• Vale Norte - Nativa Comunicação - 2º Banner - 14-11-17
sexta-feira - 18/08/2017 - 16:40h
Mossoró

Mais uma escola pública sofre arrastão de bandidos


Do G1 RN

Escola Estadual Moreira Dias, localizada em Mossoró, no Oeste potiguar, foi alvo de um arrastão no início da tarde desta sexta-feira (18). Os criminosos invadiram o prédio da instituição de ensino e levaram pertences de alunos. Esta é a segunda escola pública assaltada na cidade somente nesta semana.

De acordo com a polícia, três homens participaram da ação. Armados, eles entraram na Escola Estadual Moreira Dias e fizeram um arrastão em três salas de aula. Foram levados celulares e outros objetos dos estudantes. Os suspeitos fugiram e não foram mais vistos.

Na terça-feira (15), a Escola Estadual José Martins de Vasconcelos, que também fica em Mossoró, passou pela mesma situação. Na ocasião, os assaltantes também não foram presos.

Nota do Blog – Está muito ruim e vai piorar.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Segurança Pública/Polícia

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    VIOLÊNCIA
    Somente através de um trabalho conjunto o governo vai conseguir diminuir a violência, seja em Mossoró, seja no Rio Grande do Norte, seja no Brasil.
    Este trabalho vai envolver as áreas de Educação, Assistência Social, Esporte e Segurança. Ou este trabalho conjunto é realizado ou vão ficar enxugando gelo eternamente e a sociedade pagando um preço altíssimo por conta da descura dos responsáveis pela Segurança.
    Há também o alto preço pago pelos jovens, quase sempre das camadas mais pobres da sociedade, seja pela morte prematura dos que enveredam no crime por falta de preparo para ingressarem no mercado de trabalho ou até mesmo pelos que têm vocação para a prática de crimes.
    A repressão ao crime pelos órgãos de segurança tem que acontecer de forma vigorosa e fazendo valer a presença do estado. Esta é a única forma de intimidar, principalmente, os que têm tendência e desanimar os que estão entrando, por falta de opção, para o crime;resultando este procedimento numa diminuição da violência que beneficiará toda a sociedade.
    EDUCAÇÃO
    À medida que a Educação for melhorando vai deixar de se tornar a fábrica de marginais em que atualmente foi transformada por conta da roubalheira que acontece nas verbas desta importante área para o desenvolvimento de qualquer nação.
    A Educação tem que voltar a ter por objetivo maior preparar os jovens para o mercado de trabalho. Infelizmente foi transformada pelos governantes em um cabide de empregos. Pessoas totalmente despreparas, graduadas em faculdade avaliadas pelo MEC como nível 1, faculdade em via de fechamento, dado a baixíssima qualidade de ensino ali ministrada. E por que estas pessoa optaram por realizar curso nestas faculdades nível 1? Porque em outra faculdade não conseguiriam acompanhar e concluir o curso. São estas pessoas, por força de amizade com o gestor, guindadas a postos de direção na Educação, quando na realidade não possuem preparo sequer para dirigir uma creche.
    O resultado é ano letivo começando com atraso de um mês, Uniforme Escolar, mesmo existindo uma recomendação do MPRN para que a entrega seja realizada no primeiro dia letivo, ainda não ter acontecido, o que resulta em crianças maltrapilhas e calçando sandálias japonesas com as tiras amarradas com arame frequentando as escolas. Outras escolas, para mascarar a não entrega do Uniforme Escolar, exigem que as crianças estejam uniformizadas para ingressarem no colégio. Para isto vendem aos pobres pais de alunos blusas que arremedam as do Uniforme Escolar por 15 reais.
    Material Escolar nem um simples cotoco entregaram nas escolas públicas de Mossoró. Nem mesmo um caderno de 30 folhas, que custa um real, foi entregue.
    Entregaram alguns livros, encadernação luxuosa, mas totalmente divorciados do currículo e da nossa realidade. Livros que são entregues a título de empréstimo e que foram editados há vários anos.
