• Vale Norte - Nativa Comunicação - 2º Banner - 14-11-17
quarta-feira - 13/09/2017 - 07:46h
Mossoró

Greve é esvaziada com astúcia e estratégias quase invisíveis


Com astúcia, medidas cirúrgicas e estratégias quase imperceptíveis, o governo Rosalba Ciarlini (PP) esvazia paulatinamente a greve geral convocada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (SINDISERPUM), iniciada segunda-feira (11).

O movimento é quase imperceptível, esquálido mesmo.

Com negociações setoriais e conversas dirigidas pessoalmente por interlocutores governistas, a paralisação parece desabrochou natimorta.

Na Educação e Saúde, por exemplo, pilastras comuns à mobilizações dessa natureza, quase nada está parado.

A principal cobrança dos sindicalistas é quanto à proposta de reajuste salarial de 3,93%, apresentada pelo governo aos servidores do município,

Leia também: Prefeitura paga 14º salário da Educação antes de greve AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Gerais

Comentários

  1. Samir Albuquerque diz:

    Mas isso “Ravengar” sabe fazer com maestria, temos de reconhecer seu talento.

  2. José Joaquim Neto (NETINHO) diz:

    Câmbio!!!!!
    Todo poder, tem sim que manter a ordem.
    Pense em um ser “preguiçoso” é o funcionário público.
    Chega na hora que quer, vai no dia que quer, faz o que quer!
    Falo isso não com todos, pois existe ainda muitos servidores “sérios”, mas a maioria…
    E esse povo com envolvimentos nos “sindicatos”????
    Esses são uns “CÃO CHUPANDO MANGA”!
    Me mostre um trabalho digno e honrado desta turma de baderneiros?????
    Agoraaaa, uma coisa eles sabem fazer, que é: destruir, obstruir, fazer tempestades em copo de água, cagar de cabeça para baixo e etc.

    Eu sendo prefeito, governador ou presidente, iria todos para à “CHIBATADA DE POLICIAL”.

  3. Adílio diz:

    Fracasso esperado! Fruto de um conjunto de fatores. O principal deles deve-se o próprio “sindicato” que não representa verdadeiramente os servidores, que precisaram sofrer alguns anos para entender isso. Outro fator preponderante, deve-se à própria gestão que se utiliza dos mesmos meios que são tradicionalmente praticados para fragilizar a luta de classe, que agora esse “sindicato” divulga como sendo uma novidade numa tentativa desesperada de sensibilizar alguém. Agora é tarde! Todos já sabem como funciona tanto a gestão como o “sindicato”.

  4. Marcos Pinto. diz:

    Diante essa inexplicável e insana indiferença do funcionalismo público municipal mossoroense, vejo-os literalmente personificando o ANALFABETO POLÍTICO minuciosamente descrito pelo grande Bertold Brecht:
    ” Analfabeto Político
    O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas.
    O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais”.
    UMA LÁSTIMA, POIS !. Cada povo tem o governo que merece.

  5. Marcos Pinto. diz:

    Diante a burrice esférica do Analfabruto José Joaquim Neto relembro um amigo que me foge o nome e que sempre alertava: homi, vá cagar !!!.

  6. Marcos Pinto. diz:

    Lembrei-me de quem sempre sentenciava ao final, com o infalível VÁ CAGAR. Era um termo referencial do saudoso Zé Roberto, filho de sêo Valter, representante da cervejaria Antárctica em Mossoró, e que por sua vez era sogro do não menos saudoso Lauro Rosadus.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.