sal Grosso”, que hoje completa dez anos de sua deflagração (veja postagem mais abaixo ou AQUI), além da morosidade com que se arrasta no Judiciário também tem aspectos interessantes ou até irônicos.

Deflagrada no dia 14 de novembro de 2007, ela aconteceu cinco dias após o promotor Eduardo Medeiros ter recebido da própria Câmara Municipal de Mossoró (foco da investigação), o título de Cidadão Mossoroense.

‘Cidadão mossoroense’ em ação

A cidadania foi formalizada no dia 9 de novembro, proposição da então vereadora Cícera Nogueira (PSB, hoje no PSD). No dia 14 ele estava ocupando a Casa policialescamente. Até portas de gabinetes foram arrombadas a pontapés, com reforço de policiais militares e civis.

Àquele momento do ‘reconhecimento público’ pela Casa, a investigação já estava em curso e o promotor (de origem alagoana), ao lado de outros componentes do Ministério Público do RN (MPRN), cuidava dos últimos detalhes para torná-la pública, com pedidos prisão e de busca e apreensão.

Atualmente, o membro do parquet estadual está em ciclo de estudos na Europa.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público / Política

Comentários

  1. François Silvestre diz:

    Bajulação com “carta de seguro” . Falhou. Bem feito. Já inventaram o auxílio-turismo? essa moganga de estudo no exterior, congressos internacionais, reuniões em resorts, tudo manjado.

    • Amorim diz:

      Ó François, vc que e um caboco informado e inteligente me diz uma coisa: é sabido que o Deputado Presidiário recebe o auxilio moradia, mas ele recebe tambem o auxilio reclusão?

  2. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Mostrou este promotor que não se deixa envolver por mimos ou palavras doces.
    Infelizmente o esforço deste que é digno de elogios esbarrou na morosidade da justiça.
    Não é possível que até as calendas gregas estes recursos não sejam julgados.
    ////
    OS RECURSOS SAL GROSSO SERÃO JULGADOS APÓS A PASSAGEM DO SÉCULO? SEI LÁ.
    AS DENÚNCIAS DO EX-PROCURADOR DA CMM ESTÃO SENDO APURADAS DESDE O DIA 06/12/2016.
    ARRASTÃO ACONTECIDO HÁ 5 MESES NA CASA DA PRESIDENTE DA CMM CONTINUA SEM ELUCIDAÇÃO.

  3. Raniele Costa diz:

    Prescreveu a Sal grosso ? É tudo muito suspeito, daqui a 20 anos ainda estaremos comentando esse fato sem solução, é esperar pra ver.

  4. Vicente diz:

    Um processo que leva dez anos e ainda não foi definitivamente julgado, uma câmara legislativa que bajula um promotor em troca de simpatia e este, por sua vez, como tantos outros de sua estirpe, flana, de maneira remunerada, pela Europa, enquanto o estado atrasa salário de servidor que recebe 3 mil reais. Ninguém precisa explicar o desastre brasileiro, basta observar.

  5. François Silvestre diz:

    Vicente, você resumiu com finura e genialidade toda a indignação que esse “processo” provoca. A inescondível safadeza que agasalha no mesmo lençol ladrões e caçadores de ladrões. Tudo muito siamês.

  6. RAIMUNDO NONATO SOBRINHO diz:

    Vocês estão indignados? Há estão: Imagine eu que no dia 20/12/2000 fui ao MP com uma denúncia que foi acatada pelo promotor Fábio The May Ter, que transformou numa ação civil pública, que tramitou por vários anos na 7 vara da fazenda pública, que anos depois o JUIZ Pedro Cordeiro assinou uma “SUSPEIÇÃO” que foi parar no TJRN, e 17 anos depois se foi Julgado eu não sei, que se está engavetado a onde eu não sei. Se quem é o Juiz engavetador eu não sei. Eu sei quem foram os presidentes do TJRN nos últimos 20 anos, que nenhum se interessou em dar solução ao processo, isso eu sei. Se eles estão protegendo alguém, isso eu desconfio. Posso desconfiar, Posso? Agora como estão preocupados com um processo de 10 anos, se temos um de 15 anos não resolvido? que incoerência é essa? Tem vereador ainda com mandato que está citado nos dois processos. qual o nome que a risso se dar? a justiça do RN “TJRM” tem duas balanças? usam dois pesos e duas medidas? que vergonha TJRN. Imagine se vocês presidentes do TJRN ganhasse o salário que eu ganho como técnico de enfermagem, recebendo atrasado. vocês sabem que eu tenho que trabalhar dois dias só para pagar juros do cartão de crédito. Enquanto você não fazem jus ao salario que ganham. presidente do TJRN eu estou falando do processo de número: 0001341-37. 2002. Cadê o processo presidente do TJRN.
    Eu também gostaria de saber por que a imprensa local não fala deste processo, não cobra como eu que há 17 anos venho insistindo em ressuscitar este defunto de 3 milhões de reais, fora os juros.
    Há se presidente do TJRN ganhasse um salário compatível com o seu trabaho, e pagasse juros talvez ele desse uma resposta. Você acredita que ele vai dar.

    • Inácio Augusto de Almeida diz:

      Quer que este processo seja julgado? Todos os dias toque neste assunto centenas de vezes.
      Não deixe que tudo caia no esquecimento.
      Tocar no assunto uma vez por mês é o mesmo que querer encher uma piscina com um conta-gotas.
      ///////////
      OS RECURSOS SAL GROSSO SERÃO JULGADOS DEPOIS DAS CALENDAS GREGAS? NÃO SEI.

  7. João Claudio diz:

    Tradução:

    Farinha do mesmo saco.

  8. naide maria rosado de souza diz:

    Sim, sr.Inácio. O caminho parece ser o que leva às Calendas Gregas.
    Severos vestígios.

Deixe uma resposta para Raniele Costa Cancelar resposta

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.