    Anunciam através da propaganda oficial o uso de computadores pelos alunos. Mentira. Nunca no Colégio Evangélico, rede municipal de ensino de Mossoró, um aluno fez uso de computador numa tarefa escolar. Nunca um pai de aluno, mesmo solicitando, conseguiu ver um computador para uso dos alunos no auxílio a realização de trabalhos escolares.
    Milhões de reais foram gastos na compra de computadores para uso nas escolas.
    Merenda Escolar, nos poucos dias que servem Merenda Escolar, se resume a duas bolachas e a um copo de refresco feito com aromatizante, mas no cardápio que é enviado ao MEC constam frutas, legumes, verduras, carnes, peixes e frango. Até filé de tilápia, queijo e massa para lasanha já foi licitado para a Merenda Escolar.
    Pode uma criança com fome, maltrapilha e sem caderno ou lápis aprender alguma coisa?
    Resultado desta Educação? Analfabetos funcionais e totalmente despreparados para inserção no mercado de trabalho. O que resta a estes jovens?
    ASSISTÊNCIA SOCIAL
    Quase sempre esta pasta é entregue à esposa ou a um parente próximo do gestor. Não importa o grau de despreparo do que assumirá setor tão importante. E como resultado acontece uma assistência social voltada para o paternalismo e não para o desenvolvimento social.
    O resultado é catastrófico para a sociedade.
    Mais de 25% dos alunos das escolas municipais são oriundos de lares desfeitos. Muitos têm pais usuários de drogas. Fazer um acompanhamento destas crianças passando a lhes fornecer outras referências é de uma importância transcendental.
    Mas isto não é feito. E não é feito por falta de assistentes sociais, mesmo assistentes sociais existem em bom número. O problema é que deslocam estas profissionais para outras áreas. Facilmente encontramos nas UBS assistentes sociais exercendo funções totalmente divorciadas das suas verdadeiras finalidades.
    Por não saberem a importância de uma Assistente Social na formação de uma geração é que a subutilizam em funções que não requerem nenhum preparo intelectual. A entrega da direção da Secretaria de Assistência Social a pessoas despreparadas resulta na utilização inadequada dos recursos humanos existentes.
    No fim a sociedade é que paga sofrendo mais violência.
    ESPORTE
    Qual a atividade esportiva direcionada aos jovens que frequentam as escolas em Mossoró? Nem mesmo os antigos torneios interescolares com disputas de jogos de futebol, vôlei, basquete e outras modalidades esportivas acontecem mais. Sequer realizam disputas entre séries de uma escola a fim de motivar a prática de esportes. É como se o esporte não existisse para os jovens mais pobres de Mossoró.
    E sem esporte a droga encontra um campo fértil para se desenvolver entre os jovens com consequências de todos nós por demais conhecidas.
    Incentivar a prática de esportes é fundamental para a diminuição da violência.
    SEGURANÇA.
    Combater da forma mais firme possível os criminosos. Nada de refresco de maracujá geladinho com pão de ló quentinho para marginal. Nada de ter medo de usar do maior rigor quando tratar de enfrentar bandidos perigosos que matam sem dó nem piedade.
    Os marginais precisam voltar a ter medo da polícia.
    Para que um combate mais efetivo ao crime aconteça é necessário aumentar o efetivo policial e estimular os que dedicam as suas vidas a defesa da sociedade pagando-lhes melhores salários.
    Muita coisa tem que mudar na área da segurança. E o começo pode ser um maior apoio aos policiais que, durante as operações, são obrigados a usar de todos os meios disponíveis para defender a vida dos cidadãos e a sua própria.
    Todo apoio deve ser dado ao policial.
    Creio que se os governantes observarem algumas destas medidas, em um futuro próximo, Mossoró será menos violenta e poderemos até mesmo levar nossas crianças a passeios pelas praças de nossa cidade.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.