• Vale Norte - Nativa Comunicação - 2º Banner - 20-09-17
segunda-feira - 17/04/2017 - 06:18h
A dona do Brasil

Odebrecht comprou 26 dos 35 partidos e envolveu 415 políticos


Por Daniel Bramatti e Marcelo Godoy (O Estado de São Paulo)

As delações de executivos e ex-executivos da Odebrecht envolveram pelo menos 415 políticos de 26 dos 35 partidos legalmente registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O PT lidera a lista com o maior número de filiados atingidos – ao todo, 93 petistas foram citados nos depoimentos. Eles são seguidos de perto pelos integrantes dos dois principais partidos que dão sustentação ao governo de Michel Temer: PSDB e PMDB. Cada um tem 77 membros citados pelos delatores.

PT, PMDB e PSDB são os três maiores partidos do Congresso e representam as três mais importantes elites partidárias do País. Juntos, eles concentram 59,5% dos políticos enredados nas delações da maior empreiteira do País.

É o que mostra o levantamento feito pelo Estado (veja o infográfico aqui) em todas as 337 petições com pedidos de investigação feitas pelo procurador-geral de Justiça, Rodrigo Janot, e encaminhadas ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Os partidos médios, muitos dos quais compõem a base de Temer, também tiveram lideranças envolvidas. O PP é a quarta sigla mais afetada, com 35 citados, incluindo seu presidente, o senador Ciro Nogueira (PI). O DEM vem a seguir, com 22 denunciados, entre eles o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ).

Todos se dizem inocentes

O PSB (19), o PSD (15), o PTB (11), o PR e o PC do B, com 10, o PPS (9), e o PDT (8) completam a lista. Destes, só o PC do B e o PDT não estão no governo. Entre os pequenos partidos sobram 25 citados. Aqui, só dois deles – o PSOL e o PTN – não apoiam Temer.

Todos os políticos até agora citados negaram o conteúdo das delações.

Nota do Blog – Digo há anos que estamos diante de guerra entre quadrilhas que, eventualmente, se consorciam, em defesa de seus interesses. Bobamente, cá embaixo, muita gente briga e produz inimizades, em nome dessa súcia.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Amorim diz:

    Esse conceito é meu viu Carlos; país governado por bandidos, para bandidos, onde o cidadão tem os deveres e os bandidos tem os direitos; congresso nacional uma grande quadrilha dividida em facções que são os partidos políticos!
    Eleição: simples troca de quadrilha!!
    O povo daquele país é obrigado a votar para escolher aquele que vai roubar o seu dinheiro!
    Isto só não acontece no nosso querido brasil, tenho certeza! dizem que é num distante país imaginário!

  2. João Claudio diz:

    Lembrando que ”O Encantador de Burros Nordestinos” e a Miss Pasadena são os pais biológicos do Mensalão e do Petrolão.

    O ”casal off” pintou, bordou, caseou e chuleou, de 2003 a 2016.

    Isso não é fato. É FATÃO. Marcelo e Emílio Odebrecth sabem disso, assim como sabem que 2 + 2 = 4.

    Os ”burros nordestinos”, sejam os pés de chinelos, descamisados, ou engravatados, discordam.

    Eles não sossegam enquanto não verem o ”Encantador de Burros” de volta ao poder.

    PS- A lavagem cerebral não tem cura. Burrice tem.

  3. Carlos André diz:

    Concordo em gênero, numero e grau!!!

    • Amorim diz:

      Concordo, infelizmente! mas só não quem não quer, o encantador de burros está apenas querendo ser eleito para adquirir imunidade temporária, não será julgado por crimes do passado. é o verdadeiro chupa mentes !!!!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.