• Vale Norte - Nativa Comunicação
quinta-feira - 05/01/2017 - 10:16h
Vamos ao que interessa

Reitor diz por que não quer reeleição e justifica sua candidata


O professor-doutor Pedro Fernandes Neto, nome de um tradicional clã potiguar, reitor da Universidade do Estado do RN (UERN), resolveu: não será candidato à reeleição no pleito marcado para o dia 22 de março deste ano.

Quer concluir seu mandato este ano – iniciado em 2013, para passar o comando da instituição a uma mulher. Aposta na professora-doutora Fátima Raquel Rosado Morais (veja AQUI), como este Blog publicou em primeira mão na última terça-feira (2).

Fernandes diz que sua escolhida "vem a frente de trabalho para autonomia financeira da UERN" (Foto: AL)

Daí, a gente resolve inquiri-lo em nossa seção “Vamos ao que interessa“, jogo rápido, com duas perguntas elementares.

Então…

Vamos ao que interessa:

Por que abrir mão da prerrogativa da reeleição, algo que nunca outro reitor o fez?

- Nós fazemos parte de um projeto impessoal. A Uern  está sólida academicamente, graduação e pós-graduação em todas as áreas e reconhecidas pelo Conselho Estadual de Educação e pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), respectivamente. Temos atividades intensas de ensino, pesquisa e extensão indissociáveis. Temos os segmentos com oportunidades de formação. Hoje 80% do corpo docente com Dedicação Exclusiva e 84% de mestres e doutores, sendo os doutores a maioria, apoio aos discentes etc.. Poderia aqui ficar falando muita coisa, porém sei que o espaço é para perguntas e respostas curtas, então reitero uma visão de projeto, um amor institucional e a certeza que a continuidade independe de um protagonista e sim de uma equipe.

Por que apostar na professora-doutora Fátima Raquel para sucedê-lo?

- Ela vem a frente de trabalho para autonomia financeira da Uern. Conseguiu inserir esse tema em duas leis estaduais, do Plano Plurianual, 2016 a 2019, e Plano Estadual de Educação, 2015 a 2025. Também desencadeou a elaboração de um documento para atualizar um estudo sobre autonomia. Além disso, ela sabe como poucos as fontes de financiamento, emendas, projetos e convênios. Mais ainda: conhece a complexidade de gerir um convênio, cumprir prazos e prestar contas. É um nome que considero preparado para essa visão de projeto que citei.

Veja AQUI links para entrevistas anteriores da seção Vamos ao que interessa.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Vamos ao que interessa

Comentários

  1. Carlos André diz:

    Se enxugar o trem da alegria na assembleia legislativa do RN, enxugar o MP, diminuir a “poupança” do TJ, e diminuir as boquinhas no executivo estadual, dá para garantir um duodécimo minimo para a UERN e ainda incrementar os orçamentos da saude e segurança, mais as “castas” não querem perder o status quo e as tetas gordas!!!

    O povo que se lasque!!!

  2. Carlos André diz:

    Cargo comissionado deveria ser somente para assessores de prefeito e vice-prefeito, secretários e uns poucos assessores de secretários.

    Agora querem enriquecer todo mundo as custas da viúva, ai não dá!!!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.