terça-feira - 28/03/2017 - 23:52h
Mossoró

Inspeção mostra condições para reativação da Porcellanati


Comitiva composta por representantes da Justiça do Trabalho, sindicalista, ex-empregados e prepostos da Porcellanati Revestimentos Cerâmicos Ltda. (Grupo Itagrês) participaram de inspeção hoje à tarde à unidade industrial dessa empresa no Distrito Industrial de Mossoró. O procedimento foi decidido em audiência na 1ª Vara da Justiça do Trabalho, dia 10 deste mês (veja AQUI), presidida pelo juiz Higor Marcelino Sanches.

Porcellanati está sob Plano de Recuperação Judicial que pode permitir sua retomada industrial (Foto: arquivo)

O grupo controlador da Porcellanati teve acatado seu pedido de “Plano de Recuperação Judicial” (processo de número 0300460-44.2017.8.24.0075, 1ª Vara Cível, na Comarca de Tubarão-SC), envolvendo suas cinco fábricas, sendo uma delas em Mossoró, aspirando ganhar fôlego para retomar ritmo de funcionamento e sanar dívidas prioritariamente com trabalhadores.

Na inspeção, algumas conclusões foram assinaladas:

1. Equipamentos – Foram verificados que todos estão no seu devido lugar e em plena condição de uso, salvo alguns reparos e manutenção. Não foram constatadas retiradas de nenhuma máquina,  apenas deslocamento para um outro setor.

2 . Unidade Fabril - Foram feitos alguns reparos na estrutura do Galpão Industrial, objetivando evitar vazamentos que estavam afetando principalmente o forno da chamada “Linha Um”, que necessitara de cuidados especial.

3. Condições gerais da fábrica – A unidade está com ótimo aspecto estrutural em condições de ser reativada, obedecendo-se procedimentos técnicos necessários e com pessoal qualificado, que Mossoró possui plenamente, formado pela própria Porcellanati.

“A comissão ficou muito satisfeita com o cuidado que a empresa está tendo na conservação desses importantes equipamentos. Ficamos ainda mais confiante na brevidade dos pagamentos trabalhistas pendentes”, comenta José Ronaldo da Silva, integrante da equipe de representante dos ex-funcionários.

O Plano de Recuperação Judicial da Porcellanati é conduzido pela empresa Innovare Administradora em Recuperação e Falência, especializada como administradora judicial em processos de recuperação judicial e falência.

“Temos esperança que a empresa possa começar a pagar suas dívidas trabalhistas conosco em 60 dias e num futuro próximo ela seja capaz de retomar produção”, completou José Ronaldo.

Acompanhe clicando AQUI o processo relativo ao Plano de Recuperação Judicial da Porcellanati.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Economia / Justiça/Direito/Ministério Público

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.