quinta-feira - 25/06/2015 - 18:57h
Greve

Paulo Lopo propõe que Uern judicialize relação com Governo


Durante a audiência pública hoje à tarde na Câmara Municipal de Mossoró sobre greve na Universidade do Estado do RN (UERN), o advogado Paulo Lopo Saraiva, professor Honoris Causa da instituição, propôs ajuizamento de ação contra o Estado. Segundo ele, três pontos devem ser levantados:

- Discutir os descumprimentos do orçamento

- Discutir os parâmetros da igualdade constitucional e,

- Discutir o problema da transparência do cálculo e da metodologia do teto.

“O servidor da Uern precisa e exige que haja transparência. Nosso questionamento é a respeito dessa falta de igualdade”, proclamou.

“O Estado precisa nos apresentar esses cálculos. Porque o Governador, o Juiz, e tantos outros têm seus reajustes salariais e os servidores da Universidade do Estado, não”, questionou Paulo Lopo Saraiva.

Categoria(s): Administração Pública / Política

Comentários

  1. Rita diz:

    “Porque o Governador, o Juiz, e tantos outros têm seus reajustes salariais e os servidores da Universidade do Estado”.
    BRAVO, BRAVO, BRAVO, BRAVO!!! SR. JUIZ!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.