terça-feira - 18/04/2017 - 19:20h
Assembleia Legislativa

Deputada propõe audiência pública sobre a Estrada do Cajueiro


Apresentado nesta terça-feira, 18, requerimento da deputada Larissa Rosado (PSB) propõe discussão acerca da questão da BR-437 – Estrada do Cajueiro. A audiência pública deverá ser realizada na Câmara Municipal de Mossoró, em conjunto com a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, em data a ser definida conjuntamente com o legislativo municipal mossoroense.

A Estrada do Cajueiro compreende um trecho de 80 km da BR 437 que liga a Chapada do Apodi (RN) ao Vale do Jaguaribe (CE).

Reivindicação antiga busca asfaltar o trecho que tem 38 km no estado do Rio Grande do Norte e 42km no do Ceará.

Com informações da Assessoria de Larissa Rosado.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. João Claudio diz:

    A novela ”A Encantada Estrada Asfaltada do Cajueiro” é mais antiga que ”O Direito de Nascer”, com Albertinho Limonta, Isabel Cristina e Mamãe Dolores.

    Inclusive, três capítulos da novela mossoroense foram assistidos, a pedido de Maria Bonita, claro, pelo bando de Lampião quando os mesmos estavam arranchados no Sitio Saco, enquanto planejavam atacar o Banco do Brasil de Mossoró.

    Segundo os economistas e o povo em geral, se o bando tivesse tido exito no assalto, a cidade teria tido menos prejuízo, haja vista o horror de dinheiro que o povo, via prefeitura, gasta diariamente homenageando o bandido.

    Caso o bando tivesse levado o dinheiro do Banco, o ”preju” teria sido apenas do Banco. Concordam?

    Conclusão. O bando não levou o dinheiro, o Banco se livrou do ”preju” , Lampião escapou e foi curtir o 3º capitulo da novela ”A Encantada Estrada Asfaltada do Cajueiro”, no Sitio Saco, comendo cuscuz com coalhada e rapadura sentado no colo do seu bofe e ao lado de Maria Bonita, e o povo de Mossoró, pasmem, continua até hoje pagando a conta sem ter tido nada a ver com o assalto frustado. É mole? É não! É coisa que só se vê em Mossoró, a cidade do ”orutuf” e do ”evet áj”.

  2. jose luiz da silva diz:

    mais uma audiencia publica que não vai dar em nada kkkkkkk kkkkkk

  3. Marcos Pinto. diz:

    Essa história da antiga estrada do cajueiro já está se tornando enfadonha com tanto puxa-encolhe de tanta audiência pública e nada de sair do plano da promessa descompromissada para a urgente planura da concretude. Ou ata ou desata!.

  4. Marcos Pinto. diz:

    Ô João Cláudio, e é porque você talvez ainda não saiba que a atual estrada do cajueiro foi exatamente o caminho e rota de fuga de Lampião e seus capangas, só tendo parado na fazenda de nome Veneza, feudo da opulenta família Fernandes, monopolizadora do ramo do sal e do algodão. Homi, o Lampião não queria dinheiro porra nenhuma, pois mandou avisar que queria uma quantia exorbitante, o que fez o então Gerente Jaime Guedes exportar todo o dinheiro do banco do Brasil, às pressas, em trem especial com destino a Areia Branca via Porto Franco. O Lampião queria mesmo era comer o fígado do então prefeito Rodolfo Fernandes, cumprindo compromisso assumido com o coiteiro Coronel Isaías Arruda, todo poderoso chefe política de Missão Velha e Aurora, no Ceará, que era compadre do líder político oposicionista mossoroense Jerônimo Rosado, que fora prefeito de Mossoró no triênio 1917-1919.

  5. FRANCISCO HERONILDES DA SILVA JÚNIOR diz:

    19 DE ABRIL DE 2017.
    Informo que, do Projeto Executivo de Engenharia da Estrado do Cajueiro (BR-437), AVISO DE LICITAÇÃO das obras, bem como do RESULTADO do processo LICITATÓRIO tem a participação de dois políticos e um advogado: PRIMEIRO, a ex-governadora Wilma de Faria; SEGUNDO, o ex-deputado Federal Henrique Eduardo Alves e, TERCEIRO, FRANCISCO HERONILDES DA SILVA JÚNIOR, e mais ninguém. No entanto, infelizmente, o RESULTADO fora REVOGADO, alegando a Superintendência Regional do DNIT no RN falta de recurso Orçamentário. Pode ?

    Importante ressaltar que o referido processo tem 1 volume com 1.876 folhas, as quais fazem parte do acervo que tem da estrada. Ademais disso informo que das Audiências Públicas já realizadas NÃO SURTIRAM EFEITO POSITIVO.

    Sou um entusiasta da rodovia e jamais deixei a mesma cair no esquecimmento, haja vista que luto diariamente para conseguir esse objetivo porque sei a importância que a estrada para tirar do atraso a região oeste de Mossoró (ZONA RURAL) que já perdura por quase 1/2 século, igual período de vida pública dos senadores José Agripino Maia e Garibaldi Alves Filho, os quais nada fizeram para mudar aqule cenário triste e vergonho.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.