quarta-feira - 11/10/2017 - 15:16h
Mossoró

Contas pressionam Rosalba a cogitar até mesmo demissões


A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) pode pagar um alto preço por não ter sido ousada e ter cortado “na carne” no início da gestão. As contas de sua administração não estão fechando.

Se não agir rápido, com medidas ríspidas (como demissões), conviverá com seu grande fantasma: o atraso salarial dos servidores.

De tudo que prometeu, de revisão de contratos deixados pelo sucessor a uma reforma administrativa (com redução de secretarias), optou pelo o mesmo de sempre.

Não fez uma coisa nem outra.

Deixou tudo como estava e que tanto criticava em campanha.

Até criou mais uma nova secretaria e quase 50 novos cargos em comissão.

Baixou decreto que reduziria em 50% o número de cargos comissionados, mas em seguida editou outra medida que permitia o inverso.

Hoje, nem ela nem secretário da Administração ou do Planejamento consegue dizer, numa entrevista séria, quantos cargos comissionados estão ocupados na prefeitura. Cala-te, boca!

Entretanto o Tribunal de Contas do Estado (TCE) já emitiu alerta sobre desobediência à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) – clique em link abaixo.

Se na campanha eleitoral do ano passado era pregado que Rosalba “fez, faz e sabe fazer”, é bom se apressar. Se não, servirá para ela um bordão que a própria prefeita pulverizou à época, para criticar o então prefeito Francisco José Júnior: “Minha Mossoró, o que fizeram com você?”

Ouvido ao chão como bom índio Sioux, Cheyenne, Cherokee, Navajo, Apache ou Comanche.

Vem novidades por aí. E não serão boas para muita gente.

Leia também: Prefeitura gasta mais de 60% da receita com folha de pessoal AQUI;

Leia também: Cargos comissionados aumentam folha; número é desconhecido AQUI;

Leia também: Prefeitura segue sem reforma ou diminuição de comissionados AQUI;

Leia também: Lista de comissionados divulgada é fiel à publicação oficial AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política

Comentários

  1. kelder diz:

    Sem falar do nepotismo e as perseguições, por parte das secretarias principalmente da educação.

  2. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Este caso da EDUCAÇÃO já teria virado escândalo em qualquer outra cidade do mundo.
    Não consideram RECOMENDAÇÃO do MPRN e tudo fica por isto mesmo.
    Diretoras de Colégios são orientadas a dizerem que o UNIFORME ESCOLAR foi entregue.
    Semana passada vi alunos na Alberto Maranhão sendo conduzidas por professoras e uma diretora. Perguntei a uma delas se o UNIFORME ESCOLAR tinha sido entregue e ela me respondeu que sim.
    Ri, apenas ri. Que mais podia fazer numa terra em que RECOMENDAÇÃO do MPRN é desconsiderada e tudo fica por isto mesmo?
    Na SAÚDE até as muriçocas e os sapos sabem que a falta de medicamento é constante. Quando a OUVIDORIA DO SUS questiona respondem que o fornecimento de medicamentos foi regularizado.
    O que nem as muriçocas e os sapos sabem é o destino do dinheiro da ILUMINAÇÃO PÚBLICA.
    Quando os recursos SAL GROSSO serão julgados?
    Isto nem o vidente Mestre Armando Fortuna, com sua Bola de Cristal, sabe.
    ///////
    OS RECURSOS SAL GROSSO SERÃO JULGADOS EM OUTUBRO OU NO ANO 3000?

  3. Eleves Alves diz:

    Rosalba termina a carreira política por onde começou: na prefeitura de Mossoró.
    O destino, quando quer, é caprichoso!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.